Um pesadelo que virou realidade FINAL

Um conto erótico de MArquim TV
Categoria: Crossdresser
Data: 24/03/2020 10:37:20
Nota 10.00

CONT...

Limpei o rosto e corri para cama, comi tudo igual um desesperado. Que tortura, como era ruim a sensação de fome e sede...terminei de comer e deitei na cama olhando para o teto e pensando em tudo, em como seria aquela noite...como eu iria passar por aquilo? Só de pensar naquela rola grossa entrando na minha bunda eu já ficava nervoso...Ouvi barulho na porta, ela se abriu e tia Cláudia entrou. Ficou me olhando com um olhar de piedade, como se estivesse preocupada comigo...e o pior é que parecia verdadeiro. Ela entrou, sentou do meu lado e ficou me olhando por inteiro, olhando pro meu corpo, pro meu rosto, passando a mão nos meus cabelos...

Não é a toa que Haroldo está fissurado em vc, vc está uma menina linda Paulinha! O seu corpo é de me dar até inveja, os hormônios fizeram um trabalho incrível..lembro-me quando tinha sua idade...mas o fato de vc ter sido um menino lhe torna ainda mais interessante e atraente. E essa carinha de birra deixa o Haroldo ainda mais excitado e desejando te possuir. Lembra que te falei que isso o excita? Subjugar, forçar o outro a fazer o que ele quer contra a vontade...não queria que vc estivesse passando por isso mas como vc já sabe não tive escolha...então, vim aqui pra te ajudar, te dar algumas dicas pra que vc consiga se sair o melhor possível esta noite, vc quer me ouvir? Afirmei com a cabeça que sim...eu trouxe umas pomadas especiais que vc vai passar na sua bundinha, elas vão aliviar um pouco sua dor...trouxe também um lubrificante importado maravilhoso que vai ajudar...pra finalizar, trouxe aqueles vibradores pra vc ir usando pra acostumar sua bundinha...e olha, se vc quer que acabe logo, faça o jogo dele, deixe que ele te domine, eu sei que vc vai resistir, mas aceite o que vai acontecer, se entregue, procure tirar o prazer que tiver nisso... ele vai te lamber toda, pode apostar, então procure sentir o prazer que tem nisso, a língua percorrendo sua pele, seu peitinho, sua bundinha, no pescoço, o beijo dele não é nada mau...vc vai ver que não será de tão ruim assim. E me deu um beijo na testa e saiu trancando tudo de novo...

Olhei pra todo aquele material e pensei...o que mais posso fazer...vou tentar seguir os conselhos dela, não tinha outra opção...lembrei dos filmes que tinham no armário e passei o resto da tarde inteira assistindo eles e observando as posições que as travestis faziam com seus parceiros, enquanto assistia me masturbava me imaginando naquela cena, sendo aquela travesti sendo comida pelo cara, e tentava enfiar o vibrador no meu cuzinho virgem...a pomada que tia Cláudia me deu era boa, adormecia um pouco, mas mesmo assim ainda doía muito, eu só conseguia colocando só a cabeça do vibrador, não aguentava enfiar todo...percebi nos filmes também que as travestis falavam sacanagens e gemiam muito e isso parecia excitar os caras comendo elas, alguns até acabavam gozando mais rápido por isso. Depois disso tomei um banho bem demorado e caprichei nos hidratantes e óleos corporais pois ele havia exigido que eu ficasse muito cheirosa...quando saí do banheiro vi algumas sacolas na cama, quando abri eram lingeries novas. Vesti um corpete preto muito bonito, ele ressaltava meus seios pequenos e me deixava com mais cintura, olhei de lado e a bunda parecia ter dobrado de tamanho...coloquei a cinta liga e vesti as meias, que também me deixaram com as coxas bem grossas...fiz uma maquiagem simples mas sexy, com os olhos de gatinha e cílios grandes, e o batom vermelho. Vesti um hobby de seda curtinho e sentei na cama para esperar...as câmeras acompanhavam tudo, logo ele chegaria...

