Bombeiro Gostoso

Um conto erótico de Mah
Categoria: Heterossexual
Data: 13/08/2018 16:26:51
Nota 10.00

Me chamem de M, atualmente tenho 25 anos. Sou baixinha, tenho 1,53, 64 kgs. Negra de pele clara, cabelos crespos, na altura do ombro, seios grandes, prestes a se tornarem maiores, e um bumbum de bom tamanho. Decidi escrever sobre algumas experiências minhas, para que não se percam na minha cabeça, espero que gostem.

Sou alguém que preenche tristeza com sexo, quando terminei um namoro de 4 anos, resolvi voltar a caça e me divertir muito, com o máximo de pessoas que eu conseguisse. E quando estamos dispostos, parece que os hormônios fazem todo trabalho por nós e nos entregam pessoas de bandeja, não é?

O conto de hoje é sobre um cara, muito gostoso que conheci fazendo rapel.

Meu tio é bombeiro civil e me chamava pra praticar, era como um treinamento de resgate para ele. Alguns amigos dele costumavam ir, e nesse dia o W. estava lá.

Fizemos as atividades normalmente, brincamos, rimos, trocamos alguns olhares. Na hora de ir embora ele se dirigiu a mim e disse:

- Ouvi seu tio dizer que está solteira...

- Sim, fiquei recentemente.

- Daqui a pouco você arruma um pretinho pra você. Gosta de um pretinho?

- De preferência, por favor haha.

Os olhos dele brilharam. W. era um homem negro, não muito alto, forte, físico preparado pela rotina de bombeiro, profissão que ele também exercia, careca, brinquinho do lado. Eu podia sentir o cheiro da química entre nós.

Meu tio chegou em seguida e ele me pediu o número de telefone com a desculpa de pegar as fotos e os vídeos de do treinamento, também disse que ia me procurar no Facebook.

Passaram-se dias e eu nem lembrava mais dele quando ele me chama no Whatsapp, me pediu as fotos e assim o fiz. De repente ele me diz:

- Olha, M. vou ser direto, peguei seu telefone porque me interessei por você e acho que você também por mim, então, não quero enrolação, topa?

- Gostei da atitude, claro, topo.

- Mas tem uma questão, sou casado, amo minha esposa, ela só não me satisfaz sexualmente, então a coisa aqui não é paixão, não é namoro, é sexo. Por você tudo bem? Não quero enganar você nem nada disso.

- Não se preocupe, estou imune a isso por um tempo, vamos só nos divertir.

Marcamos o encontro e tive que ir encontra-lo na cidade vizinha. Entrei no carro e ele me beijou com muito fogo, já fiquei molhada na hora. Que homem quente.

Ele não me disse pra onde me levaria, também não perguntei, não importava. Pelo menos até eu ver onde estávamos indo.

Ele me levou para a casa dele, a casa que dividia com a esposa. Fiquei chocada, qualquer vacilo e seríamos pegos, qualquer fio de cabelo cacheado que eu deixasse para trás significaria uma briga feia.

Ele vinha de um plantão, me deixou na casa e foi comprar algo para o café da manhã.

Começamos a conversar, nos conhecemos um pouco, ele me falou a idade dele, bem mais do que eu pensava, falamos trivialidades.

Terminamos de comer e ele me levou para a sala e me atacou, me beijou e parecia que estava esperando aquilo por muitos anos, foi quente, urgente, as mãos dele percorriam o meu corpo e me faziam sentir desejada como há muito eu não me sentia. Ele começou a tirar a roupa e o corpo dele era como eu imaginava, forte, mas não muito definido, só o naturalmente lindo, eu agarrava aqueles braços e beijava seu pescoço e dorso, sempre tomando cuidado para não marca-lo com meus dentes ou unhas. Ele me levou para o quarto e disse que queria me chupar, que a esposa não gostava. Me deitou na cama, me despiu e me chupou, a língua dele era habilidosa, me dominava e penetrava, eu gemia alto, ele disse que não precisava me preocupar com os vizinhos. Me perguntei como a mulher não gostava daquilo, ele sabia o que fazer. Gozei algumas vezes em sua boca e ele disse: - Agora tem dna seu na minha cama, onde ela vai dormir mais tarde.

