MEU PAI É O MACHO DA MINHA MÃE, DA MINHA IRMÃ E TAMBÉM O MEU !

Um conto erótico de vanessinha-pst
Categoria: Grupal
Data: 19/10/2019 22:34:01
Última revisão: 09/12/2019 20:32:53
Nota 10.00

Esse é o relato real de uma família incestuosa descrito com todos os detalhes sacanas que aconteceram.

Meu nome é Sueli e da minha irmã um ano mais velha é Sonia.

Meu pai se chama Roberto e Wanda é o nome da minha mãe.

Desde criança já percebi que eramos uma família diferente das outras, tanto papai quanto mamãe eram pessoas bem severas e rígidas em nossa educação, porém eram extremamente carinhosos e não negavam nenhum pedido meu ou da minha irmã e eramos tratadas como duas princesas, só que se respondêssemos para nossos pais ou uma irmã xingasse a outra eramos punidas no ato e o castigo maior era se tirássemos notas ruins no colégio, aí o bicho pegava de verdade.

Na parede da varanda dos fundos de nossa casa havia uma madeira com ganchos para pendurar coisas e ali ficava um chinelo de borracha e uma cinta de couro bem ameaçadoras, muitas e muitas vezes tanto eu quanto minha irmã levamos chineladas quando as faltas que cometíamos não eram tão graves, porém quando papai ou mamãe achavam que tínhamos feito transgressões bem graves levamos 3 ou 4 cintadas bem fortes na bunda que ficavam marcadas por dois ou três dias, na verdade as chineladas nem doíam muito, mas as cintadas doíam bastante e criavam vergões vermelhos nas nossas peles bem branquinhas.

Como eu e minha querida irmã sempre fomos garotas alegres e bem agitadas depois que nos tornamos adolescentes a coisa piorou de vez quando começamos a nos interessar pelos rapazes.

Como eramos loirinhas de olhos esverdeados e posuiamos seios já bem desenvolvidos, coxas grossas e bumbum empinados chovia rapazes querendo “namorar” a gente, nossos corpos pareciam ser de garotas com mais idade do que tínhamos e chamávamos muita a atenção tanto dos rapazes quanto dos homens mais velhos.

Sexualmente tanto eu quanto minha irmã eramos bem taradinhas porque não demorou muito tempo para que começássemos a beijar e trocar caricias intimas com os rapazes do colégio e como minha mãe que era uma mulher bem experiente logo percebeu nosso assanhamento e nos chamou para conversamos e disse que deveríamos tomar cuidado para que não tivéssemos uma gravidez indesejada e então nos levou a um ginecologista para que nos consultasse e também receitasse anticoncecpcionais.

Mamãe nos revelou que engravidou da minha irmã bem novinha e se meu pai não fosse um homem serio não teria se casado com ela porque a safada confessou que também era muito taradinha e que perdera o cabaço com menos de duas semanas de namoro com papai.

Papai possui uma distribuidora de doces e o nosso comercio fica em um grande salão na frente de nossa casa onde moramos e tanto minha mãe quanto meu pai trabalhavam na loja e até eu e minha irmã de vez em quando ajudamos de alguma forma porque a clientela é bem grande.

Pelo menos duas vezes por mês papai lota uma perua de doces e visita os pequenos mercados das cidades vizinhas para vender nossos produtos e de vez em quando leva eu ou minha irmã junto com ele para passear.

Mamãe é uma mulher muito bonita com tudo em cima, pele bem branquinha e cabelos castanhos claros, mas tanto eu quanto minha irmã puxamos a genética do papai, loiro alto de olhos esverdeados, alias, ele é um tremendo gatão, as mulheres dão em cima dele na cara dura, ele as trata bem, mas não parece dar mole para elas, minha mãe não parecia ser uma mulher ciumenta porque não se importa com o assedio das putinhas oferecidas.

Na verdade, papai e mamãe pareciam ser eternos namorados porque viviam se beijando e trocando caricias várias vezes ao dia e de vez em quando eles se enfiavam dentro do quarto deles e dava para escutar que a coisa pegava fogo, os gemidos e sussurros eram bem altos e tanto eu quanto minha irmã dizíamos que o casal parecia casal de gatos tse pegando.