A porta foi destrancada e Haroldo entrou, sempre com aquele sorrisinho sacana no rosto. Ele fechou a porta e veio até a mim, lentamente, me devorando com o olhar, olhando cada pedaço do meu corpo, eu não conseguia encarar ele, fiquei com a cabeça baixa...ele tava tão excitado que não dava nem pra disfarçar o volume na calça dele. Levanta Paulinha, dá uma voltinha pra mim, quero ver esse corpinho em cada detalhe...obedeci e me levantei e comecei a andar bem devagar pelo quarto...Agora tira o hobby bem devagar e vai me mostrando cada parte do seu corpo pra mim, de frente e de costas...assim eu fiz. Desamarrei o hobby e comecei a tirar descendo pelos ombros, cintura e parei no quadril...a respiração dele ficava cada vez mais ofegante, os olhos fixos em mim, me olhando dos pés a cabeça e passando a mão por cima do seu volume...Agora fica de costas e deixa o hobby cair, ele ordenou! Me coloquei de costas pra ele e deixei o hobby cair no chão ...a calcinha enterrada na minha bunda, o corpete apertando minha cintura, eu me sentia totalmente exposto, indefeso...quando menos esperei ele voou pra cima de mim e me agarrou por trás, tomei um susto e quase soltei um grito!!! Ele disse, calma pssssiiiii, não precisa ter medo, eu vou ser carinhoso com vc, eu sei que vc é virgem...e começou a colar atrás de mim...baixou as calças e ficou só de cueca roçando aquele pau duríssimo na minha bunda, me puxando pela cintura pra colar no corpo dele, a calcinha cada vez entrava mais...lembrei dos filmes e das dicas de tia Cláudia, e comecei a suspirar como se estivesse gostando...Ele disse, isso minha gatinha, vai se entregando pro teu macho, vc vai gostar, eu vou te dar muito prazer, vc nasceu pra ser minha, se entrega, não resista não...Falando com a boca no meu ouvido, passando a língua dentro dele, descendo pelo meu pescoço, as suas mãos passeavam pelo meu corpo, apertando meus seios, deslizando na minha cintura e chegando até o meu bumbum... ele apalpava minha bunda com força e arregaçava elas colocando seu pau entre as duas e ficava subindo e descendo...a gente tava em frente ao meu espelho, dava pra assistir toda a cena e ele falando coisas no meu ouvido....Olha como vc tá linda e deliciosa, olha o meu tesão por vc Paulinha...olha no espelho e veja como vc nasceu pra ser essa menininha linda e pra ser minha...eu fiquei olhando e já nem me reconhecia mais. O garoto que existia em mim de fato sumiu por completo no corpo cheio de curvas da Paulinha, a minha boca era carnuda e o batom vermelho chamava a atenção, os cabelos lisos já grandes mudaram as formas do meu rosto...ele tinha razão, aquele menino não existia mais...uma lágrima escorreu pela minha face...algo dentro de mim me dizia pra me conformar...ele percebeu a lágrima e me virou de frente pra ele, num gesto carinhoso a enxugou e começou a me beijar na boca suavemente, a sua língua percorria cada canto da minha boca e se encontrava com a minha...eu tentei parar, aquilo era estranho pra mim, eu nunca havia beijado um cara, a barba rala espetava meus lábios, eu queria afastar ele e parar mas ele não deixava, percebia a minha tentativa de sair então segurava mais forte o meu rosto e continuava a beijar...lembrei dos conselhos de tia Cláudia pra tentar tirar prazer daquilo, lembrei do sofrimento naquela cadeia imunda e fui aos poucos me entregando...ele foi me puxando pra cama, deitou primeiro e mandou que eu o beijasse todo. Fiquei por cima dele e comecei a beijar e passar a língua pelo peito dele, ele dizia assim minha bebezinha, lambe os meus mamilos, eu obedecia e ele tremia todo...agora vai descendo até o meu pau que vc já conhece...fui descendo passando a língua pela barriga dele até chegar a virilha e então naquele cacete grande e duro. Isso Paulinha chupa bem devagar...lembrei dos filmes e tentei imitar as travestis que chupam com muita perfeição e tesão os seus machos...chupei aquele pau por uns 10 minutos e ele urrava de prazer...eu nem me importava mais, até caprichei mesmo na esperança de o momento da penetração demorar mais ainda...

