Who Owns My Heart - pt 30 - |Último Capítulo | 1ª temporada|

Um conto erótico de Brunoo&Wagner
Categoria: Homossexual
Data: 30/04/2015 00:23:56
Nota 10.00

_Who Owns My Heart | Pt 30 | Capítulo Final_

________________________________________

Oláaaa amores...

Primeiramente quero agradecer! Agradecer a vocês que leram, votaram e comentaram.

Foi uma honra contar minha história para vocês, claro que só a primeira temporada acabou, por que muita coisa ainda aconteceu e está acontecendo!

Respondendo:

Digos2 – Sim, é real. Porém não acho magnífica, rsrs, pois coisas ruins me aconteceram, as que contei e as que ainda não contei, não queria que ninguém passasse por certas coisas que passei. Enfim, obrigado por ler, comentar e votar tão positivamente. Beijos!

Ru/Ruanito – E quem deixaria sua mãe morrer? Acho que poucos! Beijoney

Beijos a todos!

Obrigado à todos!

Vamos ao conto!

*******************************************************************************************************************

Anteriormente:

Eu: - Pois é amiga, eu estava pensando, você não tem um namorado.

May: - E nunca vou ter!

Eu: - E por quê não?

May: - Por que sou lésbica...

___________

¬¬Parte 30¬¬

___________

Eu: - Para amiga de brincadeira! Haha, o que eu estou falando é sério!

May: - E eu também...

Eu: - E como eu nunca soube? Por que nunca me contou?

May: - Ah Bruno! Se toca, você nunca me perguntou sobre isso, tem seus problemas, por que iria se preocupar com os meus? E além do mais, se você tivesse perguntado antes eu teria respondido. Resultado... Não sabe, por que não perguntou.

Eu: ... –Espera ai, pensando bem, eu sou o pior amigo da face da terra, por que agora que paro pra pensar, percebo que realmente ela estava certa. Eu nunca me preocupei em saber da vida delas, de nenhuma das duas, na verdade só me preocupava em contar meus problemas, mas pra ouvir era complicado, nunca tive paciência. Se bem que a gente tinha uma brincadeira de chamar de tamanco, eu a chamava de tamanco e ela me chamava de viada(pra quem não sabe, Tamanco é uma lésbica de uma série que não vou citar, para não fazer merchandising *-*, mas enfim, na minha cabeça era apenas brincadeira, mas agora percebo que ela sempre estava olhando pra uma menina da nossa turma, agora acho que ela a deseja. Depois de alguns segundos calado, falei –Desculpa amiga, você está certa, nunca ouvi vocês duas... Me desculpa.

May: - Está tudo bem migo, sei que você tem problemas maiores que os meus.

Eu: - Mesmo assim, eu deveria ouvir quando vocês precisassem, mas eu nunca me preocupei m ouvir, mas eu não fiz por mal amiga... É que eu nunca fui de ter amigos –Chorei –Na minha antiga sala, no ensino fundamental eu era excluído, eu não tinha amigos, sofri muito por isso, quando eu queria desabafar, não tinha pra quem... E por isso fiquei assim.

May: - Nossa Bru, eu não sabia, achava que você era popular igual hoje.

Eu: - Não sou popular, apenas falo com todos da sala, mas não, antes eu não tinha amigo, por que eu próprio me excluía e pra completar todos me excluíam também. Chamavam-me de careta, por que eu era muito sem graça, eu admito.

May: - Mas agora você tem amigos, e outra, eu não estou triste por você não ter perguntado, sabia que uma hora você perguntaria, aqui estamos nós, essa hora chegou. Mas agora não é hora de me ouvir amigo, seu namorado tá com problemas, então eu que tenho que te ouvir.

Eu: - Mas tamanco, você tem que falar primeiro, já esperou muito pra isso.

May: - Não senhor! Bru, pode falar, sérião , eu vou na sua casa depois, para te contar pessoalmente, mas então, continue...

Eu: - Tudo bem amiga, já que insiste.

May: - Migo, vou aqui tá? Preciso resolver umas pendencias, depois te conto.

Eu: - Tudo bem amiga. –Desligamos.

