3) A Fazendeira dando tudo e o Boiadeiro comendo e se fartando

Um conto erótico de Divina Maquina
Categoria: Heterossexual
Data: 18/03/2016 06:12:00
Nota 10.00

Última parte de:

1) A Fazendeira e o Boiadeiro

2) A Fazendeira dando e o Boiadeiro comendo

Então, o caso segue com as intervenções diárias.

Fui para o quarto dormir, meu marido ligou avisando que chegaria no dia seguinte e que teria que busca-lo na cidade. Ele sempre viaja de ônibus, mas tranquilo.

No dia seguinte, acordei cedo, tomei banho me arrumei e tomei café. Chamei o capataz Marcão para ir comigo, não gosto de ir só, por conta de algum imprevisto. No caminho, ainda na fazenda avistei Roi, meu jovem amante nos aproximamos, parei a caminhoneta e disfarçando.

Falei com indiferença:

- Roi, não sei se dá tempo ir hoje na cidade, se não for possível fica para amanhã. É melhor resolver com calma.

Ele respondeu:

- A pressa é da senhora dona.

Seguimos viagem, conversamos de tudo no caminho, até de Roi, falou que era meio calado, o tempo passou e chegamos. Estacionei numa vaga.

Deixei Marcão na Rodoviária e fui andando para uma loja próxima, que vende artigos femininos, comprei 30 calcinhas de cores e estampas variadas, baratas, escrotas, que não cobreria nada quando as vestidas. Me senti uma gostosa e adorei.

Também foram 30 souteans, de péssimo qualidade, sem fazer pares mas eu consegui mais ou menos fazer conjuntos. Os tamantos variados, mas sempre menores que meu tamanho.

As camisolas seguem o mesmo padrão, comprei 15 as últimas. Me senti a pior rameira, feliz com o tesão aflorado. Molhei a calcinha só de imaginar quando usa-las.

Sai da loja e entrei numa loja de artigos de cozinha e comprei algumas coisas. Fui para a rodoviária e ele chegou uns 10 minutos depois. Me beijou na testa e entramos na caminhoneta. Ele foi dirigiu contou dos Contratos e outras coisas, de crise e chegamos. Continuo na caminhoneta e fomos dar uma olhada na fazenda , olhando os reparos que precisam, passamos por Roi e o outro, paramos.

Falei:

- Após o almoço vou precisar de vocês e apontei para ele e outro. Vamos na cidade.

Voltamos à fazenda descansamos e almoçamos. Ficamos na varanda e o chamei para o quarto, ele entendeu e disse que iria descansar.

Tomei banho e vesti as peças que comprei, um conjunto de estampas desencontradas amarelo e branco. Minha calcinha ficou úmida, olhei no espelho senti estremecer. Coloquei uma camisa e uma saia jeans. Prendi o cabelo perfume suave, um gloss e sapatilhas, estou pronta.

Peguei a caminhoneta e quando cheguei no local, disse:

- É melhor ir somente um senão pode acontecer algo com o gado.

- Então quem vai?

Ele se adiantou e entrou na caminhoneta, arrastei. Demos um tempo andamos até desaparecer dos olhres e parei. Ele me alisava por baixo, me beijou com volúpia e me apertava toda. O fogo me queimou, abriu minha blusa e viu o soutean que nada cobria.

Falou:

- Isso me matar, um negócio que não cobre nada.

- Fica mais provocante com os mamãos saindo todo.

- Tô com a pica querendo.

- Eles são durinhos fica bom na mimha boca.

E puxou para o lado o soutean e mamou mamou mamou e chupana os bicões.

Estremeci de desejo, queria esse homem me comendo em qualquer lugar.

Gemi e murmurei:

- Não tenho juízo de me encontrar com você, mas não consigo parar.

- Chupe todinho meus peitões que estão doloridos de desejos, vai meu potrão, mame mas, não treco soutean quero que o rasgue com os dentes depois.

Ele balançou a cabeca chupou chupou e ... mamou mamou que os bicões doíam. A respiração me faltava e ele me beijou. Melhor ir. Arrumei o soutean, fechei a blusa e fomos. O caminho todo ele puxando minha calcinha e me cheirando.

Comprei os materiais e seguimos para um Motel afastado, entramos. Descemos e ele me carregou no colo cheirando meu pescoço.

Entramos, um lugar pequeno com um banheiro mínimo. Ele nem ligou me abraçou e tirou minha blusa. Me beijou e desceu para os peitões puxou o soutean e chupou mordeu e amei.

Me afastei e ele sentou na cama, tirei a saia, a calcinha vagabunda me deixou sensual ele me olhou me comendo.

