Putinho da Família 5 - Tomando Leitinho Matinal

Um conto erótico de Putinho da Família
Categoria: Homossexual
Data: 09/06/2016 15:25:32
Nota 9.82

No dia seguinte, meus primos estavam fazendo muito barulho logo cedo, abri o olho e olhei a hora no celular ainda eram 7:30 da manhã, tamanha algazarra acontecia porque todos se preparavam para ir a praia, Beto ao me ver olhando a hora, me chamou para irmos a praia, disse que todos iriam, inclusive minha avó e meu teu Roberto, respondi dizendo que não iria porque estava com muito sono preferia ficar dormindo, e realmente estava, já que sai do quarto do meu tio João já eram mais de 3 horas da madrugada. Depois de mais ou menos 10min, todos saíram e eu voltei a dormir.

Depois que estava num sono bastante pesado, ouvi uma voz longe:

- Acorda, veado! Acorda!

Achei que estava sonhando e tentei continuar dormindo.

- Vai acordar ou não, seu putinho? Ou quer que te acorde na porrada? – A voz continuou.

Acordei desorientado, atordoado sem entender direito o que estava acontecendo, estava deitado num colchão na sala, olhei ao redor pra ver quem falava aquilo, mas não encontrei ninguém, olhei o celular e vi que já eram 9:45 e novamente ouvi a voz:

- Vai dormir o dia todo, veadinho? Vem aqui, anda!

Na casa da minha avó, a cozinha é estilo americana, me inclinei um pouco no colchão para olhar por cima do balcão e vi meu tio João sentando numa cadeira, do lado oposto, encostado no balcão, consegui ver apenas sua nuca da sala, foi ai que as ideias se organizaram na minha cabeça e entendi o que estava acontecendo. Não respondi nada, apenas me levantei e fui em direção a cozinha. Quando passei pelo balcão, vi uma cena que me arrepiou dos pés a cabeça, meu tio estava nu, sentado na cadeira com as pernas abertas enquanto tomava o seu café da manhã. Quando me viu entrar na cozinha falou:

- Pensei que não ia acordar mais... Vai, fica de quatro aí e cai de boca pra tomar seu leitinho da manhã enquanto tomo meu café.

Imediatamente, fiquei de quatro que nem uma cadela e fui em direção aquele pau gotoso, abocanhei e comecei a chupar com gosto, sugava com força e não demorou muito logo ficou duro na minha boca. Chupava e olhava para meu tio, que dava uma mordida num pão, um gole no café e continuava normalmente sua refeição.

- Tu gosta de rola mesmo, né moleque? Já começa o dia mamando minha pica, tem que gostar muito mesmo.

- Gosto sim, tio! Gosto muito! Ainda mais sua pica que é uma delicia! Promete que vai me dar leite todo dia, tio, por favor... Que vai me amamenta todo dia.

Plaft! Levei um tapão na cara.

- Desde quando eu tenho que te prometer alguma coisa, veado? Já falei quem manda aqui, num já falei? Tu vai cair na minha vara quando eu quiser, sempre que eu quiser e a hora que eu quiser. Mas como já te disse, vou te manter abastecido de leite, ao contrário de você, eu sou um macho e macho tem palavra. Continua mamando, vai! Mama gostoso! Capricha na mamada que já já vou te recompensar, já que tu dá tanto valor a meu leite. Preciso nem dizer que é pra tomar tudo, né?

- Não, tio... Precisa não, eu já ia tomar mesmo, seu leite é uma delicia, quero tomar tudo.

Meu tio deu uma gargalhada em tom de deboche dizendo:

- Mas é muito puta mesmo, ainda diz que acha minha porra gostosa. Vai, então chupo gostoso, chupa com força, rápido que vou dar uma leitada direto na tua garganta.

Obedeci ele e comecei a chupar rápido, com força. Meu tio começou a se contorcer na cadeira, a gemer cada vez mais alto e percebi que logo ia ganhar meu leitinho matinal.

- Ahhhhhhhhhhhhhh... Que deliciaaaa!!! Chupa, puta! Toma teu leitinho, tomaaaa... Ahhhhhhh!!!

Enquanto ele gozava, acabei gozando também, gozei bastante no chão da cozinha.

- Gostou, cadela? Gostou de tomar o leitinho do tio? – Falou debochando.

- Adorei tio, delicia de leite. – Falei rindo com uma cara de safado lambando os lábios.

- Agora limpa isso aí no chão antes que fique manchado.