Depois dessa breve conversa que tive com Tamanco... Digo... Mayara, eu jantei e fui para meu quarto. Estava sem ânimo, pensando o que teria acontecido a Wagner, quando chegou em casa, “Será que a mãe dele aceitou?” “Será que ele tá bem?” “Será que eleja jantou?”, nesses pensamentos acabei dormindo. Horas depois, sou acordado por Miley me chamando, “CREATION SHOWS ME WHAT TO DO I'M DANCING ON THE FLOOR WITH YOU AND, WHEN YOU TOUCH MY HAND I GO CRAZY...” Tinha alguém me ligando. Olhei no visor do celular, era Wagner:

Eu: - Oi meu amor! Que saudades!

Wagner: - Amor? Vem aqui agora! Por favor!

Eu: - O que aconteceu? Tá tudo bem?

Wagner: - Não, não está, dorme hoje aqui comigo? Por favor!

Eu: - Espera amor... –Segui até Clara e avisei que dormiria na casa dele, ela me falou para tomar cuidado com o que íamos fazer–Claro que durmo. Tem como você vir me buscar amor? Se não tiver, pode deixar que eu vou de ônibus mesm...

Wagner: - Claro que não amor, eu vou te buscar sim. Nem precisava perguntar.

Eu: - Tá bom amor! Vou arrumar-me, assim que estiver pronto te ligo.

Wagner: - Ok, te amo.

Eu: - Te amo meu musculoso! Beijo.

Wagner: - Beijo meu bebê!

E desliguei. Depois desse breve falatório, fui me ajeitar, para então ir dormir com meu homem.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

VERSÃO WAGNER

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Depois de ligar para meu amor, resolvi que não iria esperar por Joana, pois não queria que Bruno visse aquela cena. Fui até a área de serviço e peguei o necessário, para deixar aquilo limpo. Depois de limpar cada parte, cada gota de sangue, cada móvel fora do lugar, acabei tomando um banho.

Após o banho fui me vestir para que pudesse pegar Bruno, vesti uma calça jeans, preta, não tão justa, uma camiseta rosa bebê, bem apertada, pois sabia como Bruno amava meu peitoral (rsrs, e como adorava), coloquei um sapatênis básico, e por último, mas nem menos importante, perfume.

Naquele dia (ou noite), eu não estava com cabeça para sexo, queria apenas a companhia doce do meu namorado, para me acalmar e estar ali comigo. Estava triste, como minha mãe não me aceitou? E para completar, tenta se matar.

Fiquei esperando a ligação de Bruno.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

BRUNO

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Depois que me arrumei, liguei para Wagner, que em poucos minutos chegou, ele estava muito gostoso, aquela camiseta destacava seu peitoral, que eu adoro, nossa! Até me arrepiei(kkk), peguei minha mochila com meus pertences, que eu sabia que precisaria, segui para o carro. Ao entrar no carro, ele me olha e eu o olho, eu estava calado olhando pra ele e ele fala:

Wagner: - Tão bom te ver meu amor, estava morrendo de saudades.

E me beijou, não deu tempo nem de responder, o beijo dele estava diferente, calmo demais, doce demais, carinhoso demais, diria que ele estava triste e carente aos extremos, mas o beijo não foi ruim, foi tão bom e tão romântico:

Eu: - Também senti muito a sua falta, mesmo tendo te visto a umas horas atrás. Vamos?

Wagner: - Vamos!

Seguimos calados, o clima ficou meio pesado, pois tenho certeza de que assim como eu ele estava pensando em sua mãe. Logo chegamos em sua casa, não vejo nada de anormal, nem vejo seus pais, mas imaginei que estivem no quarto deles.

Fomos para o quarto de Wagner, eu ainda não tinha tido a honra de conhecer o quarto dele. Vi que era um quarto bonito, todo trabalhado, muito bem planejado e grande, muito grande, tinha um closet enorme, uma cama de casal, suíte, muitas coisas extra. Só aquele quarto dava uns 4 quartos meu (rsrs).