Aquilo era tão errado, mas me deu um tesão. O deitei na cama e agora era minha vez de chupá-lo. O pau dele era como o corpo, robusto, gostoso de pegar e chupar, e eu o fiz. Ele delirava enquanto masturbava-o e engolia o pau dele. Não demorou para ele me colocar de quatro e enfiar o pau com força em mim, fazia tempo que eu não fazia sexo fogoso como fizemos, e o mesmo parecia ter acontecido com ele, pois a sede com que nos tocávamos e beijávamos era como uma vontade que beirava ao animalismo, como se estivéssemos com fome de safadeza. Ficamos alguns minutos ali, gozei novamente no pau dele e ele lutou para não gozar. Ele me pediu:

- Será que a gente pode realizar uma fantasia minha? A casa é nova e não “estreei” ela por completo, podemos transar em todos os cômodos?

- Me fode onde você quiser!

O primeiro lugar foi a escada, ele me levou até lá, me pegou no colo, me prensou contra a parede e me fodeu ali, por vários minutos, aqueles braços gostosos não eram só de enfeite. Ali o encaixe foi perfeito, que delicia de estocada, a gente ia explodir de tesão, depois ele me desceu de seu colo e me colocou de costas, apoiada no corrimão, se pudessem me ver escrevendo esse conto agora, estou me tocando com a lembrança maravilhosa daquele corpo no meu.

Fomos para o segundo quarto, ele pegou lubrificante, era do tipo que esquentava, trouxe um toque especial para o sexo que já estava maravilhoso. Estávamos transando por pelos menos uma hora e não cansávamos, eu nunca tinha transado tanto na minha vida, mas ainda estava longe de terminar, ainda faltavam alguns cômodos.

Deitei na cama de solteiro do segundo quarto, estávamos lambuzados de lubrificante, a coisa esquentava mais e mais, como ele era gostoso, me fodia como eu queria ser fodida, sem pena, sem amor, era tesão, tesão puro. Não falávamos nada, ele não me xingava, não nos dávamos instruções, não tinha espaço pra isso, era instintivo, apenas fazíamos o que nossos corpos mandavam. Ele me levou até a cozinha, se sentou na banqueta e me pediu para sentar nele, eu fui pra cima. Adoro estar no controle, minhas pernas já estavam bambas de tanto que gozei naquela manhã, mas o desejo, a vontade era maior que tudo e consegui coletar forças onde parecia não haver mais. Sentei gostoso naquele pau, olhando nos olhos dele, vendo todo o desejo dele por mim, nesse momento ele finalmente gozou e nós ficamos ali por um segundos, ainda nos olhando.

Depois disso, tomamos um banho e ele foi me levar embora, conversamos no carro como se fossemos grandes amigos, falamos sobre o casamento dele, como ele poderia reverter as coisas, falamos sobre carreira e estudos. Ele me deixou no nosso ponto de encontro, fui pra casa, e segui minha vida.

Como prometido, nada de apego, não o chamei mais para conversar. Depois de alguns dias ele me chamou, perguntando se eu o havia esquecido. O resultado dessa conversa? Quem sabe num próximo conto. ;)


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive MahBaixinha a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
15/09/2018 20:27:20
Ótimo conto parabéns
16/08/2018 13:18:17
Obrigado pela visita em meu conto. Gostaria de conhece-la e quem sabe postamos uma brincadeira nossa aqui. O que acha?
14/08/2018 02:12:27
Ah as amizades como são boas algumas pessoas que conhecemos..dez. E pra não esquecer beijo onde vc imaginar...rsrs
13/08/2018 18:15:19
Muito bom seu conto, cheio de detalhes, me senti fodendo voce tbm. Bjs.
13/08/2018 17:58:20
Excelente conto. Adorei. Quero ler os outros com calma depois. Leia os meus tbm...quero saber sua opinião. Me escreva bjos
13/08/2018 17:28:39
Delicia!

