O PAI DA MINHA AMIGA ARROMBOU MINHA XOXOTINHA!

Um conto erótico de vanessinha-pst
Categoria: Heterossexual
Data: 16/11/2015 09:13:54
Última revisão: 27/12/2015 06:50:16
Nota 9.91

Meu nome é Vanessa e resolvi contar para os taradinhos e taradinhas que gostam de ler contos eróticos bem safados minhas aventuras sexuais.xc

Desde que senti as primeiras “coceirinhas” na minha xoxotinha virgem tive a certeza que a sacanagem faria parte constante de minha vida.

Sou morena de cabelos cacheados, 1.62m., seios médios, coxas grossas e um bumbum razoável.

Claro que não sou nenhuma gata parecida com essas modelos da TV, porém tenho um rostinho que chama a atenção por ter um olhar inquieto aliado a um sorrisinho safado em meus lábios grossos.

Na verdade as amigas viviam dizendo que eu tinha cara de “putinha oferecida” porque não podia ver nenhum rapaz bonito que já ficava se abrindo toda e desde adolescente até estar quase pronta pra virar mulher de verdade minha xoxotinha realmente não podia chegar perto de nenhum rapaz interessante que começava a umedecer de um jeito que só batendo uma siririca pra dar uma “leve” acalmada.

Realmente acabei pegando fama de “biscatinha” no bairro por viver beijando vários rapazes e bastava um deles me abraçar que me deixava ser acariciada à vontade. Adorava sentir as mãos dos rapazes deslizando pelos meus seios, minhas coxas, os dedinhos nervosos se enfiando pelos lados da calcinha e quando esfregavam meu grelinho teso me deixava tão excitada que dava até pra sentir meu coração pulsando forte nele.

Só continuava virgem acho que por falta de coragem dos rapazes que me agarravam e também pelo medo de ficar grávida porque de vez em quando a coisa começava a ficar bem “quente” e percebia que poderia acabar sendo descabaçada tirava o corpo fora rapidinho.

Eu vivia com minha mãe, nunca convivi com meu pai, ele abandou a gente quando eu era nenezinha e minha mãe sempre me dizia pra tomar cuidado pra não engravidar e estragar minha vida antes de terminar meus estudos, mas apesar do tesão quase incontrolável consegui chegar até os 17 anos com o cabacinho da buceta intacto. O mesmo não aconteceu com meu cuzinho que já fazia alguns meses que começara a ser enrabada gostoso pelos meus namoradinhos, nas primeiras vezes até que doeu um pouquinho, mas acabei viciando em ser pega de 4 e adorava ouvir o corpo dos rapazes batendo forte no meu bumbum e isso me fazia rebolar que nem uma doida espetada no pinto deles e gozava de montão.

Mamãe não ficava pegando no meu pé sobre namoradinhos ou sobre o comprimento de minhas roupas que ficavam cada vez mais curtas e sexy, adorava sentir os olhares dos rapazes nas minhas coxas e loucos pra ver a cor da minha calcinha e ao me sentar constantemente cruzava e descruzava as pernas só pra me mostrar mesmo e depois ouvi-los me chamando de gostosa, delicia e de putinha minha xoxotinha melava de vez.

Tudo começou a mudar pra melhor e mais safado quando fiz amizade com Márcia uma garota da minha idade que se mudara em uma casa na minha rua.

Márcia também era filha única e morava com o pai, a mãe havia falecido em um acidente de carro já fazia 3 anos e passei a freqUentar a sua casa quase todo dia. Eu e Márcia éramos bem parecidas de corpo, o que nos diferenciava mesmo era seus cabelos quase loiros. A safada tinha um acervo enorme de filmes pornôs e sempre que estávamos à toa assistíamos um monte deles e logo que passamos a confiar uma na outra tirávamos à roupa e ficávamos peladinhas no sofá nos masturbando deliciosamente diante da televisão.

