Desbravando o genrinho

Um conto erótico de Carlinha
Categoria: Heterossexual
Data: 24/05/2018 23:27:21
Nota 9.88

Oi meus amores, como vocês estão?

Sempre li os contos aqui do site mas esse será o primeiro que posto e se vocês gostarem, postarei mais.

Esse conto é sobre a minha primeira vez com meu genro.

Me chamo Carla, tenho 40 anos, cabelos castanhos na metade das costas, 1,70m, com seios médios, coxas grossas e bumbum grande e empinado, sempre me cuidei muito. Sou divorciada e tenho 2 filhos, um menino de 17 anos e uma menina com 20 anos, e é com o namorado dela essa história aconteceu.

Ele se chama Pedro, tem 20 anos, aproximadamente 1,85m, corpo bonito, cabelo curto bem escuro.

Eu sempre fui muito amiga da minha filha, ela sempre me conta tudo, na verdade conta até demais e por causa disso fico sabendo do seu relacionamento sexual com meu genro, que ela sempre retratou como bem dotado e ótimo de cama.

Curiosa para saber se era verdade ou não, comecei a observar ele com outros olhos, reparar no volume e na relação dos dois. Minha curiosidade me levou a mexer no celular da minha filha e encontrar fotos dele pelado na conversa do whatsapp. Rapidamente, mandei as fotos para o meu celular e pelo fato de estar a muito tempo divorciada, não tenho uma vida sexual ativa e não resisti, de madrugada abri a foto dele na frente do espelho segurando aquela rola grande e grossa e me masturbei.

Sexta feira, por volta das 18h, Pedro chega em casa, estava só eu e minha filha, meu filho estava na casa do pai. Ele está de social devido o trabalho, e eu estou com um shortinho de dormir que mostra toda a minha bunda e um top bem decotado.

Minha filha estava se arrumando para ir pra faculdade e o chama para entrar no banheiro com ela, eu sabia que iria acontecer alguma coisa então corri para a janela do banheiro e vi eles no maior amasso e minha filha se ajoelhando enquanto ele abaixava as calças. Aquela rola enorme saiu da cueca e eu gritei que precisa usar o banheiro.

Geralmente eu deixaria ela pagar o boquete pra ele em paz mas naquele dia era eu quem queria pagar o boquete e ser fudida.

Após o meu grito, eles saíram do banheiro e se despediram para ir pra faculdade mas eu pedi para que o Pedro chegasse atrasado para me ajudar com algumas caixas, coisa rápida. Como eles estudavam em faculdades diferentes, minha filha foi pra faculdade e ele ficou.

Enfim a sós, meu coração acelerou e minha buceta ficou molhada, ele me perguntou onde estavam as caixas e eu peguei na mão dele e o guiei até a sala e pedi para que ele levasse as caixas para um quartinho da bagunça. Só que mal cabia nós dois e as caixas lá dentro, e foi ai que tudo começou.

Sem pensar duas vezes, entrei na frente dele e me inclinei para ajeitar as caixas, encostando minha bunda naquela rola. Os hormônios a flor da pele dele logo responderam e sua rola ficou dura como pedra. Para provocar, dei uma rebolada e ele suspirrou forte.

Me virei pra ele e disse com voz de safada:

- Muito obrigada, genrinho lindo, não sei como posso te agradecer...

Fui beijar seu rosto, e sua boca veio de encontro a minha, nos beijamos. Sem perder tempo, minha mão se enchia com aquele pau duro e as dele quase arrancavam minha bunda de mim.

Sussurando em meu ouvido ele diz:

- Me agradece com a boca.

E sem dizer mais nada me puxa pra sala, abaixa a calça e fica com o pau pra fora. Ajoelhada no chão na sua frente, beijo a cabeça da rola e passo a língua por todo seu comprimento. Era enorme.

Sem demora, abocanho seu pau, que latejava dentro da minha boca, era grande demais para engolir tudo, com uma segurava e o masturbava enquanto tentava engolir sua rola e a outra acariciava suas bolas.

Como um cliente faz com uma puta, Pedro agora enrolada meus cabelos em sua mão e forçava minha cabeça contra seu pau para que entrasse cada vez mais.

E era assim que eu me sentia naquele momento. Uma puta. E isso me deixava cada vez mais louca de tesão.

Sua rola invadia cada vez mais minha boca, minha garganta já sentia suas estocadas, e ainda tinha mais parte rola querendo entrar.

Naquele momento, minha buceta já escorria meu mel pelas pernas. Sua rola pulsava na minha boca. Era nítida sua paixão por um boquete.

Em meio as frases como:

- Não para de chupar, vai!

- Isso! Chupa minha rola!

- Aaaahhh vou gozar!

Sinto minha boca ser inundada pela sua porra, levanto me e lhe dou um belo de um tapa na cara e volto a lamber aquela rola deliciosa.

- Agora é sua vez - eu disse para ele enquanto me deixava no sofá e tirava meu shorts e minha calcinha.

Sem responder, ele colocou sua cabeça entre minhas pernas e me chupou.

Sua língua me chupava com vontade e meu tesão foi aumentando. Com 2 deles dentro de mim, gozei com ele tirando e colocando rapidamente.