Ele deitou-se na sua cama e deu três pequenas batidas ao seu lado, tipo me chamando para deitar-se lá com ele, fiz sinal pra ele esperar com a mão, segui para o closet e deixei minha mochila lá, enquanto eu seguia para a cama, ele estava tirando seus pertences, tirou seus tênis, sua camisa e sua calça, ficando apenas de cueca.

Nesse momento eu imaginei, “Oba! Sexo! Sexo! Sexo!” Sai todo feliz tirando minha roupa, ficando apenas de cueca também, cheguei na cama e já comecei a beijá-lo e pegar em seu pau por cima da cueca, que por sinal estava mole, quando ele tira minha mão e fala:

Wagner: - Desculpa meu amor, mas não estou no clima, desculpa.

Eu: - Tudo bem amor!

Wagner: - Hoje quero ficar apenas com você, sua companhia e seus beijos, mas sexo não. Não estou com ânimo.

Eu: - Certo amor, mas então me conta, o que houve? Sua mão não te colocou pra fora de casa né? Por que se for, você vai morar na minha, não se preocupe, eu falo com minha mã...

Wagner: - Não amor, não foi isso, fofo você me chamando pra morar na sua casa, mas acontece que foi mais grave.

Eu: - O que?

Wagner: - Minha mãe tentou suicidar-se! Não me aceitou, pegou uma faca e perfurou-se, ferindo vários órgãos.

Eu: - Oh, Senhor, sinto muito meu amor – Comecei a chorar – Foi por minha culpa, me desculpa. Eu vou embora agora, acho melhor a gente não namorar mais, eu não quero acabar com sua família!

Quando eu estava me levantando pra ir embora, Wagner segura minha mão:

Wagner: - Calma amor, não foi culpa sua – tentou me tranquilizar, falando serenamente –Ela tem que aceitar, já falei com meu pai, se ela não aceitar, eu vou embora, mas não se preocupe, meu pai iria me ajudar se eu fosse!

Eu: - Agora estou calmo, por saber que você está bem. Tudo vai ficar bem, eu sei que vai. Eu Te Amo. Você é o primeiro e o último homem da minha vida, pois eu te amo.

Wagner: - Eu te amo tanto, por que você é assim, fofo, tão meigo, eu quero me casar com você... –Fiz uma cara de assustado, também né gente! Eu com 15 anos, prestes á fazer 16 anos me casar, perai né. Ele fez uma cara muito fofa, deu uma pequena gargalhada tímida, e então prosseguiu – Calma, amor, rsrs, não é agora, não se assuste, daqui a alguns anos, sei que estaremos juntos ainda! Por que nosso amor é mais forte que tudo nesse mundo!

Eu: - Sim. Mais forte que tudo nesse mundo!

Nós nos beijamos, um beijo muito romântico por sinal, Wagner estava tão fofo carente. Naquela noite, não fizemos sexo, ficamos apenas trocando carinho, conversando e fazendo companhia um ao outro.

Passaram-se 4 dias, sua mãe teve alta.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

VERSÃO WAGNER

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Naquele dia minha mãe teve alta, enquanto ela estava no hospital, tudo ia bem, meu namoro com Bruno, minha relação com meu pai, minha vida em si. No dia que ela voltou, por incrível que pareça, tudo continuou bem, conversamos e ela pareceu me aceitar. Na outra semana seria aniversário de Bruno, eu estava pensando num presente. Mas, voltando, falei com minha mãe, ela disse que me aceitava, aceitava que eu namorasse o bruno e ainda pediu que o convidasse para que ela se desculpasse e assim o fiz.

Pedi que Bruno viesse à minha casa no dia seguinte, ele recuou um pouco, mas acabou aceitando. Pedi que ele fosse um pouco discreto, que usasse roupas menos justas se possível, para minha mãe não ficar constrangida, ele ficou um pouco chateado, por não poder vestir-se como gostava, mas disse que entendia e que faria isso por mim.

Na tarde daquele dia tudo estava pronto. Apenas aguardava o momento para ir busca-lo:

Pai: - Elisa, meu amor, você tem certeza que quer ver o namorado do nosso filho?

