VIREI MULHER SENDO AMADA E INCENTIVADA PELA FAMÍLIA

Um conto erótico de DANIELA
Categoria: Homossexual
Data: 05/08/2017 17:44:04
Nota 10.00

VIREI MULHER SENDO AMADA E INCENTIVADA PELA FAMÍLIA

Era um jovem triste, sabia que faltava algo era um homem sem objetivos, adorava ficar vendo as roupas intimas de mamãe e minha irmã, até que um dia estando sozinho em casa vesti um conjunto de lingerie de minha irmã, ficou apertado tenho bunda maior que a dela a sensação da roupa feminina tocando meu corpo, estava excitada e ainda não tinha acordado para o que eu buscava nesta vida. Vou descrever como sou para os leitores terem uma ideia sobre mim. Sou morena, 170 altura, 70 kl, pernas grossas e coxas bem feita, tenho seios pequenos bonitos, sou gordinha por isso os seios, me acostumei a vestir lingerie quando na intimidade, sem testemunhas, ficava o dia todo vestido com roupas de minha irmã, era uma delicia ficar desfilando pela casa assim.

Somos uma família muito unida, tenho dois tios irmãos de mamãe e três tios de parte de papai, um dia estava desfilando pela casa com uma camisolinha preta curtinha, com um lindo conjunto de lingerie por baixo, estava cuidando da casa, pois como não estava trabalhando era minha obrigação, pois meus pais e irmã trabalhavam. Eu estava cantando ouvindo uma musica romântica, quando ouvi a campainha tocar, esqueci que estava vestida de mulher e atendi a porta, ao invés de olhar pelo olho magico abri a porta e dou de encontro com meu tio Mário, fiquei petrificada e falei entre e corri para o quarto trocar de roupa, quando voltei à sala titio estava sentado e disse por que foi se trocar Daniel, vc estava linda de camisolinha, eu falei não tio estava somente brincando e vendo como fica este tipo de roupas e ele falou, mas o lingerie estava lindo em seu corpo, vai se vestir quero ver melhor, eu fiquei vermelha e disse tio, por favor, esqueça o que viu, ele então disse tudo bem de hoje em diante para mim vc será minha sobrinha Daniela, isto somente entre nos certo, eu chorando disse sim tio, mas, por favor, não fale com ninguém que me viu assim, ele falou tudo bem Daniela.

Titio então falou que foi a minha casa apenas para levar convites de seu casamento, eu pequei e agradeci, e ele falou se conhecesse a Daniela antes não iria casar, fiquei apaixonado por Daniela, eu sorri disse obrigada tio, espero que o senhor seja feliz, ao que ele agradeceu e disse posso vir sempre ver a Daniela, eu estava enciumada pelo casamento dele e disse venha sim tio sempre que quiser, ele falou virei sempre que souber que esta sozinha minha deliciosa sobrinha, respondi estou toda há dias sozinha tio, agora sou a domestica da casa, já que estou desempregada, ele então disse vou passar vir diariamente conhecer melhor vc Daniela, eu acho que fiquei vermelha e disse assim eu vou tentar acabar com seu casamento tio, e sorri maliciosamente. Mario é um homem lindo, gostoso, tem cerca de 1,80alt, pesa cerca de 80 quilos moreno, másculo, barba sempre por fazer, um corpo bem malhado, enfim um homem simplesmente delicioso, eu ainda não tinha descoberto que gostava de homem, mas este encontro casual mexeu com meu intimo e notei que estava com tesão por ele, quando foi sair eu me aproximei para abrir a porta e ele beijou meu rosto de um lado, quando foi beijar do outro eu dei meus lábios e ele beijou com tesão, enfiando sua língua na boca, fiquei sem saber o que fazer e entreguei minha boca a aquele beijo delicioso, meu primeiro beijo como femea, abraçou-me a acariciando minha bunda que estava protegida por uma bermuda, me beijou com prazer e eu correspondi, ai ele se afastou me olhou nos olhos e disse que delicia de femea vc é Daniela, amanha volto me espere como mulher, quero vc somente para mim.

