MEU PADRASTO TIROU MEU CABAÇO E DA MINHA IRMÃ!

Um conto erótico de g7p
Categoria: Grupal
Data: 03/07/2014 08:08:11
Última revisão: 26/07/2014 07:16:00
Nota 9.77

Chamo-me Alex e tudo começou a mudar a vida de minha pequena família logo que completei 18 anos.

Minha irmã se chamava Amanda e vivíamos com minha mãe Ângela no Est. de Sta. Catarina em uma cidade de praia.

Meu pai havia falecido há dois anos em um acidente de carro e nos deixara em uma situação relativamente tranquila, pois tínhamos uma boa casa, carro e com o dinheiro do seguro de vida deu pra levar uma vida sem mordomias, mas bem sossegada.

Ângela era o nome de mamãe, 37 anos e tinha uma loja de artigos de praia na avenida à beira mar.

Ela vendia biquínis, sungas, maios, cangas, bronzeadores, enfim tudo que se relacionava com esse tipo de comercio. Na época de temporada vendia-se muito e dava pra ela ganhar uma boa grana. Ela era uma linda loira, 1.75 m. e com um corpo maravilhoso que vivia se cuidando na academia.

Minha irmã Amanda era uma garota bem alegre e muito safadinha, pois vivia saindo com as amigas e era cheia de namorinhos com alguns rapazes principalmente turistas de outros estados. Apesar de ser bem maluquinha era virgem, mas segundo ela me dizia que isso ia ser por pouco tempo, pois que já não estava mais aguentando de vontade de dar a bucetinha. RSS.

Amanda apesar de ter só 17 anos tinha 1.70 m., loira de olhos azuis, magra, coxas compridas e uma bunda saliente que deixava os rapazes todos ouriçados e quando colocava seus biquínis fios-dentais enterrados no meio de seu rabo aí não tinha jeito, quase todos os homens mexiam com ela.

Eu era bem parecido com minha irmã em quase tudo. Tínhamos a mesma altura e por usar cabelo comprido olhando por trás éramos praticamente idênticos, só meu cabelo que era mais curto. Por diversas vezes quando nos trocávamos pra ir pra praia até comentávamos isso.

E por estarmos sempre juntos principalmente por minha causa éramos alvo de brincadeiras idiotas por parte dos garotos da nossa escola dizendo maldosamente que éramos as “irmãzinhas loiras”.

Apesar de nunca ter tido nenhuma experiência sexual me sentia um garoto bem diferente. Eu não olhava pras garotas com desejo e sim com um olhar de admiração e até um pouco de inveja. De vez em quando me colocava no lugar delas e gostaria estar com uma mini-saia ou um vestidinho curto e até morria de vontade de colocar um biquíni fio-dental e ir a praia tomar sol.

Mamãe era uma mulher bem séria e muito exigente quanto as nossas notas na escola, mas desde que fizéssemos nossas obrigações não ficava pegando no nosso pé em relação a sair e nos divertirmos. Só fazia questão de frisar pra minha irmã os perigos de doenças e gravidez fora de hora. Pra mim também dizia pra não se esquecer de usar camisinha, mas uma vez brinquei com ela dizendo que as camisinhas que eu havia pegado era muito grandes pra meu “pintinho”. Ela então bem espirituosa dizia que não devia me preocupar muito com isso, pois o do meu pai também não era grande, porem tinha feito dois filhos maravilhosos e lindos.

Foi ai que de uma hora pra outra mamãe trouxe um homem pra jantar em nossa casa e nos apresentou como um “amigo mais próximo”.