Mãe: - Sim meu amor –Falou serenamente, seus olhos estavam marejados –Quero conhece-lo direito e pedir perdão pessoalmente.

Pai: - Tudo bem amor!

Mãe: - Filho me perdoa também, eu fui uma boba, deveria ter aceitado logo, afinal você é meu filho e eu te amo muito.

Eu: - Mãe, não tem que pedir perdão, o que importa agora é que você me entendeu e me aceitou, te amo muito mãe.

Minha mãe ainda estava de cama, não podia fazer esforço, pois os pontos ainda não tinham cicatrizado. Em alguns minutos, meu amor me manda uma mensagem, dizendo que estava pronto. Fui busca-lo com prontidão, ao chegar, me deparo com Bruno vestido da seguinte maneira: Uma bermuda larga que passava do joelho, uma camisa muito larga e grande e um all star, que ele não largava.

Eu tive que rir daquela cena.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

BRUNO

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Wagner me olhava e ria, como podia rir? Claro eu estava ridículo naquela roupa, mas foi ele mesmo quem pediu que fosse “discreto” e foi o que eu fiz:

Eu: - Tá rindo de que? –Falei de cara feia.

Wagner: - Desculpa môzi, mas é que você tá tão engraçado assim, hahahaha, desculpa amor, hahaha, droga!

Eu: - Vai rindo, o que não faço por você? –E entrei no carro.

Dei um beijo nele, mas ele riu até quando nos beijávamos, achei isso ridículo da parte dele, mas tenho que confessar, fiquei engraçado. Resumindo, nós dois ficamos rindo e nos beijando ao mesmo tempo, foi muito engraçado.

Agora vou resumir... Chegando a casa de Wagner, seguimos para o quarto de sua mãe, quando entrei todos riram de mim, disseram que não era necessário eu mudar meu jeito de vestir e falei que foi ideia de Wagner que eu fosse “discreto”, a mãe dele me pediu perdão, não acreditei em nenhuma palavra que aquela mulher me falou, achei que ela estava armando algo, mas pelo menos tudo correu bem, conversei com Ricardo, com Elisafalsa e com meu amor. Ou seja, tudo deu certo, pelo menos por enquanto.

A mãe de Wagner chegou em casa no dia 18 de Novembro, fui na casa dela dia 19 e meu aniversário seria em 7 dias, ou seja, dia 26 de novembro. Bom, aqueles dias passaram voando, e chegou o dia do meu aniversário, eu estava no quarto deprimido, mas então entra no quarto: Clara, Claudia, Minha mãe e minha avó. Me deram os parabéns, e alguns presentes, Claudia não deu nada pois não tinha dinheiro, Clara, me deu um fone de ouvidos que eu estava louco para ter, pois funcionava através do bluetooth, Vovó não me deu nada, disse que só iria ter dinheiro no dia 29, minha mãe... Minha mãe me deu uma escova de dentes... kkkk... Vê se pode! Mas depois me deu o presente de verdade, uma televisão para por no meu quarto... O.o Ai que tudo.

Porém mesmo depois disso eu continuei triste. Tive outras visitas, passei praticamente a manhã toda no quarto, eu estava no meu quarto, olhando desesperadamente para meu celulixo, todo acabado, minha mãe não me deu um novo, então minha mãe anuncia visitas, peço que entrem, quando eu olho, vejo Vic e Pedro. Dei um pulo da cama:

Eu: - MINHA NOSSA! SE EU SOUBESSE QUE VIRIAM TERIA ME ARRUMADO!

Vic: - Mas nem se preocu... / Pedro: - Nada a ve...

Eu: - Calados, fiquem quietinhos ai, volto já.

Eles riram, peguei uma roupa muito bonita que tinha, tomei um banho e me arrumei, depois que estava todo arrumado disse:

Eu: - Podem continuar! Rsrs

Pedro: - Primeiro eu... Primeiro quero dizer que você está lindo, perfeito.

Eu: - Você também e como... –O tempo só fez bem a Pedro, ele estava com cara de homem agora, adulto, aqueles olhos negros, lindos de morrer.

Pedro: - Rsrs, enfim, meus parabéns, feliz aniversário novinho!