Quando curiosa perguntei pra minha nova amiga se ela ainda era virgem ela sorrindo sacana desconversou dizendo que logo iria me revelar seu segredo e quando quis saber sobre mim abri o jogo dizendo que já dava a bundinha há bastante tempo, mas que ainda não tinha chupado nenhum pau e nenhum rapaz tinha chupado minha bucetinha e que era louca de vontade de fazer isso.

A nossa brincadeira safada de assistir filmes pornôs acontecia praticamente quase todo dia porque o pai dela era vendedor e viajava pela região ficando alguns dias longe de casa.

O pai de Márcia, Sr. Joel, apesar de parecer um homem bastante sério logo passou a me cumprimentar todo sorridente dando beijinhos no rosto.

Não demorei a notar que o relacionamento entre o Sr. Joel e a filha Márcia era bem diferente do que já havia presenciado em casa de outras amigas e percebi isso quando 3 semanas depois de nos conhecermos e apos termos tido uma tarde de sessão pornô deliciosa. Como sempre fazíamos depois de gozar com umas cadelinhas no cio tomamos um belo banho de água fria pra acalmar os nossos corpinhos quentes e em seguida vesti minha minissaia de um top e Márcia só colocou uma camisetinha por cima do corpo e fomos pra cozinha fazer lanche pra nos e foi então que o Sr. Joel chegou de viagem e minha amiga deu um gritinho de felicidade e pulando no pescoço dele beijou-o e toda dengosa disse:

-nossa papai... que saudades que eu tava de você... dessa vez você demorou mais a voltar... acho que você devia arrumar outro emprego... sua filha não agüenta ficar tantos dias sem te ver!

O Sr. Joel era um homem de 1.80m. bem forte e segurando Márcia pelas nádegas como se fosse uma pena deu um sorriso e beijando-a no rosto todo carinhoso disse:

-hummm... que bom saber que tenho uma filha linda que adora quando o pai volta pra casa... agora se aparecesse outro emprego que pagasse tão bem quanto esse até trocaria... mas por enquanto tenho que continuar nesse mesmo... mas... ainda bem que você agora tem uma amiga pra te fazer companhia enquanto estou viajando... onde a gente morava antes era um prédio onde ninguém olhava pra cara do outro!

Márcia não largava do pescoço do pai e como sua camiseta se enrolara no corpo ela ficou com a bunda e a xoxota peludinha a mostra e pelo jeito ela não parecia preocupada com isso e depois de todos aqueles carinhos efusivos Sr. Joel então colocou a filha no chão e em seguida me cumprimentando com beijinhos no rosto brincou dizendo:

-acho que pelo jeito vou ter que levar minha linda filha em uma loja de lingerie... pelo que tô vendo acho que acabaram suas calcinhas... ta com a bunda e a bucetinha toda de fora!

Márcia deu um sorriso sacana e disse:

-ahhh papai... se quiser me levar pra comprar roupas eu até quero... mas calcinhas tenho bastante... com o calor que ta fazendo prefiro ficar sem... é mais gostoso... e também não tem outro homem aqui sem ser você... meu papai pode me ver peladinha toda hora sem problema... ninguém vai ficar sabendo... e minha amiga Vanessa é legal... não vai comentar com ninguém né?

Lógico que dei um sorriso concordando e então o Sr. Joel nos deixou ali na cozinha dizendo que também ia tomar um banho pra ficar cheiroso e em seguida comecei a preparar nossos lanches e então percebi que Márcia deu umas passadinhas de mão entre as coxas e brinquei dizendo:

-que amiga mais tarada que eu tenho... batemos um monte de siririca assistindo filmes e mesmo na hora do lanche você continua alisando a xoxotinha!

Márcia deu uma gargalhada bem safada e disse:

-não é isso sua tonta... acho que não enxuguei a bucetinha direito depois do banho... ainda tô toda molhadinha!

Caímos em risos e logo em seguida o pai da minha amiga depois que saiu do banho veio pra cozinha só com um short e se sentou numa das cadeiras dizendo que também queria tomar um lanche e me ofereci pra fazer e então Márcia se levantou da cadeira que estava sentada e toda fresca se sentou no colo do pai dizendo:

-bem... já que meu pai maravilhoso chegou vou fazer o que mais gosto que é sentar no colinho dele enquanto minha querida amiga prepara um lanche bem gostoso pra ele!

