COISAS DA ADOLESCÊNCIA - CAPÍTULO I – TRÊS ANOS DEPOIS

Um conto erótico de Matheus/Rafael
Categoria: Homossexual
Data: 01/08/2017 23:26:55
Última revisão: 01/08/2017 23:31:06
Nota 10.00

COISAS DA ADOLESCÊNCIA

CAPÍTULO I – TRÊS ANOS DEPOIS

(Lembre-se de ler o prólogo antes de ler este capítulo)

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>><<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

Muitas coisas mudaram desde que o Rafa se assumiu homossexual para mim, a quase três anos atrás. Eu e meus pais nos mudamos para um bairro mais abastado da cidade, já que a empresa deles crescera, chegando a abrir filiais em outros países. Isso foi um problema no início, já que eu morava a poucas quadras da casa do Rafa. Agora, a dois bairros de distância, não podíamos mais ir e vir da escola juntos. Digo no início, pois logo que me mudei, Juliano se separou da sua esposa, que não aguentava o seu jeito intragável. Isso fez com que o Rafa passasse praticamente todo o seu tempo livre fora de casa (em outras palavras, comigo). Nesse meio tempo, o meu irmão mais velho, Thiago, se formara em Direito na faculdade que cursava em outra cidade, vindo morar conosco novamente. Porém, ao contrário do Juliano, Thiago era o irmão mais legal do mundo, sendo meu amigo e confidente (e fornecedor de bebidas alcoólicas no tempo livre). Comecei também a praticar natação, chegando a participar de campeonatos (e me deixando com o corpo muito mais definido e desenvolvido do que eu tinha). Porém, esse meu esforço extra com a natação (aliado com a minha pouca vontade de fazer nada) me fizera reprovar no último ano. Embora isso fosse ser visto com tristeza pela maioria das pessoas, eu enxergava como uma vitória, já que o Rafa também reprovara um ano antes (em matemática, coincidência não?) e, depois de um ano inteirinho em salas separadas, íamos finalmente voltar a estudar juntos.

Neste ano separado, sem o Rafa pra me ajudar nas confusões, acabei fazendo amizade com o Thomas, o garoto que sentava entre eu e o Rafa. O Thomas é aquele garoto “macho alfa”, que não mede muito as consequências dos seus atos. Faz sempre o que dá na telha, sem pensar duas vezes. Isso, aliado com o meu amor por confusão e a língua afiada do Rafa, dava uma combinação caótica e explosiva. Thomas era mais alto que eu, tinha cabelos pretos, que chegavam até o nariz, com alguns fios brancos naturais que despontavam que, junto com a sua pinta em cima do lábio do lado direito, davam um charme naquele garoto que o tornava irresistível para todas as meninas que ele quisesse pegar. Eu e ele costumávamos sair para as festas e fazer disputas de quantas meninas nós pegamos naquela noite.

Já o Rafa fizera amizade com o Ronan. Ele era um ano mais novo que nós. Tinha os cabelos bem cacheados, castanho claro, olhos azuis, pele bem branca e usava um piercing no nariz. Embora causasse confusões também, ele era mais na dele. Era muito inteligente, quase de forma assustadora. Não havia um assunto que a gente conversasse que ele não soubesse alguma coisa ou não dominasse. Isso porque os seus pais eram professores universitários (seu Roberto que dava aulas no curso de medicina, era doutor em Neurociência e a dona Júlia no curso de História, era doutora em Antropologia). O Ronan era o segundo garoto da minha vida que me fizera ter a certeza que eu era bissexual. Desde o primeiro dia que eu o conheci, desde que o Rafa me apresentou ele no intervalo ele mexeu comigo. Não sei explicar, eu só era muito apaixonado por aquele garoto. Nunca contei isso para ninguém, a não ser o Thiago. Ele me dá muito apoio, mas não posso arriscar foder com a nossa amizade.

