MEU TIO VIROU DONO DA MINHA ESPOSA PARTE 3

Olá, esse é a parte final do conto 1 e 2 , “ meu tio virou dono da minha esposa”.

Depois daquela noite no galpão, no outro dia , eu acordei mais cedo que a Ana. Ela estava de bruços com o rosto virado pra mim. Estava num sono profundo e seu corpo ainda inalava um cheiro de bebida. Vi algumas marcas em seu corpo , principalmente nas pernas e bunda, afastei sua minúscula calcinha pro lado e pude ver o estranho que eles tinham feito no cu da minha esposa. Voltei a deitar e fiquei pensando na nossa vida.

ela acordou meio triste e pensativa mas com o passar do dia foi se recompondo sem tocar no assunto do ‘serviço”. Os meses firam passando, meu tio e o sr Afonso tinha voltado pro interior e eu fiquei supervisionando a obra no supermercado. Uma obra enorme e nunca faltava dinheiro, seu Afonso sempre mandava a verba pra ser gasto e eu sempre tirava uma boa parte afinal o filho da puta tinha comida a minha esposa. Nossa vida deu um salto gigantesco financeiramente e na cama a nossa relação ficou ainda melhor com a minha mulher se comportando como uma verdadeira puta. Num dia ela chegou em casa com um carro de mais de 130 mil reais e falou que tinha trocado no dela. Numa noite ela tinha bebido mais do que de costume, transamos e após ela dormir, fui vasculhar seu telefone. soube pelas conversar com meu tio que o Sr Afonso tinha comprado o carro para a Ana usar. Fiquei furioso afinal agora tinham dois coroas bancando a minha esposa. Numa tarde fui sair pra trabalhar e no meio do caminho percebi que tinha esquecido meu telefone em casa. Retornei e ao entrar no quarto, e vi Ana mexendo no meu celular e chorando, se virou pra mim e disse:

- voce sabe de tudo, como pode fazer isso ? por que não acabou com tudo da primeira vez que soube. Você é um canalha . ( disse isso chorando)

Eu fiquei sem chão e sem saber o que falar , pensei e a melhor coisa que pude falar foi que eu a amava e tinha medo de perde-la, e que via sua felicidade na nossa melhora de vida. Eu disse que ela era muito linda pra mim , merecia uma vida melhor e também comecei a chorar.

- voce sabe que não ligo pra isso, casei por voce por amor e não pelo dinheiro. Quero sair de casa, esta tudo acabado. ( ela disse).

Eu me recompus , e andava no quarto de um lado pro outro e falei .

- Ana , o traído aqui sou eu, o corno aqui sou eu, acho que você ta confundindo as coisas. Não fui eu que transei com 4 homens e tomei leitada na porra da cara. ( eu disse quase que gritando).

Ela virou a cara, abriu o armário e começou a fazer a malas. Nisso seu telefone toca e pude ver que era meu tio. Ela correu pra atender mas dei-lhe um empurrão e peguei o telefone primeiro e pude ver que era meu tio.

- seu filho da puta, A Ana ja sabe de tudo, seu joguinho ja não adianta mais.

-deixa eu falar com a puta da sua mulher . (ele disse)

Eu joguei o telefone na cama e fui pra sala.

30 minutos depois ela disse que meu tio estava vindo pra cá pra resolver as coisas porque ele tinha negócios comigo pra resolver antes da nossa separação.

Eu disse que tudo bem, peguei minhas coisas e disse que ia pra rua. Fiquei num barzinho e bebi umas cervejas sozinho. Pensei de como seria a minha vida sem a Ana. Por volta das 20 recebi uma ligação da minha esposa dizendo que meu tio ja estava em nossa casa e pediu que eu fosse pra casa. Paguei a conta e fui pra casa.

Abri a porta e me deparei com um ambiente fúnebre, meu tipo bebendo um whisky e minha esposa sentado no sofá somente de baby dool . Olhei aquela cena e me segurei pra não sair dali naquela hora

- meu sobrinho, o que é isso de se separar da sua esposa. Ela lhe ama, cometeu alguns deslizes mas foi pro seu bem. Veja você, com roupas caras, um carro caro, um emprego bom pra não fazer nada. Quer mesmo perder isso tudo ?

Eu olhei pra ele e comecei a ver pelo lado financeiro. Realmente eu perderia muita coisa e eu ja tinha pedido desligamento do meu serviço publico. Ele olhou pra Ana e falou.

