Familia de putas e putos 25

Um conto erótico de gost46
Categoria: Homossexual
Data: 20/11/2017 10:23:05
Nota 10.00

A coisa estava tão quente entre nós, que passei a usar calcinhas, meia ¾, biquíni fio dental (nas praias mais desertas), espartilho e conjuntos de babydol ou camisolas para dormir. Eu estava apaixonado.

Aí, Neuma desconfiou.

DANDO CONTINUIDADE:

Já estava em Ruada há 90 dias, quando a empresa resolveu prolongar mais minha estadia, pois necessitava selecionar nas filiais e na matriz, um novo diretor para me substituir e demoraria mais um tempo, decidimos que eu ficaria ate o final do ano e como estávamos no final de maio, ficaria mais sete meses, no que fiquei bem feliz, por Guima, mas combinamos que nas férias de julho, meus filhos viriam passar comigo em Ruanda. Mas também ficou acertado, que em junho minha mulher viria passar uma semana comigo, para ver também como era o país e etc.

Numa sexta feira, Guima falou para família que teríamos que viajar no fim de semana e saímos bem cedo para cidade de Porto Amboim, uma cidadezinha de pouco mais dehabitantes, mas de praias deslumbrantes e incríveis locais afrodisíacos, ao sul de Angola, com local pouco frequentado, mas com hotéis excelentes.

Instalamos-nos numa pousada bem discreta de um familiar de Guima, onde os proprietários, um casal bem animados e hospitaleiros, nos receberam com discrição o suficiente, para que ficássemos bem a vontade, como casal. O apartamento era em uns chalés, separados por trilhas entre coqueiros e numa distancia suficiente, para ficarmos reservados.

Tomamos banho e vesti minha sunguinha que minha mulher me deu, escandalosa e Guima vestiu um sungão, afinal, tem que acomodar aquela manjuba exagerada.

Vale salientar, que Guima adorou a sunguinha e ate falou que minha mulher deveria ser uma puta fogosa, para querer o marido dentro daquela “coisinha minúscula”.

Já estava no fim da tarde e estávamos andando na praia de águas cristalinas e morna, eu já tinha dado uns mergulhos e estava com ela coladinha ao corpo, onde meu macho ficava o tempo todo me abraçando, beijando e passando aquelas mão enorme na minha bunda, rola e passando dentro do rego. Já estava a mil de excitação e nos encaminhamos para o chalé. Tomamos um banho e eu vesti uma calcinha rosa, com babados de renda, onde coloquei minha rola bem pra trás e ficou parecendo uma buceta. Vesti um shortinho de micro fibra também rosa e uma camiseta branca e saímos para o restaurante, para tomarmos uns drinks e namorar um pouco.

Sr. Mario o parente de Guima e D. Dolores, vieram à mesa e ficamos coversando, só que eles notaram que eu estava vestido de forma bem feminina.

Já era tarde, quando saímos para o chalé e D. Dolores ficou de levar umas cucas (cervejas) para o chalé, para repor o frigobar. Eu estava só de calcinha e Guima já nu, nos beijando abraçados na cama, quando ela bateu na porta e Guima mandou entrar. Confesso que fiquei preocupado com a possível reação dela nos vendo daquela forma, mas Guima deu um sorriso e me tranquilizou. Quando ela entrou, viu Guima com aquele mastro enorme, durão esticado pra frente e eu de calcinha abraçado nele e isso, me deixou envergonhado, mas que, pela reação normal dela, relaxei em seguida.

Dolores – aqui meus filhos, as cucas que vou colocar na geladeira, estão geladas.

Eu - ótimo obrigado!

Dolores – nada filho, espero que aproveitem bem esses dias aqui. Guima, trate bem esse amor de pessoa.

Guima – pode deixar vou tratar muito bem...rsrsrs

Ela saiu e Guima me beijou e tirou minha calcinha, chupou meu pinguelo grande, aonde me virei e fizemos um 69. Depois de um tempo, me virou de lado e entrou com sua joia na minha caixinha, redonda e sedenta. Comeu-me por quase meia hora, e só gozou, depois de me ver acabar naquela maravilha. Dormimos abraçadinhos. Acordei, com umas batidas na porta e D. Dolores entrando com um carrinho de serviço com nosso café da manhã. Nem tinha prestado atenção, que eu ainda estava nu e com minha bunda virada para a porta, onde se prestasse bem atenção, veria que ali, tinha passado uma jamanta desgovernada, pois deveria ainda esta marcada, pelas tapas que levei na maravilhosa noite de sexo. Guima estava só de toalha ao lado dela e ajudando na arrumação da mesa.