Eu: - Obrigado!

O abracei, ele estava divinamente cheiroso, depois que sai do seu abraço, ele me entrega uma sacola, quando abro a sacola, vejo um kit, com 1 perfume, 1 desodorante spray e um hidratante, adorei demais, o meu preferido, não quero citar marcas, mas vocês tem que saber, para sentir como é bom, é um perfume da natura, “HUMOR, fator 2”, ele é um frasco pequeno e largo, marrom, super cheiroso:

Eu: - Como adivinhou? Eu adoro esse perfume.

Pedro: - Naquele dia no parque, senti esse cheiro, sabia que conhecia esse perfume, sabia exatamente que perfume era e Vic me contou que você venera esse perfume... Então comprei pra você!

Eu: - Obrigaado, muito fofo você!

O abracei e beijei seu rosto, ficamos abraçados por um tempão, até que Vic fala:

Vic: - Tá bom, Minha vez! –Nos separamos –Migo, quero te agradecer por ter falado comigo, se não tivesse falado eu não teria tido a oportunidade de te conhecer. Você, esse menino lindo, doce, gentil, manteiga derretida, rsrs, enfim, Feliz aniversário! Amo você!

Eu chorava, a abracei, e falei que a amava também, depois ela me entregou uma sacolinha de papel, dentro dela havia um relógio maneiro daquele tempo, que trocava as pulseiras, e eu não quis aceitar:

Eu: - Não precisa amiga, fica pra você, pra mim basta sua amizade, não precisa de presente. Por favor né!

Vic: - Senhor Bruno, por favor, deixe de besteira e aceite logo, Pedrinho me ajudou a comprar, mas eu tou dando, é seu, pega logo.

Depois de muito insistir eu aceitei, os dois ficaram mais algum tempo comigo, mas logo eles foram embora, uma hora depois chega May:

Eu: - AMIGAAAAAAAAAA, QUE SAUDADE DE TU TAMANCO!

May: - VIADAAAAA, ESTÁ COMPLETANDO ÂNUS (kkk, Ela falou isso mesmo). Meus parabéns migo, Que sua vida seja repleta de bênçãos e coisas boas –me abraçou –Olha só, você sabe que não sou rica como vocês (Não sou rico gente, mas vivo bem, por causa da profissão da minha mãe e do dinheiro que aquele que se diz meu pai manda) ,muito pelo contrário, por isso eu não tenho presente chique pra você, mas o que eu trouxe é de coração.

Ela me entregou um dvd, que tratei de colocar, nele tinham fotos e vídeos nossos, nossas conversas, nossa diversão, quanta alegria, comecei a chorar já na primeira foto, estávamos nós dois na sala de aula, no primeiro dia, foi emocionante.

Depois disso, ela me entregou uma caixa singela de chocolate, era pequena, só tinham 5 bombons, que fiz questão de dividir com ela(2 e meio para cada um, kkkk), comemos, rimos, choramos.

Então ela me entregou um pacotinho, dentro desse pacote tinha um bichinho de pelúcia, era um tigrezinho, muito fofo, segurando uma rosa, na sua barriga tinha escrito “Te amo”, ao apertar sua barriga ele disse “Te amo, te amo” e soava um som de beijo, após ele falar.

Comecei a chorar:

Eu: - Amiga, você é a melhor amiga que eu podia ter, nenhum outro presente me fez feliz como esse seu –pausa, choro –Valor não importa pra mim, o que importa é o valor sentimental, e eu nunca tinha ganhado uma pelúcia, eu nunca ganhei presente de amigos, eu nunca ganhei presente de amigas como você, eu sinto que você me ama amiga, assim como eu te amo. Obrigado pelo presente. O seu presente representou algo maior na minha vida do que qualquer outro presente.

May: - De nada migo.Te amo demais seu doido. –Nos abraçamos, ela ficou um pouco comigo, e depois foi embora.

Anoiteceu, eu estava feliz, pelos presentes e principalmente pela presença de quem amo, mas eu estava triste por dentro, pois que quem eu mais esperava que lembrasse não lembrou.

