Primeiro Amor - 3

Um conto erótico de Apenas Eu
Categoria: Heterossexual
Data: 12/02/2020 20:22:03
Nota 10.00

Bom após o acontecido do conto anterior a semana passou sem muita coisa de interessante a não ser o fato de eu não tirar a imagem da Lia com o meu pau na boca da minha cabeça. Na sexta feira acabei viajando para passar o fim de semana com a mamãe retornando apenas na segunda, quando cheguei não vi a Lia e passei o dia inteiro(manhã aulas do técnico e tarde aulas do ensino medio) na escola e só depois do jantar é que nos encontramos. Eu estava querendo falar de tudo q aconteceu mas não fazia ideia de como começar mas felizmente ela fez isso por mim

-e aí amor, gostou da nossa brincadeira?

-sim, foi incrível... disse isso com um pouco de surpresa no olhar por ela ter puxado esse assunto

- Que bom que gostou... sabe... Agora A minha menstruação passou e a gente pode ir além daquilo!.. ela disse isso com uma cara se puta que eu ainda não tinha visto ela fazer.

-serio?! Agora até me animei kkk.

-seríssimo, só tem um problema: onde teremos liberdade pra transar?

-no mesmo lugar que a gente se pegou pra valer.

- não não... lá eh bom pra gente namorar e tals... sexo oral e tudo mais mas não dá pra transar lá.

-Hummm, a gente encontra uma forma.

-espero... ah antes que eu esqueça, vamos juntos pro aniversário do IF? (O Instituto Federal eh vizinho do campus da Universidade Federal)

-ahhh, eh mesmo as comemorações começam hoje e vai até sexta... Que dia vai querer ir?

-se der todos kkkkkkk

- hoje não dá, vou ter que estudar pra uma prova do técnico de amanhã!

- ok mas amanhã vamos né?

-sim.

A gente ficou um tempo trocando uns beijos mas logo tive q ir estudar. Antes se dormir pensei um pouco sobre um local pra fazer sexo com ela mas não cheguei a lugar nenhum. No dia seguinte fiz a prova e o resto do dia passou bem rápido e chegando a noite comecei a me arrumar pra sair com a Lia, coloquei uma calça jeans, um tênis e uma camisa azul e mandei msg pra ela avisando que estava pronto e que estaria na entrada da residência esperando por ela. Passado uns 5 minutos ela chega até mim e eu simplesmente fiquei admirando a sua beleza muito acima da média, vestia uma vestido azul de alças finas um pouco acima do joelho(tenho uma queda gigante por mulher de vestido, por mim mulheres só usavam essa peça kkkkk) e uma sandália preta, tinha uma leve maquiagem com destaques no olhos que estavam bem bonitos, o seu cabelo estava solto mas pelo que conhecia dela devia ter algo pra prender ele dentro da bolsa de mão que usava. Não conversamos muito e logo fomos para o IF, teria um show de comédia e logo em seguida teria uma apresentação de uma banda de alunos da própria escola.

Mal começou o show de comédia e eu já estava bem entediado e pelo visto a Lia também.

- Lia vamos dar uma volta?, tá bem sem graça aqui

- volta onde? A gente tá bem longe de tudo kkkkk

- aqui dentro do IF mesmo, ficar sozinhos tals hehe

- sei sei... safado! Disse isso olhando com os olhos franzidos pra mim.

A gente começou a andar e passou por uma sala aberta e bem na porta tinha uma sexta com várias camisinhas, seguindo o caminho a gente saiu do prédio e chegou em um espaço cheio de árvores com bancos e mesas em baixo delas. Sentamos e começamos a se pegar bem gostoso mas não demorou 5 minutos um guarda do IF vem até nos e diz que não podia ficar namorando ali e que tínhamos que retornar pra festa, pedi só mais uns minutos e ele saiu mas disse q retornaria logo e não era pra gente tá mais ali e concordei.

- eh amor, vamos ter que retornar praquele show sem graça kkkk... Eu disse pra Lia q a essa altura parecia ter algo na cabeça

-e se não voltarmos?

- Vamos pra onde então?

- Vamos transar (nesse momento eu nao sabia ainda mas a Lia sentia um tesão fora do normal em fazer sexo em locais com grande risco de ser pega... quanto maior o risco mais tesão ela tinha)

- Como assim? Aqui no IF?