Dolores – filho, no banheiro tem ao lado da duchinha, uns absorventes menores, que você pode usar se não for tomar banho de praia agora e assim, não mancha a calçola (como eles chamam calcinha).

Eu – ah...obrigado! Acho que vou precisar... né Gui? Rsrsrs

Guima – com certeza... rsrs

Ela saiu e ele veio a mim, e viu que eu estava corado com a cena, me beijou e sentando na beira da cama, tirou a toalha e já de rolona dura, me fez sentar nela de frente pra ele. Abri bem as pernas e abraçando ele, sentei com tudo e comecei a mexer pra frente e pra trás e como estava excitadíssimo, gozei rápido e ele acabou de encher meu adorado e amado cu.

Gente....eu estava apaixonado! Já gozava ate em ele me abraçar, beijar, apertar em seus braços e de ter aquela maravilha dentro de mim.

Depois dessa trepada cedo, tomamos café, vesti uma calcinha branca e um short de lycra também branco e uma camiseta polo, azul bem claro e Guima, de bermuda e camisa polo. Fomos dar uma volta na cidade e alguns pontos, onde a natureza realmente privilegiou. Levei em uma sacola, a minha sunguinha e a de Guima e apetrechos para tomarmos banho. Estava usando, logicamente, o mini absorvente, e era realmente bem confortável, pois ficava bem na porta do cu e não deixa o resto de porra, que mesmo na lavagem retal, fica escorrendo. Esse tipo de absorvente, eu já tinha visto na Europa e por ser bem macio e pequeno, não interfere na posição da calcinha que entra no rego da bunda e com isso, o short, também acomoda bem no rego.

Depois de conhecer a cidade, fomos a uma praia lindíssima, de águas mornas e cristalinas, onde troquei a roupa no carro e vesti a sunguinha, para tomar banho.

Na volta para a pensão, fizemos todo trajeto, ele com a rola pra fora e eu chupando. Alguns caminhoneiros que ultrapassamos, devem ter visto a cena.

À noite não saímos do chalé, pois armamos uma rede na varanda e ficamos conversando. Estávamos juntinhos e como o chalé que estávamos fica virado pra praia, ninguém vê, a não ser, indo ate onde estávamos. Já estávamos na maior pegação, ate que Guima tirou minha calcinha e já de rola dura, me virou de costas e na posição de conchinha, apontou sua estaca na porta do cu e entrou ate a metade, já que na rede é mais complicado. Já estávamos a um bom tempo entrando e saindo, quando ele me segurando pela cintura, me fez virar em cima dele e sem tirar de dentro, me fez sentar enterrando tudo, pois fiquei com as penas para fora da rede, ele deitado e eu sentado na rola. Fiz uma coisa que ele adorou: Como estava de costa pra ele, sem tirar de dentro, fiz uma verdadeira ginástica olímpica e me virei de frente.

Ouvimos alguém se aproximando e eu parei e olhei para trás, quando vi que era Sr. Mario trazendo novas toalhas, juntamente com D. Dolores.

Mario – oi, desculpa se atrapalho, mas trouxe toalhas e lençóis limpos. Vou colocar em cima da cama.

Guima – por favor, pode entrar. Obrigado!

É claro que tanto ele como ela, viram que estávamos fudendo, pois mesmo na penumbra da noite, dava para notar que eu estava nu e sentado em cima de Guima, que tinha parte do corpo encoberto pela lateral da rede, mas que dava perfeitamente, para ver que eu estava sentado na rola dele.

Eu ainda estava ofegante e nem esperei eles saírem e distanciar um pouco, pois assim que eles saíram, eu voltei a cavalgada com tudo. Dei uma olhada rápida pra trás e ainda os vi parados olhando, um pouco distante, mas o suficiente para saber o que estava acontecendo.

Essa sensação de ser observado foi a gota que faltava para meu corpo começar a dar choques e os espasmos vieram juntos. Meu corpo tremeu num gozo forte, onde falei ate alto:

Eu – Aiiiiii....amor, estou gozandooooo....meu amorrrrr!!!!!

Parei com ele ainda mexendo em baixo de mim, mas eu já estava mole do gozo e deitei em seu peito.

Levantamos e ele me puxou para dentro do chalé, pois queria gozar. Ao levantar, vimos o casal meio à sombra nos olhando. Sorrimos da situação e entramos, onde ele encheu mais uma vez, a caixinha de joias.