- E você, quer mesmo se separar dele, acho que vou lhe assumir ? acha que vou lhe bancar, nada esta em seu nome, vai voltar a andar de ônibus ? vai voltar praquele ovo que você chama de “apartamento”. Vai viver de que ,sabe fazer o que ? você é uma mulher lindíssima mas até a beleza acaba.

Eu olhei pra ele e disse que pra mim não importava mais , eu começaria do zero e se a Ana quisesse me acompanhar eu a aceitaria assim mesmo. Ela olhou pra mim e sorriu.

-E quanto a você ana ? ( meu tio olhou pra ela e ela pra ele)... – Recomeçaria do zero, sem nada, seu uma casa boa, sem um carro, sem dinheiro ?

Ela abaixou a cabeça e pude ver que estava confusa não sabendo o que falar .

- Acho que não é né ( meu tio falou isso e sorriu , depois virou-se pra mim e disse ) . – Sua esposa é uma mulher cara, ficou uma mulher cara, olha como ela é linda pra você, acho mesmo que ela vai ficar andando de ônibus com voce ? , o meu acordo é o seguinte , tudo fica como está, ou melhor, vai melhorar mais ainda. Voces sem amam da pra perceber, mas ...( ele virou-se pra ela é disse ) – Ela é cara , ama dinheiro e a minha piroca .

Ao ouvir isso, tomei coragem e parti pra cima dele, ele se levantou me pegou pelo pescoço e me jogou contra a parede e disse :

- Seu moleque, aceita a minha proposta porque a puta, prostituta e piranha da sua mulher ja aceitou. pergunte a ela ?

Eu olhei pra Ana e ela olhou pra mim, se levantou pegou a minha mão e disse :

- Eu te amo, mas não quero voltar a ser pobre. Você ja sabia de tudo mesmo e estava comigo. O que mudou que agora não há mais segredos. Serei sempre sua esposa e eu te amo, mas no mundo de hoje só o amor não basta.

Eu olhei pra ela e disse que iria tomar um banho. Meu tio disse que também iria então se dirigiu ao quarto de hospedes. No chuveiro pensei na nossa situação. Fiquei um bom tempo no chuveiro e quando sai meu tipo estava só de cueca na nossa cama.

- que isso , tio. Sai dai, vai pro seu quarto ? ja não chega o inferno que você trás pra nossa casa ?

- sua casa ? esse apartamento nem esta pago, e as prestações são caras. ( disse sorrindo)

Minha mulher entrou trazendo um whisky pro meu tio. Mas o mais impressionante era a roupa que ela usava. Vestia uma fantasia de diabinha que tinha comprado pra ela. Estava muito deliciosa

.

- pois bem, acho que esta tudo resolvido e amanha como minha retribuição a vocês, marquem uma viagem , pode ser pra Europa, Ásia, Estado unidos, ou até pra puta que pariu, viagem de primeira tudo pago pelo tiozão aqui.

Ana olhou pra mim e deu um meio sorriso mas fiz uma cara que ela voltou a fechar a cara.

Ela deu pra ele o whisky, e mandou ela sentar ao lado dele, a pegou pelos cabelos, puxou sua cabeça e a beijou. Ela tentava sair mas pude ver sua língua encontrando a dele, ela olhou pra mim como suplicando desculpas e esperando uma reação minha . Meu tio com a outra mão tirou o pau pra fora e começou a punhetar. Eu ja tinha perdido, me sentei no sofá ao lado da cama e meu pau também começou a endurecer.

- vai cachorra, chupa esse cacetão ,mostra pro seu marido como que gente faz gostoso.

Ela de salto da cama e vou em direção a mim e disse:

-amor, vai pra sala , você não precisa ver isso.

-não tudo bem, quero ver a minha esposa trabalhar.

Meu tio a puxou pelo cabelo e enterrou sua boca em seu pau.

-chupa cadela, faz merecer cada centavo que gasto com vocês.

Ela começou a chupar sem se importar com a minha presença, depois de um tempo olhou pra minha cara como se eu fosse um estranho. Ela olhou pro meu pau que estava duro como pedra .

- vem amor , vem cá que vou chupar seu pau todinho.

- Não, ( meu tipo falou veementemente quase que gritando olhou pra Ana e disse ). – Ele faz o que eu mando e não o que você manda, se ele quiser depois você chupa o pau dele mas quando estiver comigo somente eu lhe uso .

Ele mandou Ana continuar a chupar .

-Mama meu pau e fica de quatro pro seu marido ver a bunda maravilhosa que você tem.