Quando o relógio marcava 18h00min, A campainha soa, eu já nem tinha mais esperança, quando minha mãe fala da sala (Era onde fica o interfone):

Mãe: - Filho, vai atender... É Wagner!

Eu (PENSEI): - “Wagner”... Wagner... WAGNER!

E saí correndo dali, abri a porta com um sorriso enorme, o abracei forte e o beijei:

Wagner: - Calma Môzi, o que houve?

Eu: - Hoje é uma data especial né amor!

Wagner: - É? Porque?

Puta merda, ele esqueceu... Ou nem sabia... Que droga. Sai dali, deixei ele sozinho lá, mas não fechei a porta, segui para o meu quarto correndo, comecei logo a chorar, quando ele entra no quarto, nem olhei pra ele:

Wagner: - Amor, o que houve?

Eu: - NADA, POR FAVOR, VAI EMBORA, AMANHÃ CONVERSAMOS –Falei grosseiramente.

Wagner: - Amor olha pra mim!

Eu: - Não!

Wagner: - Olha!

Quando olhei, lá estava ele, lindo, vestido perfeitamente, com um buquê de rosas vermelhas na mão, abri logo um enorme sorriso:

Wagner: - Achou que esqueci do seu aniversário bobo?

Comecei a chorar de emoção e só acenei positivamente com a cabeça:

Wagner: - Ownt meu bebê, vem cá vem.

Sai correndo, ia pular em cima dele, mas ele diz:

Wagner: - Calma, espera amor, as rosas.

Putz, eu iria esmagar as rosas, mas então peguei-as e coloquei-as em minha cama:

Eu: - Agora sim.

Sai correndo e pulei em seus braços, o beijei loucamente, “Ah, como amo esse homem”, eu estava em seu colo, rsrs, preso a ele, então ele diz:

Wagner: - Amor calma, me solta um pouco, preciso fechar a porta do carro, esqueci.

Eu: - Tá, fecha mesmo, vá que roubem o carro do seu pai.

Wagner: - Pois é, volto já.

E saiu.

Sentei na cama, coloquei as rosas nos braços e fiquei cheirando e sentindo borboletas no estômago. Como é bom amar ele. Em alguns minutos Wagner volta:

Wagner: - Volteeeiii!

Eu: - Agora posso pular em você? Rsrs

Wagner: - Pode! Sou todo seu!

Pulei em cima dele e ficamos nos beijando, então ele levanta a mão direita para que eu veja, quando olho para sua mão, vejo uma sacola, de papel, falei:

Eu: - O que é?

Wagner: - Abre amor, é seu!

Eu peguei, já imaginando o que seria, ele me comprou um perfume, Humor 2, o mesmo que eu amava e que Pedro me deu, fiquei mais que feliz, agora eu tinha 3, kkk, pra estocar, 1 Que eu já tinha, tinha metade ainda, 1 que Pedro me deu e um que Wagner me deu:

Eu: - Obrigado amor, nem precisava, obrigado –Beijo –Obrigado –beijo –Obrigado! Te amo!

Wagner: - Por nada ,–Beijo –Por nada –Beijo –Por nada ! Também te amo. Comprei com umas economias que tinha guardado da minha mesada, detalhe, paguei sozinho, sem a ajuda dos meus pais.

Eu: - Rsrsrs, amor? E quem te dá mesada?

Wagner: - Meu pai... rsrs

Eu: - Então, ele te ajudou bobo.

Wagner: - Não que a grana era minha, mas enfim, esse daqui, meus pais vão ajudar a pagar.

Eu olhei e vi uma sacola de uma loja de eletrônicos, quando peguei já vi logo a caixa, gritei por dentro “GANHEI UM IPHONE, GANHEI UM IPHONE”, era o último que tinha sido lançado:

Eu: - Não! Você não fez isso! Rsrs! Doido, você não trabalha.

Wagner: - Não se preocupe amor, pega, é seu.

Eu: - Não posso aceitar, sério, não sou interesseiro ou ganancioso demais. Você não é meu pai amor, não tem obrigação de me dar celular. É apenas meu namorado.

