Lembrança de Caldas Novas - GO

Um conto erótico de Ksado-DF
Categoria: Grupal
Data: 10/09/2019 20:57:30
Nota 10.00

Olá pessoal,

Faz tempo que não escrevo, não por falta de assunto, mas por falta de tempo mesmo para colocar as ideias em ordem, pois aventuras já tivemos um bocado. No entanto, o relato que trago aqui é real e aconteceu sem que estivéssemos procurando algo do tipo.

Vou tentar colocar aqui, da melhor forma possível os acontecimentos de um passeio que fizemos para Caldas Novas – GO, durante um final de semana comum, sem ser feriado ou época de férias.

Sempre que podemos, gostamos de descansar um pouco nas águas termais de Caldas Novas – GO. No mês de agosto passado, em um final de semana comum, resolvemos reservar 2 diárias para descanso, curtindo uma piscina de água quente, como toda a agitação que a cidade oferece.

Antes de irmos, tive uns dias bem corrido por conta do trabalho e não pude ajudar na arrumação das malas, no entanto, como já é de costume, minha esposa faz isso com maestria, lembrando de coisas que dificilmente iria me lembrar ou mesmo sequer usar. Enfim, malas feitas fomos à viagem.

Chegando lá nos hospedamos em um hotel bem no centro da cidade, um complexo grande com um bom número de apartamentos e hóspedes. As piscinas ficavam bem movimentadas, na hora do almoço, era preciso se antecipar para não chegar atrasado.

No primeiro dia, tudo normal, chegamos por volta de 11h e formos dar uma volta na cidade e aproveitar para almoçar, pois a tarde tínhamos a intenção de aproveitar as piscinas; encontramos um restaurante bacana na entrada da cidade, como havia bastante gente na cidade, não podia ser diferente no restaurante.

Fomos à fila do bufet para nos servimos, como sou mais objetivo com minha alimentação, coloquei a minha e avisei que iria escolher uma mesa para nós. Me sentei e solicitei a nossa bebida, quando olhei para ela na tentativa de dar a minha localização, percebi que logo atrás dela, na fila da balança, havia um rapaz que não tirava os olhos dela, principalmente da bunda dela, e olha que é uma bunda normal e natural.

Ela se sentou e fiz que não havia visto nada e nem falei nada. Comemos normalmente, e de vez em quando olhava ao redor e percebia que ainda assim o rapaz continuava a admirá-la de longe, e na minha ingenuidade masculina, achando que ela não havia percebido, me deparei com ela devolvendo os olhares ao rapaz.

Terminamos, fomos a fila de pagamento. Paguei e quando estávamos saindo para o estacionamento, passamos pelo rapaz. Ela vinha logo atrás, quando ouço ele dizer a ela: - Você é muito linda!

Olhei para ela meio que rabo de olho e a vi esboçar um sorriso safado e agradecer: - Muito obrigada!

Chegamos ao carro, e formos para o hotel, não falamos uma só palavra sobre o assunto, nem se quer perguntei se ela conhecia o rapaz. Quando chegamos lá, resolvi tomar um banho e aproveitar para a higiene pessoal. Liguei o chuveiro e na hora me veio a memória a tentativa de aproximação do rapaz, neste momento acabei ficando de pau duro, confesso que este impulso foi meio inusitado e sem intenção.

Logo em seguida ela chegou para tomar banho comigo, quando entrou ela olhou para o meu pau e disse:

- Nossa amor! Que delícia! Isso tudo é meu?

- Claro que sim. Fique à vontade! (Respondi).

De imediato ela agarrou minha pica e começou a punhetar, aos poucos foi agachando e começou a fazer um boquete maravilhoso, nunca havia visto ela chupar daquela forma, parecia que tava chupando o último pau da cidade.

Diante da chupada meu pau ficou parecendo que ia explodir de tão duro e tesão. Levantei ela e dei-lhe um beijo bem gostoso, fui descendo e beijando o seu corpo, virando ela de costa e beijando a nuca e descendo até sua bunda, fiz ela encostar as mão no chão para que eu ficasse com o caminho livre até sua buceta.