Minha mãe só chamava papai pelo nome quando estavam na loja trabalhando e tinha algum cliente por perto, mas quando estavam sozinhos e em casa mamãe o chamava de meu “macho gostoso” e dava para notar que ele adorava ser tratado daquela maneira e ele a chamava de minha “femea deliciosa”.

Apesar de sempre ficar prestando atenção nos gemidos e troca de caricias entre mamãe e papai eu nunca vi eles transarem ao vivo, mas a safadinha da minha irmã vivia falando que já tinha visto isso acontecer algumas vezes e dizia que era lindo ver minha mãe tarada ser comida pelo meu pai e toda safada dizia que papai tinha um pintão enorme e mamãe quase se matava de tanto gozar.

Minha irmã sempre foi mais putinha que eu e a taradinha logo que começou a ficar com os namoradinhos do colégio mostrou não ter quase nenhum pudor porque logo me confidenciou que além de fazer “gulosa” nos rapazes também liberou o cuzinho rapidinho, dizia adorar sentir a porra quente inundando seu rabo guloso e com certeza o cabaço da buceta dela não iria demorar a ir pro saco.

Eu sentia muito tesão beijando e apalpando e também sendo apalpada pelos rapazes, mas não passava disso, eu ainda tinha um certo receio do ato sexual, talvez porque várias amigas comentavam que doía, que saia muito sangue etc.… etc!

Só que todo esse receio que eu tinha quanto a transar isso logo se dissipou por completo da minha mente quando ao voltar pra casa em um sábado a tarde apos ter ido me bronzear na piscina de uma amiga entrei em casa pela porta da cozinha e em segundos escutei gemidos bem claros que estava rolando sacanagem em algum lugar e fui entrando bem devagar e para meu deleite logo notei que a porta do quarto dos meus pais estava entreaberta e dei de cara com uma cena deliciosa de sexo entre papai e mamãe.

Papai estava recostado na cabeceira da cama e mamãe de 4 entre suas coxas mamava deliciosamente no pintão dele e realmente minha irmã não havia mentido quando disse que ele era pauzudo, era grossão com um cabeção que mal cabia na boca da mamãe, mas ele a segurava pelos cabelos e forçava seu pintão na garganta dela dizendo todo macho:

-Engole sua puta tarada... engole a pica do teu macho sua cachorra... vadia... ahhhh... chupa teu macho sua vadia safada!

Mamãe se engasgava as vezes, mas fazia o que papai mandava, no ângulo que eu estava posicionada dava para ver perfeitamente aquele pauzão cabeçudo sendo forçado na garganta dela que toda tesuda tirou ele da boca por segundos dizendo:

-Seu tarado safado... gosta de judiar da tua esposa puta né... fode minha boca com esse pauzão gostoso... fode... meu machoooo!

Quando me dei conta meus dedos já estavam enfiados na minha rachinha virgem peluda bolinando loucamente meu grelo teso e rijo,

que delicia ver mamãe mamando gostoso no pauzão cabeçudo do papai, não demorou quase nada pra que meu corpo tremesse como vara verde e senti meus dedos melarem com o gozo copioso que escorria da minha bucetinha virgem peluda, passei a esfregar mais forte mordendo os lábios para não denunciar minha presença espiando na porta do quarto, gozei de novo e foi então percebi que papai já havia notado minha presença, por instantes fiquei estática sem saber que reação tomar, mas foi então que papai olhando nos meus olhos deu um sorriso sacana de cumplicidade e sainda da cabeceira da cama veio por tras da mamãe e todo macho disse:

-Chega de mamar no teu macho sua vadia tarada... quero te foder de 4... quero esse bundão rebolando na minha pica grossa!

Percebi que papai foi bem safado ao colocar mamãe de 4 numa posição que ela não poderia me ver ali na porta do quarto e em seguida ele encaixou a cabeçona enorme do seu pauzão na entrada da buceta lisinha da mamãe e cravou firme de uma vez, quase não dava pra acreditar que aquilo tudo entrou todinho dentro dela, mas entrou e mamãe gemeu alto sussurrando toda tesuda:

-Ahhh... que pauzão gostos de macho... entra rasgando... soca tudo seu tarado pauzudo... quero minha buceta ardendo... fode... fode sua esposa puta safada... me come meu macho gostoso... soca com força do jeito que eu gosto... ahhhhhh deliciaaaaa!

