<^.^>-Amigo de meu irmão me fez mulherzinha-<^.^>

Desde muito pequeno sempre percebi minha preferência por "paus" ,em minhas brincadeiras com meus priminhos e vizinhos eu era a "putinha" entre todos.

Meu irmão maior nunca aceitou minha condição e me repreendia, o que me fez sentir mêdo e ocultar o mais que podia minha feminilidade, porém na escola também sentia assédio, me colocavam apelidos e zombavam de mim.

Mesmo assim, vivia minha vida normal e era feliz, minha irmã e meu irmão eram maiores e viviam em outro mundo.

Meu irmão era aficcionado por futebol e jogava todos os fins de semana.

Uma tarde, trouxe com ele um amigo seu, não me apresentou, mas depois fiquei sabendo que seu nome era Jorge.

Ele era branco, olhos verdes oliva, cabelos negros ondulados, corpo robusto, pernas musculosas e era muito alto, simpático, extrovertido e muito varonil.

Passaram alguns meses e Jorge já tinha a confiança de toda familia, mas senti certos olhares para comigo, sorria e as vezes tinha que esquivar meus olhares, me dava mêdo, ansiedade, porém seu corpo era muito atrativo, forte.

Um dia me olhou e sinalizou seu pau dentro de sua bermuda, eu entendi perfeitamente seu recado, mas me fiz de desentendido, percebi que ele havia percebido, mesmo sendo tão novinho as minhas preferências.

Nos dias posteriores seu assedio aumentou, quando estava próximo a mim roçava minha bundinha, houve uma vez em uma festa da familia, quando estávamos na cozinha , ao passar por mim, roçou seu pau em minhas nádegas.

Eu ignorava, porém começava a gostar, estranhava aquele "friozinho" na barriga, ele era muito atrativo, lindo, sexy e muito macho para um menino novinho como eu.

No sábado seguinte, sabia que vinha , e calculando o horário coloquei um shorts curtinho, havia decidido provoca-lo, me sentia desejado e assediado por aquele homem.

Chegou a hora, ouvi a campainha, me apressei a abrir a porta, era ele, fiquei norvoso, entrou, fechou a porta e me disse...

_Olá doçura!!!

Eu lhe dei as costas caminhando até o jardim mostrando o desenho de minhas nádegas entre meu sortinho, seria meu primeiro homem.

_Olhe, que bonita menina, que linda e deliciosa bundinha você tem!!!

Eu segui caminhando lhe ignorando e fui a regar o jardim, ele continuava a me olhar e percebi entre suas pernas uma protuberância dura, a massageava e mordia o lábio superior de sua boca.

Logo meu irmão chegou e eles se foram, meu plano de sedução havia funcionado, ficou com o pau babando por esta bundinha faminta por seu primeiro pau.

Depois de algum tempo, voltaram, logo meu irmão subiu a seu quarto e eu fui até a cozinha para beber água e ali estava ele na sala a me olhar descaradamente, pediu permissão para ir ao banheiro e lhe disse que sim.

Entrou deixando a porta aberta, terminei de beber água e para subir a meu quarto tinha que passar pela porta do banheiro, vejo ele urinando, seu pau era grande, grosso e cabeçudo, sacudia me mostrando, puxava e voltava o prepucio naquela cabeçona vermelha, fiquei sem respiração, impressionado e com algum mêdo, segui caminhando e cheguei até meu quarto.

Na semana seguinte aconteceu o mesmo lá estava ele com seu pau avolumado dentro da bermuda, não perdeu a oportunidade, esfregou-se em meu traseiro e segurando em minha cintura me disse...

_Eu sei do que você gosta, nunca comi um viadinho, você vai ser o primeiro!!!

Corri para meu quarto encantado em sentir aquele pauzão duro em minha bundinha, porém tinha receio em ser delatado e que todos percebessem meu gosto por homens.

