Humilhada por ser bela - 2º dia (A depilação)

Um conto erótico de Ana
Categoria: Heterossexual
Data: 25/09/2015 15:32:32
Nota 9.71

Primeira parte:

//lk.salon-master.ru/jav321/texto/a verdadeira corrente de água gelada me acordou, notei que estava nua e me cobri mas então recordei do dia anterior e que não fazia sentido nenhum tentar esconder minhas partes íntimas. Contudo as risadas não deixavam de incomodar e ser acordada dessa forma me deixou desesperada e nervosa, tentei sai da cama e cai no chão, para piorar minha situação. Um cara chamado Artur e outro chamado Douglas pegaram meus pés e saíram me arrastando pela casa até a sala, mantendo minhas pernas abertas e olhando entre elas. Era hora do café da manha e eles me trouxeram para comer, eu tinha fome e resolvi comer ignorando todos com seus sorrisos estúpidos a minha volta, embora foi muito difícil ignorar a salsinha que Andre esfregava na minha boceta.

Estavam todos felizes, rindo da minha vergonha e me humilhando, nos caras eu podia notar o volume do pênis duro dentro da calça desde o momento que me despiram. Luisa estava radiante, ela era quem me odiava mais, e sempre teve inveja do tamanho dos meus seios e da minha bunda e se tinha algo que me reconfortava era isso: que ela olhasse bem pro meu corpo nu e visse o corpo que ela nunca teria, assim como ela jamais teria o mesmo rosto belo que eu.

Pela primeira vez alguém passou a mão na minha boceta. Foi um garoto que eu gostava, chamado Rodrigo, sempre admirei ele e achei ele lindo com aqueles cachos morenos e físico atlético. Ele participou de tudo que fizeram comigo mas não deixei de gostar de sentir a mão dele em mim e acabei ficando molhada e me segurei para não gemer. Ele não me deu dedadas e apenas pegou na região exterior da vulva, em outra situação, mesmo querendo me manter virgem até o casamente eu acabaria colocando os dedos dele dentro de mim e provavelmente daria para ele, percebi depois do prazer que senti ao toque dele. Mas não em público e achava que ele não merecia mais depois do que fez comigo.

Ele percebeu que estava molhada e então afirmou: "Está gostando em safada", e deu uma olhada pro meu sexo, abriu um pouco em um sorrido malicioso e colocou um pedacinho da língua para fora, foi abaixando a cabeça entre as minhas pernas. Parte de mim era racional e dizia para mim tentar sair dali urgente, parte pedia o sexo oral dele, e Luisa deu um grito e mandou ele sair dali e todos observavam tensos. Rodrigo saiu da sala e se desculpou com algumas pessoas e eu fiquei sem entender nada. Será que Luisa queria me privar de qualquer prazer? Perceberam que estava gostando mandaram ele parar? Luisa me deu um forte tapa na cara e me chamou de puta.

Mais ou menos uma hora depois minha bexiga estava cheia e eu precisava ir no banheiro, mas as amigas da Luisa não me deixaram entrar e disseram que eu teria que mijar no chão da sala. Aguentei o máximo que podia e toda hora me era negada a entrada no banheiro. Depois de horas, quando aguentava mais, eles amarraram minhas mãos para trás, me levaram para a sala, me deitaram no chão e começaram a fazer cosquinhas com as mãos e com penas em mim.

Não sabia que podia rir novamente, embora meus risos eram de desespero e tivessem um pouco de choro, era apenas uma resposta automática do meu corpo às cosquinhas. E o objetivo era me fazer mijar e foi o que aconteceu alguns minutos depois, abriram minhas pernas para todos verem o mijo saindo e estava tudo sendo filmado. Fechei os olhos e deixei sair toda a urina, pelo menos foi uma grande sensação de alívio. Então novamente a Jessica conseguiu piorar as coisas ainda mais para mim, falando que eu iria limpar o chão com a cara, e não tinha nem como resistir pois estava com as mão amarradas para trás. Gritar enquanto esfregavam a minha cara na urina não foi uma boa ideia, pois senti o líquido na minha boca, eu só queria morrer depois disso e quando me soltaram eu corri para a cozinha para pegar uma faca e cortar os pulsos, mas me seguraram. Tive uma crise de choro e quando fui lavar a urina da cara, afundaram minha cabeça no vaso sanitário, pelo menos estava limpa a água.