Marcia empinou a bunda e foi descendo o corpo bem devagar se encaixando perfeitamente no colo do pai e a safadinha nem se preocupou em puxar a camiseta pra tampar a bunda e ele a segurando pelo quadril deu um sorriso sacana dizendo:

-é... essa é a vantagem de ter uma filha tão amorosa quanto a minha... sempre muito carinhosa!

Eu até achava o Sr. Joel um homem bonitão só que nunca o tinha visto apenas de short e enquanto fazia o lanche prestei atenção em seu corpo em detalhes e com certeza ele era um belo exemplar de macho. Peito cabeludo, sem barriga, braços musculosos e coxas grossas e olhando pra minha amiga sentada no colo dele se mexendo sem parar, abraçando e dando beijinhos no rosto dele rapidinho coloquei maldade naquilo e imaginei que Marcia não era apenas a filha carinhosa e sim uma garota que estava se esfregando em um macho que gostava muito também daquela safadeza e não demorou quase nada pra perceber que rolava tesão naquela brincadeirinha nada inocente e isso se mostrou em poucos minutos quando um garfo caiu no chão e Marcia se levantou pra pegar e ao passar o olhar entre as pernas do Sr. Joel vi que na frente daquele short tinha uma barraca enorme completamente armada.

Ao constatar que estava rolando uma sacanagem bem diante dos meus olhos a safadeza também tomou conta do meu corpo e minha xoxotinha virgem umedeceu de novo e toda sacana quando me sentei na cadeira de frente pra ele resolvi me mostrar também e abri as pernas deixando minha calcinha toda à mostra. Márcia com certeza estava com tanto tesão se esfregando no pintão do pai que nem se importava comigo ali do lado e ficava pegando pedaços de lanche colocando na boca dele e ele a segurava firme pelos quadris e quando ela se mexia se levantando um pouquinho a puxava novamente de encontro ao seu ventre e aquilo com certeza ia se tornar bem mais quente e então decidi deixá-los à vontade e depois de terminar o lanche disse que ia pra minha casa porque minha mãe estava pra chegar e precisava preparar o jantar dela.

Quando me levantei Marcia me acompanhou até o portão e ao me despedir dela toda sacana disse:

-resolvi ir embora pra não atrapalhar sua festinha... até achei que você ia dar pro teu pai comigo assistindo... sua putinha safada... tixau taradinha!

Marcia só sorriu sacana e voltou pra dentro de casa e fui embora com minha xoxota tão molhada que chegava a escorrer pelas coxas.

Ficar sabendo e ter visto aquela safadeza incestuosa diante de meus olhos ávidos me deixou com o tesão a flor da pele e quando um dos meus “namoradinhos” me ligou “convidando” pra dar uma saída em segundos topei e naquela noite dei o cuzinho varias vezes pra tentar dar uma acalmada no meu corpinho incendiado.

No outro dia depois do almoço fui visitar minha amiga incestuosa e encontrei a safada saindo do banho enrolada numa toalha e assim que entramos no quarto e ela ficou nuazinha vi que sua bunda branca estava toda marcada de tapas e então brinquei dizendo:

-então pelo jeito o teu pai tarado além de te comer ainda encheu tua bunda de tapas é?

Marcia toda putinha virou a bunda pro espelho e sorrindo safada disse:

-quando fico muito safadinha papai resolve bater no meu bumbum pra me educar... e dessa vez foi por sua causa... ele tem medo que os outros saibam que me come... mas falei pra ele que em você eu confio... realmente se você não tivesse ido embora ontem eu tinha dado pra ele na tua frente... estava louquinha de tesão querendo o pintão dele na minha buceta... pronto... agora você já sabe do meu segredo... meu pai é meu macho!

-sua putinha tarada... então foi ele que te descabaçou... nossa... que delicia... eu vi ontem que você tava muito taradinha... mas também deu pra ver que teu pai tava louco de vontade te comer... o pintão dele parecia que ia furar o short de tão duro com você esfregando tua bucetinha tesuda!

