Presos na Mesma Cadeia - Capítulo 21

Um conto erótico de Lucioseixas
Categoria: Homossexual
Data: 27/01/2020 22:01:13
Última revisão: 27/01/2020 22:08:49
Nota 10.00

O que me deu para dizer isso? Tudo bem, eu entendo que é o que eu sinto, mas para quer dizer tão cedo? Eu deveria ter me controlado, mas agora não posso reclamar, eu já disse, e não posso voltar atrás.

Tudo o que vejo agora, é Bruce olhando para mim, com um aspecto confuso e desnorteado, como se não entendesse o que acaba de acontecer.

Eu espero que ele diga alguma coisa, mas nada sai de sua boca.

John Luke: Bruce, fale comigo. Eu não suporto esse seu silêncio!

Ele passa a mão pela barba e de repente, começa a gargalhar, aquela sua risada sarcástica.

Bruce: Porra, você é mesmo doido John Luke, tem cada idéia!

Como assim? Tá, eu admito que esperava algo mais dele, talvez um, "Eu também te amo" mas isso que eu acabei de ouvir foi tão irônico e frio que fez meu coração ficar angustiado.

John Luke: Bruce, você ouviu o que eu falei? Eu acabei de dizer que te amo... O que tem para me dizer?!

Bruce: Que merda, você tá falando sério?!

John Luke: Claro que estou!

Ele passa a mão pelo cabelo, cruza os braços e me olha.

Bruce: Acho que você tá indo pelo caminho errado garoto. Eu não sou esse tipo de cara!

Parece que acabei de levar uma facada em meu coração. Não creio que estou ouvindo isso. Eu estava realmente me permitindo sentir algo por ele, depois de tudo o que ele me fez, eu ainda sim queria ele, mas ele diz isso, provando que o cretino do Steven estava certo quando falou que isso é só uma diversão.

Erros podem ser perdoados. Atitudes podem ser repensadas, mas algumas palavras nunca poderão ser esquecidas.

John Luke: Mas depois de tudo o que aconteceu entre nós... Depois de você ter dito que gostava de mim... O que aconteceu?!

Bruce: Eu realmente não sei. Eu que te pergunto, o que aconteceu? Mesmo depois de tudo o que eu te fiz, como você pode me amar?!

John Luke: É isso que o amor faz Bruce, você não escolhe por quem vai se apaixonar. Eu não queria sentir isso, mas eu não consigo evitar!

Nesse momento, já não consigo me segurar, lágrimas caem do meu rosto.

Bruce: Eu não quero te ver assim. Não chore por mim, eu não mereço!

John Luke: ISSO AÍ BRUCE, VOCÊ NÃO MERECE, NÃO MERECE QUE EU SOFRA POR VOCÊ, E ACIMA DE TUDO, NÃO ME MERECE!

Bruce: Olha como fala comigo seu puto, é bom não se esquecer quem eu sou!

Ele diz apontando o dedo para o meu rosto.

John Luke: Sai daqui Bruce. Por favor, só saia!

Bruce: Eu saio quando eu quiser karalho!

Eu começo a empurra-lo para fora, mas ele é muito forte.

John Luke: Por favor, só saia. Me deixe sozinho, eu quero ficar sozinho, será que você não entende?!

Bruce: Tá bom karalho. Eu vou vestir minha roupa e caio fora. Mas a nossa conversa ainda não acabou!

Ele veste sua roupa e sai, e eu vou para minha cama, chorando como um adolescente de 15 anos que acaba de terminar o relacionamento com seu primeiro namorado.

É preciso encarar que o amor pode ser um câncer que nos mata lentamente, sufocando como um afogamento e queimando como o fogo, ardendo em chamas.

Eu tenho um turbilhão de sentimentos agora, e acredite, nem um deles é bom.

Eu falei para o Bruce que o amava, e não ouvi aquilo que queria ouvir, mas no fundo, eu sei que não devo culpar ele, afinal de contas, fui eu que criei expectativas, eu que esperei demais e não recebi nada. Tenho certeza que qualquer um já passou por isso antes, mas sempre é doloroso, não é possível evitar a dor e a culpa.

O pior de tudo é lembrar que quando Steven o esfaqueou no banheiro, Bruce me pediu perdão e disse que gostava de mim... A vida é tão injusta.