Ela sempre fora uma mulher discreta em suas atitudes, só não era possível no visual, pois era impossível uma mulher tão linda como mamãe passar despercebida. Os garotos da escola diziam que eu tinha uma mãe muito gostosa. E os que já tinham a visto na praia só de biquíni então até insinuavam que já tinham batido uma punheta em sua homenagem. E ainda emendavam que além de mamãe eu tinha minha irmãzinha que também arrasava na beleza e na gostosura. Essas conversinhas um pouco maldosas ao invés de me deixar irritado produziam efeito contrário. Dava-me o maior orgulho tem uma mãe e uma irmã super lindas, maravilhosas e super gostosas.

Mas então Ricardo “o amigo mais próximo” de mamãe entrou em nossas vidas.

Ele era da mesma altura dela, forte e todo musculoso, só que era um moreno cor de jambo. Perto de nós completamente loiros ele era praticamente negro. Até achei estranho mamãe ter se interessado por aquele homem. Na nossa região quase todos são bem branquelos. Mas durante o jantar tanto eu quanto minha irmã tratamos ele com todo respeito, mas sem puxar muita conversa.

Durante um mês ele jantou em nossa casa. Ele era cordial e todo sorridente tentando se aproximar de nós. Minha irmã era mais dada com as pessoas e parecia já ter feito amizade com Ricardo. Eu ainda relutava em me deixar envolver por aquele homem estranho, principalmente por ter presenciado ele dando uns beijos e uns abraços mais fortes na mamãe. Acho que fiquei com ciúmes.

Foi então que mamãe disse pra mim e pra minha irmã que o Ricardo viria morar com ela em nossa casa e toda carinhosa pediu pra sermos tolerantes porque estava gostando dele e iria tentar um relacionamento mais sério.

Ricardo era funcionário publico estadual e tinha sido transferido pra nossa cidade para ser supervisor. Ele ganhava um bom salário e era solteiro. Achei estranho ele nunca ter se casado. Afinal era um homem bonito. Mas se seria um bom marido pra mamãe só iríamos saber com o tempo.

A única coisa que realmente a presença do Ricardo provocou em minha casa foi que tanto eu quanto minha irmã estávamos acostumados a perambular pela casa praticamente com roupas intimas. Eu com umas cuequinhas bem pequenas que adorava usar e minha irmã que vivia de tanguinhas extremamente ínfimas e quase nunca usava soutien. Minha mãe também vivia com pouquíssimas roupas dentro de casa principalmente no calor, só que pra mamãe isso não seria problema.

Já fazia um mês que o “novo marido” da mamãe estava morando em casa quando aconteceu uma das coisas que fizeram as coisas mudarem pra melhor.

Estávamos eu e minha irmã voltando da escola quando fomos cercados por 4 garotas e dois rapazes que estudavam na mesma escola que nós. Alem de não termos muitas amizades na escola minha querida irmã só pra espezinhar umas daquelas garotas deu uns beijos no namorado dela e agora o problema estava feito. Deu pra notar na hora que íamos apanhar um bocado ali, eram seis contra nos dois.

Apesar de não sermos pequenos, rapidinho já estávamos levando tapas e chutes. Minha irmã era forte e até que se defendia razoavelmente, mas logo estávamos apanhando legal e foi então que Ricardo o “marido” da mamãe surgiu não sei de onde e saiu espalhando tapas e pontapés em todos que nos agrediam. Do jeito que ele era forte, rapidinho acabou com a farra. Ele tinha tirado a cinta da calça e deu até umas cintadas nas garotas...e então pegou os dois rapazes pelos colarinhos e disse todo bravo:

-seus vagabundos safados...o negócio é o seguinte...da próxima vez que vocês tentarem agredir meus enteados...vou encher vocês de porrada ...e as putinhas vadias...vou moer na cinta...vão ficar uma semana dormindo de bruços...vagabundas safadas...sumam daqui!

Todos saíram dali com o rabinho entre as pernas e desapareceram e então eu e minha irmã abraçamos e beijamos Ricardo agradecendo por nos salvar de apanharmos bastante.

