Eu, minha mãe e meu amigo 3

Um conto erótico de Marrentoo
Categoria: Heterossexual
Data: 29/01/2016 01:26:31
Nota 10.00

Continuando…

Depois de ter metido a língua na boceta de minha mãe, e ter batido minha primeira punheta, fui dormir um pouco. A felicidade que eu tava era indescritível, a sensação de gozar era muito boa e ficar sentindo aquela cócegas na cabeça do pau não tinha preço.

Depois de um longo sono, acordo ainda com imagem do Rodrigo metendo em minha mãe e ela pedindo pau. Já tinha anoitecido, meu pai já havia chegado em casa. Tava assistindo tv, quando pela primeira vez vi minha mãe depois de ter acordado, na hora eu fiquei com um pouco de vergonha, mas ela agia normal, como se nada tivesse acontecido, depois fiz o mesmo, agi naturalmente. Já era por volta das 10 horas da noite, quando o Rodrigo foi lá em casa e todo desconfiado, mal conseguindo olhar na minha cara, pergunta se pode dormir lá em casa. Na maior tranquilidade, agindo normalmente, eu digo que vou perguntar pra minha mãe. Vou no quarto dela, onde ela ta deitada assistindo TV com meu pai e falo em seu ouvido “mãe, o Rodrigo disse que quer dormir aqui em casa”, a safada da um sorriso com o canto da boca e fala “ta bom, vou já lá ajeitar um lugar pra ele dormir”. Com isso, saio do quarto e falo pro Rodrigo que ele podia dormir lá em casa, a cara de felicidade dele era claramente perceptível. Levei ele pro meu quarto e lá ficamos um em cada canto, calados… até que eu puxo conversa com ele, falando do que a gente sempre falava, futebol, videogame… aí aos poucos a nossa intimidade foi voltando e ele foi ficando mais tranquilo. Depois de umas meia hora conversando, mamãe aparece lá no quarto com uma rede. “Arma aí essa rede… quando o Emerson (meu pai) dormir eu venho aqui ficar com vocês” ela entregou a rede e saiu. Depois de alguns minutos ela retorna ao quarto e fala “pega Rodrigo, vai ver se ainda tem algum comércio aberto e compra um pacote de camisinhas”, entrega 10 reais LRO Rodrigo e novamente sai do quarto. Rodrigo correu atrás dessa camisinha. Depois de ele voltar pra casa com um pacote com três camisinhas de sabor morango, ficamos conversado por mais um tempo, até quando por volta de meia noite minha mãe entra quarto vestindo uma camisola curtinha de cor vermelha. Após mal entrar no quarto, ela pede “ei Heitor, deita na rede e deixa eu deitar na cama com o Rodrigo”. Ele que estava na rede, deita no canto da cama, que era de casal e eu que estava na cama feito na rede. Mamãe sem dar uma palavra tira a calcinha e a joga em cima do Rodrigo, em seguida ela ainda em pé, põe uma perna sobre a cama e começa a passar um creme na panturrilha e depois na cocha, troca de perna e do mesmo jeito passa primeiro na cocha, sobe pra cocha e dessa passa na boceta. E nesse ponto ela caprichou, os dedos dela espalhavam creme por toda boceta. Eu e Rodrigo olhavamos atentamente. Mamãe termina de passar o creme na xoxota e em seguida como se fosse limpar a bunda com papel higiênico, abre ela com uma mão e passa creme em seu cuzinho. “Quer ver se eu to cheirosa, Rodrigo?” a safada falou cheia de malícia e com aquele olhar de quem quer pau. Rodrigo, já mais seguro de si, ajeita-se na cama e diz “quero”. Mamãe tira a camisola, deita na cama, com uma perna esticada e outra com o joelho dobrado e fala “pois vem”. Rodrigo vai para entre as pernas dela e completa “vai jogar videogame na sala Heitor”. Daí minha mãe diz “não, a gente só pode fazer essas coisas com o Heitor junto, se não vai levantar suspeita e se alguém descobrir ta todo mundo morto”... tinha nem perigo de eu perder minha mãe fodendo. E o que ele queria é que eu não visse que ele não sabia de nada de sexo.