Não consigo sair de minha cama, passo o resto do dia deitado, chorando. Bob vem depois da janta e percebe que não estou bem.

Bob: Parceiro, o que aconteceu?!

John Luke: Eu disse para Bruce que o amava, e adivinha? Ele não sente o mesmo. Eu tô destruído!

Bob: Porra, deve tá sendo difícil parceiro. Amar alguém que não te ama deve ser doloroso para karalho. Eu lamento!

John Luke: Não importa. Eu vou superar isso, eu sei que vou. Eu só preciso parar de chorar e dar a volta por cima. Amanhã vai ser um novo dia, isso que importa!

Bob: É assim que se fala parceiro!

Noto que Bob parece inquieto.

John Luke: Bob, você tá bem?!

Bob: Eu não sei... Sabe, o Alessandre deu um tapa em minha bunda hoje quando eu estava no banheiro!

John Luke: E você não gostou?!

Bob: É isso que me preocupa, eu acho que gostei!

Começo a rir.

John Luke: Bom, parece que você vai se dar bem!

Bob: Sei não. Nem quero pensar nisso por hoje. Vou dormir!

Ele deita em sua cama, e eu volto com meus pensamentos em Bruce. Naquele brutamontes, lindo, sexy e perigoso. Que vontade de tê-lo aqui me dominando. Não consigo resistir e começo a bater uma, pensando nele, naquele corpo lindo, em suas tatuagens que o deixam sexy, em seu sorriso lindo, mas então, eu me lembro de hoje e paro de bater punheta. Não, eu não vou bater punheta pensando naquele cretino. Ele não merece. Viro de lado e tento dormir. Não sei como, mas consigo pegar no sono.

Acordo no outro dia. Vou ao banheiro fazer minhas higienes, e assim que termino saio do banheiro, figindo para mim mesmo que não quero ver Bruce, sabendo que na verdade, o que eu mais quero é beija-lo e tirar sua roupa, e sentir seu pau dentro de mim, me fudendo gostoso...Aí que ranço.

De repente, alguém me puxa e logo eu vejo que é Steven.

John Luke: O que você pensa que tá fazendo?!

Steven: Calma Lukinho, só quero conversar com você!

John Luke: Meu nome é john Luke porra!

Ele me arrasta até sua cela.

John Luke: O que você quer?!

Steven: Além de tirar sua roupa e te fuder gostoso?!

John Luke: Eu falo sério!

Steven: Eu também. Quero transar com você, meu pau não tá se aguentando!

John Luke: Isso não é problema meu!

Steven se aproxima de mim, pegando em minha bunda e apertando, ele morde o lóbulo da minha orelha e diz:

Steven: Deixa eu te fuder, deixa?!

John Luke: Tá ficando louco? Claro que não!

Steven: Mas Você é chato ein, não é a toa que ontem o Bruce chamou um outro puto para cela dele!

Paraliso, como assim? Eu escutei direito?

John Luke: Do que você tá falando?!

Steven: Não é nada demais, apenas que ontem eu vi um puto entrar na cela do Bruce, se não me engano, o puto se chama Charlie!

John Luke: Eu não acredito em você, já provou ser um grande mentiroso!

Steven: Mais que merda John Luke, pergunta a ele então. Já que Bruce presa tanto pela verdade, ele não vai mentir para você!

Fico arrasado com o que escuto, ele levou um outro puto para cela dele? Eu achei que eu era o único que ele queria.

John Luke: Você estava certo quando falou que isso não vai passar de uma diversão. Eu disse para ele que o amava... Você já deve imaginar que eu não ouvi aquilo que queria escutar!

Steven se aproxima de mim e fica cheirando e beijando meu pescoço.

Steven: Porra, você deve tá muito magoado!

John Luke: Sim, eu estou!

Steven: Ainda bem que você tem a mim!

Ele me beija, e eu sinto seus lábios frios, eu permito que ele me beije.

Então o Bruce transou com outro? Claro, nós não fudemos e ele procurou outro para fuder, mas sem problemas, eu tenho um outro também para fuder.

Steven tira minha blusa e eu tiro a dele, me ajoelho e abaixo seu calção junto com a cueca e pego seu cassete, caindo de boca no seu pau, até parece que tenho anos de prática nisso, pois faço com muita agilidade, chupando e lambendo todo seu cassete. Ele solta suspiros e gemidos de tesão. Eu me levanto e volto a beija-lo. Quando vejo, já estamos nus, roçando nossos membros um no outro.