Quando ela colocou as mão no chão e abriu as pernas eu percebi que sua buceta estava pingando de tesão, então me lembrei na hora da cantada que ela havia ouvido do rapaz e pensei, “que piranha, tá querendo minha rola pensando na rola de outro”.

Não deixei por menos, dei umas belas chupas me posicionei e enterrei meu pau de uma vez na buceta dela, arrancando gemidos gostosos dela, então disse no ouvido dela:

- Tá gostando da rola do rapaz te comendo?

- Estou adorando! (ela respondeu).

- Então toma sua puta safada!

Nesta hora aumentei o ritmo e a força, estocando com vontade, quando ela disse:

- Vai seu corno, mete que eu vou gozar no pau dele. Vai mete!

Não aguentei e gozei junto com ela. Logo após veio o silêncio e a nossa respiração ofegante tomou conta do silêncio. Tomamos banho e resolvemos nos trocar para irmos a piscina. Coloquei minha roupa de banho e vesti a bermuda e, quando olhei para ela, meu pau deu sinal de vida novamente, ela estava com um biquine que mau cobria a buceta, de tão pequeno que era.

- Você tem certeza que vai assim para a piscina?

- Se você não quiser eu troco agora. (respondeu ela).

- Não precisa meu amor! Você está linda assim. Vai arrasar.

Então descemos para as piscinas, procuramos um local para nos sentar e peguei uma espreguiçadeira para ela, fiz questão de me afastar um pouco para ver os olhares dos machos de plantão quando ela tirasse o vestido que estava escondendo o biquine. Não deu outra, tinha machos sozinhos e acompanhados olhando para ela, e olha que ela é uma mulher normal, que já tem as marcas dos seus 42 anos de idade, mas que é muito sensual, gostosa e sabe provocar.

Tirou a roupa e se deitou de bruços na espreguiçadeira, eu estava usando um óculos escuro espelhado de onde pude observar o quanto todos olhavam para ela, e para minha surpresa, no meio dos admiradores estava o rapaz do restaurante. Fiquei um pouco ao seu lado e disse que ia buscar uma bebida para nós.

Quando voltei, passei pelo rapaz e puxei conversa com ele. Nos apresentamos e ele me disser que seu é Otávio (fictício). Conversamos um pouco e ele me disse que conhecia bem a cidade que poderia nos mostrar uns locais legais para curtir a noite. Peguei seu contato e disse que nos falaríamos mais tarde.

Voltei para o meu local e fiquei apreciando a minha amada tomando sol, indo ora ao chuveiro, ora à piscina, e nessas idas e vindas, curtindo o espetáculo que causava nos machos de plantão. Cheguei até a ficar excitado, mas acabei disfarçando para que ela não percebesse.

No final da tarde voltamos para o quarto para descansarmos um pouco, pois queríamos curtir a noite. Cochilamos. Acordei antes um pouco e fui tomar banho, quando voltei do banho a acordei aos beijos e carinhos e disse que estava na hora de curtir a noite de Caldas Novas.

Ela foi pro banho e eu me encarreguei de fazer contato com o Otávio, sem ela saber, e pedir que ele me disse onde estaria que iríamos até lá. Feito isso, ela terminou o seu banho e começou a se arrumar, confesso que ela nunca havia demorado tanto para isto. Mas, mesmo com a demora, eu estava bem tranquilo e valeu muito a pena espera.

Ela estava com vestido que eu havia dado de presente a ela, toda produzida, estava muito linda, parecia uma deusa. Quando me aproximei e fui dar um cheirinho foi que percebi que a safada estava usando uma calcinha que é só o risco atrás, e me fez querer adivinhar como seria na frente. Também não atrevi a passar a mão para não estragar a sua surpresa.

Fomo ao local indicado, chegamos um pouco cedo lá, ainda estava meio vazio. O local era agradável, com suas mesas de mógnos bem dispostas, com meia luz, um bar bem decora e repleto de bebidas expostas com um atendimento de primeira qualidade. Procuramos uma mesa mais ao canto direito da entrada e nos sentamos. Com a meia luz era um pouco visualizar alguém de longe. No entanto, em meio a minha procura pelo Otávio, ela percebeu e perguntou se havia marcado com alguém aqui.