Após isso, Rodrigo agacha entre as pernas de minha mãe e vai direto à sua boceta. Mas sem experiência, ele fica só cheirando com o nariz. “Chupa ela Rodrigo” mamãe fala e completa “chupa aqui ó… isso… bota mais a língua… isso… mais devagar… morde não… isso… agora mete um dedo em mim… aí que gostoso… mas continua chupando… mexe teu dedo dentro de mim e continua chupando… aí que delícia… ta aprendendo direitinho meu amor… enfia mais outro dedo agora… aaaiii, ta muito gostoso, issss… mexe eles… rápido, rápido… quero gozar na tua boca… chupa aqui (ela falou botando o clitóris pra fora)... Aí aí aí vai vai isso mete mais outro dedo… aí que gostoso… vou gozar… mexe mais a língua… aí vou gozar… aí meu deus… aí meu deus… hmmmm (ela botou um pano na boca e gemeu)... Da uma mordida… iiiissssssoooo… vai Rodrigo...To gozando… hhhmmm aaaiiii iiiissssssoooo (com um pano na boca)... Aaiii meu deus”. Mamãe começou a se mexer na cara do Rodrigo e com uma mão puxando os cabelos dele, ela goza em sua cara. “Gozei rsrs” mamãe sorria ainda segurando a cabeça do Rodrigo entre suas pernas. Ele parou de chupar, mas continuou com três dedos dentro da boceta dela, que falou “vem Rodrigo, deixa eu chupar teu pau agora”. Ele tirou o calção e trocou de lugar com ela, ficando deitado. Mamãe ficou entre as pernas dele, pegou o pau e começou a chupar. Ela colocava ele todo na boca, chupava, punhetava, mordia e falava “que pau gostoso”. Rodrigo segurava a cabeça dela com a boca aberta e os olhos fechados. Eu só observava da minha rede e a parte que achei mais massa foi quando minha mãe parou de chupar um pouco e amarrou os cabelos, achei essa cena muito linda. Depois ela voltou a chupar, ora acelerava, ora ia devagar, ora parece que queria arrancar e engolir o pau dele. A safada passava a língua na cabeça do pau dele, fazendo ele delirar e gemer. “Que pinto gostoso… quero esse teu pauzão Rodrigo… vai, fode minha boca… goza nela” minha mãe falava. Ele não aguentou mais e se contorcendo gozou na boca dela. Mamãe se garantia tanto, que ela não deixou escapar nada, o pau dele ficou limpo, sem nenhum rastro de esperma. “Que gala gostosa” mamãe falou engolindo tudo e olhando pra ele, que parecia estar desmaiado na cama.

Minha mãe deita em cima dele, ficando com a cabeça sobre o seu leito e fala “descansa um pouco, que agora que a gente começou”. Rodrigo não mostrava nenhuma reação, parecia que tava morto. Então mamãe mandou ele ir tomar água “vai beber um pouco de água e respirar um pouco, mas não demora muito não, quero que tu me coma”.

Rodrigo levanta e sai do quarto, deixando eu e mamãe a sós. Mamãe ficou deitada na cama, com as pernas abertas e mostrando a boceta pra mim. Eu ficalha olhando ora pra boceta, ora pra cara dela, que ficava olhando pra mim com um sorriso na cara. Não sei de onde tirei coragem, mas perguntei.

Ei mãe, de qual língua a senhora gostou mais?

Aah Heitor… (ela começou a esfregar a boceta com um dedo)

Diga mãe! (Acho que sem querer mentir pra mim e sem querer me decepcionar)

Gostei das duas, mas a do Rodrigo é um pouco mais quente.