Certamente papai queria que eu assistisse ele fodendo a mamãe e de vez em quando virava o rosto para a porta e continuava com seu sorriso safado nos lábios e todo macho socava com força até o talo na buceta tesuda da mamãe que não demorou a soltar gritinhos de prazer gozando no pauzão enorme dele, que dizia todo safado:

-Rebola esse rabo sua cachorra... ahhh buceta tesuda... goza sua vadia... safada... puta... gozo pro teu macho... mela minha pica!

Até pensei em tirar meus dedinhos da minha bucetinha virgem peluda, mas não consegui e continuei bolinando meu grelo todo inchado, o gozo chegou ainda mais forte, aquelas cenas rolando ali na minha frente me fizeram perder qualquer pudor e papai logo via eu me masturbando ali na porta e até pensei que ia ter um treco de tanto que meu corpo tremia e tinha um gozo atrás do outro.

Papai queria mostrar a putaria por completo e depois de foder a buceta lisinha da mamãe encaixou a cabeçona na portinha do seu cuzinho guloso e foi pentranto fundo até o talo, mamãe engoliu aquele pauzão enorme sem deixar um pedacinho de fora, seus gritos de prazer eram inebriantes e a tarada gozou pelo cu e eu gozei junto com meus dedinhos bolinando meu grelo todinho inchado.

Nem sei de onde consegui coragem pra sair dali, mas fui cambaleando pro meu quarto com minhas coxas toda meladas do gozo que minha rachinha virgem peluda expeliu copiosamente.

Entrei debaixo do chuveiro e tomei um longo banho gelado pra acalmar meu corpinho cheio de tesão, mas minha bucetinha virgem peluda continuava tão quente que parecia que ia incendiar meus dedos quando a tocavam e toda taradinha bolinei mais uma vez meu grelo inchado e gozei deliciosamente deitada de bruços na cama.

Acabei tirando um cochilo peladinha e quando acordei encontrei mamãe na sala assistindo uma série na TV e quando perguntei do papai ela disse que ele tinha ido ao supermercado comprar carne para o churrasco de domingo e Sonia minha irmã tinha ido junto e então comentei que queria ter ido também minha mãe comentou que meu pai fora ao meu quarto me chamar, mas eu estava dormindo e não quis me acordar e com certeza ele me viu dormindo peladinha com os dedinhos enfiados na minha bucetinha peluda.

Naquela noite quando minha irmã Sonia foi para seu quarto dormir fui atrás, eu estava louca para contar pra ela que pela primeira vez tinha visto papai comendo a mamãe e ela sorrindo safada disse que eu estava bem atrasada, ela já tinha perdido a conta de quantas vezes ela assistiu em detalhes a transa entre eles e quando comentei que tomei um susto com o tamanho do pintão do papai minha irmã sorrindo disse:

-É mana... é como já tinha falado para você... realmente é grande, grosso e com uma cabeçona enorme e mamãe adora ser fodida por ele... alias... acho que toda puta tarada adora uma pica bem grande e grossa... eu já chupei e dei o cuzinho para vários rapazes... mas nenhum chega nem perto do pauzão do papai... mamãe goza que nem uma cadela no cio quando o macho gostoso soca a pica nela!

-Verdade... você falou mesmo que era enorme... mas achei que você podia estar exagerando... eu já apalpei e me esfreguei na pica de alguns rapazes e com certeza não tem nada a ver com o pintão do papai... nossa... achei lindão e tesudo!

-Que virgem mais safada é minha irmã mais nova... to vendo que vai ter mais uma putinha louca por pica grossa tipo a do papai!

-Mana... vou te confessar... gozei que nem louca bolinando meu grelo assistindo o papai fodendo a boca, a buceta e o cu da mamãe... que delicia ver transa ao vivo... eu só tinha visto em filmes pornôs... mas... tem uma coisa que preciso te contar... acho que a mamãe não me viu espiando o casal transando, mas o papai sim... acho até que ele me viu com os dedos enfiados no meio das coxas!