Me levantei para ir até a área de serviço para pegar um pano de chão para limpar minha porra, quando meu tio perguntou:

- Vai pra onde, veado?

- Pegar um pano tio, pra limpar o chão.

- Pano porra nenhuma... Tu num gosta de porra? Abaixa ai e limpa com a língua.

Abaixei e comecei a limpar minha porra com a língua e ele me sacanendo e me esculachando, deixei tudo limpinho e fui para o banheiro tomar banho.

Quando estava tomando banho, ele entrou no banheiro e falou:

- Afasta aí, putinho, que vou tomar meu banho, fica aí apreciando um macho tomar banho e quando eu acabar você toma seu banho.

- O senhor me dá muito tesão, tio.

- Eu claro que eu sei disso, claro que um macho vai dar tesão para um veadinho mamador, disso eu não tenho dúvida.

- Tio, o senhor pode me dar mais leite a noite antes de eu dormir, pra eu dormir amamentado?

- Não, hoje mais não... Já tomou o seu leite do dia e a noite eu vou estourar uma buceta. Vai ter que esperar para o próximo final de semana pra tomar leite de novo, já que você vai embora amanhã.

Fiz uma cara de triste, mas não questionei ele.

- Próximo final de semana é teu aniversário né?

- É sim, tio!

- Então próximo final de semana te dou uma atenção especial pra você ter um feliz aniversário regrado a muita pica e muito leite.

- Ta bom, tio! Já to contando as horas e tenho certeza que vai ser o melhor aniversário de todos.

- Muito puta mesmo, contando a hora pra levar pica e leite. – Falou com sorriso sarcástico. – Vai, toma teu banho aí, veadinho do tio, que eu já acabei. – Falou saindo e dando um tapinha na minha bunda.

Na hora do almoço, todos chegaram da praia e eu estava deitado, na preguiça. Todos almoçamos e durante a tarde, tudo ocorreu normalmente, brincadeira entre primos, conversas, risadas. A noite foi chegando e começamos o revezamento para todos tomarem banho antes do jantar, já que havia apenas um banheiro na casa. Meu tio João foi um dos primeiros e logo se arrumou e saiu todo perfumado, com certeza pra comer a tal buceta que ele havia falado. Beto estava no banho e logo em seguida saiu para ir se trocar no quarto do tio João. Fingi que não tinha visto meu tio sair e entrei no quarto como se estivesse procurando ele para aproveitar a oportunidade e ver o Beto peladão. Quando entrei no quarto, ele tava sentado na beirada da cama socando uma punheta e tomou um susto quando entrei.

- Puts cara! Foi mal aí! Vim falar com tio João, não sabia que você tava aí. – Falei.

- O tio saiu! Tava dando uma aliviada. – Falou rindo, sem constrangimento.

- É... Deu pra perceber! – Falei rindo também.

Fiquei olhando fixamente para o pauzão dele, que não era maior que o pau do tio João, apesar de ser grandão também, mas era mais grosso, muito grosso. E olhando fixamente para o pau dele e desejando, falei:

- Delícia!

- Delícia? – Perguntou ele fazendo uma cara de espanto como se não tivesse entendendo.

- É cara, delícia dar uma aliviada quando a gente tá com tesão né? – Falei disfarçando.

- Ah sim! È mesmo! Mas relaxa, depois continuo!

Entendi aquilo como se ele não tivesse a vontade pra bater na minha frente e nem tava afim de bater uma comigo, que era o que eu queria, então falei:

- Que nada, cara! Relaxa, fica aí dando tua aliviada tranquilo, que eu vou lá pra sala, só tranca a porta pra ninguém entra e te flagrar com esse pauzão na mão apontando pra o teto. – Falei rindo.

- Ta bom, pode deixar! Valeu aí!

Sai do quarto, mas minha vontade era ter ficado ali, agachado e ter caído de boca naquele pauzão, mas como não senti abertura pra isso, preferi não arriscar.

Em seguida, nos jantamos e ficamos todos juntos jogando papo fora, nós meninos ainda jogamos um pouco de vídeo game e por volta da meia noite, fomos todos dormir. Meu tio João ainda não havia chegado. Me dava uma raiva só de pensar que naquela hora, uma vadia deveria estar ”sofrendo” naquela vara gostosa. Mas aos poucos comecei a adormecer e quando estava naquele cochilo ainda leve, ouvi a porta da sala abrir. Fingi que ainda estava dormindo e vi que era o tio João chegando. Abri só um pouco o olho pra ver se ele já tinha saído da sala e vi ele olhando pra gente no escurinho como se tivesse procurando algo. E tava mesmo, tava me procurando. Chegou perto de mim e me catucou com o pé. Fingi que estava acordando e olhei para ele. Ele fez um sinal com a cabeça, apontando para o lado do quarto dele e seguiu pra lá. Me levantei e fui em direção ao quarto dele, ele estava sentado na cama tirando o tênis, em seguida tirou a camisa e sentou na cama ainda de jeans, encostando-se na parede.