Mas eu também gostei da tua, quando tu aprender a usar ela vou achar a tua melhor. (Ela falou ainda esfregando um dedo na boceta)

Pois me ensine, deixe eu sentir o seu cheiro também.

Não Heitor, hoje não, depois eu deixo tu dar um beijo aqui.

Ta bom... Mãe, provê o meu pinto pra saber qual o mais gostoso? O meu ou do Rodrigo.

Eita Heitor, posso não… mas quando tu crescer mais um pouco eu provo dele.

Ah mãe, por favor.

Não Heitor, e o Rodrigo deve ta chegando.

Por favor mãe.

Levantei da rede, coloquei meu pau pra fora do calção e fiquei em pé de frente pra ela.

Ta bom, mas não fala pro Rodrigo e vai ser só um beijo.

Mamãe senta na cama, pega meu pau, da um beijo na cabeça e engole ele por completo. Deixa ele todo dentro da boca dela, passa a língua em volta da cabeça e depois tira. “Hm, teu pinto também é muito gostoso, quando crescer mais vai ficar mais gostoso ainda” mamãe falou e voltou a deitar na cama. Eu continuei em pé e com pau do lado de fora, com a sensação maravilhosa de ter meu pau dentro da boca quente e molhada da minha mãe, sem falar que quase gozo quando senti a língua dela arrodeando a cabeça do meu pau. “Guarda isso daí e deita na rede menino” mamãe falou. Guardei meu pau ainda duro e mamãe voltou esfregar o dedo na boceta.

Passado alguns minutos, Rodrigo retorna pro quarto e acho que pra impressionar minha mãe, ele já entra no quarto de pau duro. Colocou um camisinha, pulou em cima da cama, ficando entre as pernas da minha mãe. Mamãe abriu mais as pernas e disse “me come”. Rodrigo segurou o pau dele e penetrou minha mãe. Ele começou a meter devagar e aos poucos foi aumentando o ritmo. Parece que ele tinha passado boa parte da noite só vendo filme porno, pra ver se aprendia alguma coisa. Ele ficou metendo e chupando os peitos dela. “Para aí um pouco Rodrigo” minha mãe falou empurrando o peito dele, que ficou sem entender o por que. “Essa cama faz muito barulho, o Emerson pode acordar e ouvir, vamos botar o colchão no chão” mamãe fala. Os dois saem da cama e botam o colchão no chão. Mamãe deita, abre e levanta as pernas e fica esperando pau. Rodrigo mete nela de novo e eles ficam metendo por uns 10 minutos abraçados. Mamãe gemia baixinho, e abraçada em Rodrigo, que muito ofegante metia nela lentamente. Nessa hora eu comecei a bater uma punheta olhando mamãe dando a boceta pro Rodrigo e ainda pensando nela chupando meu pau… sem querer gozei na rede. Ninguém falava nada, só se ouvia mesmo a respiração forte do Rodrigo e uns gemidos de minha mãe.

“Mete mais forte” mamãe falou. Rodrigo se soltou do abraço de minha mãe, levantou um pouco o corpo, segurou na cintura dela e começou a bombar forte nela. Mamãe passou a gemer um pouco mais e agora dava pra ouvir os corpos deles se batendo. Rodrigo acelerou mais um pouco e apertando forte a cintura da minha mãe, gozou.

Mamãe, claro, queria mais rola e o Rodrigo parecia estar disposto a dar mais pra ela. Mal terminou de gozar, ele saiu de cima dela, botou outra camisinha e já voltou ora comer ela de novo, mas quando ia metendo na mamãe, que ainda estava de pernas abertas, ela fala “deita aqui, vou ficar por cima agora”. Ela levantou, ele deitou e nessa hora eu senti muita, mas muita inveja do Rodrigo. Mamãe ficou em pé de frente pra ele e foi descendo lentamente, sensualizando, até ficar de cócoras, segurar no pau dele e sentar. Ela sentou por completo, até ter todo o pau do Rodrigo dentro da boceta dela e disse “não é pra gozar rápido”. Colocou as duas mãos nos peitos dele e começou a subir e descer devagarinho, e quando ela subia até ficar só com a cabeça do pau na boceta, ela rebolava e depois descia e quando pau tava todo dentro, ela rebolava novamente. Só de olhar eu quase gozo, agora imagina a situação do Rodrigo.