Ela apontou sua bunda pra minha direção e começou a tocar uma siririca na minha frente enquanto mamava o meu tio, ela babava e cuspia como se fosse o ultimo pau do mundo. Meu pau endureceu ainda mais e comecei a tocar uma punheta vendo aquela cena.

- nossa, como essa piranha chupa bem, Carlos, pra você não falar que sou insensível, pode chupar a buceta e o cu dela.

Ela olhou pra mim e disse :

- vem amor, pode chupar a minha buceta.

A que ponto cheguei, tendo que ter permissão do meu tio pra chupar minha esposa mas eu estava com tanto tesão que me levantei , sentei na cama , puxei sua calcinha pro lado e meti minha língua em sua buceta e seu cu, estava muito melado de tesão,ela deu um suspiro, olhou pra mim e disse:

- nossa amor, que língua gostosa, uma pena que seu tio não deixa eu chupar seu pau nem me comer.

Não sei se na sua fala existia algum tipo de sarcasmo , mas eu continuei a chupar com vontade.

- Vai sobrinho, lambe o cu dela, mete seus dedos, abre pro titio aqui deformar esse cu....

Ela deu um suspiro ao ouvir isso, ela colocou a mão no seu cu e começou e enfiar o dedinho em seu cu, depois eu comecei a enfiar também. Abríamos seu cu pro meu tio comer.

- Amor, ta gostoso, deixa bem abertinho pro velho babão do seu tio me comer.

Meu tiro olhou pra sua cara e depois dois tapas em sua cara um de cada lado. Ela baixou a cabeça olhou pra mim e disse :

- Ele não gosta de ser chamado de velho babão

Ela tomou mais dois tapas na cara , olhou pra mim e pude ver sua cara toda vermelha, mas ela parecia estar gostando : - Vai amor, chupa gostoso e mete seus dedos agora..delicia.

Fui introduzindo meu dedos em seu cu e ela gemia de prazer enquanto mamava o pau do meu tio e tomava tapas na cara.

- Eu sabia que vcs iriam aceitar a minha oferta, uma puta cara e um corno duro, vocês se merecem.

A gente, eu e Ana, ouvíamos aquilo passivamente sem reação.

- vem aqui cachorra, senta na minha piroca .

Meu tio se ajeitou na cama e Ana foi introduzindo o pau o meu tio em sua bucetinha.

Ela gemia e rebolava enquanto afundava naquela rola. Eu olhava tudo sentado ao lado deles.

Meu tio a puxou pelos cabelos e trouxe seu tronco em sua direção e começou a mamar seu peitões.

-Vai sobrinho, lambe o cu dela, mas cuidado pra não lamber meu pai ( disse isso sorrindo)

Minha mulher olhou pra mim e disse :

- toma cuidado, amor.

Pude perceber que a minha mulher estava me maltratando também e fiz o que mandou. Comecei a chupa o cu da Ana e pude sentir aquele cheiro forte da pica do meu tio. As vezes meu queixo esbarrava em seu saco. Meu tipo começou a meter forte, e de repente seu pau escapuliu da buceta da Ana vindo atingir meu rosto.

- ops, desculpa sobrinho. Faz um favor, colocava meu pau de volta na buceta dela.

Minha mulher, virou o rosto e com aquela voz doce disse :

- vai amor, coloca na minha bucetinha , por favor.

Então peguei o pau do meu tio a coloquei na buceta dele, e ele recomeçou os movimentos. Ele começou a dar tapas em sua bunda, deixando marcas mas Ana apenas dizia um , rebolava e pedia mais.

Meu tio mandou ela sair de cima e se preparar pra receber seu pau no seu cu.

-Sobrinho, pega o ky e prepara o cu da sua mulher enquanto isso eu vou mijar.

Ele entrou no banheiro e fechou a porta, minha mulher olhou pra mim e disse :

- Amor, me desculpe, mas o que podemos fazer, se você quiser se separar eu vou entender.

Eu olhei pra ela e disse que não, disse que a amava e que não aguentaria vela passar por dificuldades. Ele sorriu, veio em minha direção me beijou com aqueles gosto de pau, dizendo no meu ouvido que me amava. Meu tio abriu a porta, olhou pra gente :

- o que houve, por que a vagabunda da Ana ainda não ta na cama de quatro com o cu lambuzado de ky ?

Ana foi pra cama, abri a gaveta e peguei o Ky, e lambuzei no cu da Ana.

- sobrinho, abra a bunda dela pra mim, ajuda o tio.