-Hummm... não esquenta não... nosso pai é safado demais... ele adora fazer isso... foder a mamãe com gente assistindo... ele é um safado exibicionista... o tarado varias vezes até me avisava que ele e a mamãe iam transar e deixava a porta do quarto aberto... e claro que eu não perdia uma... como você falou mana... sexo ao vivo é bem mais gostoso do que filme pornô na TV, mas acho que a mamãe também é uma pervertida... do jeito que ela é puta... tenho quase certeza que eles são um casal liberal... eu já escutei conversas dela ao telefone combinando “festinhas” com casal de amigos em alguns fins de semanas!

-Mas... me fala uma coisa... o papai e a mamãe sabe que você é uma das putinhas mais taradas do colégio... que troca de ficantes com mais rapidez do que troca de calcinha, alias suas minissaias são as mais curtas do bairro... acho que todos os rapazes já viram as cores de suas calcinhas quando você se senta... você não cruza as pernas direito... mostra até a alma.

-Bem... claro que eu não conto tudo que faço para eles... papai sempre fala que eu até posso ser putinha, mas tem que ser o mais discreta possivel, mas isso eu não consigo de jeito nenhum quando sinto tesão por algum macho fico facinha demais... e adoro me mostar mesmo... por causa disso já levei um monte de cintadas... toda vez que papai ou mamãe acham que eu extrapolo nas safadezas eles mandam eu tirar a minissaia, a calcinha e me colocam de bruços sobre a mesa e enchem minha bunda de cintadas... to sempre com o bunda cheia de vergões... mas... acho que já me acostumei... nem sinto muita dor quando apanho!

O papo com minha querida irmã putinha estava sendo muito revelador, ela não era de ficar com muita conversa comigo, mas naquela noite a safada resolveu abrir o bico e achei que ela iria me contar muito mais alguns segredos, mas infelizmente o celular dela tocou e como era uma de suas melhores amigas e quando elas pegavam pra conversar o papo era bem longo e então sai do quarto dela e fui para o meu um pouco frustrada, gostaria de saber muito mais coisas.

Tirei a roupa e coloquei um shortinho de malha com uma camiseta de alcinha bem curtinha e me deitei na cama e fiquei pensando em tudo que havia rolado naquele sábado louco e eu sentia meu corpo todo agitado e senti que não estava com sono para dormir e então sai do quarto e fui até a cozinha procurar algo para comer e quando abri a porta da geladeira e me inclinei pra ver o que havia dentro dela tomei um tapinha de leve no bumbum e depois do susto inicial olhei pra tras e dei de cara com papai com um short de dormir sem camiseta que sorrindo disse:

-O que a minha querida filha do bumbum mais lindo da cidade tá procurando na geladeira?

-Bem... na verdade nem sei papai... eu queria algo pra enganar o estomago... mas... cade a mamãe... já ta dormindo?

-Não... ela entrou no banho agora a pouco... vai demorar bastante você sabe... tua mãe adora tomar banho bastante demorado!

Quando papai disse aquilo achei que teria tempo de sobra para falar sobre ter espiado ele metendo na mamãe, ainda mais depois do que minha irmã putinha tinha me contado e sorrindo sacana disse:

-Papai... eu nem sei como dizer... mas queria pedir desculpas por ter ficado espiando você e a mamãe transando no quarto... não sei se eu atrapalhei alguma coisa... mas... eu até pensei em não ficar olhando... mas... não resisti a curiosidade e também fiquei preocupada de você não iria gostar do que fiz, mas minha irmã disse pra eu ficar tranquila que com certeza você não iria achar ruim!

Papai então fez algo inesperado e se sentando em uma cadeira ao lado da mesa me puxou devagar pela mão e sorriu dizendo:

-Vem minha gatinha linda... faz tempo que você não senta no colo do papai... acho que assim vamos conversar bem melhor!

Ele me colocou em seu colo e então encostou a boca pertinho dos meus ouvidos dizendo:

-Tua irmã tem razão minha querida... não tem porque achar ruim do que você fez... é completamente normal... ta tudo bem meu anjo!