Semanas depois ele convidou eu e meu irmão para uma festa em sua casa e que poderiamos passar a noite no quarto de hospedes, percebi o que poderia acontecer, que ele me desejava, entrei no quarto de minha irmã e pequei uma de suas tanguinhas e vesti pela primeira vez.

A festa estava divertida, todos dançavam , passou as horas, e no final , meu irmão bebeu além e a mãe de Jorge pediu que levasse ele para o quarto, meu irmão caiu na cama sonolento, Jorge me olhou e me convidou a dormir em seu quarto, aceitei prontamente.

Chegamos, fechou bem a porta e começou a se despir, a camisa, sua calça, ficando com uma cueca bem apertada reluzindo seu pau enorme.

Eu, nervoso e timido, tirei também minha roupa, ele apagou a luz, deixando apenas o abajur ao lado da cama aceso, não pôde me ver de tanguinha, me deitei a seu lado e por algum tempo ficou esfregando seu pau duro em minha bundinha.

_Você já deu o rabinho para alguém???

_Não!!!

_Quer dizer que eu vou tirar seu cabacinho???

Fiquei calado, tremia de ansiedade e nervosismo.

_Que isso, eu sei que você quer!!!

_Tudo bem, mas não diz nada para nimguem!!!

_Nimguém ficará sabendo, te juro!!!

_Então chupa ele!!!

Abaixei sua cueca e sai violentamente se chocando contra sua barriga, seu pau era grande e cabeçudo, nunca imaginei que alguém poderia ter uma coisa tão grossa e cabeçuda, estava próximo de meu nariz e seu cheiro era enlouquecedor, suor, urina, tudo misturado, sem pensar o levei até a boca, totalmente sem experência comecei a mamar, estava encantado, meu primeiro macho e naquele tamanho.

_Que boquinha quente você tem!!!

_Você quer ser minha putinha???

_Sim !!!

_Sempre!!!

Mamei por alguns minutos, Jorge me puxou a seu lado e me vê de tanguinha, retira ela delicadamente e começa a chupar e beijar meu cuzinho virgem, era maravilhoso sentir sua lingua molhada e áspera, mordendo e chupando minhas nádegas, enquanto alguns poucos convidados ainda seguiam dançando lá fora.

Me chupou por uns dez minutos, então me disse que ficasse de "ladinho", ficou atrás de mim e disse para abrir bem com as duas mãos, sentia arrepios em meu corpo e um comichão na entrada de meu ânus, era fome de rôla...

Ele pegou aquele monstro de carne e musculo e colocou na entrada, foi empurrando, uma, duas, três, quatro tentativas e nada, aquilo era muito grosso, até que deixou de delicadeza com receio de machucar e empurrou forte, a cabeçona grossa entrou arrombando o esfincter, era como uma espada em brasa invadisse meu cuzinho, ele me agarrou forte para não escapar e foi empurrando, aquilo foi abrindo caminho á força, dilatando minhas tripas, cada espaço que invadia a dôr aumentava, sentia sua respiração de prazer em meu pescoço, pouco a pouco meu cuzinho se acoplava em seu pauzão, girou seu corpo sobre mim ficando sobre minha costa para terminar de enterrar o que faltava, estava consumado, meu cu era todo seu, seu pau de vinte e tantos estava todo atolado , gemia e chorava baixinho...

_Tá doendo putinha???

_Tá...muito!!!

_Quer que eu tire???

_Não!!!

_Mas goza logo!!!

_Você não quer que te faça mulherzinha???

_Quero!!!

_Então aguenta firme!!!

_Agora que vou te foder de verdade!!!

Então arqueou os joelhos para frente e começou a meter com força, como se fosse um "bate estacas", seu pau entrava e saia violentamente estourando todas as preguinhas, nem percebia quando estava entrando ou saindo,minutos..., eu suava sentindo seu pêso, de dôr horrivel, passou para dôrzinha incômoda e logo um alivio total.