Fiz o que meu tio mandava e meu tio apontou sua pica na portinha do cu dela, ele foi forçando e entrando, ela deu um gripo alto misto de dor e prazer. Mandei ela calar a boca porque os vizinhos poderiam ouvir.

- sobrinho, os vizinhos acham que você que ta arrombando o cu dela, relaxa ( disse sorrindo).

- Ai amor, vem aqui , segura minha mão. ( Ana me pediu.)

Fui pra sua frente peguei em suas mãos , estavam suadas. Meu tio ja tinha metido tudo, tirava e botava devagar. Ana rebolava e gemia gostoso. Ana olhou pra mim e disse.

- Amor, ta doendo muito, mas ta gostoso demais. Me ajuda , amor. perdão amor, mas a piroca do seu tio é muito gostosa.

sem pensar dei-lhe um tapão em sua cara e ela se assustou.

- você tá maluco , em machucou ? ( Ana disse brava comigo).

- Deixa ele, só um tapinha, nem doeu , e você é uma vadia mesmo ( meu tio falou)

Meu tio começou a bombar forte. Ele parou por um instante, reparei que seu pau começou a inchar, deu um grito e tirou o pau do cu dela, começou a sair vários jatos de mijo , o filho da puta tinha mijado no cu da minha mulher.

-vai sobrinho, chupa o cu da sua mulher, vem aqui. Adoro mijar dentro do cu da sua mulher.

Fiz o que ele mandava, seu cu ja não era o mesmo, estava aberto e avermelhado, comecei a beijar e a sentir o gosto de urina. Ela olhou pra mim sorriu e fez um ultimo esforço e saiu a ultima jatada de mijo no meu rosto.

- Isso é pelo tapa na minha cara ( Ana disse pra mim )

- sua cachorra filha da puta, realmente você é um puta. ( eu disse)

- Amor, nós aceitamos essa situação mutualmente, sou uma puta e você é um corninho manso.

Meu tio sorriu e disse que finalmente nós estávamos nos estendendo, disse que ia gozar porque tinha um compromisso. Pegou os cabelos da Ana e forçou seu pau contra sua boca, Ana tentava segurar mas cada vez ele afundava mais, ele colocava o pau e tirava da boca de Ana como se sua boca fosse uma buceta, de repente ele forçou muito, Ana engasgou e soltou uma é pequena golfada de vomito. Ela o chamou de filho da puta ordinário, ele deu umas 10 punhetas e começou a gozar em sua cara e testa , finalizando com uma boa quantidade em sua boca.

- caralho, que gozada gostosa, vem sobrinho, goza na cara dela também...

Eu pra frente, e sem muito esforço pois ja estava cheio de vontade gozar eu gozei em sua cara.

- Agora mostrem que vocês se amam, quero ver aquele beijo apaixonado.

Ela veio pra cima de eu tentei me afastar, mas ela me pegou e me beijou esfregando sua cara, cheio de porra e vomito no meu rosto. Depois a afastei e a joguei na cama. Ela se virou, pegou seu celular que estava na beira da cama e começou a mexer como se nada tivesse acontecido.

Meu tio disse que ia tomar banho e chamou Ana pra ir com ele, ela obedeceu e os dois entraram de mãos dadas no banheiro. Pude ouvir, conversar e risos entre os dois.

Fui tomar banho no quarto de hospedes sem pensar em nada.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
uem
02/04/2018 17:29:22
que puta safada e sua mulher
19/03/2018 02:53:22
Muito bom
16/03/2018 22:33:18
Conto perfeito!!!
09/03/2018 00:34:07
Uaaaau! Deliciosos!!!
08/03/2018 13:05:02
A cada conto vai ficando mais excitante estou adorando votado sempre com nota máxima Parabéns pela narrativa e por essa mulher fantástica que você tem Espero que continue. se poder gostaria de receber fotos da sua putinha.
08/03/2018 12:31:29
Noooooossa o poder a dominacao e a submissao, o dinheiro de fato e afrodisiaco, mas so para quem sabe manipular para este proposito.
08/03/2018 08:48:40
Essa é a parte final? Ou vai continuar com outro título? Tomara que sim. Mas essa parte se inicia com algo pouco convincente: sua esposa pegando seu celular e dizendo que vc sabia de tudo. Ora, aquela altura desde que aceitaram a grana, tudo estava claro, não? Mesmo assim, o conto é espetacular
08/03/2018 08:29:28
Adoro casadas novinhas e noivas..Whats ( vinte dois) nove,nove,nove,três ,cinco, um, três , um , três .
08/03/2018 08:18:39
muito bom continue