Quando ele saiu sentei e fiquei pensando no que aconteceu, meu tio que respeitava tanto me viu vestida de lingerie e camisola, na saída beijou meus lábios com tesão, por duas vezes, fiquei de pernas moles com o beijo dele, e agora ele virá amanhã será que sou mesmo gay, não é fetiche por roupas femininas e sim tara por macho? Os pensamentos eram muitos e o dia passou, não fiz meus afazeres direito e cuidei das roupas intimas de Marlene, minha irmã para ela não desconfiar do uso que eu dava para suas roupas intimas, a noite mal conseguia dormir, entreguei o convite de casamento do tio Mário, e comentaram muito sobre a possível festa e sobre a noiva uma mulher loura bem gostosa e tesuda segundo meus familiares. Como não conseguia dormir minha irmã que dormia ao lado da minha cama, perguntou o que esta acontecendo que vc não dorme irmão, eu falei nada não, ai ela levantou-se e sentando na beira da minha cama, me olhou nos olhos e disse Daniel sei que vc usa minhas lingerie isso é perigoso e se alguém da família te vê assim? Quis negar ela disse eu sei, eu vejo as roupas saírem e voltarem passadinhas, irmão vc é gay eu falei não sei o que sou Marlene, somente sinto fetiche em usar roupas femininas, ela falou, venha vista uma roupa de dormir minha, quero ver seu corpo, e me deu um conjunto de lingerie rosa choque lindíssimo, eu vesti ela ficou louca pelo meu corpo, que delicia de bunda vc tem irmão, e os seios como são grandinhos, deliciosa querida irmã vai ser a Daniela da casa, sorriu, falando agora coloca uma camisola, eu obedeci e ela falou vc fica linda amor, vou comprar adesivos para vc prender o pau, e sempre que estiver sozinha pode ser a Daniela vou te ajudar, eu falei sabe aconteceu uma tragédia hoje, e contei sobre o tio Mario, ela falou agora já aconteceu amor, ele será discreto vais ver vou falar com ele ok, eu disse não ele já me prometeu isso, só que ele quer vir aqui amanhã.

Marlene ficou preocupada, e falou amanhã vc sai e não se encontra com ele vai querer sexo e vc não esta preparada para isso amor, eu falei eu quero ver ele mais uma vez como Daniela, então ela falou iiiiii então a coisa esta adiantada não é, eu sorri e disse apenas uma vez, sem sexo quero ser admirada, ela falou ele é um lindo homem delicioso não é Daniela, nunca tinha pensado em homem o beijo dele me fez ter a certeza que quero ser mulher mesmo Marlene, ela estava preocupada e disse tudo bem vamos então arrumar um traje para vc esperar o Mário amanhã amor, venha vamos escolher juntas, pegou um short lindo branco, uma camisa de cetim branca e um conjunto de lingerie preto, eu falei vai aparecer o soutiens através da camisa ela falou este é o objetivo querida irmã, e deu um conselho não deixa penetrar vc no primeiro dia, seja difícil amor, eu agradeci e disse saber me proteger amor, apenas carinhos afinal ele é noivo.

Neste momento ela me abraçou dizendo vc ainda vai sofrer muito neste mundo querida irmã, olhou meus olhos e beijou meus lábios neste momento fiquei com um tesão enorme e abri a boca e recebi sua língua louca brigando dentro de minha boca, chupando minha língua, beijando meus lábios eu fiquei mole e ela me deitou na cama e deitou sobre mim, beijou meu corpo todo, me virou de bruços e lambeu minha bunda enfiando a língua no meu cuzinho eu pulei de prazer e gemia feita louca, até que gozei na calcinha e na cama, ela então se esfregando a buceta na minha bunda gozou muito, molhando minha bunda toda de prazer, com o suco de sua buceta deliciosa, assim dormimos a noite toda abraçadinhas. Apenas a ouvi dizer, desista de encontrar o tio amanhã que serei marido e mulher, sendo vc a mulher, eu disse adorei vc me chupar irmã vou adorar ser sua, amanha a noite resolveremos como será nossa vida dai em diante, prometo me preservar para vc linda,