Exausto, começou a bombar mais suavemente, seu pauzão havia aberto as paredes de meu cu, ele mordia minha orelha e meu pescoço, nada comparado com as brincadeias infantis com meus priminhos, enfim me tornei uma mulherzinha nas mãos de um macho caralhudo.

_Tá gostando putinha???

_Sim!!!

_Quer que eu encha seu cuzinho de porra???

_Enche...goza gostoso!!!

Voltou a aumentar o ritmo, nossos corpos faziam ruidos, porém não nos importava pois a musica continuava na festa e não nos podiam escutar.

Nos dois gemiamos, cada qual dando prazer ao outro

Sem tirar o pau, me mudou de posição, agora ficando de quatro, dai sim meteu bem fundo e não resistiu...

_Vou gozar...tô gozando...!!!

_Ahhhhh...shhhhh...ahhhgggg!!!

Gozamos quase que juntos, a contração de meu ânus apertou seu pau forte e senti ele esporrando por quatro ou cinco vezes, caimos rendidos sobre a cama e dormimos, na manhã seguinte ao despertar, ele não estava a meu lado, percebi que estava no banho, tinha restos de semen seco em minha bundinha, porém dentro de mim ainda estava cheio.

Ele pediu para me vestir rápido e saisse, meu irmão ainda dormia, Jorge o fez crer que eu havia dormido na sala.

Metemos ainda por várias vezes, na minha casa, na dele, até que ele arrumou uma namorado e me dispensou, mas jamais me esqueci.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Bin Laden a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
Lx-
08/04/2018 21:14:13
Muito bom!
22/02/2018 22:05:02
Real ou não real, seu conto é muito tesudo. Esse negocio de ser tratado igual mulherzinha, é o tipo de coisa que me dá tesão lendo as experiências dos outros, mas eu mesmo não tenho coragem de experimentar..não por medo, por orgulho mesmo hehe. Amei.
19/02/2018 22:57:10
VARTERSÓ relaxa véio, é apenas um conto, Estória, nada real, fica frio.
19/02/2018 01:50:31
Ótimo continuar
19/02/2018 01:49:54
Ótimo
18/02/2018 12:22:11
LAMENTÁVEL. VC JÁ INICIA O CONTO SE TRATANDO COMO UMA PUTINHA. COMPLICADO ISSO. CREIO QUE ESSE TIPO DE COMPORTAMENTO APENAS DEPÕEM CONTRA E NADA A FAVOR DOS GAYS, SEJAM ELES ATIVOS OU PASSIVOS NA RELAÇÃO. NÃO CONSIGO ENTENDER ESSE TIPO DE RELAÇÃO ONDE APESAR DE SEREM DOIS HOMENS TRANSANDO UM É TRATADO COMO SE FOSSE MULHER (SEM NENHUMA IDENTIDADE DE GÊNERO). UM HOMEM NÃO DEVERIA SER SEQUER CHAMADO DE PUTINHA NA CAMA, NEM DE VIADINHO OU COISA DO GÊNERO. SEMPRE SERÁ UM HOMEM TRANSANDO COM OUTRO HOMEM. SE HÁ O DESEJO DE SE SENTIR MULHER, ENTÃO É TRANSGÊNERO QUE SE OPERE E VIVA COMO UMA MULHER DE FATO. FICO IMAGINANDO QUE PESSOA VAI PRA CAMA APÓS UMA FESTA, CHEIRANDO A SUOR, URINA E OUTRAS COISAS VAI DEITAR TRANSAR E DORMIR SEM UM MÍNIMO DE HIGIENE.
18/02/2018 06:13:09
interessante
18/02/2018 06:12:02
Muito bom. Nada como ser tratato como uma mulherzinha pelo macho alfa pirocudo. Adoro isso !
18/02/2018 05:55:01
Bom!