Adorei a sensação de encaixe perfeito do ventre do papai no meu bumbum empinado e disse:

-Ainda bem que ta tudo bem papai... quando percebi que você tinha me visto na porta espiando a mamãe chupando seu pintão fiquei super preocupada que você ia ficar bravo e pegar a cinta e encher meu bumbum de cintadas!

Naquele momento papai estava se portando de uma maneira bem diferente do normal, ele levantou meu corpo como se fosse uma pena e tornou a me encaixar no seu colo e dava pra sentir o calor que emanava dele, as mãos dele deslizavam carinhosamente pelas minhas coxas e também pela minha cintura e barriga, não consegui conter os arrepios que aquele contato me proporcionava e ele continuou a conversa dizendo:

-Com certeza a minha linda filha não iria merecer apanhar de cinta por esse motivo... quem não gosta de assistir um casal trepando gostoso... e pelo que percebi a minha filhinha do bumbum mais lindo da cidade também gostou muito de ver né?

Nem me passou pela cabeça negar o obvio e toda safadinha disse:

-Bem... claro que sim... eu adorei demais... mas... depois de ter conversado com minha irmã tenho que fazer uma reclamação ao meu paizão lindo... parece que você gosta mais da minha irmã do que de mim... quando você sai de carro leva ela junto pra vários lugares... a safada me falou que você até avisa quando vai transar com a mamãe pra ela assistir... e isso você nunca fez comigo!

Em segundos senti que a cabeçona do pauzão do papai cutucava meu bumbum e seus dedos espertos roçavam minhas coxas bem pertinho da minha bucetinha virgem peludinha e ele todo safado disse:

-Pode deixar filha... depois de hoje vou fazer tudo pra compensar o que deixei de fazer... mas... fala pra mim gata linda... gozou gostoso na porta do quarto esfregando seu grelinho com força né... ficou muito molhadinha?

O calor do pauzão do papai incendiava o meio das minhas coxas e toda putinha sussurrei:

-Gozei um monte de vezes papai... minha bucetinha virgem peludinha ficou totalmente melada... chegou as escorrer pelas pernas... meu grelo bem inchado... bem que a minha irmã falou que você é muito tarado... to sentindo seu pintão cutucando meu bumbum e minha bucetinha virgem... o que meu pai tarado pintudo vai fazer com sua filha virgem taradinha?

Papai fez com que me levantasse de seu colo e em seguida me pegou pelos quadris e me colocou de costas sobre a mesa e em segundos tirou meu short e arreganhando minhas pernas disse:

-Não vou fazer tudo que eu e você gostariamos... mas... vou fazer minha filha virgem gozar gostoso pra relaxar e dormir bem tranquila!

Papai então pegou meu sort de malha e enfiou na minha boca dizendo que era pra eu mordê-lo pra não gemer muito alto e então se ajoelhou no chão entre minhas pernas e em segundos senti uma língua quente sedenta passeando pela minha bucetinha virgem peluda e senti um choque me fazendo tremer todinha, a língua gostosa do papai deslizava desde o cuzinho até meu grelo inchado que ele sugava com maestria, eu me contorcia loucamente naquela mesa e mordia o short que ele havia enfiado na minha boca e acho que tive o gozo mais rápido do planeta, a língua enorme e esperta do papai se enfiava entre os lábios da minha rachinha virgem chegando a tocar meu cabacinho, quando me dei conta ele já tinha enfiado dois dedos grossos no meu cuzinho tesudo e o tesão aumentou ainda mais de intensidade, o tarado de vez em quando tirava sua boca sedenta da minha bucetinha virgem e sussurrava:

-Goza minha putinha linda... goza gostoso na boca do papai... faz tempo que queria te pegar... goza minha safadinha!