Ele então sorriu e nos abraçou dizendo:

-é...ainda bem que eu estava passando por aqui...tive que ir aqui perto...é até engraçado..nem era pra passar por aqui...é incrível essas coincidências...que bom...que cheguei a tempo...querem ir ao hospital dar uma olhada...pra ver se não estão machucados?

Amanda disse que estava bem, só tinha levado uns tapas, mas nada sério e então eu disse:

-acho que não precisa não, só levei uns chutes na canela que tá doendo um pouco e uns chutes na bunda que deve ficar um pouco roxo...mas tá tudo bem. Vamos deixar quieto...se formos ao hospital pode ser que eles chamem a policia...vai encher o saco. E ainda mais que eles apanharam bastante do Ricardo...é perigoso dar problema pra nós.

Entramos no carro e fomos pra casa e quando chegamos pronto pra tomar banho, pois nossas roupas estavam todas sujas e então Amanda toda dengosa disse:

-Ricardo...queria te pedir uma coisa...não conta nada pra mamãe por favor...senão ela vai querer ir à escola dar queixa dos alunos que queriam nos bater...talvez vá ficar pior pra nós...nós já temos problemas com alguns outros alunos...tenho quase certeza que depois que vc fez com os tontos de hoje...acho que não vão querer tirar mais onda com nossa cara.

Ele pensou um pouquinho e sorrindo disse:

-tá bem...mas se acontecer mais uma vez...é melhor a mãe de vocês tomarem providencias...não pode deixar por isso mesmo...mas vou dar um jeito de buscá-los na escola...pra evitar problemas! Eu posso sair do trabalho sem problemas...pelo menos algumas vezes...busco vocês! Combinado?

Resolvi brincar dizendo:

-claro que sim...mas isso que aconteceu foi pra Amanda deixar de beijar os namorados das outras garotas. Lógico que elas queriam dar o troco.

Ricardo então entrou na brincadeira dizendo:

-é verdade isso que Alex tá dizendo Amanda...então vc é uma garota que fica roubando o namorado das outras garotas é? que safadinha você é!

Amanda sorrindo toda safada disse:

-que irmão dedo duro que eu tenho...agora vai falar mal de mim...é? Não fiz nada demais...o que posso fazer se os carinhas ficam loucos pra me beijar...ninguém manda as tontas darem moleza.

Minha irmã saiu rebolando indo para seu quarto tomar banho e falei que ia fazer a mesma coisa e Ricardo então me acompanhou até meu quarto e disse:

-é...Amanda praticamente não teve nenhum arranhão...mas você ta com algumas manchas roxas no corpo...tem certeza que não tá sentindo dor em lugar nenhum garoto?

Sem me importar com nada fui tirando a roupa e fiquei completamente nu de costas pra Ricardo e disse:

-tá doendo um pouco a canela e no bumbum...levei um chute que deixou dolorido...mas acho que vou fazer uma massagem debaixo do chuveiro...vai melhorar bem! Só vai ficar uma mancha feia durante dias...do jeito que sou branco que nem leite...um apertãozinho já deixa marcas.

-é...teu bumbum vai ficar marcado durante alguns dias...tá um pouco inchado...mas...não vai ser essas manchas roxas que irão deixá-lo feio!

Entrei no banheiro todo sorridente com o elogio que recebi e comecei a tomar meu banho. Não fechei a porta e de costas pra ele me ensaboei por inteiro. Em segundos meu pintinho ficou duro. Queria que Ricardo continuasse ali no quarto me olhando tomar banho, mas todo nervoso fiquei sem saber o que dizer e foi então que ele disse:

-bem...vou deixar vc tomar seu banho sossegado...amanhã vamos dar um olhada nesses hematomas...pra ter certeza que está tudo bem!

Tomei um banho bem demorado, meu pintinho continuava duro demais...e então bati uma punheta deliciosa...em segundo gozei forte...e então fiquei bem calminho.

Depois dessa aventura me deitei na cama e tirei um cochilo...tudo tinha sido muito excitante.