No outro dia logo cedo Marlene me beijou antes de sair para o trabalho e recomendou muitas coisas e quando todos saíram fui preparar a Daniela para receber meu paquera, vesti tudo que ela deixou, prendi o cabelo em um rabo de cavalo, o cabelo é comprido, coloquei uma sandália de salto, usei a maquiagem que ela deixou e enfim estava pronta para receber a visita de meu tio gostoso. Quando ouvi o toque da campainha na porta, fui abrir antes ajeitei minha roupa olhei no espelho e me vi linda e deliciosa, abri a porta e vi aquele homem maravilhoso entrando, fechei a porta e senti o abraço que ele me dava dizendo vc é lindíssima sobrinha, que deliciosa vc é, eu falei pena que o senhor vai casar não é tio, então falou com sua noiva que viria ver sua sobrinha, ele sorrindo me abraçou e beijou minha boca, enfiando sua língua na boca como fizera Marlene, ai que delicia ficou mole e sentamos no sofá e ele falou sim vou casar não tenho como voltar atrás a menos de 10 dias do casamento, mas estou louco por vc mulher, falou, por favor, de uma volta me deixa-te ver inteira querida, eu levantei e desfilei para ele ver, quando olhei seus olhos estavam saltados com um olhar de tarado, eu falei tio sou eu sua sobrinha, por favor, diga algo, ouvi o falar vc é deliciosa, se tivesse como eu desisto do casamento e caso com vc, perguntou seus pais sabem que vc é uma mulher linda e deliciosa assim, eu falei não tio, apenas Marlene a sabe já desconfiava, mas agora tem certeza que sou mulher e apoia minha escolha, e sabe que o senhor viria aqui hoje, ele ficou preocupado e disse deixa eu te fazer mulher, falei tio apenas estou recebendo o senhor como me pediu nada, além disso, e ouvi, mas vc se entregou a meu beijo e agora quero comer vc linda minha, eu disse tio, posso ser sua sobrinha, posso e quero estar sempre com o senhor, mas somente carinhos sem penetração, apenas carinhos e amor, sexo somente se o senhor não se casar.

Neste momento me abraçou e quase chorando beijou meus lábios, e acariciou meu corpo, adorei cada caricia estava louca para ser dele e com jeito tirei seu pau para fora da calça e quando vi aquele enorme pau, fiquei de boca aberta e o beijei, a cabeça do pau parecia uma maça, era grosso e duro como uma rocha lambi sua extensão e abri bem a boca tentando engolir aquela cabeça, foi difícil consegui colocar aquela cabeça enorme na boca, ele gemia e eu chupava com sofreguidão, até a que senti o lubrificante sair do pau e preparei a boca para receber a porra deliciosa do tio, quando a cabeça inchou saiu uma quantidade enorme de porra e tentei, juro que tentei, mas não consegui engolir toda aquela porra uma parte escorreu e depois de engolir tudo eu lambi o restante e engoli tudo ele ficou super. feliz, neste momento ele tirou minha roupa e me beijava o corpo todo, ate que me deixando de bruços, lambia meu cu, e colocou saliva no meu cu e encostou o porrete no meu cu, senti quando o cu se abriu como uma flor, não uma flor qualquer mas parecia um girassol de tão aberto ficou meu cu, e o pau entrou, estourando tudo o que encostava pelo caminhão, tirando minhas pregas, meu cu sangrando e o pau entrando ate que ele gozou novamente me enchendo o cu de porra eu desfaleci e ele também de tanto prazer.

Quando voltei ao normal eu falei pronto tio já sou mulher, agora vai embora se case e seja feliz, por favor, nunca mais me procure tenho o que queria o cu todo arrombado pelo seu pau, agora serei feliz com as lembranças que tenho deste dia, obrigado Tio Mario vou aceitar ser mulher da minha irmã sei que seremos felizes as duas, e o senhor será feliz no seu casamento, estarei na igreja vendo sua união, ele então disse vou embora sim, mas também vou ficar com este dia em minha memoria como o dia mais feliz de minha vida.

À noite contei para minha irmã tudo o que ocorreu e tomei a maior bronca da vida, mas fi-la entender que precisava experimentar um pau antes de aceitar o pedido que me fez, e com muito amor e carinho ela aceitou minhas explicações e beijando minha boca me fez a mulher mais feliz do mundo, ai ela quis ver meu cu como estava ficou brava e louca de raiva quando viu o estrago que o pau dele fez no meu cu, disse que tinha vontade de matar aquele tarado, foi correndo a farmácia, comprou pomadas cicatrizantes com aplicador, pomadas analgésicas e fez um curativo com bastante carinho e amor, me senti querida e amada, nossos pais estavam na sala preocupados ela disse que me machuquei no jogo de futebol e aceitaram.