Falou:

- Cachorra linda, estou doído, de paixão.

Dei um riso e colei nele, o homem me bolinava em todo corpo, mordicava a barriga e os peitões. Ele queria tirar o soutean não deixei.

Fui ao banheiro me molhei e voltei com a langerie colada e transparente, aflorando uma extrema sensualidade vagabunda. O efeito era esse mesmo que queria provocar. O homem me avançou deixei. Uma mulher madura quando quer seduz um belo gênero masculino.

Em pé falei sussurndo:

- Tire com os dentes e cheire as peças.

Ele não consegiu desabotoar o soutean e rasgou o tecido frágil de péssima qualidade, os seios saltaram, pelos rasgos e me ofereci.

Disse:

- Isso macho me chupe e me coma agora.

Ele furioso agarrou - os e espremia os mamilos com tudo, gemi... um prazer imenso. Escorregou pelo meu corpo em direção a xoxota.

Eu disse rosnando:

- Chupe a buceta sem tirar a calcinha.

Ele tentou, mas a calcinha muito apertada não suportou a pressão, e quando puxou do lado ela arrebentou a tira do lado, ele caiu de boca e chupou chupou e gozei e ele lambeu tudo.

Me colocou na cama, deitou e fiquei com a xota na cara dele de costas e fizemos um gostoso 69, pica com gosto de suor de macho...grande e grossa. Chupei toda e ele varria a língua na minha xoxota. Ele me chupando com a boca e introduzindo a lingua no canal urrei.

Tava doida por uma penetração, uma pica quente me queimando a xana. Se acomodou me virou e me sentei da direção da pica, segurou a jamanta e... meteu a rola, entrou deslizando, senti a xana abocanhar a rola quase toda, foi no fundo e cavalgamos e pulei comvas mamas balancando e ele as vezes chupava.. até o gozo chegar.

Descansamos e tomamos refrigerantes com salgados. Assistimos o inicio de um filme porno bem abraçados. Não terminamos e os carinhos voltam.

Murmuro:

- Quero tudo, completo no cuzinho.

Ele me prepara com creme e me coloca escancarada de quatro na beirada cama apoiada nas almofadas. Penetra na xota e vai me cortando as paredes da vagina e mete... mete com a "bichona" afiada que conheço e gooozo.

Tira enfiia no rabo, me contraio, grande me contorço toda e ele segue metendo.

Diz:pecado não presentear esse rabão com minha pica.

- Rabo de égua, potranca no cio.

Leve palmada transpiro e gozo, ele continua enfiando e goza. Vou ao banheiro, nós trocamos e saimos do motel e ele ficou com as peças.

Sempre vamos há algum lugar resolver algo e transamos com muita tesão. As vezes é na propria fazenda no rio ou mata onde o provoco com gestos e ele entende. Bom mesmo é quando o marido viaja. Será que tem "uma" amante ou" um" amante?

Quando acontece dormimos juntos. Deixo a janela semiaberta. Fico assistindo TV e quando vejo ele passando, desejo boa noite a moça e vou para o quarto, sempre a partir das 22:30.

Certa noite foi assim. Entrei no quarto e, leve beijo. Tomei banho e coloquei um soutean laranja e preto, essa cor me favorece e a calcinha da mesma cor. Coloquei por cima um camisola vagabunda preta que mais mostrava do que escondia, e de salto alto.

Entro no quarto e ele me esperando na poltrona. Desfilo, ele se levanta e me abraça, senta na mesma poltrona e fico no seu colo. Tiro o seio do soutean e deixo ele mamar bem num, e depois o outro, mama como bezerro, fico louca. Me levanta e tira somente a camisola, e vamos pra cama.

Me beija ardorosamente e partimos para a batalha sexual, rasga a calcinha e o soutean e bota a pica na buceta muitas vezes ardidas de tanto ele comer, mas quanto mais arde mais tenho tesão, e me viro com a bunda escancarada e soca a pica, rasga a xoxotinha.

Depois vai para o cuzino e urro sempre a jamanta nunca cabe nem na xoxotinha e nem no cuzinho...

A vida é assim, ser feliz é manter a pele tratada, se for com tesão é sempre melhor.