Nesta hora, não sabia o que estava fazendo, pois não tinha certeza se queria que ela se relacionasse com outra pessoa, coisa que já fizemos outras vezes. Mas como não conversamos nada sobre isso, eu simplesmente respondi:

- Um colega que conheci lá na área das piscinas e nos indicou para cá dizendo que estaria aqui também.

Pedimos uma bebida e quando percebemos o local já estava bem cheio, e de repente ouço:

- Olá tudo bem!? Posso me sentar aqui com vocês?

- Claro que sim. Deixa eu te apresentar amor! Esse é o Otávio, o rapaz que havia lhe falado agora pouco (respondi).

Neste instante percebi que o seu sorriso foi de orelha a orelha, e que os seus olhos começaram a brilhar. Eles se cumprimentaram e trocaram selinhos no rosto, e o safado tratou de descer a mão um pouco mais a ponto de ter a percepção do tipo de calcinha que ela estava usando. Olhou pra ela, sorriu e disse:

- Você realmente está linda!

Ela se sentou ao meu lado e cochichou no meu ouvido, indagando o que estava acontecendo, então eu disse que nós estávamos aqui para relaxar e aproveitar a noite. Não precisei dizer mais nada, ela entendeu e começamos a interagir, bebendo para descontrair. Ele por sua vez estava aproveitando a chance e dançava muito com ela, passava a mão, beijava o pescoço e de repente ela aceitou e ele tascou um beijo bem safado nela.

Daí resolvemos ir para um motel que tem na entrada, pois embora estivéssemos hospedados em quartos individuais, ainda assim não queríamos chamar a atenção no hotel, preferimos nos resguardar. Quando entramos no carro para o local, os dois safados pularam para o banco de trás, me deixando sozinho e na mão. Posicionei melhor o retrovisor interno para assistir, e o vi chupando os peito dela, com a mão por baixo do vestido, acariciando sua buceta por cima da calcinha, quando ele disse:

- Amigo, me desculpe, mas sua esposa é uma puta muito gostosa e safada. Olha a calcinha que está usando.

Levantou o vestido e olhei, a frente dela era bem pequena e em formato de coração, na cor lilás. Sem tirar ele puxou de lado e começou a chupar. Falar que nesta hora meu pau estava para furar a calça e desnecessário. Chegamos ao hotel e eles param um pouco para que podéssemos entrar. Ao chegar à garagem da suíte, desci para baixar o toldo, quando volte na direção deles, a safada já tinha colocado camisinha nele e já estava debruço no capô do carro, com o rabo empinado levando rola de um cara bem mais novo que nós dois.

Não demorou muito e ela gozou, ele por sua vez não ficou atrás e encheu a camisinha de porra. Subimos e não perdi tempo, já passando a mão em sua bunda, quando ela disse:

- Agora quero a sua pica dentro da minha buceta.

- A sua buceta não quero não, fica de quatro que comer é o seu cú. (respondi).

Nesta hora o Otávio arregalou os olhos e sorriu, entendi que ela não tinha o hábito de comer cú. Dei uma cuspida na cabeça do meu pau, que era aparentemente do mesmo tamanho do novinho, e fui metendo aos poucos, quando a cabeça passou, fiquei parado e ela rebolando deliciosamente foi se encarregando de enterrar o restante da pica.

Percebi que Otávio já estava de pau duro novamente. Ela colocou a mão em sua pica e o conduziu até a sua frente e começou a chupar e rebolar na minha pica. De repente ela disse:

- Vai corno! Arrocha a pica no meu cú! Já está pronto para ser arrombado.

Eu como um bom marido (corno) não perdi tempo e a obedeci. Metia de tal maneira que parecia que o meu saco ia entrar também, metia tudo bem fundo e com a força que ela adora. Não demorou muito e gozei como nunca ouvindo ela dizer:

- Vai filho da puta, enche o meu cú de porra. Mete vai, come o cú da sua puta. Amacia ele que quero esta rola aqui dentro dele também.