Wagner: - Eu sei, mas deixe de ser cabeça dura, sou seu namorado, hoje é seu aniversário, não aguentava mais ver você sofrer com aquele celular todo quebrado. Aceite amor. Por mim.

Eu: - Tá bom, vou aceitar.

Aquele foi o dia mais feliz de toda a minha humilde existência, não só pelos presentes, mas pelo sentimento, pelo carinho, pela presença de quem mais amo, minha família, meu namorado e meus amigos.

Eu estava me sentindo completo, fechei a porta do quarto e transamos romanticamente naquele dia, foi muito romântico por ser meu níver.

Novembro acabou, e num piscar de olhos chegou Dezembro, trazendo consigo o final do ano. No dia 30 de Dezembro eu e Wagner decidimos passar a última noite daquele ano juntos e o primeiro dia do ano seguinte juntos.

Partimos para a capital do estado, que fica no litoral, veríamos a virada do ano na praia. Chegando lá ficamos no hotel, não saímos naquele dia, passamos o dia apenas conversando e trocando carícias.

No dia seguinte, passamos o dia curtindo, tinha festa em muitos lugares naquele réveillon, dançamos muito, comemos e bebemos, nos beijamos, assim, na frente de todos, sem se importar com quem nos olhava.

A noite não demorou a chegar, fomos para o hotel, nos vestir adequadamente para a virada do ano, Wagner estava com uma bermuda branca, uma regata branca justinha e um tênis branco. Eu estava com uma calça skinny branca, bem justa, uma camisa com mangas, justa, e o meu all star branco, detalhe, até o aparelho eu coloquei branco naquele mês.

Agora seguimos para a praia, lá todos cantavam, dançavam, se divertiam juntamente de nós. Faltavam apenas alguns segundos para a virada de ano, eu estava de frente para Wagner, com as mão em volta do seu pescoço, ele estava com as mãos em volta da minha cintura, estávamos nos encarando, quando ouvimos:

Todos: - 10

Eu: - Estou muito feliz.

Todos: - 9

Wagner: - Eu também.

Todos: - 7

Eu: - Poder estar aqui com você.

Todos: - 6

Wagner: - Me faz sentir vivo.

Todos: - 5

Eu: - Por que você me completa.

Todos: - 4

Wagner: - E você me completa.

Todos: - 3

Eu: - Tudo isso por que...

Todos: - 2

Wagner: - Tudo isso por que...

Todos:Wagner/Eu: - Por que EU TE AMO.

Todos:FELIZ ANO NOVO

E nos beijamos

FELIZ ANO NOVO (Ouvia-se ao fundo)

Enquanto eu e Wagner nos beijávamos, saímos correndo de mãos dadas, para podermos pular as ondas, sorrindo e felizes.

Não queríamos ser felizes para sempre, pois sabemos que não existe o “E viveram felizes para sempre” , queríamos apenas uma coisa, ter der verdade...

UM FELIZ ANO NOVO!

EU TE AMO WAGNER!

EU TE AMO BRUNO!

E assim iniciava-se um novo ano!

§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§

Agradecimentos:

-Bruno-

Vou ficando por aqui amores.

Espero que tenham gostado.

Logo Logo estou de volta. Estaremos de volta na verdade!

Espero que essa 1º temporada tenha agradado.

Beijinhos beijinhos e tchau tchau.

_Wagner_

CHEGAMOS AO FIM GALERA!

MAIS NÃO VAI SER PRA SEMPRE, EM MENOS TEMPO DO QUE VOCÊS IMAGINAM ESTAREMOS DE VOLTA.

OBRIGADO POR LEREM, VOTAREM E COMENTAREM.

FIQUEM COM PAPAI DO CÉU!

FALOW!

_Nós dois_

Obrigado a todos!