Sentimos que o Sr. Mario e a mulher, estavam fascinados pela nossa atitude de fazer sexo, sem nos importar com a presença deles, no que deve ter dado neles, uma excitação enorme, pois notamos que eles faziam de tudo, para levar coisas do chalé, justamente, nas horas em que possivelmente estaríamos mais íntimos. Não deu outra.

Na manhã de domingo, eu acordei com Guima entrando com sua estaca em mim, no que me virei e nos beijamos, enquanto a rola entrava. Me puxando para a beira da cama, me colocou na posição de frango assado, ele em pé, enterrou tudo ate o talo e se curvando por cima de mim, iniciou mais uma seção de sexo, quando bateram na porta e já abrindo, Dolores entrou, nos pegando em plena foda da manhã. Amigos...foi um belo susto, mas acreditem, só deu tempo do Guima dar uma paradinha, mas sabem como é, já que estava dentro do quarto e já tinha visto mesmo, não importava mais.

Dolores – óooo,,,desculpe-me, volto depois para deixar o café.

Guima – calma, não tem problema, pode deixar ai, não se preocupe não é a primeira vez que esta vendo nós dois assim. Certo?

Dolores – mas me desculpe mais uma vez...

Guima olhou pra mim e ainda com sua rola durona dentro de mim, me beijou e continuou a me fuder. D. Dolores foi arrumar a mesa e logicamente, olhando o tempo todo, ate parando de colocar a mesa para admirar meu desempenho. Guima e eu nem ligamos mais, parecia ate que ela nem estava ali. Eu comecei a gozar e foi o tempo que ela sentiu que era hora de sair e foi de mansinho para a porta, sem antes, parar na porta e ver o inicio de mais uma gozada no cu. Depois foi a vez dele também gozar e encher meu tubo de porra. Delicia!

Depois do banho e tomarmos café, nos vestimos para ir a praia, que estava meio nublado, mas que iríamos aproveitar.

Ficamos numa barraquinha bem em frente a pousada.

Nesse dia, por esta meio nublado, tinha poucas pessoas e como tinha observado antes, vesti um biquíni sem a parte de cima. Uma peça de cor rosa e meio asa delta, e por ser fio dental, tive que empurrar minha rola para a cavidade escrotal, para esconder o Maximo minha rola, com o cuidado de dispersar o pensamento, para não ficar excitado, pois assim, a rola ficaria mole e não escaparia para os lados e nesse caso, não caberia no biquíni.

Ele adorou e nós ficamos esticados nas espreguiçadeiras.

Mario e Dolores vinham o tempo todo ver se estava tudo perfeito, ate que chegou um auxiliar dela que atende na praia e ele ficou nos atendendo. Lógico que quando me levantei para tomar banho e voltei o rapaz ficou com os olhos arregalados e vidrados em mim. Guima ate riu da situação.

Por volta das duas horas, fomos para o chalé, pois tínhamos que voltar para Ruanda e já queria acordar na segunda no hotel. Tomamos banho e deitamos para repousar um pouco antes da viagem, no que na verdade, me abraçou e levantando minhas pernas, num papai-mamãe, enterrou seu mastro em mim e iniciamos mais um ato de amor. Já estava prestes a gozar, quando notei que tinha alguém nos observando na janela e sem fazer alarde, e como Guima não tinha como ver, pois estava de costas, deu para notar que era o rapaz, que com toda certeza, com a visão por trás, tinha o privilégio de ver aquela coisa preta entrando e saindo do meu cu. Aproveitei para levantar mais ainda minhas pernas, no que o Guima aproveitou para colocar em seus ombros e arregaçando ao Maximo minha bunda, enterrou ate os pentelhos. O rapaz estava vidrado e com certeza, punhetando, no que me deu um tesão alucinante e eu comecei a gozar forte. Estremeci e comecei o gozo por todos os poros, num transe total, ate que senti a rola do meu amor inchar mais ainda e urrando, encheu meu playground de porra. Ficamos parados um pouco, com ele descansando em cima de mim e eu alisando seus cabelos e corpo, beijava com carinho.

Tomamos mais um banho e saímos para pagarmos a conta, despedimos do casal maravilhoso, prometendo voltar em outra oportunidade.