Parecia que eu fazia xixi na boca do papai de tanto liquido que minha bucetinha virgem peluda jorrava a cada orgasmo incontido, meus gemidos eram abafados pelo short bem enfiado na minha boca e senti que meu cuzinho estava sendo laceado ao máximo, parecia que papai tinha aumentado a quantidade de dedos socados dentro dele e eu estava adorando aquela sensação louca até que papai se levantou e segurando minhas pernas no alto pelos tornozelos ficou deslizando a cabeçona de seu pintão grossão entre os lábios da minha rachinha virgem peluda e achei que ele iria tirar meu cabaço naquele momento e nem me preocupei se ia doer ou sair muito sangue, eu estava prontinha pra virar uma putinha de verdade, mas a ideia do papai era outra e depois de atiçar meu tesão ao máximo ele deu a volta na mesa e tirando o short que tinha enfiado na minha boca colocou a cabeçona do pauzão todo melecado entre os lábios da minha boca sedenta e disse:

-Chupa minha cadelinha no cio... papai vai te dar leitinho quente... engole tudo sua putinha safada... vou gozar... mama sua vadiazinha!

Senti minha boca sendo invadida por aquela cabeçona enorme e tentei fazer igual vi mamãe fazendo nele, mas quase nem deu tempo de mamar muito, logo senti o primeiro jato de porra fervente na minha garganta, o tesão triplicou, que delicia sentir papai gozando na minha boca, até me engasguei um pouco e escorreu algumas gotas pelo chão, mas engoli tudo que consegui, papai gemia contido. mas dava pra sentir que ele tremia que nem vara verde segurando seu pintão entre os lábios de minha boca sedenta.

Assim que a ultima gotinha de porra saiu do pintão cabeçudo ele saiu me deixando sozinho deitada de costas sobre a mesa da cozinha e eu continuei ali durante alguns segundos até que me levantei e então coloquei o short de volta e em seguida abri a geladeira e peguei um copo de suco e voltei para o meu quarto e entrei debaixo do chuveiro e deixei a agua escorrer pelo meu corpo para me acalmar de todas aquelas sensações incríveis que havia vivido naquela tarde e naquela noite.

Ao passar o sabonete no meu cuzinho percebi que os dedos grossos do papai tinham deixado ele um pouco inchado, o taradão com certeza iria me enrabar com aquele pauzão cabeçudo e eu tinha absoluta certeza que ia dar gostoso pro “macho gostoso” da mamãe que também passaria a ser o meu também e pelo que eu já tinha entendido perfeitamente minha querida irmã já era putinha do papai a bastante tempo, a vagabunda pilantra já levava pica grossa do papai em todos os buraquinhos.

O churrasco de domingo foi muito bom, tinha vários amigos da familia e nas raras vezes que fiquei sozinha perto do papai o safado tarado disse que estava louco para repetir o que tínhamos feito na cozinha e eu mais putinha ainda falei que queria que isso acontecesse bem depressa.

Realmente não demorou muito para papai me pegar de novo, só que não achei que fosse tão rápido porque aconteceu na noite de domingo mesmo, já passava da meia-moite quando fui despertada de uma maneira muito deliciosa, papai entre minhas coxas lambendo minha bucetinha virgem peluda, meu shortinho de dormir tinha sido tirado do meu corpo e quando soltei um gemido de tesão papai fez o mesmo quando da noite de sábado na cozinha e pegando meu short enfiou-o em minha boca sussurrando no meu ouvido:

-Geme bem baixinho minha putinha virgem... não quero que tua irmã ou tua mãe venha até aqui atrapalhar nossa brincadeira... ahhh!

Em segundos eu rebolava na língua esperta do papai tarado e o safado já socava fundodois dedos grossos no meu cuzinho guloso, gozei rapidinho e não demorou pra que os orgasmos se suscedessem... era muito tesão e meu corpo se contorcia sem parar naquela cama e quando me dei conta papai me virou de bruços e colocou travesseiro debaixo do meu ventre deixando meu bumbum bem no alto e senti sua língua quente se enfiando no meu cuzinho tesudo e logo senti seu corpo enorme colando em minhas costas e seu pauzão cabeçudo deslizando no meu reguinho e ele então sussurrou baixinho no meu ouvido:

-Empina esse rabo putinha... papai vai te enrabar bem gostoso... nem pense em gritar... vai dar o cuzinho pro papai bem quietinha!