Ele me joga na cama e vem por cima de mim, ele me dá tapas na cara, me xingando.

Então, ele pega seu cassete e põe na entranda do meu cú e enfia seu pau em meu cuzinho, ele vai metendo enquanto eu fico gemendo. Fecho meus olhos por alguns segundos e imagino o Bruce ali, em cima de mim, mas quando os abro, me decepciono em ver Steven. Ele vai mentendo e me beijando, sinto sua tora dentro de mim, mas por incrível que pareça, eu não sinto o mesmo que sinto quando é Bruce que me fode.

Steven: Tá gostoso né? Então toma vai!

Ele continua mentendo, até que ele anuncia:

Steven: Eu vou gozar!

Ele goza, e me beija, mas eu o empurro:

John Luke: Sai de cima de mim, você já conseguiu o que queria!

Ele sai, rapidamente eu me levanto e pego minha roupa, me vestindo.

Steven: Fica mais um pouco!

John Luke: Óbvio que não!

Eu saio rapidamente, sem dar tempo para Steven dizer mais nada. Eu preciso de um outro banho urgentemente, vou ao banheiro e me lavo.

Ok, pode me julgar. Eu transei com o filho da puta do Steven sim, mas eu fiz isso porque quis dar o troco em Bruce, só isso.

Poxa, eu nem fui ver Justin, eu preciso dar uma passada na enfermaria.

Indo para enfermaria, acabo esbarrando em Tom, que está saindo de lá.

John Luke: Como está o Justin?!

Tom: Bem, mas ele diz não lembrar de quem o espancou!

John Luke: Bom, é normal a vítima não lembrar dos acontecimentos traumáticos!

Tom: Sei... ainda sim é muito estranho!

Eu faço um sinal com a cabeça e entro, indo até Justin que sorrir quando me vê.

Justin: John Luke, que bom que veio!

John Luke: Claro que eu vim!

Justin: Como você está?!

John Luke: Nada bem, eu falei para Bruce que o amava e não ouvi aquilo que queria!

Justin: Droga, eu lamento!

John Luke: Mas isso não importa, me diga você, como está?!

Justin: Acho que bem... Só não me pergunte quem fez isso!

John Luke: Nem precisa, eu já sei!

Justin me olha assutado.

Justin: Que?!

John Luke: Sim, eu sei que foi Steven quem te espancou. O próprio me disse, e sei também que assim como eu, ele te ameaçou!

Justin: Faz silêncio, o Tom não pode saber!

John Luke: É, eu sei. Não se preocupe, da minha boca não vai sair nada!

Justin: Obrigado John Luke!

Ele sorrir sincero.

Tom volta, nos olhando desconfiado.

Tom: Sobre o que estavam falando?!

John Luke: Nada de mais. Bom, eu vou indo. Depois nos vemos novamente. Até mais Justin e Tom!

Eu me despeço e saio em direção a minha cela.

No fundo, acho que estou sentindo uma certa inveja de Justin, eu aposto que Tom sente algo por ele, quem me dera se Bruce sentisse por mim também, mas infelizmente não podemos mandar em nossos corações, não é tão fácil assim.

Chego em mimha cela e Respiro fundo, fechando os olhos, quando sou pego de surpesa por Bruce, entrando com seu típico sorriso safado.

Bruce: Pensando em mim?!

CONTINUA...

DEACULPEM PELO CAPÍTULO CORRIDO, POSTEI AS PRESSAS. PRÓXIMO CAPÍTULO SERÁ UMA PARTE NARRADA POR JOHN LUKE E OUTRA POR BRUCE. O PRÓXIMO VAI PEGAR FOGO!


Este conto recebeu 30 estrelas.
Incentive Nabih Yasaran a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
19/02/2020 16:15:30
Bom
28/01/2020 18:16:49
to ja de agua na boca esperando a continuaçao
28/01/2020 16:01:30
Gostei muito do capítulo. Não demora com o próximo! 😉
28/01/2020 09:59:43
Mas o Bruce já deu a prova de amor quando não falou nada do envolvimento do John no atentado do banheiro.
28/01/2020 09:42:40
Não demore muito pra posta a continuação pf
28/01/2020 05:42:04
Amar dói, não deveria ser assim, mas... Maravilhoso como sempre não demore a postar fico esperando ansioso por um novo capitulo.
28/01/2020 03:47:58
Sempre muito bom! Sonho ver Bruce aos pés de John... parabéns! 💞
27/01/2020 22:12:25
Eu queria tanto que o John Luke montasse sua própria gangue ou algo do tipo... Que ele tivesse mais poder... Eu só vejo ele ser usado toda hora... Hj eu voltei a preferir steven, pelo menos ele falou a vdd