Ele segurava a cintura dela e ficava olhando pra cara da safada, que também ficava encarando ele com a maior cara de puta. Mamãe fez aquilo algumas vezes e então começou a pular em definitivo. Ela literalmente pulava no pau do Rodrigo. Quando mamãe cansou, sentou no pau dele, pegou as mãos do Rodrigo e levou até seus peitos. Ele massageava os peitos dela, enquanto a safada cavalgava. Mamãe aumentou o ritmo, se esfregando ferozmente em Rodrigo. “Que pau gostoso… quero gozar nele… me come Rodrigo… me fode” mamãe falava. A safada começou a gemer mais alto, me deixando receoso, pois papai poderia ouvir. Mas enfim, mamãe tava em outra dimensão, só queria saber de foder.

Do nada, ela foi diminuindo o ritmo, até parar. Mas ela só fez isso pra mudar de lado. Mamãe levantou e falou “espere aí, ainda quero sentar nesse teu pauzão”, e de pé, amarrou os cabelos e sentou no pau dele, só que dessa vez de costas pra ele. Assim que sentou, ela já começou a se esfregar num ritmo frenético. Com pouco tempo desse jeito e com uma mão apertando um dos mamilos e a outra estimulando o clitóris, ela gozou, e gozou muito. Dava pra ver o esforço dela pra não soltar um grito. “Aí meu deus, gozei de novo…” mamãe falou se deitando do lado do Rodrigo, que ainda não tinha gozado e ainda estava de pau duro. “Gostou tia?” ele perguntou. “Claro” ela respondeu. Olhando pro pau dele ainda duro pergunta “quer me comer de quatro?” e Rodrigo responde com um enorme sorriso na cara “quero”. Nisso mamãe fica de quatro, empina o bumbum como aquelas profissionais e diz “come essa boceta, ela é toda tua… mete com força nela”. Rodrigo se posicionou atrás dela socou na boceta dela, segurou na cintura de minha mãe e mandou bala. Ele não foi pra brincadeira, metia forte nela. Acho q dava pra ouvir o barulho do corpo dele batendo na bunda dela de longe. Mamãe vendo que ia gemer alto, enfiou a cara do travesseiro e passou a gemer. Rodrigo bombava nela forte, metia com força naquela boceta suculenta, molhada e que tava pegando fogo. Doida pra ser comida. Ainda bombando nela, Rodrigo enfiou um dedo dentro do cu da minha mãe, fazendo ela gemer ainda mais. Demorou pouco e os dois gozaram juntos. Os três na verdade, por que eu gozei na minha rede de novo.

Depois de gozar, Rodrigo deita no colchão morto, mamãe também cansada fica deitada ao lado dele. Os dois ficam recuperando o fôlego, deitados de barriga pra cima. Após algum tempo, mamãe diz “gostei muito Rodrigo, mas por hoje já chega, já ta muito tarde, quase duas da manhã”. Ela levanta da cama, pega a camisola, a calcinha e o creme e saindo do quarto fala “vou banhar, depois é bom tu banhar também Rodrigo, ou então pelo menos lava teu pinto… ah, e esconde essas camisinhas, pra amanhã jogar ela longe”. E enfim sai do quarto, pelada e carregando as coisas na mão. Nisso Rodrigo ainda recuperava o fôlego. Alguns minutos depois, mamãe retorna ao quarto, já banhada e vestida na camisola, e diz pro Rodrigo ir banhar. Quando ele sai, mamãe vem até mim, provavelmente me dar um beijo de boa noite, mas quando ela chega perto, que vê a enorme mancha de gala na rede, ela fala “menino! O que é isso?!”. Eu que passei a foda deles toda calado, falei “ é gala”. E passando o dedo na enorme mancha mamãe diz “só pra dar trabalho, agora vou ter que lavar ela… era pra ter gozado em outro lugar, na minha calcinha, sei lá… ela tava bem aqui, pegava e gozava nela, pelo menos é mais facil de lavar”. Eu não sabia nem o que falar. Mas mamãe passou o dedo na gala de novo e o levou a boca. Em seguida me deu um beijo e saiu. Rodrigo voltou pro quarto e finalmente dormimos.