Outro momento de extrema humilhação foi quando me forçaram a ficar em posições sexuais e tive que ficar de quatro. Foi então que abriram as nádegas da minha bunda e viram o meu cu e eu descobri que tinha a região anal clara, o que não era muito bom quando a sua sala inteira está vendo o seu cu contra a sua vontade, pois só me deixou mais exposta. Fui inocente em pensar antes que não havia mais nada para eles verem, acharam mais um lugar íntimo para explorar.

Durante a tarde os garotos começaram a reclamar que ainda não haviam visto a minha boceta de verdade, por causa dos pelos pubianos, e decidiram me depilar. Me deitaram no sofá e seguraram minhas pernas o mais abertas possível, Luisa veio com a água, sabão e Gillette, e os caras jogaram água e ensaboaram minha genitália, eles pareciam adorar esfregar a mão na minha boceta. Parei de me debater e de tentar me soltar quando encostaram o Gillette, com medo de me machucar.

Toda hora jogavam mais água, ensaboavam e raspavam. Não pensei que poderia sentir novamente vergonha similar a quando abaixaram minha calcinha pela primeira vez, de fato os pelos pubianos encobriam meu sexo mas agora estava tudo 100% exposto. Tiraram uma foto quando terminaram e me soltaram, então olhei para a minha boceta e vi que não havia sequer sombra de um pelo ali, estava lisinha. Agora minha xana atraia muito mais atenção, mas se teve algo que me reconfortou foi a expressão de ciúmes no rosto da Luisa quando viu minha boceta depilada.

Até eu me surpreendi com o que tenho entre as pernas, nunca havia me depilado então não sabia como era a minha vulva por baixo dos pelos desde minha pré adolescência. Eu tenho uma boceta clarinha e bem carnuda, com os lábios vaginais grandes realmente grandes, com o rachado semi aberto com os lábios menores la dentro e cheio de carne. A minha boceta é realmente bonita e gostosa. Ouvi apelidos de "capô de fusca" e "pata de camelo".

Assim foi o meu segundo dia. Continua...


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Aninhap a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
09/03/2019 22:14:36
Quero ver a continuação!!!!
13/01/2017 17:36:43
Muito bom. Gostei muito desta história.
L_
16/05/2016 15:35:33
E... não teve continuação
27/11/2015 14:47:22
Bacana quero ver o resto do que virou
03/10/2015 13:45:13
muito legal, estou esperando o próximo
30/09/2015 19:34:50
Estamos esperando, não demora vai. Afinal está demais
28/09/2015 23:41:36
Muito bom teu relato!!! Parabéns Ana!!! Aguardando a continuação!!!
26/09/2015 00:35:37
Diferente
25/09/2015 23:20:08
o mais rapido minha gata.
25/09/2015 20:42:22
Nossa to amando cada vez mais sua história! Continua pfv Anã o mais rápido que puder bjs linda!
25/09/2015 18:55:05
Continua, Ana. Porque está muito bom.
25/09/2015 16:28:19
Q horror
25/09/2015 16:10:15
Sensacional! Ansioso pelo próximo! Skype: morenocdc ()