- sim, todo mundo tá no pátio central naquele evento sem graça a gente encontra alguma sala desocupada pronto... ela estava bem convicta quanto a ideia se transar dentro do IF

- isso eh verdade, mas nem camisinha eu trouxe. Mal falei isso e ela já retrucou

- passamos por uma sala cheia de camisinha... A gente vai ate la pega algumas e procura algum local...

Partimos em direção a sala e ela estava super confortável com a situação mas eu não... Eu era virgem e tinha acabado de ser pego de surpresa pela ideia maluca dela de transar no IF. Chegando lá peguei algumas camisinhas e saímos caçando algum local quando lembrei do auditoria de música poderia estar aberto porque os aparelhos ee som usados no evento deviam ter sido pegos lá e então partimos pra lá mas infelizmente estava fechado e então Lia me puxa em direção ao banheiro feminino do próprio auditório mas também estava fechado e com isso só restava o masculino e pra nossa sorte estava aberto, ao entrar a gente se viu em um pequeno corredor onde a direita era a entrada do banheiro própriamente dito e seguindo reto tinha outra porta, seguimos em direção a ela e quando abrimos vimos o auditório. Lia agarra minha mão e me puxa pra primeira fila e começamos a nos beijar mas logo fui interrompido por ela que disse: estamos sem tempo senta aí! Me empurrando na cadeira

Eu levantei e disse: na verdade queria fazer uma coisa! E a coloquei sentada e me abaixei entre sua pernas e com isso ela sorri e abre as pernas mim. Levanto seu vestido e vejo a sua pequena calcinha de renda branca(acho q ela só tinha calcinha de renda porque sempre ela tava com uma diferente) e já começo a beijar por cima daquele pequeno tecido. Ela olha pra mim e diz: sem tempo!

-ok amor! L

Com isso já puxo a sua calcinha e vejo a sua buceta pela primeira vez, ela era fofinha e pequena, era um pouco mais escura que sua pele, tinha lábios perfeitos. No geral era linda, eu não pensei duas vezes e cai de boca nela, eu não sabia bem o que fazer mas ela pois as duas mãos na minha cabeça e foi me guiando com palavras como: isso, aí vai, tá gostoso, mais rápido... passei uns 5 minutos ali entre suas pernas e a essa altura ela já estava bem molhada quando puxa minha cabeça até minha boca encontrar a sua

- isso foi gostoso, agora eh minha vez! Disse ela levantando e me colocando no seu lugar! Ela rapidamente abriu minha calça e colocou meu pau pra fora e mais depressa ainda abocanhou ele e começou um molhado boquete que não durou muito quanto o primeiro que ela me fez mas foi bem gostoso.

Ainda entre minhas pernas e com meu pau na mão ela pede uma camisinha, entrego a ela que rapidamente abre e com a me ajuda coloca no meu pau.

- Olha nem cobre ele todo, sinal que vai me arrombar inteira!

- oia kkkk, cobriu todo basicamente.

Ela passou suas pernas sobre mim e ainda de pé levou sua mão a boca e logo em seguida levou a sua buceta, colocou uma mão no meu ombro direito e a outra segurou meu pau e foi sentando, mal a cabeça entrou e ela já estava gemendo de leve, foi forçando um pouco mais e quando chegou mais ou menos na metade ela tinha os olhos fechados e tinha a respiração ofegante. Eu a essa altura só me concentrava em não gozar logo no início e pensava em como aquilo era gostoso. Ela começou a descer e subir de vagar e aos poucos foi aumentado a velocidade e a intensidade das descidas mas nunca até o final, seus gemidos aumentavam na mesma proporção q ela aumenta o ritmo e em uns 5 minutos ela já quicava bem rápido e gemia alto o suficiente pra me deixar apreensivo com medo de alguém ouvir, mas logo ela parou e se levantou, ela estava bem suada e seus cabelos já estavam grudando na pele.

-me passa minha bolsa! Pediu com ainda ofegante! Pegou da carteira uma Xuxa ou algo do tipo e prendeu o cabelo e olhando pra mim falou: levanta, tô cansada eh tua vez de trabalhar!