“Rodrigo, Rodrigo” acordei no outro dia ouvindo minha mãe chamando ele. Vejo ela sentada na cama do lado dele e o empurrando “já são onze horas, é bom tu ir na tua casa falar com teus país, pra eles não ficarem preocupados”. Rodrigo, exausto, não deu muita bola e continuou dormindo. Até quando a tarada da minha mãe tura o lençol de cima dele, abaixa o calção, e chupa o pau dele, que ainda estava mole. “Acorda menino” mamãe falava passando a língua no pau dele. Rodrigo acordou meio perdido, então mamãe parou de chupar o pau dele e saiu sem dizer nada.

Esse só foi o primeiro dia de foda desses dois aí. Quase todo dia Rodrigo ia lá pra casa comer minha mãe e as vezes minha mãe ia lá pra casa dele dar pra ele. E sempre comigo vendo. Mamãe não dava pra ele de jeito nenhum se eu não tivesse por perto.

Mamãe dava pra ele em todo lugar, sala, cozinha, banheiro, carro, quintal, na rua. As vezes ela saia mais cedo do trabalho só pra foder com ele.

As partes que eu acho digna de mencionar: uma vez nós três saímos pro cinema, pois aproveitando que a sala não tinha quase ninguém, mamãe começou a chupar o pau do Rodrigo e em seguida sentou nele, e nesse mesmo dia, na volta pra casa, mamãe disse que queria muito dar pra ele no carro, então paramos em uma rua deserta, ela foi pro banco detras com ele, só abaixou um pouco a calça e mandou o Rodrigo meter no cu dela. Essa era a primeira vez que Rodrigo comia a bunda da minha mãe. Mamãe gritava, dizendo que tava doendo, mas que queria ser rasgada por ele. Rodrigo que já tava bem mais experiente lambuzou bastante de cuspe e ia metendo devagar, até meter por completo e começar a bombar forte. Mamãe disse que tinha gostado muito, mas que o cu tava ardendo de mais.

Rodrigo comeu minha mãe no aniversário dela, no aniversário do meu pai, no meu aniversário, no aniversário de casamento dos meus país e no dele, que foi o dia mais louco. Nesse dia, aniversário do Rodrigo, eles passaram a tarde toda fodendo em um motel, ele com minha mãe toda, cu, boceta, boca de todos os jeitos possíveis.

Eles passaram dois anos fodendo e nada da minha mãe dar a boceta pra mim, mas nesse período aconteceu umas coisas quentes entre nós. Mas depois, comi a mãe do Rodrigo e só depois comi a minha.

Na próxima eu conto como rolou essas duas fodas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
15/09/2019 20:03:47
Adorei
09/03/2018 17:21:46
Ótimo conto... 10.
30/01/2016 15:07:09
10
30/01/2016 05:12:06
Parabens. Otimo conto amigo. Ksks.
30/01/2016 00:40:37
Maravilhoso adorei show
29/01/2016 19:46:05
CARA PARABÉNS ÓTIMO HISTÓRIA
29/01/2016 19:45:21
10
29/01/2016 12:40:10
10
29/01/2016 10:47:45
sensacional nota
29/01/2016 09:30:07
Caraca meu amigo seus.relatos são ótimos!!!!!