Graças a minha amizade com o Rafa, nós quatro éramos praticamente inseparáveis. Pelas manhãs, passávamos o recreio e os intervalos das aulas juntos, fugindo das salas nas trocas de professor, desfrutando da nossa popularidade e as tardes andando de BMX quando eu não tinha treinos, bebendo em algum lugar ou jogando videogame na minha casa. Nas festas, com certeza, os quatro estariam juntos. Mas, mesmo com os outros dois e o ano estudando em salas separadas, o meu melhor amigo do mundo ainda era o Rafa.

Ele também mudara muito. Antigamente era o menino mais baixo da sala. Agora, embora ainda não chegasse perto dos meus 1,79 de altura, não era mais o anão que costumava ser. Também ganhara músculos e ficara mais moreno, pois costumávamos andar de BMX nos dias em que eu não tinha treino. Ele ainda não tivera coragem de se assumir para ninguém mais além de mim, o que fazia ele se sentir muito mal pela bajulação das garotas pela sua aparência (e pela pressão involuntária que todo mundo colocava na gente por sermos amigos do Thomas. Parece que tínhamos a obrigação de sermos tão pegadores quanto ele).

Realmente, muito havia mudado desde aquele dia. Mas uma coisa não tinha mudado nem um pouco...

>>>>PONTO DE VISTA DO RAFA<<<<

- Ai Matt, enfia vai, enfia gostoso essa rola no meu cuzinho vai, me fode, me fode gostoso vai – eu gritava, enquanto ele me comia gostoso de quatro na casa dele, um dia antes das aulas voltarem.

- Ta gostando é? Ta né? Tu tava sedento pela minha pica né? – Matt falou, gemendo e suspirando

- Tava, puta merda, que tesão Matt, vai, me come vai, come a tua putinha, me rasga no meio.

Eu sentia os 17 cm dele entrando e saindo do meu rabo, centímetro por centímetro. Sentia o meu cuzinho se arregaçando e abrindo espaço cada vez mais para aquela tora dele. E me sentia realizado, como toda a vez que ele me comia. Parecia que aqueles momentos em que ele me deflorava eram os melhores da minha vida, tamanho o meu êxtase. Me sentia completo naquele momento, como se a falta do pau dele no meu cu fosse como se eu não tivesse um braço, uma perna. Sentia o meu pau, duraço, batendo na minha barriga, quase gozando sem mesmo eu nem encostar nele, enquanto o Matt me penetrava com um fôlego que eu não entendia de onde ele tirava. Eu tremia, enlouquecidamente, enquanto piscava o meu cuzinho só para ouvir ele gemer e meter mais fundo. Eu gemia tão alto que eu não conseguia entender como os vizinhos não ouviam.

Matt tirou sua rola de dentro do meu cu, me tirando daquele transe de prazer e submissão. Me virou com violência, me puxando e me colocando de frango assado. Após lubrificar um pouco mais sua rola com o KY, começou de novo a forçar o seu pau para dentro do meu buraco, que não fez resistência nenhuma.

- Vai matt, me fode, mais rápido, ain, vai, me come, me faz tua putinha vai,

- Se tu é a minha putinha, eu sou o quê seu? Hein? Me fala!

- Tu é o meu macho, meu macho gostoso pausudo, vem me fode!

Matt me deu um tapão na bunda enquanto enterrava o seu pau com a mesma intensidade dentro do meu cu. Olhava para aqueles dois piscinões azuis que ele tinha no lugar dos olhos, me perdendo, arfando como se eu estivesse me afogando nas suas águas, mesmo que a minha falta de ar fosse pelo prazer que ele me proporcionava pelo meu cuzinho a tempos alargado. Matt começou a me foder cada vez mais rápido, cada vez com mais pressão, enquanto eu sentia seu pau inchando dentro do meu cuzinho

- Vou gozar.... aaaarg. Vou gozar Rafa, puta que pariu, posso gozar dentro?

- Vai, me preenche com a tua porra, vamo, me dá teu leite.