Naquela noite ela me fez juras e mais juras de amor, disse que iria comprar um enxoval de mulher para mim, e que todas as roupas dela poderiam ser usadas por mim, no sábado iria me levar à cabeleira dela para acertar um corte feminino no cabelo, depilar meu corpo todo inclusive o pau e cu e resolveu que teria de falar com nossos pais minha escolha sexual eu fiquei preocupado aceitei afinal não teria como enganar por muito tempo. Após ir cuidar do cabelo e depilação me vestiu com uma roupa nova lindíssima e me deixou no quarto sozinho, foi até a sala e falou com meus pais assim, quero que vcs saibam que tem duas filhas mulheres, meu pai disse como ela falou o Daniel se transformou em Daniela e esta linda e feliz com esta escolha, minha mãe começou a chorar, papai ficou puto e começou a falar mal, até que Marlene me chamou e disse venha Daniela venha deixa nossos pais te conhecerem, entrei na sala morrendo de medo, minha mãe toda chorosa me abraçou e beijou meu rosto, falando como não percebi querida, como deve ter sofrido vou sempre te ajudar linda, e papai todo machão disse eu já tinha percebido que a bunda dela não era de homem, e as tetas eram grande demais, ai Marlene falou por isso quando Daniel passava o senhor sempre ficava de pau duro não é mesmo papai? Ele disse ninguém é de ferro filha. Marlene falou sabe mamãe eu vou ser o macho e protetor dela espero que vcs entendam, eles me olharam assustados como filha, eu disse sendo o macho dela e pronto porra. Ou aceitam ou vamos morar em outro local, já tenho um apartamento hoje alugado e mudaremos assim que possível, eles disseram não filha fiquem aqui queremos apenas a felicidades das duas, e ficamos todos felizes, nos abraçamos os quatro e senti o pau do papai duro como vi o do tio Mario, naquele dia.

No dia seguinte seria o casamento do Tio Mario, e minha dona resolveu e combinou com nossos pais que eu iria produzida de Daniela, já que eu tinha de ser apresentada a família, seria a ocasião ideal para isso, fomos ao salão de beleza, meu cabelo estava lindo Chanel, usaria um vestido cor champanha de seda longo, com uma abertura do lado que ia desde a cintura até a barra assim quando dava o passo à perna ficava toda exposta, em cima a abertura ia até cintura, eu iria sem soutiens aparecia apenas às tetas pequenas e durinhas, minha bunda sobressaía naquele tecido delicioso. Um salto bem alto bem fino e lindíssimo preto. Ela colocou em meu pescoço e brincos um colar combinando todo de prata com brilhantes (falsos) lindos, me senti a mulher mais linda do mundo, adorei minha produção Marlene estava lindíssima também, papai quando me viu falou nossa que delicia filha, vamos chocar a família tenho certeza que não serei apenas eu que estarei com tesão por vc, todos são tarados, vão te amar, cuidado filha Marlene falou não se preocupem sei cuidar da minha mulher.

Papai então sorrindo disse egoísmo é pecado filha, divida ela comigo e com sua mãe, afinal somos uma família não é, ela sorrindo disse vou pensar seus tarados por enquanto ela é somente minha. Ao chegar ao casamento entramos na igreja e ficamos sentados atrás todos os parentes que chegavam cumprimentavam e me olhavam admirados, sem me conhecer, até que alguém perguntou a papai quem eu era e ele falou meu filho Daniel, agora Daniela, ai o murmúrio correu pela igreja, nos quatro sorrimos muito, quando o noivo chegou e ao entrar me viu estava bem perto da passagem lateral do banco, ele ficou branco e extasiado me olhando fixamente, foi para o altar, após a cerimonia houve uma festa em um salão de festas, todos queria cumprimentar minha família e os noivos também vieram no momento certo. O tio me abraçou e disse no ouvido a vida toda vou me lembrar daquele dia, eu respondi eu também, Marlene se aproximou levando-me para longe, ficando brava comigo dizendo vai querer me trair sua putinha, eu sorri e disse tinha de cumprimentar o noivo amor.