Levantei e ela rapidamente colocou os joelhos na cadeira e segurou com as duas mãos o encosto e prontamente me coloquei atrás dela já direcionando o pau praquele aconchegante e apertado buraco do prazer e antes que eu pudesse penetrar ela olha pra trás: vai com calma e não coloca tudo de uma vez! E volta a olhar pra frente. Fui colocando e quando chegou na metade eu já começo uma vai e vem numa velocidade confortável arrancando alguns gemidos dela, cerca de dois minutos depois eu já estava entrando e saindo rapidamente e ela gemendo e falando algumas coisas do tipo: isso, vai, assim tá bom! Tomei a liberdade de da um tapa na sua bunda forte o suficiente pra deixar ela vermelha!

- isso seu puto, bate de novo, bate mais forte!

Não pensei duas vezes dei outro mais forte q o primeiro arrancando um gemido bem alto dela que promente me fala: isso agora me fosse com força!

Com isso diminui o ritmo e logo ela olhou pra trás: eh mais rápido e não mais de vagar!

-assim vai ouvir a gente!

-nao seja por isso! Disse isso pegando a minha mão e levando pra sua boca!

assim comecei a fuder ela em um ritmo que se continuasse me faria gozar em minutos! Enquanto isso seus gemidos era abafados por minha mão mas mesmo assim ainda fazia um barulho considerável. Aumentei ainda mais o ritmo e ela respondeu mordendo a minha mão q estava na sua boca mas esse ritmo eu mantive por uns 2 minutos quando diminui e me aproximei da sua orelha beijando e fazendo carinho

- Vamos mudar de posição se não vou gozar assim!

- eu ja tava pra não aguentar essa pauzao entrar e sair tão rápido!

Ela se levantou e seu lindo rosto branquinho estava vermelho como um tomate e coberto de suor e sua respiração estava bem ofegante! Ela mal levantou e me puxou em direção ao palco, deitou nele com a barriga pra cima e com as pernas abertas me convidando a invadir seu corpo... nessa posição tive a visão se sua buceta pela primeira vez depois que começamos a transar e a essa altura aquela linda e pequena buceta estava maior q quando a chupei e toda vermelhinha, quando coloquei o meu pau nela entendi o porque... toda a pele de sua buceta ficou esticada parecendo q o meu pau fosse maior do que ela era capaz de receber. Ela segurava as duas pernas com seus braços e puxava em direção ao seu abdômen e com aquele agunlo de penetração fantástico castiguei mais uma vez aquele pequena buceta. Com o tempo me empolguei e acelerei demais e enfiei mais fundo(a essa altura não tinha enfiado meu pau inteiro) e ele acabou soltando as pernas e colocou as mãos na minha cintura me impedindo de enfiar mais do que devia. Ela manteve as mãos na minha cintura e com isso peguei suas pernas e coloquei no meu ombro e voltei a penetrar a minha amada... ela estava de olhos fechados apenas desfrutando do momento quando eu disse que ia gozar...

Logo ela pediu pra parar e pra mim deitar no seus lugar e rapidamente eu estava deitado e ela veio por cima e sentou , ficou equilibrada apenas nos pés e usava aos mais segurando meu abdômen pra ajudar e com isso começou a subir e descer enquanto me encarava e isso durou uns 3 minutos e logo em seguida ela deitou sobre meu abdômen e começou a me beijar... comecei a ir de encontro a suas quicadas e logo gozei!!

Finalmente tinha deixado de ser virgem e tinha sido melhor do que um dia sonhei... começamos as nos vestir sem trocar muitas palavras, passamos pelo banheiro e no espelho ela viu como estava bagunçada e com isso ela me disse: acho q vamos ter q ir embora mais cedo(com um sorriso lindo no rosto, era impressionante com aquela menina de sorriso angelical mudava quando estávamos a sos) a essa altura o show de humor já tinha acabo e a banda já tocava mas fomos direto pra casa sem muita de mora!

E foi assim que deixei de ser virgem!! Espero que tenham gostado!! Abraços!!


Este conto recebeu 15 estrelas.
Incentive Estudante de Engenharia a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
14/02/2020 11:06:36
adorei..parabéns ..aguardando mais
12/02/2020 23:21:31
Adorei continua assim obrigado
12/02/2020 22:12:23
Muito bom!!
SF
12/02/2020 21:38:14
Captou bem a imagem de inocência / inexperiência, sem deixar de ser sensual e estimular a imaginação. Excelente!