A cabeçona enorme foi encaixada na porta do meu cuzinho todo melado e laceado pelos dedos grossos do papai e ele então deu uma fincada forte e a cabeçona pulou pra dentro, doeu pra cacete, mas mordi o short pra não gritar e logo senti que aquele pintão grosso e cabeçudo foi penetrando firme e papai só parou quando senti seus pelos pubianos colarem no meu bumbum, senti até falta de ar, mas apesar da dor tinha algo de magico naquele ato e um calor incrível tomou conta do meu corpinho virgem, papai estava com seu pauzão enorme todinho atolado no meu cuzinho arrombado esperando eu me acostumar com ele e nem sei de onde surgiu tanta coragem para tirar o short da minha boca e sussurrar baixinho:

-Ahhhh... papai... come gostoso o cuzinho de sua filha putinha... quero gozar nesse pintão delicioso... me come... igual você comeu a mamãe... quero gozar nesse pintão gostoso... igual ela gozou.... ahhhhh!

Papai sentiu que tinha uma putinha de verdade espetada no seu pauzão enorme e passou a foder meu cuzinho arrombado sem dó, claro que ardia e doía bastante aquele pintão entrando e saindo com força do meu rabinho estourado, mas isso durou só os alguns minutos porque logo eu rebolava que nem uma puta debaixo do meu meu papai tarado e quando gozei pensei que ia desfalecer de tanto prazer, o gozo pelo cu foi te uma intensidade louca e papai também não se segurou ajculando forte e inundando meu cuzinho guloso.

Papai ficou engatodo no meu rabinho arrombado até seu pintão cabeçudo dar uma amolecida e escapar de dentro de mim e depois de beijinhos no rosto o safado se despediu com tapinhas no meu bumbum empinado dizendo que eu era uma putinha deliciosa.

O cabaço da boca tinha acontecido no sábado a noite na mesa da cozinha, o cabaço do cuzinho na noite de domingo na minha cama, agora só estava faltando o cabaço da minha bucetinha peluda e eu estava ansiosa que isso acontecesse o mais rápido possível.

Quando acontecer vou contar pra vocês, eu prometo!

e-mail: [email protected]

mais contos da vanesinha estão no perfil abaixo:

//lk.salon-master.ru/jav321/perfil/186087

CP1 Member

SSSSSSS577F


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
02/12/2019 00:13:21
Delicia !
30/11/2019 21:34:32
Delícia essa putaria em família
17/11/2019 04:12:06
Ei! Do que estás à espera? Milhares de raparigas estão à procura de um parceiro para sexo neste momento. http://sxxxboom.com só este mês, eles dão VIP grátis para o próximo ano! Depressa! Este é um ótimo site de encontros sexuais! ;) O nosso clube há muito que foi à marca de de pessoas! Ou avaliar o nosso novo e bem sucedido projecto para pessoas bissexuais! Muitos parceiros livres que estão à procura da sua alma gémea;) http://ooopsman.com
06/11/2019 14:45:29
28/10/2019 15:22:43
Muito excitante! Parabéns! Venha me visitar e leia os meus contos, são reais também! Você irá gostar!!!
28/10/2019 12:59:46
Conto adorável muito excitante e gostoso Parabéns
27/10/2019 12:36:10
Qus delícia
25/10/2019 15:37:18
Nossa que lindo e delicioso conto .
22/10/2019 16:30:37
Uaaaaaaau!!!! Muito boooom
21/10/2019 01:17:57
Que delícia!
20/10/2019 17:03:50
Delicioso! Deixou minha tarde mais gostosa. Quase nua aqui. Que tesão!
20/10/2019 14:08:55
Adorei
20/10/2019 10:23:58
Nossa q tesão
20/10/2019 00:59:40
Delicioso o conto , se for real , parabéns ao seu psi sortudo 😈😈😈😈😈