-não... não foi ele que tirou meu cabaço... foi um namoradinho... mas antes do papai me comer... eu já tinha dado pra três rapazes... sempre fui muito taradinha... mas... teve um dia que papai voltou pra casa sem avisar e me pegou transando com um rapaz... ele ficou muito bravo... botou o rapaz pra correr e depois disso me colocou de bruços na cama e encheu minha bunda de cintadas... eu gritava de dor, mas... ele não tava nem ai... minha bunda ficou cheia de vergões... saiu até uma gotas de sangue... foi então que depois disso ele me colocou de 4 e todo macho disse que já que eu era putinha também ia me comer... nossa... quando olhei pra trás e vi pintão duraço dele... eu já tinha visto meu pai tomando banho e dormindo pelado e sempre tive o maior tesão naquele pintão gostoso... as dores das cintadas sumiram no ato... e então ele encaixou a cabeçona na minha bucetinha apertadinha e socou tudo até o talo... nossa... parecia que tava perdendo o cabaço novamente... entrou rasgando... mas adorei ser arregaçada por ele... e rapidinho tive um gozo atrás do outro e papai todo tarado fodeu minha buceta de um jeito que sempre imaginei... o safado aproveitou e meu deu mais umas cintadas dizendo que ia apanhar pra aprender a não dar a buceta pra mais nenhum rapaz... que daquele dia em diante só ele seria meu macho! Depois disso só ele me come... e nem tenho vontade de dar pra outro... meu pai sabe como fazer sua filhinha tarada gozar que nem uma louca!

-Marcia... você é muito mais tarada do que imaginei... sentir tesão pelo próprio pai... tudo bem que ele é um gatão... mas... será que agora que ficou sabendo que você me contou seu segredo ele não vai ficar estranho comigo?

-claro que não... papai sempre comentava que devia fazer mais amizades... principalmente porque ele viaja muito como você sabe... e agora que ele viu que nos tornamos bem amigas ele ficou contente!

-mas... você contou pra ele que a gente quase todo dia assiste filmes pornôs na sala e batemos siriricas que nem duas malucas?

-claro que contei... o que tem isso demais... papai até comentou que qualquer dia quer chegar sem avisar e assistir-nos fazendo isso!

-que safado taradão... e por falar no diabo... cadê ele... já foi viajar de novo?

-não... ele foi pagar umas contas na lotérica... já deve ta voltando... ele vai ficar uns 3 dias em casa... ainda bem... do jeito que eu ando com tesão... quero dar toda hora... papai sabe que tem uma filha completamente tarada... e ele também é um taradão que sabe dar conta do tesão da putinha aqui!

-hummm... sua putinha pervertida... eu não vi o pintão do teu pai pra fora do short... mas deu pra perceber que ele é bem grandão né... sua tarada gulosa!

-se é... é grossão e cabeçudo... entra rasgando na minha buceta... adoro... papai me trata como putinha... ele sabe que eu gosto... os namoradinhos que tive antes dele além de terem pintos pequenos ainda gozavam rápido demais... quando mais eu dou... mais quero dar... depois que você foi embora ontem... papai me comeu um monte vezes... ele sabe controlar o gozo... só goza depois de deixar minha bucetinha tesuda saciada!

Marcia depois de se enxugar continuou nuazinha e fomos pra sala e a safada já colocou um filme pornô pra rodar e então falei:

-é... já vi que minha amiga putinha vai esperar o papai voltar prontinha pra levar pintão na buceta né... não colocou nem uma camisetinha... safada!

A safada deu uma reboladinha empinando a bunda e sorrindo disse:

-com certeza amiga... mas... na verdade... papai adora que sua filhinha puta fique peladinha dentro de casa quando ele não ta viajando... adora chegar e me ver assim... cheirosa e pronta pra dar gostoso pra ele... sou uma filha bem obediente... ele manda e eu obedeço!

-Marcia... também sempre fui putinha... mas você me passou a perna longe... você é muito mais puta do que imaginei... sua tarada!