Online porn video at mobile phone


fui chupar buceta tinga uma pica enorme adoreiporno irmãos quege são fragados pela mãeporno criasia com negau pauzudocontos eroticos meu padrasto cavaloxvideos shantageou a irmã,gostosacontos meu patrao invocou com minha mulher contos eroticoscontos eróticos paifinge dormundo fudendo filho e filha. virgemwww.contos eroticos cunhado caçula pauzudo come cu da cunhada gostosaxv minha tia tem abusetas graandegol emcostamdo no chao fioterra madurosxvideoas mulheres bomba Dona gostosa sentando no pau do cara tem dinheiro carropoRNoComo perder o bv comendo o vomito e cagando no ventiladoras panteras filmes porno a cordano minha intiadafoto de baxinho cassetudoouvir barulho do pinto entrando na buceta pornôWww.vainovinhavideo.com.brContos tetas bicudas e sem sutiãwww.meninosgay.dandocugostosas do zaptk sex pornamo meu corninhoConto erotico sou madura e consolo lesbicacontos de lesbianismo entre sinhazinha e sua escravamenininhae gueyzinho xvideopornô grátis só contos eróticos sogra cozinhaincesto filho comeu mae condo pai fico broxa contos eroticosogra conta em conto erótico como bateu uma punheta no genro de pau grande e grossoxividio comendo mocinha tao novinha gue nen peito nao tinhamuiler da buseta ixada levamo varaconto erótico corno bipriminha seduz com brinadeiras ate dar o cuconto estorei o cabresto na punhetaa tranza maiz gostozaxnx porno de TRS bem pisudoConto erotico era tao apertadatraicao mas sacanas pornofudendo a mae dormndoseio exitadowww.xvideos mae safada brasileira fudendo com o próprio filho escondido do maridoxvideos.comtouro arancA calca de pausudoestrupo a noviha arobam buceta e ela manda paracontos erotico eu e minha mae fodida por um roludocomendo a irmã moeda meu irmão gostoso ela geme na vara XVídeosseduzir a cunhada dentro de casavovo do bumdao toma banho com neto do picaofrase wm e se ela cansa de senta com a buceta manda essa putq descansa com a bundabotei esperma no lanche da minha sogra eu confessoconto erotico traicaochantagemx video porno pai datoloNao aguntei ver s biceta da minha irman debaixo da saiacontos eiroticos leilapornyeezus ana casa de contos eróticoscontos eiroticos leilaporncostumo andar nua em casacontos abraso gostozo pordra de papai con seu pau duropornô doido gostosa jovial transando gostoso com amiga e o molequemadame de 60 fudendo 2negoesxvideos minotauro tarado chupando tetascontos erotico esposa submissavídeo pornô só gordona dos peitão arrastando no chão bem grandão maior que de vacapegei minha tia no banho buseta carnudaConto erotico tenho padaria e dei pro menino Contos estrupada no ginasio da escolaclitoris lindinho numa ciririca linfa videosirmas fudendo com irmão1minuto xvideosmulher tenta fugi pica mostruosa brutal no cuXisvidio fez mamae grita pedindo nao faz issofilho medico vai examinar o cu da mae e acaba em sexo insetoxnxx tabareuestupro esposa contos eroticosporno atedente.da.claro.tocando.siririca.no.zpcontos eiroticos leilapornmulher esculhanbando is outros no comentario do nariz thifanyincesto com meu vô contosGulosa xsvidioposo enchuga o meu priquitoContos eroticos feitiço virando mulherxvidio louco desejo vestidinhoMarido saiu potrabalho homens sunga encostando na xotamulher d fiu dentau atolado no raboContoeroticogeyprimos flagrados fofemdo no porao da familhabotou a calçinha de lado e mostrou abuçetaver contos de tio q criou sobrinha e depois fudeu ate nu cuxvidios dando o cuzinho pra pagar alguns meses de aluguel atrasadoquero bate papo com casada fogozaconto eróticos com freiracontos de sexo com meu pai metiii vaii isso