- O veadinho foi dormir cedo hoje?

- Pois é... Ontem eu tinha uma coisa gostosa na boca pra me manter acordado até mais tarde, mas hoje como não tinha nada pra preencher minha boca, fui dormir.

- Olha só como o veadinho ta ficando afoito, tá até respondendo o tio.

- E como foi o encontro hoje, tio?

- Foi bom demais, moleque! Que gostosa do caralhooooo! Passei quase 4 horas metendo naquela vadia. Pense como a bicha era vadia, rabão gostoso, bucetão suculento... Chupei muito o grelo dela, deixei ela doidinha e depois mandei ver na buceta dela, foi uma surra de pica pra ela nunca mais esquecer.

- Nossa tio, que delicia!

- Delícia o que? Comer uma buceta?

- Claro que não né, tio! Delícia imaginar o senhor arregaçando ela.

- Logo vi que tu não ia achar buceta gostosa né? – Falou rindo. – Dei duas gozadas nela, uma no cu da puta e uma na boca. Mas acho que ainda tem um retinho de leite. Quer sugar o restinho do leite que ainda tem? Pra tu passar a semana desejando o leite do tio aqui?

- Claro né, tio! Tem nem o que perguntar... Vou estar sempre com vontade do deu leite.

- Então vem, veadinho do tio, vem mamar minha pica e aproveita que o tio ta bonzinho hoje.

Comecei a mamar novamente, apenas tirei o pau dele pra fora da calça e abocanhei, demorou um pouco mais do que o de costume para ficar duro, acredito eu por já ter gozado 3 vezes naquele dia.

- Ta sentindo cachorra?

- Sentindo o que, tio?

- Sentindo o gosto de buceta no meu pau? Se não vai provar uma buceta por bem, vai provar “por correspondência” sentindo o gosto na minha vara. Chupa, sua puta... Vadia! Cachorra... Engolidor de pica e de porra! Veado do caralho... Ahhhhhh... Que delícia! Não vou demorar pra te dar teu leite não, cadela! Vai, chupa rápido, já vou gozar... Ahhhhhhhhhhhhhhh... Tomaaaaaaaaaa... Delíciaaaaaaaaaaa.... Engole, seu veado!!!

Tomei meu leitinho todo, ele deu tum tapinha de leve no meu rosto e disse:

- Muito bem, sua putinha! Obediente do jeito que gosto... Não ia nem ganhar mais leite hoje e acabou ganhando... Tá vendo como seu tio é bonzinho com você? Pra você passar a semana esperando pelo meu leite na próxima semana.

- Obrigado, tio! Por ter me amamentado e me dado gagau antes de dormir, agora já posso dormir satisfeito. – Falei com um sorriso safado.

Sai do quarto e fui para o meu colchão na sala e já esperava ansiosamente pelo próximo final de semana pra saber qual ia ser o presente de aniversário que meu tio safado iria me dar.

Continua...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
06/01/2017 21:23:49
Muito bom!
Lx-
22/10/2016 07:57:45
Ser amamentado pelo nosso macho é muito bom.
08/09/2016 23:56:03
Nossa... tomar leitinho, hummm... piro nisso.
02/08/2016 19:15:29
muito bom, mesmo...
17/06/2016 13:40:44
...
12/06/2016 22:22:52
Coitado comeu outra e depois o outro chupou
10/06/2016 11:05:41
Amando o conto, muito, vc é maravilhoso escritor
09/06/2016 19:50:27
Gostei!
09/06/2016 19:21:34
Legal
09/06/2016 19:15:36
A parte 2 foi normalizada, quem quiser ler, só ir lá...
09/06/2016 19:13:01
Valtersó, infelizmente não posso mudar os fatos, já que trata-se de um história verdadeira, apenas estou descrevendo tudo o que aconteceu...
09/06/2016 18:00:50
SINCERAMENTE NÃO GOSTO DO TIPO DE COMPORTAMENTO QUE ESSE TIO TEM COM SEU SOBRINHO. ACREDITO QUE PODERIA SER DE MAIS CARINHO, MAIS ROMANCE ETC ETC
09/06/2016 15:44:17
Amei!