Em seguida escutei o portão se abrindo e o barulho do carro do Sr. Joel entrando e então disse:

-bem... já que teu pai chegou vou embora pra te deixar se divertir tranquila... tixau amiga taradinha!

Minha amiga deu uma risada sacana e se deitando no tapete da sala com as pernas arreganhadas disse:

-se quiser ficar e assistir filme eu deixo... tenho certeza que papai também não vai reclamar! RSS.

Sai da sala e assim que cheguei à varanda encontrei o pai tarado e ele sorrindo veio me dar beijinhos no rosto e disse:

-ola querida... tudo bem Vanessa... só porque tô chegando você já ta indo embora?

O Sr. Joel depois de dar beijinhos no rosto continuou com um braço em volta da minha cintura deixando meu corpo colado ao seu e disse bem safada:

-não é isso Sr. Joel... não quero atrapalhar a “brincadeira” da tua filha tarada... ela acabou de tomar banho e ta peladinha deitada no tapete da sala esperando de pernas abertas o papai taradão pra acalmar o tesão da putinha... também tenho que dar uma limpada na minha casa senão vou acabar apanhando na bunda da minha mãe... amanhã eu volto!

Ele deu um sorriso e sem me soltar sussurrou nos meus ouvidos:

-se quiser ficar não vou achar ruim... principalmente se você fizer igual minha filha puta... ficar nuazinha... acho que você dever ser um tesão peladinha!

Eu estava com uma minissaia jeans com uma calcinha de algodão e sem que eu esperasse o Sr Joel desceu a mão da cintura e em segundos seus dedos grossos estavam no meio das minhas coxas esfregando forte minha xoxotinha e meu grelinho ficou teso em segundos e ele sussurrou:

-da próxima vez que vir aqui em casa... vem sem calcinha... vai ficar mais fácil pra eu “brincar” com tua bucetinha gostosa... pega no meu pau... vê como ele ta duro por sua causa vadiazinha safada!

Minha mão quase nem esperou ele terminar a frase e peguei firme e aquilo encheu minha mão e minha xoxotinha encharcou e o safado já tinha enfiado os dedos pelos lados da calcinha e bolinava meu grelo deliciosamente... eu queria ver aquele pau pra fora da calça... mas logo em seguida escutei a voz de Marcia dizendo:

-papai... porque ta demorando a entrar... vem logo... por favor!

-Tô indo querida... calma... tô conversando um pouquinho com tua amiga... tentando convencê-la a não ir embora... já vou querida!

Em segundos ele abriu a barguilha da calça e tirando aquele monstro pra fora sussurrou:

-põe na boca putinha... quero sentir esses lábios grossos mamando no meu pau... chupa cadelinha!

Eu parecia uma marionete na mão daquele homem e em seguida aquele pintão cabeçudo estava entre meus lábios e logo senti no fundo da minha garganta e o taradão segurando minha nuca deu uma bombadas fortes me fazendo engasgar e o safado continuava com sua mão na minha xoxota bolinando meu grelo me levando a loucura e então ele me soltou e todo macho disse:

-tenho certeza que vou ser teu macho também sua cadelinha gostosa... agora pode ir embora... sentindo o gosto da pica do teu macho na boca sua vadia!

Sai dali com a xoxotinha pingando e quando cheguei em casa entrei no banheiro me encostei na parede e comecei a me masturbar que nem uma louca gozando copiosamente.

Liguei o chuveiro e durante o banho pensei no que tinha acontecido e fiquei com uma raiva danada da minha atitude, devia ter entrado de volta na sala do Sr. Joel e ter participado da brincadeira junto com sua filha puta, mas com certeza isso não iria demorar a acontecer.

Acordei no outro dia completamente tesuda sem conseguir tirar o pai tarado da minha amiga da cabeça e depois do banho vesti uma minissaia com uma camisetinha de malha e rapidinho entrei pelo portão e encontrando a porta aberta fui em direção aos quartos procurando Marcia e dei de cara como o Sr. Joel completamente nu saindo do quarto dele e a me ver deu um sorriso sacana e beijou meu rosto dizendo:

-bom dia putinha linda... que bom te ver logo cedo... acho que você veio no momento certo... e pelo cheiro esta do jeito que eu gosto... de banho tomado!