Beijos, de Bruno(Dannilo) e Wagner!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
30/04/2015 03:45:11
Felicidades =D
30/04/2015 01:03:18
Bom demais
30/04/2015 00:45:56
Ah perfeito como smp hahaha já to sentindo sdds e Dan lindo me desculpe por falar q sua vida era maravilhosa quis dizer no sentido de superação e garra q vc tem e pelos momentos bons tb hahahaha Não demorem em voltar hein Nota 1000 :)

Online porn video at mobile phone


porno. mineiro. mae. e. filho. trezeno. escomdido. do. paiminha irma vive mim provonca encostano seu cuzinho no meu pau. acabei comendocontos eróticos cachorro fodendo idoso gay zoofiliaSite porno de facio asseçocontos eroticos so cabecinhavocê vai realmente para o Quartel eu tava até 9:00 da manhã online qual foi tava no quartel mesmoporno gay chegando de viagem com saudade do namorado mundo bichasogra xuba a rola do genro ate gosar na boca delacontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgevideo porno jotalhaovidios d senhora com corpo gostoso e seios parados e arebitadosvidios caseros de novinhas. fudeno na posisao papai e mamaeamante goza dentro e a puta se abaixa e dispeja na boca do cornocontos herotico eu tem fichen peido e cu eu amocuiada fudedo com xortiu de dormicontos como tirei a virgindadeXxx ponodoido Modelo quer 3 Cara Negão Dotado para fazer com elaContos Eróticos De Minha Vizinha Veramivimha amostrado a casinhacontos eroticos menage birealizei minha fantasia com meu tio e seu amigo negâoxvideo ninazinha piquena olhando o pauporno novinha ferxando o cuxvideo peguei a mãe e arranqueo cabaco da duas filhasmae ttansando com filho i a irma vendoskype:bruninha_zinha_ztransando com o principe e o lobo mauxvideos de puta arrolbadaconto erótico e lesbico de madrasta humilhado a enteada submissaconto pornô fazendo o lek de mulherwwwxvideos.mulhe.com.amate.mote.geitano.na.rolafotos de gordas gostosas de cho tinhos amostran do abocetaacho que minha namorada gozou pq agente tava fazebdo sexo e a perna dela tava tremendovídeo pono tento fugi do negao mais se treme toda de tanto gozáyoutube tarado comeusobrinhas sexaul tirado a roupa nuasContos coloquei um shortinho d menina e acabei estupradocontos eróticos minha filhinha corrompidagorda girando o cu na rola jigante videos caseiroscontos.eróticos gay o negro da rola grossa e cabeçuda me arrombou e virei sua esposa eLuana da nova temporada do quadro rola ou enrola em porno contos eroticos EroJonnyVideos de zoocadela no cio piroca nelacoletanias de batidas de pulhetas por mulhreres pra homenso tarado do negao quis enfiar no meu olho enrugadoanal maduras criadas viuvasConto erótico por vingança me deixaram peladaermau tranzando com ermanmulher transando na subida do Ilha Porchat São Vicenteporno ele e louco pra fuder a tia " depois de tantas punheitas ela deixa foderlasca mińha bucetacontos eróticos de mulher pegando outra mulher no tremconto erotico advogado apaixonantesessentona gostisa peluda pediupra gizar dentro duas vezes sem tirarestava carente e dei pro meu cachorrocontos tatuape primeira bucetanovinha indecente nao aquento me ver so de cueca pornoMulheres se vingando da amiga amiga humilhação amiga fetiche prima braquinha muito gostosa e seu primo nao resitiucontos sexo anal concunhada concunhadocrentinha dando po paugrande ergundo a saiaporno tia da um tapa na cara do sobrinho ele estupra ela brutalmente violentada pelo sobrinho na cozinhacontos eroticos empregada precisa de granaestupro esposa contos eroticosconto de eu novinha dri meu cu apertado para um cavalo de pica grande porno cunhanda provoca cunhando d xorti ate emtra na rolaprica cavalaem couchando agostosa no ônibusvídeo de pornô transando com a ponta dele tequingofaite pornôcontos eroticos sentei com meu cuzao no pau delepuxar o courinho da piça pra mijar x videoesses irmaos tem uma ligacao muito forte pornodoidodeixou até ele chupar o pescoço dela porque a pessoa só deixa quando está bem estigado alihomnes esibindo seu pauzao no sanba cansao pornodoidoxvideo nigro xxxvvnhomens da chapeletao do pênis enchodo arrombando cu