Sua rola já estava pronta para me comer.

- Fica de 4 pra mim, gostosa!

- Só se você me arrombar... Se eu conseguir levantar da cama amanhã, nunca mais volte aqui.

Sem muito esforço, seu pinto deslizou pra dentro de mim, me fazendo gemer num vai e vem maravilhoso.

A cada metida, eu sentia sua rola cutucar fundo e logo eu gozei.

Pedi pra sentar nele e gemer feito uma puta.

Com alguns minutos sentando, gozei novamente e ele anunciou que iria gozar.

- Deixa eu gozar na sua cara...

Rapidamente me levantei e ele gozou no sofá, não deu tempo...

Fui tomar um banho e quando terminei ele já tinha ido embora..

Somos amantes desde então.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
19/03/2019 10:36:53
Quero uma sogra assim e não consigo... Lindo conto
27/07/2018 04:59:55
Excelente, bem escrito e com muito tesao
14/06/2018 18:58:32
Muito bom meus parabéns, leia meus contos se quiser, beijos
28/05/2018 15:07:50
Muito bom.
27/05/2018 23:49:55
Muito bom!
25/05/2018 20:21:51
Show!!!! Leia os meus tb
25/05/2018 08:00:38
Excelente conto!!
25/05/2018 02:37:27
Muito bom
24/05/2018 23:32:42
Delicia

Online porn video at mobile phone


mulheres da bucetona gostosas cápor defuscaxvideo de prono da cigarramédico explicado chupar bucetas doença transmitiporno gey contos eroticos priminho inosenteComo faser brusa curta em 5minutosfiume gg gosadas pt porra grelao grandesxvidios novinho trasando com dorcorno convencido beija esposa com pica atolada na bucetamamae e o papaixxvideoviadinho fui tomar sorvete contos eroticosesposas q 25cm de picamulher de 38 anos assim meia gordinha do priquito bem grandão ela transando e gemendominha tia me esfreganos peitos e pega no paucontos eiroticos leilaporngostaria de ver no XVídeos mãe dando conselho para o filho de camisola mas sem calcinha no quarto dando conselho dando bronca no filhofotos de mulher lefa e que aquenta fuder com pic grande da cabeca grossa e a mulher peituda e deramando leitexxvibeo morena fudeno com 4negao no trabalhoContos eroticos esposa amamentando e assistindo filme porno com os sobrinhoscontoerotico com mulher casada e negroela cagou no meu pau conto eroticoquero conto erotico de irma e irmao que transa e a ima caga na boca do irmao ele come a medameu entiado tem um picao fudemosNovosContos fudendo com velho tarados pauzudocontos eróticos menina de 25 anos 25 anos transando com cachorro com calcinha preta com as unhas vermelhasdepilando a minha tia gravida contos eroticoscontos de scat lesbicoa com merda mijorecebendo leitnho na. xota porbodoidoxchamster novinha da o cu ejacula pela bucetacontos eiroticos leilapornimagens de bucetas de riasas sexoxvideovideo conto estriperdominadora scat merda bostacumendo tia miriam contomenino cumedo sua tiaconto sexo perdendo virgindade pro caminhoneiroconto tio enfiado 26 cm no rabao da subrinhaConto erotico gay mão bobaapaixonado por um hetero gustavinhoFamiliasacana queridi.ho da mamaequando vc e virgem e transa fala com a pessoa q e virgeme na ele fala q vc e muito gostosa pqpau groso egosano ebonitocontos desvirginando a mulher do cornocontos eiroticos leilapornem casa todo sujo fedorento pegou a novinha a forçacontos eróticos de feminizaçao forçadapega transando tekinhavovô idoso chupando o cuzinho do Netinho o pinto contos eróticoscontos eroticos tirei meu cabacinho com um consolocarnegão é só de calcinha mostrando a b*****contos eróticos salvando as aparênciasxvideos mulher relacha couro da picadi vagar gero sinao doi meucu .xvideohttp://comto erotico muler casada gostosa no onibus lotadoliberei meu cuzinho virgem para o amigo do meu marido/contos reais14 centímetros conto heterocastigando a irma conto eroticopinto do mindigo regaso ninfeta ate elscara batendo punheta com sabonetes lambuzando a rola com sabonete e batendo punhetacomendo a secretaria de saia sosiau levantou aperna dela e meteu na chota delaminha irmã não resistiu ver o meu pau duro e sentou nele com foeça videi porno incestosobrinha abre a perna para o tiochuparfudedor de viado vorais e tarado fudendo xvideos gaycontos de sexo depilando a sograso bucetimha de.nehrinhaConto porno ui ui ui meteputas abixar uma boa fodacontos eroticos arombada nadpmtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1loirinha de 18 anos com a b***** raspadinha grelo arrepiadonovinha: dei pro meu irmao roludo depois que flagrei minha mae fando pro meu pai na sala contosSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhamarisa quis transa cm negal cacetudonegao finca tudo dentro da buseta da menina virge e goza dentroxvideo mule vigata nacaza da amigadescobri que meu genro quer me comer contos eroticosfudendo so o cu delazinhacontos eróticos crente. certinha