Como admitimos minha mudança logo deixei de ser assunto na festa e fui tirada por meus tios para dançar e sentia os paus deles na altura da minha barriga, descobri que na família são todos tarados por sexo, eu a novidade queria se aproveitar de meu corpo dançando, e me soltava em seus braços e eles se aproveitaram quem estava quase gozando era eu por ser desejada, minha irmã também dançava e disse que os tios todos tentavam se encostar ao máximo, caso a gente deixar nos comem no salão mesmo, o noivo tentou se aproximar minha irmã me tirou de perto dele. Meus tios todos disseram que deveríamos nos ver mais afinal família tem de ser unidas, de meu pai depois disse estão loucos para comerem vcs, mas antes de vc ser deles terá de ser de seus pais, Marlene disse estou pensando ainda vou falar com a Daniela esta noite papai promete, mamãe me olhava com, de quem esta morrendo de desejos, ao entrar em nossa casa falou vamos ter de colocar uma cama de casal no quarto das duas, mamãe falou amanhã providencio tudo, inclusive roupas de cama, quero deixar este ninho bem gostoso afinal seremos uma família bem feliz não é filhas.

Quando entramos Marlene falou sabe Daniela tem coisas que vc não sabe, e preciso lhe contar e vou fazer isso hoje, e falou assim: eu e nossos pais fazemos sexo há anos desde que eu tinha 15 anos veja já estou com 23, por este motivo nunca tive namorados, me satisfaço com os dois, mamãe e ama, ama o papai e eu também os amo, possuo mamãe que me possuem quando quer, nunca temos restrições entre nos, ai conhecia a Daniela e me apaixonei e deixei claro que vc é somente minha e eles acham que não é justo e querem que sejamos quatro pessoas sem donos, quem quiser come possue ama e satisfaz a outra sem segredos sem mistérios, sem sentimento de posse, ninguém é de ninguém e todos são um do outro, quando e sempre que quiser e tiver tesão, quando vc saia, para estudar ficávamos pelados o tempo todo, sempre que posso sem que vc soubesse eu dormia com eles por isso aquela cama grande daquele jeito, e eles querem vc junto dizem que na cama cabem quatro.

Eu respondi eu quero vc Marlene venha me amar e ela veio me beijou, me chupou, chupou meu cu, e eu chupei sua buceta fazendo-a gozar bem gostoso, ficamos conversando para um merecido descanso, e ela falou quando vc dançava e aparecia sua perna através da abertura do vestido, vi homens correndo ao banheiro para se masturbar, vc estava maravilhosa, e conversamos sobre tudo, sempre sendo beijada, falei quero voltar ao assunto de nossos pais, ela falou sim o que quer saber, e eu falei, como é o pau do papai, como é a buceta e cu da mamãe, como é tudo enfim, e Marlene falou esta ficando com tesão não é sua putinha, eu disse sim estou curiosa, e falou assim o pau de papai é delicioso grosso muito grosso, mas deve ter uns 19 cm, satisfaz qualquer mulher, no seu cu acho que vai doer muito no inicio pela grossura dele, não precisa o deixar penetrar basta participar, e mamãe é simplesmente deliciosa ela tem cheiro de sexo, cheiro de mãe apaixonada, tem uma buceta lisinha e depiladinha eu cuido da buceta dela há oito anos, e seu cu é lisinho também e adora ser chupada e penetrada por papai e chupa uma buceta como nunca fui chupada, e agora vc entra em nossa vida e me apaixono e não sei como fazer com eles, pois eu os amo também, mas não vou abrir mão de vc minha deliciosa irmã.

Falei Marlene quero fazer parte desta família louca por sexo não vou estragar esta delicia que vc tem há oito anos, vamos ao quarto dele me apresente, ela falou vamos primeiro deixar eles curiosos, amanhã vamos amar e ser amadas por eles, seu pau pode comer uma buceta ainda irmã, eu disse sim amor, vc quer ela disse sim amor, eu então enfiei o pau na buceta dela e gozei no funda dela, ela gemia e pulava de prazer dizendo mamãe vai amar ser possuída por vc sempre reclama da grossura do pau do papai, agora vai ter alternativa e que alternativa, dormimos felizes, pela manha fui arrumar o café da manhã apenas de lingerie, e Marlene anunciou vejam minha mulher que delicia papai e mamãe ficaram encarando meu corpo e ela anunciou esta noite estará à disposição de quem quiser comer ou ser comida por ela, vai ser delicioso nos quatro fodendo, mamãe falou melhor não ir trabalhar vamos nos amar agora amor? E ela disse nada disso mamãe eu e papai não iriamos pode faltar do trabalho e somente vc ficar não é justo, papai falou filha a noite ela será nossa deixa sua mãe se satisfazer durante o dia, somente peço que quadre energia para a noite e saíram, mamãe ficou em casa, foi ajudar com a louça ai ela falou Daniela porque não falou comigo que queria ser mulher eu teria lhe ajudado, eu disse mamãe eu também não sabia foi tio Mario que despertou este desejo em mim, e contei tudo a ela, que disse que fdp, mas pelo menos trouxe vc ao nosso mundo, foi útil e vc gostou de tomar pau no cu eu me descobri mãe e estou sendo muito feliz com Marlene, prazer direto todas as noites.