Diante do Sr. Joel peladão com aquele pintão enorme ornado com um saco igualmente grande fez meu corpo se arrepiar por inteiro e toda safada disse:

-bom dia Sr. Joel... nossa... encontrar o Sr. peladão logo cedo também é tudo de bom... só que eu preferia esse pintão bem duro igual ontem!

O taradão sorrindo me pegando pelos quadris me levantou do chão igual uma pena e como Marcia tinha feito passei meus braços pelo pescoço dele e em segundos suas mãos espalmavam minhas nádegas e ele tascou um beijo cheio de volúpia em minha boca e nossas línguas se enroscaram num beijo quente e molhado.

Ele me levou até a sala me beijando e acariciando meu corpo, arrancou minha roupa me deixando peladinha e em seguida me colocou de 4 no sofá em se ajoelhando atrás de mim colou sua boca quente na minha xoxotinha sugando e lambendo meu grelo com força e todo tarado me deu uns tapas fortes na bunda mandando eu rebolar na língua dele. Nem precisava ele ter feito isso porque tive um gozo tão rápido sentindo aquela boca lambendo minha xoxota virgem que gemendo alto gozei como uma cadela no cio e o tarado encheu minha bunda de tapas cada vez mais fortes e isso estava me levando a loucura.

Só me dei conta que ia ser descabaçada pelo Sr. Joel quando ele ficou de pé atrás de mim e começou a deslizar a cabeçona daquele pintão entre os lábios da minha xoxotinha virgem e pode até parecer loucura, mas quando olhei pra trás e vi o rosto dele todo tarado se deliciando em tirar o cabacinho da amiga da filha perdi completamente o receio de que aquilo poderia me machucar ou qualquer outra coisa e toda tesuda sussurrei:

-me come seu Joel... tira meu cabaço... eu quero que meu primeiro macho seja o Sr!

Ele todo macho deu um sorriso sádico e sem deixar de deslizar aquele pintão enorme na minha rachinha virgem sussurrou:

-isso... gosto de putinha decidida... bem que minha filha disse que ia me arrumar um putinha virgem pra eu tirar o cabaço da vadia... e tô vendo que isso foi mais fácil do que imaginei... vou adorar te transformar em minha fêmea também sua cadelinha... queria ter te comido ontem... mas vai ser agora!

A cabeçona daquele pintão grosso na entradinha da minha xoxotinha virgem foi encaixada perfeitamente e então o Sr. Joel me segurou firme pelos quadris e deu uma fincada firme e certeira. Dei um grito escandaloso quando meu cabaço foi arrombado por aquele pintão duraço e o pai taradão da minha amiga putinha foi enfiando tudo até o talo. Ele estava inteirinho dentro de mim e eu gritava de dor sentindo as paredes da minha xoxota se alargando para receber aquele macho tarado e o safado sussurrou todo macho:

-pode gritar vadia... queria rola... vai ter que aguentar ela toda sua cadela de rua... vou deixar essa buceta do tamanho da minha rola... agora deixa de frescura que puta de verdade tem que dar gostoso por macho dela... rebola na pica do teu macho sua vadiazinha gostosa... senão vou te bater pra aprender a ser puta do jeito que eu gosto... ahhh... que delicia tirar cabaço de putinhas taradas... ahhhhh!

A dor demorou a passar, mas quando minha xoxota agasalhou por inteiro aquele pintão quente e grosso logo o prazer chegou com intensidade e meu corpo passou a ser comandado pelo prazer e o gozo chegou copioso e intenso e logo eu era comida pelo Sr. Joel do jeito que ele queria. O safado socava tudo e dava pra sentir seu sacão batendo em minhas coxas e pra mostrar que gostava de dominar as putas o safado batia na minha bunda sem um pingo de dó. Perdi a conta dos orgasmos intensos que tive durante meu desvirginamento e depois de me foder durante meia hora ele tirou aquele pintão todo melecado de sangue da minha xoxota e sem avisar encaixou a cabeça na portinha do meu cuzinho e cravou tudo de uma vez.