Online porn video at mobile phone


conto erotico gay com amigo velho coroa grisalho do trabalhocontos eróticos minha mãe me obrigouchupando buseta labefo pasda mso bocsContos chupando a buceta gostosa da janaraSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaVIDEO caseiro porno FODENDO novinha no.aniversário de 15aninhotodos os vilões em um só corpo versus Goku com cabelo azul ninguém trisca neledoce nanda parte IV contos eroticoscomo você gosta de dar o cú ao trasex devagazinho bem gostoso ou no arranca tudo vidioxvideos minhonsinhoaprendendo a ser puta no tapa/contosvideos Pornodoido.com Pai pega filho gay aforca e regaça ele grita e gemepreto esta fudendo amiha vizinha branqinhContos eroticos heterosexual picantes com cenasvideos sexo mae sem calcinha e de chortinho sovadofilme pornô com a Socorro lido RT xxxliberei minha filha pro meu amante tirou o cabacinho contoshomem se enxuga nu e a mulher abre a porta senquerer pornoContos eroticos com fotos de podolatria chupando pes da prima dormindosdepiladora nao aguenta a buceta elastica a maoporno com novinha goszando na buceta na boca da outraporno doido sapatona transando♥♡♥♡♥♡♥♡Paus grandes no cu da vadiazinhahvideos porno de novinhas fodida por maquena ate chegar ao orgasmo vmae levanta o vestido e arredou calcinha pro lado e manda o filho bota o pau dentro da buceta delavidios pornnou que mae e filha tranza com o meismSobrenatural-Contos Eroticos zdorovsreda.rumulheres tocam siririca com a calçinhadentro. da bucetano motel o bucetao virgem cheio de pentelhos da minha cunhada solteira coroa conto eróticoesposa cheia de porra no acampamento casa dos contosconto erotico gay viado submisso vira femea do negaoContos er com fotocontos porno de incesto, interior da bahia com o irmao acidentado de moto, contos pornoconto erotico gay vagejada capinteada com madrasta lesbicas de shortinho verde v chegando de mancinhoopai comer a filha gotinha vigeensBuceta parecendo um cupim deu boifamilia sacana hqmulher dando pa o dog esitadoesposa do corno adora se exibir sem calcinha pro encanador so pra ele ñ resistir e fuder a safadafull hd xxx videos of cologirawww.porno zoofilia.com/contos dando buceta virgem dois cavalos?flaguei meu irmao comendo minha mae e entrei na festanovia rebolado narulaolha o tamanho pacote de buceta xmasterConto erotico quado dei leitinho para minha filhavidio porno tarado enfiando pinto por baixo do xorte da mulherxvideos comendo tia cavala ergueu o vestido dela e soco a picapornô sexo garota transando com apitando o quarto deitadaxvideoporno primas bonbadinhas de casa transando bem gostosopornô doido de cetona de mini saia sem calcinha sentando na rolaContos , enquanto eu estava bêbado o malandro tava comendo minha mulhercasada.comcrente dando pro.comvelho.contocontos eróticos o tio com minha namoradahome estrupo cu diverdacontos gay com barbeirospai a reda causilha da filha enchi a bucetilha dela di porraContos gay estupro coletivobeijo safados com mulheres de poposoes e homem de cueca de pau duroVidios porno mae dilinho cumelhores meninas de porno prima com avô de 50 citimetroquero bate papo com casada fogozamae pelada dando um cosenho pa amae dele parra trnza video pornodelegada quer jebacontos minha esposa e um andarilho picudoconto erótico sogra analxvideosjuju anacondamulher e homem tirando a roupa da mulher Valendo Nada superar chupando priquitochorrao super dotado fode zofilacontos eroticos sete anosEncoxando a bunduda casada no onibus e o corno do marido nem percebeufeminilizado conto erotico esposacheirava qs calcinhas de casanovinha aprovoca padastro ate ela ser fodidaconto gay virei a puta de varios machos na saunamulhe de saia curta esfregano ante fude emcoxano na cozia no xvidiocontos eroticos eu e meu amigo batemos uma punheta bem gostosaminha mqe me pediu a toalha e fudemostaradona nivinha loca pra dar oacuzin mas o pausudo nao esta dando conta de te comer num enta o cacetePenis flacido castrar contoscontos eróticos de sexo com o padre