Online porn video at mobile phone


contos de incesto estava com medo da chuva e dormir com a mamãeContos erotico pastora ungindo cuxortinhodedormircontos eroticos de putas e putosContos erotico gozando dentro tendo aidsSodomizando mãe e filha contosxvideos-entertidacorno chorao contos eróticosencoxoada nos onibus so gostosa de mini saia e calcaa agarradinhosou puto e quero comedor em esteio rsprimo come o c****** da prima e ela cagacasadoscontos estrupada por pivetesincesto padrasto bolinando enteada de sete anos no banheirovideo de sexo tia batendo uma descabacando sobrinhorelato erotico haitianoberou nopau donegraose esfragando na rabuda até comer elasexp.conto.mae.filho.comXvideo xaZinhominha cunhada casada muito linda e gostosa com uma bucetinha cabelinho baixinho conto gay virei a puta de varios machos na saunaCasa dos contos comendo japonesa do bundao empinadobucetascontospornoconto gay guilherme e felipexxx videos porno irmao fudendo a irma a foca e igravidando elapornodoidogarrafasContos eróticos - quero roubar o marido da minha mãecasa dos contos eroticos sardentapornodequatoconto com foto deesposasiririca em horas inoportunasContos eroticos namorada sentido pinto grandecrente safada contoscomi a pmcontos eróticos filhinha novinha gostosa delirando no colo do papaiwww.xvideos- gaysinho gosta de chupar seu peniz comprido e mole chupa para passar o tempo chupando seu penis igual um bambu gigante.comprica cavalagoza corno na pungeta que vou gozar nesta rolonaxvideos gozada dentro do cu aiaiai queimapornodoido tecnico esfola novinhawwwxxvideo pegou irmao desacordadoXVídeos b******** garotinha se coçando toda com vontade tesão por mão abrindo as pernasRasgando a esposa do amigo xsvedeo porno ela parecia ser tranquilamamete muitloira tranzado com um banhanowww.xvideos.com gay chorando no pau de gutaocontos de sexo depilando a sograxvídio experimenta calçadocontoseroticos/comadre rabudacontos eróticos com fotos esposas estupradas submissasfudedor de viado vorais e tarado fudendo xvideos gaycontoseroticosfXvideobibaencoxadando gostosa d xortii com o pau pa foraxvideos comendo tia cavala ergueu o vestido dela e soco a picaCorninho cacetudo tapa contocontospornozoofiliameninas buceta enfregão so de fiomãe chega do serviço e faz a sua filha dando o c****** no XVídeo ela ainda virgem nunca tinha dado minha b***** nem um pouquinho e ela Fraga fica Vista irritada e entra na bagunçaEnbebedando a tia e comendo elaveterinario nao aguenta e fode porca no cio com porra dentroContos d rapando a bucetabêbada contos eróticoscontos dei para meu cunhado marido da minha irmãPretinha labios carnudos sendo enrabadamtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1meu corninho, fotosxvideo firmozahttp://linkshrink.net/7coxzDeu, minha namorada, minha namorada e meu tioSexo e Safadeza Wattapdamigo dormiu camping esposacexo arobandifilmes de sexo so conegona da buceta inchada e cabiludavovo mais de oitenta anos brasileiras cagando i peidandotia/gostosa/pegou seu sobrinho po.comhetero novinho e trepo gostosoContos Eróticos De. Fui Ajudar A Dona Veraxvideo novinha transando com pones 2018porno doidao finha trasando com o pai ao lado da maecasa erotica corno manso fingi dormir Contos eróticos procurando aventura no clube de campocontos eróticos corno desde a lua de melquero ouvir fazendeira chorando no pau gostoso rebolando descendo demaisnovinha dando a buceta e depois o cú ao motorista da pirua que levava ela pra escolaele rebentou me toda por dentro pornocontos eróticos menina dando o cuzinho vídeo safado mortalidadenovinhas de bayby doll e com a mao na bucetaxvideo dificil pra vc lukaminha cunhada casada crente ela ficou apavorada quando eu entrei com meu carro no motel conto eróticocasada foi brincar de esconde esconde e deu o cu casa dos contoshomem asonda mulher tocando siririca xnxxela me contou que tinha sentado na rola grossacontos fui encoxada no onibus e meu marido nem percebeucontoerotico eu namorada mae e tioContos eroticos feitiço virando mulherXVídeosporno Malícia parei