Cheguei quase a desmaiar de dor sentindo meu cuzinho sendo arregaçado por aquele pintão descomunal, mas como tinha sido na xoxota logo meu cuzinho guloso adorou aquele pintão entrando e saindo com força de dentro dele e o gozo foi mais intenso ainda.

Depois de um belo banho Sr. Joel se sentou peladão no sofá da sala e me fazendo ajoelhar entre suas coxas sentada no tapete colocou seu pintão na minha boc a gulosa e mandou eu mamar bem gostoso e logo em seguida minha amiga Marcia entrou na sala com umas sacolas de supermercado nas mãos e toda safada disse:

-hummm... acho que cheguei na hora certa... também quero... vou colocar as sacolas na cozinha e já volto!

Marcia já chegou ao lado do sofá totalmente nua e se ajoelhando do meu lado passou a dividir o pintão grosso do papai comigo... uma boca de cada lado daquele monumento chupando e lambendo da cabeça até o saco e o prazer reinou naquela sala.

Na continuação desse relato vocês irão saber como tudo ficou ainda melhor depois de ter perdido a virgindade.

Skype: vanessinha-pst

=======================xsz


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
06/12/2019 05:36:57
Nossa que tesão, eu ia adorar ser fodida por esse pintão, eu adoro homens assim como ele e ia adorar da o meu cuzinho pra ele
21/10/2019 23:04:51
Muito bom. Delícia mesmo
08/04/2019 08:48:52
Delicia.
11/04/2018 15:32:12
Excelente! Ps: Karen, saudade das suas visitas nos meus contos
23/04/2017 10:59:54
Delicioso
23/04/2017 10:59:31
Delicia
28/02/2016 14:11:54
Legal
15/02/2016 17:51:25
Show demais
24/12/2015 12:51:55
Muito bom mesmo! Aguardo a continuação.
19/12/2015 17:59:13
eu adorei eu dava pra um irmão mais velho e um tio comesei com 9 anos eu adorava pra o meu tio eu dei mais de 30 anos so parei porque ele não pode mais
19/12/2015 17:56:13
eu adorei eu tbm dava mais não pro meu pai eu dava pra um irmão mais velho e um tio eu adoro conto de encesto
15/12/2015 00:15:28
12/12/2015 15:45:59
Gozei lendo isso...
12/12/2015 09:41:38
Adorei seu conto! Maravilhoso! Parabéns!
11/12/2015 06:08:26
Há poucos segundos Conto magnífico gozei muito Estou criando um grupo no whatsapp interessados mandar o número no email
08/12/2015 10:16:27
Se alguem tiver afim esse e meu whatts
08/12/2015 10:13:19
Nossa que delicia tbm adoro putinhas assim
07/12/2015 01:56:36
28/11/2015 18:57:55
excelente conto. Parabéns!!!
26/11/2015 10:53:24
Conto perfeito. Adoro putinhas novinhas tbm