Mas ele leu meus pensamentos, e disse...Não aguento mais Paulinha, eu quero comer vc, já esperei demais...levantou e me colocou de quatro na borda da cama, começou beijando e passando a língua nas minhas costas e foi tirando minha calcinha...chegou na minha bunda e começou a morder ela com um tesão gigantesco, algumas mordidas doíam e eu gemia reclamando, ele então manerava...ele pediu pra eu abrir bem as pernas e aí começou a lamber o meu cuzinho, pela primeira vez senti um certo prazer, mesmo sendo violado e obrigado a tudo aquilo a sensação da língua explorando o meu cuzinho era boa e eu nunca tinha sentido isso...eu tava gostando um pouco e ele percebia...e falava...tá gostoso né sua putinha...eu sabia que vc ía adorar isso...então caprichou mais ainda e eu ía amolecendo...ao mesmo tempo ele começou a me masturbar e as duas coisas juntas me deram mais prazer ainda...ele parou e fui buscar o lubrificante, antes dele voltar peguei a pomada pra adormecer e coloquei na minha bundinha...sem avisar nada ele começou a pincelar a entrada do meu cu com o seu pau, subia e descia, lambuzando a entrada dele todo com o lubrificante...e me mandava continuar me masturbando que ajudaria a disfarçar a dor...eu obedecia...então começou a colocar a cabeça, devagar, sentindo cada milímetro entrar e sair...ele tava adorando tudo aquilo...eu me contorcia de dor e gemia com raiva...colocava a mão pra segurar o movimento dele e afastar um pouco mas ele tirava minha mão e continuava...caralho que dor era aquela...ainda falei algumas vezes... PÁRAA um pouco Haroldo por favor, eu não tô aguentando, aiiiii tá doendo, por favoooor...ele ria e adorava mais ainda o meu sofrimento...ele não tinha pena alguma de mim, quando metade do cacete entrou aí ele começou o vai e vem de fato, mesmo com todo gemido e dor que eu tava sentindo ele foi metendo, quando menos percebi comecei a sentir o saco dele encostando atrás no meu...nessa hora ele parou, e ficou com todo aquele pau enfiado dentro de mim... eu podia sentir toda espessura dele e cada centímetro, o meu cú ardia e latejava...então ele começou a meter de novo, o saco dele batia se chocando com minha bunda...acelerei a masturbação pra esquecer a dor e começou a funcionar, acho que meu cú tava começando a alargar e se adaptando...ele falava... Isso minha putinha, rebola pra mim, vc é minha, é melhor vc começar a gostar disso porquê eu vou te comer todo dia Paulinha, vou dormir toda noite com vc, abraçadinho roçando a minha rola nessa bundinha gostosa, vc não tem como escapar disso hahahahahaha...filho da puta, sádico!!! Ele afastou e me mudou de posição, me colocou de frango assado e disse...Assim fica melhor pra eu ver sua carinha de prazer toda vez que eu enfiar meu pau todo em vc...segurou minhas pernas e começou a meter de novo, agora mais forte que antes...eu gemia, rangia os dentes, apesar de acostumar ainda doía...ele metia, metia, metia sem parar...então ele deitou sobre mim e começou a me beijar na boca, me lambendo todo, descendo pro pescoço e voltando pra boca, ele tava com tanto tesão que quase me sufocava com a lígua...então ele começou a me olhar fixamente e foi chegando no meu ouvido e começou a falar...agora eu vou finalizar esse momento Paulinha, vou gozar dentro de você...você jamais vai esquecer...olhou pra mim de novo, e começou a meter de uma forma diferente, ele tirava o pau quase que por completo e botava de novo até o fim devagar, passou a mão no meu rosto e começou a me beijar, um beijo mais carinhoso, e metendo sem parar dessa forma, tirando e botando, e beijando minha boca sem parar...então ele falou baixinho...Vou gozar, vou gozar...senti um jato quente dentro de mim, como se algo fosse me preenchendo lá dentro...e ele não parava de me penetrar, metia devagar, sentindo cada segundo do gozo dele e me beijando...então ele parou com o cacete todo enfiado em mim e ficou me olhando nos olhos...me deu mais um beijo, foi tirando o pau devagar e levantou...senti um rio de esperma escorrer do meu cuzinho...Mandou que eu fosse tomar um banho...assim fui. Quando saí do banheiro vi que ele estava deitado na cama, assistindo TV...me enxuguei e vesti uma calcinha e uma camisola longa...olhei de novo pra ele e ele bateu do lado dele como se dissesse...deita aqui! Fui pra cama e deitei ao lado e adormeci. A noite acordei com ele roçando atrás de mim, levantando a camisola, mas meio que dormindo, só se aconchegando...ufaaa, pensei que ele iria me comer...fiquei bem quietinho e voltei a dormir...

E assim continuou a minha vida...eles me mantinham monitorada 24H, eu só saía na companhia deles e em casa eu era a mulher de Haroldo...dormindo com ele todos os dias e me comendo sempre quando ele queria...

FIM


Este conto recebeu 15 estrelas.
Incentive MarquimCD a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
01/04/2020 18:55:30
Fico feliz com os comentários gente, vou trabalhar outro conto sim...se quiserem trocar alguma ideia meu email é
27/03/2020 16:56:55
ual
26/03/2020 14:31:54
Amei... Foi excitante mas também foi real! Amo contos de feminização, mas me dá agonia quando é extremamente forçado e o personagem principal se entrega facilmente como se não fosse nada... Seu conto foi perfeito, mesmo forçado seu personagem não se entregou, lutou com todas as forças, se deu por vencido mas não se entregou a um "prazer sádico"!!! Meus parabéns!!!
25/03/2020 01:18:39
Demorou mas ficou perfeito, continua a escrever outras histórias
24/03/2020 12:49:44
Ótimo