Um, dois, três, quatro jatos me preencheram, ao mesmo tempo que o Matt urrava com a explosão do seu tesão. Senti o seu corpo ficando mole por cima de mim, mesmo com seu pau duro feito uma rocha atolado dentro do meu rego, ainda soltando jatos do seu líquido espesso. Começou a me beijar, carinhosamente, fazendo carinhos em meu cabelo com uma mão. Na outra mão, ele masturbava os meus 15 centímetros, me fazendo gemer alto. Ele tirou o seu pau de dentro de mim, me dando um alívio e uma sensação de vazio que eu odiava sentir. Senti seu líquido escorrer pra fora do meu buraco arregaçado, enquanto ele se ajoelhava e começava a chupar o meu pau. Não demorei muito para gozar também, enchendo toda a boquinha dele com o meu gozo, também gritando de tesão.

- Puta merda Rafa, to tremendo todo, tu foi um cavalão hoje, puta merda.

- Eu? Um cavalão? Caralho! Olha quem fala! – eu disse, levantando da cama.

Me equilibrei por um momento, mas as minhas pernas, bambas do jeito que estavam, não aguentaram meu próprio peso. Matt me segurou antes que eu pudesse cair.

-Viu? Não consigo nem ficar de pé, to tremendo todo.

Matt olhou pra mim, rindo, orgulhoso do que ele tinha feito comigo. Me levou até o banheiro que dividia com o seu irmão no colo, ligou o chuveiro e deixou a água escorrer em nós. Após tomarmos o nosso costumeiro banho-pós-transa, nos vestimos e fomos até janela do seu quarto. A janela dava para a parte de trás da casa, um mato fresco que se estendia por alguns quarteirões do bairro. Como de costume, nos içamos para fora, nos sentando nas telhas de cerâmica do primeiro andar. Sentindo o ar fresco do verão sobre o meu peito nu, ainda quente da transa, apoiei minha cabeça peito do Matt, que puxava a sua carteira de Black mentolado do bolso. Ficamos lá, olhando o céu, fumando nossos cigarros, olhando para as constelações que nós sabíamos de cor, graças ao Ronan.

>>>>>>>>>><<<<<<<<<<

Olá galera. Aqui começa a história de verdade! Ela vai variar de pontos de vista, como vocês puderam ver pela primeira vez aqui. Escrevam as suas críticas aqui na caixa de comentários ou no email [email protected]

Abraço a todos!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
02/08/2017 09:31:07
Gostando!
02/08/2017 05:42:31
Continua.
02/08/2017 01:29:59
MUITO BOM. JULIANO, DEVE É SER GAY TB. E BEM ENRUSTIDO.

Listas em que este conto está presente

Especiais
Os melhores textos que eu já li.