Online porn video at mobile phone


novinhobonitinho de quatro pede rola grossano cuContos50 cm minha picaeu quero pornografia pornografia as meninas retada os cabelo achando tudo grandeporno mulheres q bota sainhas curtinha para pega onibus lotado sopara ser fufidaporno negao69intiada nao resitiu o.pau grandecontos meu sogrocontos eroticos vi minha esposa ser estuprada e gosteiContos erticos de gang bang gang bang com os pauzudos no ponto do onibusxvideoszoofilia tadinhaxx video madrata ponheteira na madrugadaMinha bucetinha e inchadinha papai historia de sexoxvideo gratis nao nao para to com dor de barria esse pau muito grande no meu cyvídeo de novinha querendo perder a virgindade com japonês cobrando no gesso XVídeosfodie cusao do meu entido bundao pornopornodoidao caralho mostrolesbianas bsrasileiros castigada pq matou aula xvideodoce nanda contos eroticosachei onde minha tia guarda suas calcinhas sujas contoscontos erotico,meu genro me enrrabou dormindodeleabri xvideocomvovo do bumdao toma banho com neto do picaonovinhos erotizando de fio dental atoladover instoria de susane .. casadas dando a buceta pra outros homenscontospornozoofiliaminininh.deugrito,napicavideos de vei bruto no yotubexvideofude a velhasupersexomamãewww.contos eroticos cunhado caçula pauzudo come cu da cunhada gostosacontos eiroticos leilapornindiazinha fudendo com homem branco com dez anos contos eroticos5 de perna aberta para o meu titio me foder ele net só a cabecinha e o pau fica dando enganado em porta e não entra porque eu sou muita coxadinha e ele tem um pau grandecontos de sexo minha mae sento no meu coloconto erotico dos mauricinho ricos com gayVideo porno safada sendo fudida homem rolaque so jeguesarrada no culto contos eroticos gang bangmulher engata com cachorro grande e nao consege desengata pornoMeus amigos me foderam bebada contoscontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeJaponesinha dandu u cusinhu pru negam bem dotadu 4contos a bicha arrancou sangue do meu cucontos eroticos brutais, estiquei o clitoris ate sangrarprica cavalaVidio pornô de gay de pratao fazendo sexo com a impregnados até ele goz fùdendo minha irmã gostosaMULHERCASADA TANTO O CUZINHOFILHOconto gay dotado e virei meninacomendo traveco na casa abandonadafilha novinha chupa. gostozo o pauzau do paiconto erotico gay vovo deu leite pro netinhoXxvidii ela vai toma ni cumarido 23cm contoContos eroticos bofinho machinhosendo lascada por maquina do caralhissenhor dos contos eróticos assalto com estuprochulezinho femininocontos encoxadaslinda loirinha chorando no pau do cara e gemendo muito querendo mudar fundo maluquinhaconto erotico corno afeminadoxvideo so tesuda zaradaConto tio gay - "mama, vadia"belo sexo dormindo de conchinha com a tia so de calsinhamorenas prudentinas goza.ndonegão pé de mesa hein fia 40cm na gordacontos eroticos viciei minha sobrinha wattpadXVídeos mulher nova de short e blusa azul Clara tapeandoprica cavalanovinhas.abrir.buzentadei por meu vizinhoxvideos gay fui estuprado por que nao paguei as drogasmagrinhas soquem pauzao. de 30 cm chupando buseta labefo pasda mso bocsmulheres com grande popozao emfia a mao no cuzinhotrissexual fazer muito gostoso transando em historinha de quadrinhoscontos eroticos gay de novinho sentei no pau grande e judiei delecontos eróticos estava dormindo com meu marido e encerro minha buceta de porramulher tapa os olhos do marido e entrega para o empregado fuder video pornoReta do Pedreiro Pelado Heterodotado esculachou o cu da sogra velhinhavideos desobrinhas.vagabunda dando a buceta pro tio roludo meteXvideo face pornoirado mulheres afoga outra com a bundaconto corno diamanteestrupei minha irma na cama do nossos paisermau tranzando com ermansubmissão sobrivera pornoMeu cão ralf me comeu conto