Saí de dentro e nesta hora, o Otávio com um ávido comedor que está sendo, já estava bem excitado e com a camisinha já no lugar. Falei pra ele, vem pro lado de cá e mete neste cú. O garoto parecia que estava comendo um cú pela primeira vez, metia tanto que creio que dava para ouvir os estalos do contato dos corpos na recepção do motel. Fui ao banheiro, me lavei e deixei a pica pronta para ela cair de boca. Enquanto me chupava o Otávio metria com tanta vontade, que cada estocada dele a minha pica entrava toda na boca de minha mulher. Ela não tentava falar alguma coisa, mas eu não tirava a pica da boca dela, fazendo com que ela ficasse somente gemendo.

De pronto ela parou de me chupar e disse:

- Deita aqui Otávio, deixa eu sentar nesta pica gostosa.

Com ele deitado, ela foi por cima, de costas para ele e enterrou a pica toda de uma vez. Nesta hora, preciso abrir uma consideração aqui. Foi a cena mais linda que já vi, em todo de relacionamento com ela, que não é pouco. E aconselho quem não teve a oportunidade ainda, que se poder faça.

Ela apoiada pra trás, com a buceta toda à mostra, chupando meu cacete, resolvi chupá-la enquanto estava com o pau todo no cú. Ela delirava de tesão, em dado momento disse:

- Continua firme Otávio que vamos arrombar ela juntos.

Nunca havíamos feito DP. Quando meti a pica na buceta, ela delirava e o tesão foi a um milhão. Gozamos os três juntinhos novamente, então caímos na cama lado a lado. Sem conseguir falar nada, percebemos que já era bem tarde.

Percebam que durante a narração da história não falei sobre nos despirmos das roupas, é que a coisa foi tão intensa que elas pareciam que tinham vida própria. Fomos despidos naturalmente e quase que de uma única vez que quando percebemos já estávamos todos nús.

Voltamos para o hotel e no outro dia já não nos encontramos mais, fudemos mais vezes nos dias seguintes e assim que possível conto aqui para vocês. Espero que gostem, pois eu só de escrever e lembrar já estou de pau duro novamente.

Abraços e beijos a todos.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
12/09/2019 09:29:07
Perfeito
11/09/2019 00:29:49
Que situação deliciosa!!! Deve ser maravilhosa a sensação de ver a esposa tendo prazer!!! Espero poder ler mais contos do casal.
11/09/2019 00:10:00
Muito bom. Parabéns
10/09/2019 22:38:31
Olá, TD bem ksado-df, li o seu conto , uma delícia, sei disso pq já estive com alguns ksais, no qual eu já até narrei aqui tbm, um ótimo conto, caldas novas realmente proporciona isso mesmo, eu sou prova viva disso,kk, caso queira entrar em contato, pra uma conversa sem qualquer interesse até pq encontrar alguém aqui do mesmo lugar é um pouco difícil, meu email , um grande abraço para vcs, eu logo logo estarei postando uma de meus encontros com um ksal que eu saio Aki de Brasília, abraços
10/09/2019 22:32:42
Oi