Assim que terminamos nossos afazeres na cozinha ela me pegou pelas mãos e conduziu-me para o quarto chegando foi tirando meu soutiens e beijando os meus seios, e depois tirou minha calcinha e beijou meu corpo todo, quando chegou ao meu pau que tem 17 cm e grossinho, ela caiu de boca e o chupou com muito prazer e gozei em sua boca enchendo de porra que foi engolida por ela com prazer, depois ela deitou-se a meu lado e pediu para eu chupar sua buceta eu o fiz realmente é uma buceta deliciosa cheirosa com cheiro de hidratantes e como disse Marlene cheiro de mãe, uma delicia adorei a chupada e ela gozou em minha boca varias vezes e eu tomei todo o sumo que saiu daquela buceta deliciosa, ficamos descansando algum tempo ai ela falou amor será que vc ainda aguenta foder minha buceta, ela esta desejando isso, eu mais que depressa coloquei o pau naquela deliciosa buceta e a fodi por uns 20 minutos como demorei a gozar ela enquanto isso gozou umas oito vezes, quando gozei ela estava semi desmaiada, depois feliz ficou acariciando meu corpo e beijando meu corpo todo, minha boca, ai fomos preparar nosso jantar para nossos donos, estávamos felizes, realizadas e satisfeitas.

Quando chegaram Marlene correu me beijar perguntando como foi o dia eu contei tudo nos mínimos detalhes ela feliz disse sabia que iria amar nossa mãe é maravilhosa, papai disse espero que possa comer minha filha tranquilamente esta noite, e beijou minha boca com muito tesão eu falei quer agora papai, ele disse quero sim filha venha, e fomos os quatro para o quarto mesmo antes do jantar, papai então foi tirando a roupa vagarosamente, e eu também tirei primeiro a camiseta, depois o short e depois o soutiens, ele me olhava e eu o olhava, quando tirou a cueca eu estava apenas de calcinha, fiquei de pé parada admirando o pau duríssimo de papai não era um pau qualquer, era enorme e o que impressionou foi à grossura, que pau enorme, que delicia de cacete, eu sabia que não iria aguentar ele no cu fui para a cama e fiquei de bruços esperando o macho, e ele veio beijou minhas costas, meu pescoço eu me arrepiei e falei pai não vou aguentar este cacete no cu, ele pediu para mamãe pegar o ky e lubrificou bem o meu cu e passou muito no seu pauzão, e veio para cima de mim, eu preparei meu corpo para o sacrifico, quando senti a cabeça na porta do cu o calor subiu para meu corpo todo, e pensei agora vai arrebentar todo meu cu de verdade perto deste cacete o pau do tio Mario é fichinha e o pau entrou cabeça, senti quando explodiu a porta do cu, e ele foi penetrando bem devagar, bem paciente, minha irmã ao lado olhava de perto, minha mãe também, ambas aflitas com medo de machucar demais, e o pau continuava eu chorava quietinha, e aquentei a penetração chorando sem fazer barulhos e o pau entrando, e eu chorando até que senti o saco batendo na minha bunda e ele falou filha minha heroína, que delicia de cu filha, e falou vou esperar para te foder bem gostoso delicia de filha eu pedi fode pai goza na sua filha goza, e ele fodeu com como fodeu, gozei muito pelo cu, lavei o lençol de tanto gozo, ele encheu o meu reto de porra esperei amolecer e sair sozinho ai ele beijou meu rosto e Pediu. Desculpas pelas dores, e falou elas vão cuidar de seu cu filha, acredito que somente doeu na primeira vez, acho que não vai mais querer foder com papai, eu abraçando-o disse pai, foi maravilhoso ser possuída pelo senhor, vou querer sempre ser sua pai, obrigada por me fazer mulher, agora a sua mulher, a mulher da família, afinal somos uma família unida de quatro pessoas lindas e deliciosas, amo todos, seremos sempre felizes meus amores.