Durante vários dias Ricardo nos buscou no colégio e isso acabou fazendo com que nossa relação ficasse ainda mais estreita e mais confiável. Depois daquele “salvamento” providencial minha admiração por ele aumentou muito. Os garotos e as garotas que tinham nos agredido nunca mais nos perturbaram.

Amanda minha irmãzinha safada então toda vez que encontrava Ricardo já dava beijinhos no rosto e quanto estava em nossa casa, até se sentava no colo dele. Já percebi que tinha um pouco de “sacanagem” por parte dela.

Mas foi então que aconteceu uma loucura que ia fazer tudo se modificar.

Eu e Amanda estávamos saímos de casa pra ir ao cinema do shopping quando mamãe estava chegando.

Despedimos-nos com beijos e nos recomendou pra não ficarmos na rua até muito tarde.

Chegamos ao shopping e quando íamos entrar no cinema nos disseram que a sessão teria que ser cancelada por causa de um cano de água que tinha estourado e estava alagando os banheiros.

Tomamos um suco na lanchonete e resolvemos voltar pra casa, principalmente porque parecia que não ia demorar a chover. Logo que entramos em casa ao passar pelo corredor que levava aos nossos quartos escutamos uns barulhos e uns risinhos de safadezas que vinham da sala de TV.

Minha irmã sempre mais esperta ja me puxou pelo braço e fazendo sinal pra não fazer barulho foi-me empurrando para fora de casa e disse:

-Alex...mamãe deve ta namorando o Ricardo...vamos dar a volta na casa...vamos ver se a gente consegue ver...a cortina da sala nunca tá fechada... vamos lá...maninho!

Todo curioso segui Amanda e logo vi que ela tinha razão, a cortina estava um pouco aberta e bem escondidinhos começamos a espiar e o que vimos foi muito louco.

A luz da sala estava apagada mas em cima de uma mesinha ao lado do sofá grande tinha um abajur aceso e na TV rolava um filme de sexo. O mais legal é que poderíamos ficar ali assistindo tudo sem que mamãe e Ricardo percebessem nossa presença desde que fossemos discretos.

Mas logo deu pra perceber que eles não eram nada discretos pois dava pra perceber o tesão era muito.

Tanto mamãe quanto Ricardo estava apenas com toalhas no corpo, certamente tinham saído do banho. Em seguida eles começaram a se beijar com volúpia e em instantes estavam nus. Foi então que levei um susto.

Ricardo tinha um pau grande e bem grosso com um cabeção enorme. Eu e minha irmã nos cutucamos sem falar nada, certamente por causa do tamanho daquele pau. Parecia o pau de um cavalo.

Foi então que o bicho começou a pegar de verdade...um dialogo cheio de tesão e bem pesado ali na sala.

-Hoje to louca de tesão...meu negro safado...cinco dias sem meter...por causa da menstruação...minha buceta tá toda molhada desde cedo...quero sentir esse pauzão gostoso inteirinho dentro da minha bucetinha apertada...quero que você seja bem malvado com sua putinha loira...meu negro safado...quero gozar muito!

-Sua vadia branquela...hj vc vai sofrer na minha pica...vou deixar essa buceta apertadinha...bem larga sua puta vagabunda...agora...vem aqui...e chupa minha pica sua vadia...chupa...loira safada!

Mamãe toda sedenta se ajoelhou entre as coxas daquele macho e começou a chupar aquela pica enorme com vontade...ele socava sem dó na boca dela...em seguida ela ficou de quatro no sofá e ele passou a lamber a bucetinha branquinha da mamãe toda depilada...ela gemia alto e sussurrava:

-chupa...faz eu gozar...seu negro safado...chupa com força...assim...faz...o que eu gosto...seu tarado...me lambe toda!