Online porn video at mobile phone


neguinha nao se controla de tesao quando foi almocavídeo sexos pimenta na boceta com patroa sádicacontos gay luiz virando mulherzinha na cadeiawww.mulheres dando o chiri é o cu sem pena zap .com xvideosyoutube porno xvideos pai soca pinto nu cu da filha e deixa ela sem arcontos gay limpar a casabrechando a gostosaxvídeoxvideo adoro ver pau emtradonudismome homem olhando pau do meninomeu filho me faz de puta capitulo 8 e 9 relato eroticoxvideo baraqueirracontos eroticos feminino ajudei o porteiro negro a fuder eu e minha irma juntoeu, minha namorada, minha namorada e meu tiopornô dois negão chega na porta de uma mulher com cheque de r 1000novinhas que gostan de fica só de shortinho para ecita painegao fudendo com uma praguinhacontos eroticos gays o principe roludomulher bem novinha tirando a calcinha devagarinho acaba comendo a b******** dela devagarzinho empurrando ela peidando empurrando ela peidando empurrando ela peidandoffudendo a cunhadinha gostosa de 17 aninhosContos eroticos iniciei dois garotos quando fui a praia e metiestuprei amenina e rasquei cu zinho delacontos sexo 10 aninhos curiosaxvidio aredando a calcinha qro lado e enchendo a .comulher obrigada chupar a buceta da amiga e receber esguiche de gala na boca contos zoo dalmata.meu machomorena gostoza nupoenoXvideos. Esposinha de vestidinho piscando a xerecamassageando o picao gigantescoapostei minha mãe com meus amigos conto erotico analmulher fudendo escanxada ensima da rola do maridoconto relatando como nao resisti ao pausud e fez sexomoreno sarado de sunga de bombeiroputa.impinadiha.baiana.so.fode.apanhando.muitominha esposa cely e nosso caseiro negrao nosso machoincesto no colo do papai tomando cafe sem calcinhaasistir sinlha dando aboceta para onegao escravocumendo tia miriam contocontos eroticos minha esposa na cama com os filhos na dupla penetracaoxxxvideos meuprimo domio emcasa e acodou de pauduromegao pega mulheres casda a forsa econe abusetagozou na garganta da lazarenta xvideoscontos eiroticos leilapornmorena dos lábios carnudos e do rabetão xvideo.comcontos erótico fui fazer massagem no irmão e assustou com tamanha da rola delemamae nao suporta rola do amante na bucetamundobichaporno gay garoto zuando e dandoDesabafo de uma mae cap Vcontos eiroticos leilapornporno gordinhas sinturadasprica cavalaFazendo Cunhado Chupa a força Gay❤mostrei meu sobrinho contoscigana da uma foda dentro da retrete publicacunhada sexo contosesquece o Paysandu virgindade da filha bem novinhameu filho me faz de puta capitulo 8 e 9 relato eroticoComendo a ninfeta grudadinho nelaacabei liberando cu pro primo masnaogayconto erotico huntergirls71Xvideo contos eroticos peidando de prazerConto erotico pezinhos da minha irmãperdi tudo acabei puta de agiotasporno++o++encanadorconto erotico gay comi o playboy sarado e pegadornegona sendo arrombado por negao tonato video porno grátiscontos erótico menininha na torcida Ajudante de pedreiro dando a bunda grandeVideos de sexo bucetinha das crentinhas nen naceu pelo se lascando na rola do negaorelatos minha esposa chegou toda chupadaem casaconto tio enfiado 26 cm no rabao da subrinhaSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhafotos da coleguinhas com muita Pegação de um tempinho antes de transarpornodoido minha sogra gostosa esta no quarto rapando a buceta com tesaoconto de farra de casadaconto erotico gay cunhadosmae cpontos erotixosenfregando o pau duro na bunda dentro do onibus cheioela nao queria que eu gosace na bucetinha dela mais goseivideos mulher dorme homem pintudo metendo nela de conchinhacomeu a madrasta brasileira Zinha gostosinhoxvidei de hmen batendo solaxvideo.con novinha tabareucaldo de buceta sujaquero ver vídeo de mulher se exibindo tirando a calcinha bem puxado para cima ficando só o montinhoporno aaii taduedo seu pau e groso ei fia tudo gosa ladentro eu quero caga sua porracontos eroticos de chofer de madamecomendo a buçetona da minha irma enquanto a mae passamosa esfregado ocabaso ate gosardepiladora pega cliente com pau enormexvideos minotauro tarado chupando tetasai.minha.bocetamusica.fode.a.minha.boceta.fodeCONTOS SEXO NO COLOconto erotico dominador pauzudoAliviando os funcionarios contos eróticosver vidios porno da xvidio mulher veste marido com langeri e deixa ele para o amante fuder