Vou parar por aqui afinal mesmo sendo um romance ficou longo demais, ainda tenho que contar como foi daquele dia em diante, como foi com meus outros tios e tias tarados, minha vida toda daquele tempo até hoje é de muito sexo em família, se quiserem peçam que escreva contando tudo.

DANIELA

[email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
07/08/2017 13:16:53
Daniele você lembra a minha Cdzinha que namorei . Deve ser linda gostosa ...
07/08/2017 13:15:42
Amei , lindo Conto ... deve ser linda ...
06/08/2017 02:46:48
Continua!!!!!

Online porn video at mobile phone


xvideo ela esguichou porra quando cumi o seu cuxvideos encetos brother setermeu padrasto me iniciou na zoofiliaa Ponta Grossa entrou todinha na tabaquinha delacontos eroticos..minha prima me fez virar viadooooEsposa putinha mostrando abcta pela boca d shortimae da a buceta pra.compagar divida do filho contos eroticosmenina e padrasto no sofa ela aproveita da bebedeira dele e tranza gostosonegro favelado em zdcontis eroticos brincando de pique de esconderquadrinho erotico carnaval noraconto erotico de carol cavalapornocaseirogosandodentromulheres que gostam de ser encostada no ônibus contosswing video mulher beija depois de levar gozada na boca de outromulher com aberada da buceta toda esticada pra filha verXVídeos sobrinho comendo assistir Superboypornodoido se surpreendendo com pal do irmaocontos eroticos so no cuzinho da gordinhafoi sentar no colo do tio sem calcinha e levou ferrovedio caseiro minha conhadsa da pro cachorro. seox .vidio pai con pau duro cilocando..na fikiapica hxh belem paraContos mendiga pornomtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1historias eroticas gaysegurança negrocontos erotico de casadas traindo ele e cupado.14 centímetros conto heterolucie fodedeocontos eiroticos leilapornminha esposa amamentando o vizinho pornôindiazinha dormindo deixa ser penetradaMulheres Gostosa com shordinhos bem curtos xvideo decks ja jantar filho come a mãe e pai come a filiabiba boqueteras pornomeninas crescendo peito e cabelo na pepequinhaxviseos velhos flagados estrupandocontos eróticos dona mariaxvideo chapeuzinho Vermelha no bosquerelatos eroticos gay padrescontos eriticos minha sogra levo ninha rola grandecontos eróticos dona mariaconto cracudo noiado gay contoxxxvideospornor gay com dotados gozando gostozocontos eiroticos leilapornchule contoconto novinha no celeiro zoofiliacachorro pisudo fudendo mulher no matocasa dos contos tema scarpassou a mão na rola do padrastodormindoconto erotico gay vovo deu leite pro netinhofotos com menininhas de vestidinho distraidas deixando ver a bucetinha por baixo do vestidoencoxando a magrinha contosbranquela teve a bunda arronbada pelo negao a porra coreu ate o chaoconto erotico meu padrasto sustentando minha buceta com leitinho desde novinhaConto erotico fui enrabada por 5machos a forçaporno caseiro amiga não acredito q o pau do meu marido é grande e pago pra vercunhado comendo sua cunhada gostosa de calcinha fio-dental e bigodinho da periquitamae do meu amigo gostosavidecontomorenaboaconto erotico com marido velho coroa grisalhoSou tarado por beijar pezinhos com rasteirinhasbaixar vídeo pornô pai pega filha comendo o c* dela ela grita de dor pede que não iria estoque o c***** delamarido esposa procuran outros casais para faser cuingueporno entre irmao gay o maiorcome o cu do outroxvidio ela mete muito ki abuceta.chega morder o casetewwww.xviso. .como disocontos picantes: cutucando o cuzinho da enteadinhacontos eroticos campingmeu professor de natacao me comeu gay contopeguei minha mulher com outra muler meti o piru naquela cachprra