Online porn video at mobile phone


contos gay com barbeirosnovinha boa com o shorti aberdadohobby tocar punheta saradomamaezinha como vc é taradaContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar pes de primas novinhas com pes lindosvídeo pornô de novinha do grelo apertadinho obrigada a chupar a rola do Vandocontos eróticos meu namorado me amarroue vendou e chamo os amigosmorena de shortinho esfregando a Rosa do povo'contos irma criaçao fudendo namoradoXapeleta grosa nucu da loira xvideofilme pornô panteras tratei minha esposa mal só de raiva ela ficou com outromulher de caminhoneiro se masturba em casa sozinha contosbunda branca mole cavalgando na minha rrola no 1.xxxxvideo cuidadora nisseiContos me foderam muito por perder a apostaRelatos eroticos selvagemfiho pego mae rabuda dormindo sem cauzinha incestoxvideos mae filha. genrro historias veridicasnovinha deixa pirocudo gozar dentrodabucetascontos eroticos provocando meu cunhadoporno comeu a etiada que fazia pirasa so de chortinhoxivideos camila tematirinha de Filosofia na rola no cú de dona Florindacasa dos contos eroticos com sobrinhos chupador de bucetanovinha alemã da xana lisina abrindo a portaconto erotico de urso motoqueiro aregaçando o novinho saradinhoo chulé da minha amiga contos eroticosnao aguentei e comi minha irmazinha.contosxvideos ciririca de calça flextesaozinho de menina deixando o pai da amiga louco de tesaocontos eroticos menino esfolo minha esposavídeos.pornoscom pônei metendo pau monstruoso inteiroem mulher de quatronovinha perdendo avidadiloira com a b***** desenhada na calça jeans e o negão ponhando pau no meioencoxada casa dos contosmae mte como primo filla pega eles ke goso muito em filme de pornonegão coloca no c* do garoto rabudo contomirtes dando a buceta na igrejawww.xxvideo menina colegial mae calvolgandoconto erotico pingando um gel no rabo da maeconto erotico viadinho vestiu calcinha e shortinhogozou dentro da buceta e a mulhervnao queria no xvideosxividio ele trepa porcima dela a certa o cu delaver XVídeos delegada dando para traficante dando batompassando a mao na bunda da minda fotossibrinhas vatendo punheta pros tiios ate eles gosaremnegao arebentou as pregas do meu cu contosseja ativo dia 27 estarei vídeo pornô adoro que você vai vir te dariaconto erotico gay o policial e o garoto marrento #14conto fui comida por um cavalo pauzudoesfregando so na portinha deixando ela toda mijadinha xvidionegao nao guenta e entra no quato. dais finha dormindocontos eroticos - se o macho for cacetudoComo era as bucetas no tempo da minha avóvideo porno mulher trai seu namorado em roki e corno liga bem na hora qe ela ta no escurinhodeixo unegao desmarcado goza dentroprogamas de pessoas se pelando de pouco em pouco e se comedoXvideo.com Ruiva cavala de buceta e cu raspadinho fudendo com novinho picudo gozando dentroContos eróticos de incesto mamae gulosa mamando no pauzaos dos seus filhos e de mais cinco negao em um gang bangvídeos porno de bonecas de prático gigantesvideos pornoinsetos filho fodendo mae prensadaescravizada por chantagens contos eroticoscomebuceta irma outra irma prexaXVídeos coroas em carbono com pau do enteadover vídeo pornô da irmã novinha de 18 aninhos entubando com outro irmãoFoto picudo estotando a bucetinha da casadazoio filme antigo erótico animalescocontos eróticos minha mãe me fez perder a virgindaden resistir e dei o cu pra quele homem di pausao, contoporno novia nai aquetando 2 negro cunhada centa na rola do cunhadomulher do bocetao e cuzao cache pequeno bairros spcontos de sexo da tetêconto erotico/gay asistindo percy jacksonmãe e fode na hora da chupança bota filha de menor para chuparreaçoes ao olharem homes exitado xvideoXxvideo so a cabeci.ha nela dormindoxchamester vovôzinhocontos eróticos sequestro gayCachorro cumedor video zofilia pageempurando ate o talo na bucta peludinha xvvideosou encanador sexoA Rezadeira a virgindade da filha novinhalevei minha mulher ao medico pausudo e ele comeu ela na minha frentefui conheser minha sogra na hora do jantar e ela m passo a mao em baixo da mesa pornoaconto erotico esposa com os pedreiros