Online porn video at mobile phone


cavalga ai ui mete primo caralho contocontos eróticos marido surpreende esposa chegandocom amigocontos e videos de transando com as casadas com permissão do maridoconto erótico morena baixinha sendo pindurada na picazoofilia cachorro garrando igual garra em cachorrachupano pau groso na marraxvidio.comComo se escreve “ manda video porno ” em inglespornô enfermeira dando um trato no paciente bem dotado Ela Ficou assustadacontos herotico eu tem fichen peido e cu eu amoesposa fica apavorada com pau de 30 centimetro do negaocasei com um velho brocha mas levo machos pra casa contos eroticoswwwnovinhas.tvamae sai do banhero e toalha cai pornocontos picantes de amor gaysMande vídeo de mulher pelada de 16 a 20 anos preferência galeguinhaPirocudo irracional de prazerQuero assistir filme pornô brasileiro das Panteras a mãe com shortinho bem curtinho e para o banheiro mijar e o filme vai ficar beijando a testa da porta de homem com calcinha fio dentalcontos de sexo raspei minha bucetabatendo o que tá faltando musculoso gostosão fortão pintam grandãowww.contoerotico.pai e filha a prendendo a dirigisedusundo indiscretamentePastora contos eroticoContos chupei a buceta da janaracontoseroticos minha mae traiu meu pai e eu tambem comimulequinhos olhando a surubacontos eróticos de casadas rabudas traindo com pauzudosvidro porno loirinha estava no quarto quando escuta algo na sala e quando vai ver flaga seu padrasto careca se mesturbando quero ver lindas travestis entrando em enormes rolas ate gozarem nelas videos boas fidasNovinh so de passa a mao fica soltand orgasmofilho da pica informo fudendo a buceta da mãe gostosadona de casa sendo castigada por negros tarados pornodoidocontos eroticos encoxadas em salvador 2018sogra na cama dormindo com camiseta do superman e genro no sexoConto erótico de corno msconto erotico patricinha estupradaPenis flacido castrar contossou safadinha adoro analcom p maninho casa dos contosezibir vidios o cacorro e criado desde pequeno com a menina derrepente ele resoçve comer a buceta delavídeo caseiro com mamãezinha só de casa dela com os peitinho duroporno gay morros dotados desvirginandox negona budona lascadafuderao a gostoso na prainhaConto flagrei com bananacazal maduros mamado jutos uma picafotos vizinnha ficou com cuzinho lamecado d porraContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar os pes bonitos de primassunjando o forrò do motel de merda xvideocomendo a tia no chevette xvideoconto nora e sogro acanpandomulher esta no sofa conversando e derrepente o cara chega com o pau e coloca bruscamente na boca delaxvideos levei pro matadourovideos de incesto filho sodomizando a maeputaria brasileira com esfrega cospida no rosto da amigacontos porno gratis estupro sadomasoquismo submissãoCasa dos Contos Eróticos sogra gritou chorou e pegou na pica do genrocrente safada contoscontos minha tia nick 2porno gey contos eroticos priminho inosentepediu para fazer anal ,e cacou no paunao aguentoubaixar xvideos da mãe enfiando os braços dentro do cu e dentro da boceta e a filha também arrombando seus dóis buracos intensamente o filho chegou e comeu todas as duas enchendo seus dóis buracossamba porno mulher vai mexe seu cunhado dormindo sono profundoeu, minha namorada, minha namorada e meu tioSogras atraidas pelos genrosEu quero assistir um vídeo pornô gozando dentro da buceta da sua mãe dormindo seu filha de uma égua sou filha da puta eu quero gozar dentro da sua mãe só desgraça onde o caralho gozando dentro da buceta da sua mãe sou filha da putavidios porno brasileiro coagindo a enpregada para fudelanovinha bonziado n picaXVídeos a comadre com pai transando na Noite Escurame deliciei vendo minha mãe tomar banhoXvideos cunhada deita com cunhado dormino fica sarrano nelexvideos entoscadamenina e padrasto no sofa ela aproveita da bebedeira dele e tranza gostosonovinhas lindas brincadeira incestoa de ciriricacoroa de camiseta de ceda gostosaContos titio sou virgem so se for no cuzinhovideos esposa convida a comadre pra fazer suruba com maridoXVídeos de baianêsmulhre pelada rezei ponoconto eróticos marido manda o cara irá cortar a forçaporno irma tremendo no pau ate o fundocontos eróticos loba adoro inversãoConto erótico meu tio estrupo ele destruir meu sonhos ódio wattpadconto porno submissa humilhaçaoxvideo adoro ver pau emtradoconto porno paixao escandalosaintiada nao resitiu o.pau grandevídeos de pornô com homem com homem o homem chamando shampoo no pinto do outro e lambuzando de xixiContos porno com motoristapornos em q o pai quebrol o cabaso da gilha inocentecadela lambendo o meu cacete e fudendo conmigo videoMeu marido viaja e meu sobrinho me fodepeso d porrta gatinhacontos tia puta tio corno manso"noivo me liberou"frutaporno sexo dp com limpadores de piscina