Online porn video at mobile phone


xvideos biscate rachando o cu e a buceta com varioscontos eróticos encapuzado dominador come viadoler contos eroticos de padres reaissexo tesao caricia exitante gemido passadas de maos nos seiso na bucetaconto erotico novilha no seuônibus lotadotorao cabeçudo entrando xnnwww.contos eroticos cunhado caçula pauzudo come cu da cunhada gostosacontos sou lesbica e gosto de scatnossa to preocupado comeu a mulher do meu amigo e ela ingravidou vidio pornocontos erotico de puta dando da a buceta pro mendigovizinha Ritinha gemendo bem alto na minha varafilme porno minha sogra me enxeu o saco ate eu come elacontosmae e norapunhetabr.vai lacontos eroticos dentro casada dando dentro do transporte publicocontos eroticos casada deu para o vigiacu manteigahomoprazer.blogspot.com.brbusetão pardo bem abertoXvideo as panteira a minha vizinha tá zangada marido e com a sua bobaMeu+tio+ficou+brabo+com+migo+e+arrombou+meu+cu+conto+eroticoXvidio minha conhada so usa curtinhogostosas da bundonadormindo mae efilha eo pai pornodoidoa xaninha da verinhabucetinhas pequenininhas e as maçãsquantos centímetros tem o penes do pro boteinoxvideos gozada dentro do cu aiaiai queimacontos eroricos verdade ou consequdcia1000 fotos de lesbicas arrombadas esguichando juntasassestir vidio sexo grupaltraveco fode menina nôvínhahomem emdurece o cacete na bunda da rabuda no bus emcoxadablogger comedorcasada gozando veja fotoXvideos barulhos q a chochota fas na hora do sexovídeo pornô uma atividade Bonde da três sobrinhos até f****conto gay apaixonado por um traficantecasadoscontos-escrava dos/marginaisconto brincando proibido pras meninasxxx bucetas família sacanade sunga lavano carro no pornohomen bagaça o cu de esposa rabuda com pênispornodoidosenhoraCazada cao tezao pornegaocontos eiroticos leilapornpornodoidomulher trainiconto erótico titia celuliteccu porno dddd mudo cu menininhapegueij minha mae transando com meu namoradot xvideoaredou a calcinha da comadre e meteuSarra novinha tudo tudo tudo cansada dançando na frente da calcinhacomtos eroticos ninfeta e o velhocontoseróticospublicadosemContos eroticos minha esposa do rabaoosvideos de mulheres nuas tomando banho no chiveiroxvideos de porno de magriafilha da buceta cabeluda dando banho no pai doente e trazAcom eleconto erotico gay vovo deu leite pro netinholevei minha esposa num glory hole conto reallevei minha esposa num glory hole conto realporno irmao irma vide alvivo mas avansado cozano dentro da bucetacontos eroticos gay me apaixonei pelo afeminadopadrasto enteada falei de sexo brasileirovideos porno mulher tentando escapa. do pau do outro na frente do marido mas nao comsegue e corno dechaamigos d filho fpde mcu da minha.maeconto eroticos mendigaCONTOS EROTICOS COM FOTOS MEU TIO NUDE PAU DUROxvideo asada da coroa casa pegou uma carona pegou uma coroa casada com um vertido curtinhocontos irma criaçao fudendo namoradoFudeno a buceta da filha no mato escodido pro pai pono caseiroporno com egua pordrinhacantor erótico fui abusodo ate eu da gostosoContos trai meu marido com um roludomulheres casadas fazendo sarrada dentro do ônibus estando acompanhada do maridoirmão descabaçando o cu da irmã pela primeira vez na pontaestupro esposa contos eroticosassistir filme pornô bem gostoso amassadinho e shortinhos e gozando porracontos sexo duas meninas.me xuparam acampamentoporno novinha dado jetinhfaminta engole a piroca do padrastoContos eroticos de sogras submetidas a dominaçao pelo genromulher tomando banho encabulando a bucetaeu virei mariquinha de negão xvideos gaycontos fui tomar banho com meu irmao gemeo e acabei chupando eleshot apertado rola grossa se destacamaldade arobaro o cu da menina magra com fosacontos eroticos comeu a testemunha de jeovaLancinho pornô das Panteras enteadaConto dei carona e o rabo para o meu genrovideo porno gay chatageado meu o namorado da irma xvideoCrentes dei meu cu virgem contos eróticosvideos porno tio estrupando a sobrinha no cu er na buceta agoca com seu iaocontos eroticos fode Frouxoconto erotico vovô e netinha novinhagostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticosxvidios mulheres fundeno na ginástica novos Contos erodicos de tula