Online porn video at mobile phone


miha boceta ta pimicando queru rolaxexo porno menino dado umaio namenina infiando odedo nabucetinha delacontos meu genro me comeu a forcapriquitinhos sentando se peno no pal grandewww.moreno belo na ambulancia mundobicha.comxvideos nããoooOdesafio esposa Liberada Contos Eroticos machos da periferia marentos na punhetaconcha do gozando na boca do cunhado gayporno sacana mao na bucetta no cu nojento ao vivoBuceta e c aadas pelo pau do papai negao. Conto erotico heterossexual.noviha de chote cutocontos o entregador pauzudo e minha esposa de chortinhocache:ldh9BdSAKNMJ:gtavicity.ru/texto/201703301 xvideo gay.novinho nao aguenta fumo do branquinholinda loirinha chorando no pau do cara e gemendo muito querendo mudar fundo maluquinhaxvideos de puto corneteira caseiraviajando de ônibus transei com homem vídeo contos eróticossenas com carinho massagem beijos abraço pegadas palavras romanticas casal apaixonado e sexowww.xvideo corno convida esposa pra subir no câmbio do carropapai me tirou o cabaçocontos eróticos da esposa pegou a amante na cama e castigouisso viadinho chupa minha rola engole tudo logo vai engolir ela toda nesde cuzinho apertadoContos fui estud fud mãe e filhaentrei no quarto errado e me fudi contos de incestoSUPERDOTADO ARROMBANDO FALSA MAGRA NEGRA DO BUNDAO DORMIDO DE SHORTINHOconto erotico corrompendoconto erotico/ ...voce que sabe reapondi...contos eroticos aventuras no baile funkcontossou safado como minha maecontos eroticos casada viu pauzao do mendigojovem melissa e aline....assadas na praia conto eroticohomem comendo o noiado de bruço e mulher olhandoxvidiomarido namorando atrais da esposagrannyzoofila.comWww.contoeroticocomcunhada.com.brxvideo novinha foi nacass do tio econtos sexo minha mulher viu cara coxudo parque deu p elemassagem na prima mais velha conto fotoporno doido botou amames pra chorarconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhotia safada vai dormi ma o subrinho etransa deitadarevista private relatosXvidios fudicu gueysImagems com movimentos rubiaebeto comunidade 018bucetao contoscontos eroticos adoro quando minha esposa si ezibi pra outro quase peladavideos porno com as bucetas mas aprrtada e q n quento kid bengalaporno buseta sogra amarra jero na cama e caga na boca dele sexo caseirocontos eróticos gays cracudocarolzinha santos e suas amigas trepano no churrascoomem nu pitudixvidio as gostosa d vedtido curtinhoContos eróticos tarados na madrugadaxisvedeo asalto loja ponovideos de gosdosa tirado fio dendal de 22anosimagem de menina mois trado a puceta dela vizimpegei minha cunhada xhmastervidio disexe porno yotubevideos porno de so de traveco dotadu de sao pauloxvideo porno erotico esposa traino o marido ela dano o cuzinho americanacontos com fotos,sou neguinha e meu padastro colocou no meu bumbunzinhoxxxxxvideios minha irma doida lor pauolha amor que jeba gostosaestourada pelo amigo pintudo do meu marido ser ele saber contos eroticosxvideo faxineiro velho de olho no amigomulher casada foi na massagista e não resistiuquero ver as pretas de mini-saia transando e g****** com marquinha de biquíniXvideo loira da camisa listrada vermelho com branco danda abucetacorno levou esposa pros caminhoneiros foderem contoNegrão.estrupando sobrinhavirgem a forca sem.os pai ver atras de casacontos dei pra todo mundo do colegio meu maridinho foi corninhoContos eroticos elacareca peladapotria nuonibosconto erotico me viram.no mato e me comeramhttp://zdorovsreda.ru/texto/200704573Loirinha Gata Magrinha Recebe Pau Enquanto Ler Um Livro baixar olineconto eurotico eu novinha soltei um pumm meu tio escutoucontos eroticos mozinhome abandona grandona da n***** moreninha virgem recebendo na bunda e sangrandodeu cu pro cavala grintou de dor e tezao inocentesmae pastorando o filho incestoxvvideo primo tocando puiheta é prima daesplendida gozada dentro da buceta da esposa do cornotia puta cer rola do sobrim no iotubContos comi a buceta da minha nora mesmo ela estando menstruadacasadoscontos/encochadas nas crentesconto erotico pica grande e a buceta ficou um vazio e vacuonao saio de casa e um plugno cuzinhonivinha com o pacote em chadinhovídeos porno de bonecas de prático gigantesFoderam a minha esposa por divida contoso contoseroticos completos no sofa do padrinho maria alice deu ate o cuzinhocontos eiroticos leilaporncontos eroticos viajando junto com irma da igrejacorno que gosta de ouvir da sua esposa como ela aguenta uma rola de25 cm no cucomi o cuzinho do valentao a forca contosvideos de sexo sogra dando escondido para o namorado da filha e ela goza até esquichaler contos eroticos de padres reais