Online porn video at mobile phone


sexo oline depiladora não aguentaou ver o cliente de pau duro e caiu de bocabaixar video Foi socorrida e agradece com Foda pornôcontos soniferoxvideo pênis de 12 centímetros comendo abuçeta da noivinha gostosamorenas prudentinas goza.ndomeu genro quer comer meu cucracuda sapecaconto erotico gay virei femea do velho pirocudocomendo o cu da irmaue estava dormindoconto erotico despedida solteiracontos eróticos comi a quarentona virgem evangelicacontos eróticos vovôzinho gay idoso fudendo chupando o pintinho do Netinhotraipegando a mulher do amigo xvideoscavalo ebcima da loirinha de pau atoladonefinhas gostosas fodendo muitoxvideoo a foça umilhandovideo de namorado fasendo gostozinhoso novinhas gordinha gostosas fazendo sensualismox vde porno rebolando de calca no pinto duro oroconfissoes incesto enteadovc acharam que quando eu terminasse eu.nao labia/uma chochota nao comia u cuzinhocontos de sexo depilando a sogracontoerotico eu namorada mae e tioconto erótico meu bebezinhoconto cachorro comendo a donavideo de mulher gozando esborrifadotraficante pausudo estourou o cuzinho da minha namorada na favela contosmulher do pinguelão com a b***** pinicando no cacete até gozar e masturbar virando os olhoswww.porno travesris espremendo o proprio peitoresolvi trair meu marido mas me arrependi o negro tinha o pau muito grande e não aguenteidesenrolo Nossa comendo o c*contos eróticos, fatos veridicos com bem dotadomeu amigo ele me levou pro seu quarto pra eu fuder sua esposa na sua frente eu comecei a chupar sua buceta raspadinha ela gozo na minha boca ela chupou meu pau eu comecei a fuder sua buceta ela gozo ela ficou de quatro eu comecei a fuder seu cu meu amigo ele começou a chupar meu pau ele ficou de quatro ele disse pra mim pra eu fuder seu cu virgem conto eróticopornô pornô socando o pau na b***** da dona Zefa cachorro tocando pau na b***** da donamamaes com shortinho folgado entrando na vara pornonítido comendo o c* de lingerieconto erotico entiada se pasando por dificil mas pegando fogocontos eiroticos leilapornxvideo tara com apacoteirahq eronticoso botãozinho do zíper escapou da bolsa como coloca fácilfudendo com a sogra querida enquanto ela faz faxina porno doidoviuvinha ñ resistiu de tesao e deu a buceta pro amigoxvideo nigro xxxvvnconto gay virei a puta de varios machos na saunacontos. safadinha egostozinha do papaifilho deseja sua mãe pelada dormindo para poder comer ela com a b***** toda arreganhada e melecada de tanto gozarxvideos a muler norreno de roladafilha centa no colo do propio pai no sofa e mete com ele perto da propia familia video pornoContos eróticos de gozada na boquinha da madameminha esposa dormindo toda gostosa todaolhadinhabucerudas branca vs negabaixando GTA tomando banho no banheiro tocando siririca eu não aguentei e ajudei ela comendo elaporque as vezes ela ta enchutinha e as vezes toda meladaBroxe de tirar folego xvidioscomo ficar escanchada na picar pra doersexo com tapas na cara.puxau de cabelosporno video bem grudadinho com a empregadaliberei minha esposagordinha novinha nua torturada escravizada contos eróticos publicadosver meninas cracudas dando o cu para caralhudo sexo de gracabucetaque tenham o monte pubiano volumosoporno de lobo mal gozando muito no cu da ovelhinha bundudavideo pornor nagao fudendo o gay e falando fuleragem senta na minha rola vamos gozar juntosXvidiocomendo.a novinha bebada sem ela ao menos perceber xvidios meninos saradao esitado xvidios casada en apuroa tatuagem na bucitaniha xoxota ta melada xvideisvideos porno insetos entre filho fodendo mae prensadadespedida de solteiras com/mulheres casadas q se entregarao a putariaxvideos novinha sentando em palzao de 59cmIncestoirmãoxirmãoconto erótico Levei minha mulher na pescaria da perdiçãoa nora de São Paulo dentro da buceta fazendo zuadaporno namorada nao gue da cu mai eu votetawww.xvideod.com estourando o cu da filha des malhada e gritando muito de dro no cubucetas.cf/bruninha69menino orfanato minha esposa contobrincando tio tarado. contos eroticoscontos Fudidos De machucamento vaginal meu sobrinhomenino novinho q gozar grita Aroldohomem tarado esfodo bucetaver contos de tio q criou sobrinha e depois fudeu ate nu cumarido corno e esposa endemoniada pornodoidoNovinha da cuzinho no enlevadoXxxvideo gozadas cinistras na novinhastetinhacontosfudendo a filia gostozaesposo regaço a b***** da mulher nua entra mais podercontos eroticos meu amigo comeu eu e minha esposaConto herotico incerto completo mae i filho