Online porn video at mobile phone


xvideos com . sexy porno ju safada adora provoncar mulher safadaxvidro fudendo a imao vigemeuconfessosograNovinha da vagejadavirgemcasadoscontoscomo fazersrxo pinto vibradorconto erótico A acampamento com amigaperna.abertadi calcinhaporn invasão curra na favelaxcideo tianegão comendo patroa superei tudo e fazendo ela gozarxvideo morena chutinho na ruapiranhona sentando no casetao dotadofotopono vajina de menosdavideo estrupo brasileiro caseiro fala palavrao gorda peitao patroaConto erotico menina trasando com o professor de dançahistorias eroticas com saúnas masculinasConto erotico bebendo a porra da rapaziadanovinhas que gostan de fica só de shortinho para ecita paigostosinha do sistema opressor se basturbandomim obrigaram a comer minha mae contos eroticocontos erotico,meu genro me enrrabou dormindocacetudomonstrodotadao pal grosso gozando dentro da coroaxvidiosincesto ganhando chupada de aniversarioassistir filme pornô bem gostoso amassadinho e shortinhos e gozando porrafime de porno mae e filhatrazano no banherovideo do palaso quemoziConto erotico quado dei leitinho para minha filhanovınha fudeno a prımeıra vezContos eroticos minha mulher me algemouO filme corno manso de verdade existir pornocontos eroticos assediada pelo cunhadorebolando com a bundinha bem sensual Zinha só de calcinha rebolando rebolando bem devagarzinhofiltrados xvideos cao fode minha irma a forcasr mauro adora fude um rabinho do novinho contos eroticosdei viagra pra minha irma e nos transamos pornodoidopedreiro fode menina em cima do andaime pornôcontos eiroticos leilapornvidio porno de mulhe de 70a75 quiloconto erotico minha esposa arrependido coto espoza .com roludoadolecens safadas trazandodezejo ver corpo nua de uma mulher que nuca teve sexo www.muleres novinha de sainha da o cuzinho par vrlinho tarado centino dor chorano e gritano de sainha vidio porno.com.brcontos erotico,meu genro me enrrabou dormindoconto porno perdi a virgindade com meu pai estrupador dotado passando pomadaMe chamo Carlos e sou casado com Márcia uma loirinha linda pequenina apenas 1,52m magrinha apenas 49kg contos eroticossafada ergue.a.saoa.empina.o.rabo para levar gosadamenino cumedo sua tiavideo porno transando mexendo se esfregando fazendo coceira dentroFOTOS CONTOS DE SEXO DE UM JARDINEIRO PIROCUDO COM SENHORAS CASADASamenina do cu arrobado pelo negrao e gritandonovinha parece um anjodando o cu fotosNovinha da vagejadabucetimha peqeninhaconto eurotico eu novinha soltei um pumm meu tio escutouxvideo sogro taanovinha magrinha nao consegue ci controla de quatro e goza em 1minutohttp://googleweblight.com/?lite_url=http://zdorovsreda.ru/texto/201611705&ei=QNltk2x8&lc=pt-BR&s=1&m=288&host=www.google.com.br&f=1&gl=br&q=Conto+erotico+2018+crentinha+novinha&ts=1543746924&sig=AFjPxgWZG_SgaqcVY66PgGWBEy20SCgDvwcontos eroticos padrinho tarado w afilhada novinhapedreiros caminhoneiros e peões de obras c********* comendo v******* contos eróticos gaysnegao levantou e trepou com gostosa no cololoirassa rabuda contos eróticos fui ao banheiro e o negão mostrou sou pau não resisticonto erotico huntergirls71estupro esposa contos eroticosContos eróticos d homem com éguapacome o cu da filha e ela gritax videos pornô negão da piroca muito escrota mete na safada muoto fortepassando oleo sabor morango e fazendo boqueticontos eroticos opostos que se atraemConto erotico sou madura e consolo lesbicacontos eroticos putinhas oferecidas