Online porn video at mobile phone


novinhos erotizando de fio dental atoladoporno teste de fudeludade com enteadapadrasto sodomitaxpornp mae se surpriende com pau do filhohistória real irmão bem dotado seduza irmãzinhanovinha nao. greta psu grande. choracomtos exitantesfui encoxada neste carnaval 2017 contovídeo de Kid Bengala transando com mulher brigona XVídeosxvidio mim mostrano a bucetaPorno albatroz net.filho cumeno a mãex video para celular porqueti para baoXVídeos sentando com o c* na garrafa e deixa na garrafa de tratorFantasia sexual: lamber um cu cacagoVideo do zapmulher escovando dois denteXVídeos mulher barriguda metralhandovidos pra abaca irmao pegou a irmanovia.de supreza.e gozou dento da.bucetona delaquero ver lindas travestis entrando em enormes rolas ate gozarem nelas videos boas fidaspornô doido um pau inacabavel para elaO que é enfezamento na vaginacontos eroticos dois anã fuderam novinhaum velhinho do pau enorme e muito grosso cumeu meu cusinho na marraafilhada transando com comadre com cintaporno empurrou de uma vez que ela pinotouporno ero da buseta colico no cucontos eiroticos leilaporncontoseroticos encochando minha noraboa foda mastubando com coisasdiferentemeu sogro isasiavel comtovampiro cumedor de bucetaconto erotico uber passando a mao na.minha bucetinhaContos eroticos... Sindicato dos trabalhadoresgay medico dando tratamento vip pornodoidocolocou viagra no suco do irmão so para fuder com ele sexo gay xvideosxv videos fudeludaderapas dando cu pro negao rola compridasonabulo entrou no quarto da prima e gosou tentro da bucetinasogra gostosa de cabelos crespos fudendo com amigo do genromeninas caipirinhas lindas com a buceta encharcada de tesao metendo muito paus grandesos vídeos de pornô incomodei canivete favor vídeo pornôdei minha esposa santinha a um comedorprdinha.gostosa.treponoAbuaando da tia com sono profundo roncandocontoprofessoragostosacontos eróticos gay meu irmão e o seu buracoxvidioxx fudeu a mae mulher d buceta pequena engastada c pau grandepai pega filha dormindo e chupa o cusinho e soca o pau fortebrechando a gostosaxvídeocontos casada chantageada pelo porteiroconto arebentei cu meu vizinhoas novinhas do Alto do Mateus quebrando o c***** dando o c*****as gasela mas brancas fud com pica bem grande e grutanoflime porno mulher pegar o marido com outra furtapornocrente e vizinho cassetudo conto eroticocontos eróticos Minha esposa era uma mulher morena cor de jambo de cabelos lisos, tinha peitos grandes naturais, coxas grossas, quadril largo e cintura fina. Loirinha da cu e chora e tenta fugj mais e tardeconto erotico tezao nos pezinhos da minha ermanlambendo dedo com coco scatRelatos gemeas moreninhas levando na bundinha contos eróticos8pega baixa vidio pornocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgenossa gozei dentro to ferrado xvideosentregafor fundeno a cliente na casa dela sem o marido saber contos eróticoscomendo a mae bebada comtoslesbicas contando cono ébom chupar e ser chpadarelato esposa cincoentona timida primeiro amantesobrinha contoevangelicas na zoofilia com cachorroazulão transando as baixinhascasa dos contos eroticos evangelicacontos provoquei papai pauzudoos melhores contos de encochadas em evangélicas nos transportes publicosconto erotico gay minha tia me transformou em meninaincestossexo com animaiscontos eroticos gay entre jogadoresX porno ceducindo vidraseiroNego en acao fudeno virje xvnovinhas gostosas brincando desafio tomar banho de camisola ou pijamavídeos grátis novinhas akita gritando de dor ao ser penetradahttp://googleweblight.com/i?u=http://zdorovsreda.ru/texto/200811868&grqid=DV75nnJl&s=1&hl=pt-BRcontos eroticos dando mamarvelho baixinho exibe picaoNovinha da cuzinho no enlevadoxvideo porno caseiro de novinhas gordas de bayby dollsedusundo indiscretamentequero ver um filme de pornô de um veado perdendo a virgindade do c****** pela primeira vez sendo bem judiadovideoxxx contos eroticos tia bunduda madura ganhando leitinho do sobrinho.pornodoidoincestomaefotonovelas sexo transando cm a esposa e cunhada juntoso pezão do amigo jogador contos eroticoslidabucetaFiquei toda arregaçada com o pedreironovinha chora mas negao garda a rola nabucetinhazoofilia mulher da esguinchada com lmbidas de cachorroxvideos de sexo de homens e mulheres se masturbando provocativamente e ecitantes e incestos com zoofelias