Online porn video at mobile phone


mulher recebendo massagen enlouquecidaconto erotico funk peladafolha da a buceta ao seu pai pra tira o seu cabacoxvideod imprecionadaRelato de cornos submissocasadoscontos estrupada por pivetesuma gostosa tirando valsinha para dar bucetacontos eiroticos leilaporndoce nanda parte IV contos eroticoscontos eroticos fizeram minha noiva e minha mae de putaporno mae tepa com namorada filha com a filha pezetecontos das bordas da conahome. bateno. earola no. cu. delaxividio vo come o cu dela dormindover vidio porno de novinha dece ano de 2017vidios. poco pisudo fodendo porcasenhora de idade pratica zoofiliacntos eroticopadastro genrolesbica transando com a amiga ate ela vira o zoinhoconto erótico amamentei os garotos xvideos predeiro comen patroacomtos eroticos de casal de bh coroa muito gostosa c corno no bailher de carnaval ano 2018 c negaocara safado de perma e sen cueca de pau duro provocando a cunhadaConto erotico de mulher que chorora muitocontos eroticos amo velhosporno com novinha de saia curta limpando a casa e o irmao dela pousado na bunda delavideos porno irnao irna do xxvideosContos eróticos de incesto mamae gulosa mamando no pauzaos dos seus filhos e de mais cinco negao em um gang bangvideos de sexo de travestis com cheiro a chulexisvideo d buceta s cadela piscando n ciotrepando bem gostoso com a ginecologista mulhercontoscontos eroticos evangelica mamar pastor amamentando filhamohamed elatar punhetandoMACIEIRA SEXO PORNOmulher de sainha sem calsinha brincando com dog e nao xnxx resist fodi anovinha fudendo a buceta na praia cm causinha vermelhEcoxadinha na novinha ela gostandopegeuei a sogra velha ia mulher pegoxxxvideo mulhe choradu tiradu avigidadirapaz com pau enorme na prai de nudismo no brasil e gostosa nao resiste e da p elesobrinha virando os olhinhos e g****** muito no pau do tiomulher transando com picasdeborrachao filho da minha patroa ele foi metendo seu pau na minha buceta virgem que sangro ele começou a fuder minha buceta eu gozei ele fundendo minha buceta ele gozo dentro da minha buceta ele começou a fuder meu cu virgem ele gozo dentro do meu cu quando eu sair do seu quarto minha patroa me frago eu saido do quarto dele minha patroa disse pra mim que eu ia ficar grávida do seu filho conto eróticoMenina asusta com tamanho da pica saindo dabucetadamaecontos gay o prestador de serviçoxxvideo fantasiado de bombeirohistoria porno gay paguei um boquete pro anivesariantepornodoido dividio namorada com amigo do execitoconto erotico sou madura vadiaviva.video.mijonascomendo a secretaria de saia sosiau levantou aperna dela e meteu na chota delacontos eróticos, fatos veridicos com bem dotadoNetinha de 10 aninhos contos eroticosver x vedeo comendo cu a fosa das novenhasporno gay magrelo sentando em duas rolas penetraçao dupla mundo bichapornô anal com mulheres dando rabão gostoso tesouro com perna tá tendo mais daqueles bem quente mesmopai picudo comendo filha em BelémContos eroticos com sogra bucetuda que foi arrombada pelo genro piricudocarolzinhanasurubableizer duas mulata dando pro genro xnxxxxvideomae deita sem calcinha na cama com o filho e ele come sua bucetaconto erotico o negao e a japinhaporno mhnha mae e irma sao putas 1 contocontos gay chule do padrinhovídeos de novinhas dançando xote inchada se masturbando e gozando dentro de jatos de porraporno sogru peganu tu nora a forsachupando a rola do primo devagarindomundobicha lutador Danny gay dando cuconto erotico uber passando a mao na.minha bucetinhafilme pornô bigode fêmea exame transvaginalconto erotico gay macho dominador gosta de maltratar viadoContos erotico minha filhinha mim shopou no banhoa mãe deixando o negão afrouxa a bucetinha da sua filha novinhasogra gostosa de cabelos crespos fudendo com amigo do genrotitia batendo punheta sobrinho rola cabeçudacontos erotico gay corno participandoconto erótico os pedreiros da obra me estouraram bem novinhaadolescência na favela conto erótico gayxvideos com . sexy porno ju safada adora provoncar sobrinha incentoxxvideos enpurando na filha e ela dizendo nao com tudo dentropornô pornô socando o pau na b***** da dona Zefa cachorro tocando pau na b***** da dona