Até o próximo.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Elcazinha a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
11/09/2016 14:06:50
Julinha, uma lingerie é uma arma no corpo de uma mulher se souber usar, fuzi-la literalmente. No meu caso como ele mora em outro estado de vez em quando mando Selfie venenosa rsrsrs ele se desespera e fica praticamente no cio sem poder concretizar. Mas amo nosso relacionamento. Um abraço amiga. Agora vou te ver.
12/08/2016 16:27:11
Lady, me lembrou bem, me resta algumas... hummm um bom caldo. Essa trilogia realmente foi delicioso. Meu gaúcho bem merece uma comemoração bem " rasgadinha", afinal estamos num climão de desejo. Hoje tem farra depois da farra.
01/08/2016 13:34:12
Minha LINDA ELCAZINHA !!!Cheguei ao ápice do desejo!! Te quero..Te quero..quero..quero..És demais. Você brinca com o seu CORPÃO..o boiadeiro deve estar GOZANDO até hoje.. Além de linda e muito GOSTOSONA.. Fico lisonjeado quando leio teus contos, sem falar no TESÃO que me proporciona.. ELCAZINHA, beijos a você..
26/03/2016 19:57:18
Beijos a todos os leitores, continuem lendo às novas publicações.
18/03/2016 12:32:59
Muito bom mesmo nota 10
18/03/2016 11:06:33
Os três são muito excitantes parabéns
18/03/2016 10:59:08
👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏 Show de conto !!!

Online porn video at mobile phone


conto erótico A acampamento com amigatravesri pau 40centrimo fode amigobaixa videos de menina dano abuceta de perna a bertarcolokando o pau na boca da irmanzinhq dormindowww.casadoscontos/gayputo.commenina 18 cabasom. padato tula dela camahomem que fode muitohttps://www.yahoo.com/abaixa x video mulher ingulindo muita gozayoutube tarado comeu sobrinhas sexaul tirado a roupa nuasos filhos gemeos da minha mulher evangelica contos eroticosesfregando so na portinha deixando ela toda mijadinha xvidiosexo minha mulher me dando minha sogra de presentexvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa e pede pra nao goza dretroConto erótico de corno mscontos/arrebentei meu cabacoincesto servindo cafe da manha com camisolinha transparentexvideo a rola deleGustavo de carinha de anjotio negro de 40cm de pau no cu da intiadacontos eroticos de pescadores velhos iperdotados comendo meninoscomendo as coroasde shortinhoxvideoatrevida gozando com o cunhadosexo contos eroticos corno e esposa levo rola preta donegrofamilia sacana hqcontoerotico namorada e mae putas do tio jorgediarista porta aberta pau duro contocoroa.gemendo na pica de.com30centimetrofodeno de Cantrovídeo de novinha dançando sem calcinha e o Paysandu filmeO maior pau que JÁ ezistiu rasgando a bucetaadryelli pornodoidocontos as calcinhas da minha sobrinha branquinhacasai trajando no cuassistir filmes pornô super excitastes conto erotico mexeram comigo na ruacontos a punheteira do papaiContos eroticos menina novinha perde a vijidade com o caxoro e seu imaou pega no fraga e tem qe da o cuzinho pra eleMulher cagando na calsinhavideo pornotransando com cachorro e vizinhocontonovinha dando para o garagistaxvideos comendo tia cavala ergueu o vestido dela e soco a picaacompanhando que Rominho ligouescritor lipe casadoscontosporno gey istorias comi meu priminho de treze anonovilha tiramo a vigidade du cu da busetadiarista porta aberta pau duro contojoelma da buceta enchada da o cu pro amigo do seu filho porno doidcio eirmao gemeo transandoe gozando na bocapornodoidoshotporno fabiana e pisudosmaninho nao quer me comer contosvelho insiste até rapaz com mussarela no pornôO que e doidopornmulher dançando de vestido curto que pode aparecer a b***** dela pelada cuidar de abaixar vídeo pegadinha baixarXVídeos o cano locando deslocando e o cano de novo o cu da magrinhanegao faz sexo forcado com a magrinha que ficou toda assadaMinha vida de chifradeiracontos eróticos encesto mae de 35 anos fodendo com seu jovem filho e gozando muitojege tarado arromba tua dona apaixonado vidio pornoxvideos pausaoentrandocomi a minha prima de onze anosxvideo coroas tocando puendas em seus machoscontos eroticos bruçosxvideo gay menino batendo chutinho de cuecacoroas. de shortinho mostrando os. beicinhos. da chanasou quarentona e atraida pelo meu vizinho contos safadosmulher do pinguelão com a b***** pinicando no cacete até gozar e masturbar virando os olhosela soquiria chupa e inguli pora dos pau grandeteste de fidelidade quente com buceta e pinto grandemulhe de saia curta esfregano ante fude emcoxano na cozia no xvidiocontos meu cunhado tinha um pau gigante e eu quis experimentarcontos eroticos gay virei mulherWm vaipati toma nocucontos eroticos estupro de novinho gays com os colegas da escolaalgemou a mulher inventou o Negão comer