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
02/12/2017 23:52:16
http://kxcontos.blogspot.com.br/ novo site galera! Visitem! contos e muita putaria
20/11/2017 10:44:11
Deliciaaaaaa

Online porn video at mobile phone


xxvideo as cordeirinhasVideo porno safada sendo fudida homem rolaque so jeguecarolzinha baixinha trepanoContos swing minha comadre e eu desfilando de calcinha para nossos maridospintudo lasca a priminhachorei no pau do meu cachorrovinha perdendo a virgindadeLove Boy-CASA DOS CONTOS EROTICOS |zdorovsreda.ruxvideosdifícil Pra Vc lukaenteada morena da bunda empinada dando ocupadocontos eroticos negao pegando japonesafoto porno de babalu montada no cavaloTtai meu marida com nosso enqielino da rola gg vou contar como foiContos eroticos esposa com pirralhosminha namorada deu o cuzinho no jogo da verdade ou desafiochupando o grelo de uma loira mulher chupando beijo tchaucontos eróticos vovó b*******conto herotico minha namorada e meu paivideo porno coloquei a minha esposa pra chupa o meu pau em quarto eu dirigiacacetudo comendo a buceta cabeluda da comdre porno doidocontos de sogras e noras lesbicas se pegandoxvideos gozada dentro do cu aiaiai queimaprica cavalacasa dos contos- categoria gay- autor tiagocontos eroticos nl cinema hxh passando a mao na picagenrro foi no banheiro mijar e mexeu no sexto de roupa e pegou a calcinha suja da sograas mulheres cm a buceta grande panel de fuscaconto rapidinha empregada area serviço bunda pauwww.xvideos.com corno nao perdubaxvideos entertidaVídeos de homens dando aquelas linguadinhas pornôporno novinha dado jetinhgarota q foi fudida no fundo d casa por um cachorro pastor alemaochantageei e comi minha avo contoxvideo sinhazinha vai na sezala da cu para o escravovidos pea a.baca irmao meteu a pica na irmanovia e gozo dento da bucetona delaporno gey istorias comi meu priminho de treze anoxviido cabelo novilnhaXVídeo amassadinho estrangeiraverdade ou desafio traí conto erótico acampamento calcinha amigos cornoGt25 fode menina nuasresolvi pornô da Ludmilamorena deitada para dormir nua e cansada mas seu caozinho nao deixa lanbe sua vagia e ela gstaxisvidios anestesiadastexto de quando dei o toba pela primeira vezwattpad historias gays sobre escravo finalistasgozada de mule napica pornodi dicavaloquero ver video da a mulher memesia a buceta o cupornoloiravidiogozandu naboca da inimigacunhada louca pra sentir rola grande pega cunhado de pau duro e nao resistecasa dos contos meu marido me fez da o cu a dois picudos chorei de dorporno gey contos eroticos priminho inosentetarada nuonibuque eu faço para eu come buceta de clarinha ? mas nao da brexavidioenteada casada dando vidio pornoContos levei um tora preta gozou dentro meu marido adoroutitio comendo novinha inocente e ela dizendo devagar ta machucando minha bucetinhaxvideo a rola deleGustavo de carinha de anjopau extraordinariamente grande e grosso gozando dentro e arrombando a bucetinha apertadinha da menina novinhasobrou muita pica pra fora da xavasca da crioulasenhora crente saia longa buceta contocontos eiroticos leilaporncrentinhas encochadasguspio no cu atoxoconto erotico gay loiro da cicatriz no rostocontos eronticos buraco na paredexvidio gay flagrei meu amigo,na punheta e me dei mauwww.pornodoido com festa de papai noel entregando presente.comporno mae gotosa madura sedente de amor ai pirocaominha mãe me surpreendeu contos de incestodoce nanda parte cinco contos eroticosFragado duro fazendeirotitio comendo novinha inocente e ela dizendo devagar ta machucando minha bucetinhacristiane dado abusrtaOdesafio esposa Liberada Contos Eroticos videos de sexo filhas gemiase paicontos erotico esposa submissapornô amador conto erótico de mãe divorciadaquero ver mulher pelada na praia de nudismo negão do pau bem grande com cimentomulherese vulcão doida pra meter com um taradaoXVídeos irmã fazendo cosquinha no pênis do negão casa de praiaputaobucetaovideo gratuito meu vizinho foi me ensinar matematica e fez sirirca em.mimeu quero ver sexo de lésbicas com lactofilia aguentando mulheres adultasvideo porno novinha de 16 domdo p negao da rola de70 ctmPatricinha transando com pm parte 2 contos erotivoscibele bucetonanoite maravilhosa comi o cu dela finalmentemolestando a filhinha inocente....passando a mao na bucetinha de calcibha..esfregando a rola ate gozarcaldo de buceta sujacontos eróticos com mulher gostosa de Biguaçu Santa CatarinaAparecendo os pemteiosdois negao dt realisa fantasia de uma mulher casada boa fodacomo me tornei travesti contoxvideo damçano de saimha sem calsinha