Ele chupava e logo começou a dar uns tapas com sua mão enorme na bunda branca da mamãe que dizia:

-isso...bate...na bunda da tua putinha branca...bate...taradão safado...ahhh...assim...vou gozar...seu filho da puta gostoso! Ahhhh!

Mamãe deu um grito e gozou se contorcendo toda...em seguida Ricardo se levantou e de uma só vez meteu sua pica grossa na bucetinha dela...e disse todo tesudo:

-goza...sua vadia...gozou na minha língua...agora vai gozar na rola do negão...sua vadia...gostosa...rebola puta...branquela...rebola...dá pro teu macho ...bem gostoso...rebola vagabunda!

Mamãe pegou fogo e rebolava como um puta dizendo toda sensual:

-mete...tarado...me arregaça...com esse pauzão grosso...mete...tudo...bate na tua putinha...bate na minha bunda...adoro apanhar...seu filho da puta pauzudo...come...sua putinha...mete com força...que delicia!

Ele metia como um garanhão...e a bunda da mamãe branca já estava vermelha como pimentão...ela rebolava e gemia sem parar...sendo comida por aquele macho incrível...e todo tarado dizia:

-assim...rebola...puta branquela...rebola na minha pica grossa...gosta de pau grosso né vagabunda...ahh!

-ahh...adoro...mete...mete...vou....gozar...de novo...me come...tarado...arregaça minha buceta...mete...ahhh!

Um grito alto ecoou ali naquela sala e mamãe gozou copiosamente se contorcendo como uma cobra mal matada...ela apanhava na bunda sem dó...e gritava de prazer...Ricardo a fazia gozar como uma louca.

Meu pintinho estava duro como nunca...olhei pro lado e vi minha irmã com a saia levantada e a mão no meio das pernas...batendo uma siririca quase sem controle.

Ricardo então tirou aquele monstro de dentro da bucetinha da mamãe e pegando-a pelos cabelos colocou seu pauzão na boca dela e todo tesudo sussurrou:

-chupa...sua puta...quero gozar na tua boca...sua chupadora de pica...vadia...vou encher essa boca de porra...chupa...vagabunda...faz teu macho gozar...gostoso...chupa minha pica!

Em segundos ele deu um berro e começou a esguichar porra que nem um cavalo. Mamãe até tentava engolir tudo mas não conseguia...escorria pelos cantos da boca...mas como uma puta de verdade lambia toda aquela porra com vontade...

Eu toquei no meu pintinho e gozei como nunca tinha gozado...minha irmã esfregava seu grelinho como uma maluca e mordendo os lábios gozou junto...se contorcendo toda. Gozamos praticamente ao mesmo tempo...que loucura tinha acontecido ali naquela noite.

Saímos dali e ficamos em frente de casa dando um tempo nos recuperando das emoções que havíamos presenciado bem pertinho de nossos olhos e começamos a conversar:

-e ai Amanda...foi muito louco isso né?

-se foi...agora já sei pra quem puxei...morro de vontade de fazer mais ou menos o que mamãe tava fazendo com o Ricardo...que pintão...nossa...muito grande! Já peguei em alguns dos rapazes que dei uns amassos...mas...maninho...o do Ricardo é incrível...nossa...que pauzão enorme e gostoso!

-é verdade...eu já tinha visto em filmes...mas achava que era de mentira... agora mamãe é uma tarada hein Amanda...aguenta aquilo tudo...numa boa...e adora...que safada hein...ela é tão séria né...mas com aquele pauzão...na bucetinha...quase que não dá pra reconhecer!

-agora a gente sabe por que mamãe resolver trazer o Ricardo pra morar em casa...ela adora um pintão né?

-sim...gosta...e muito...e também gosta de levar uns tapas no bumbum...hein...ficou vermelhinha. RSS. E vc Amanda...vai gostar também de apanhar no bumbum?

-maninho...vou te falar a verdade...ja brinquei com vários rapazes...ainda não dei...nem sei por quê...quase todo dia bato siririca tomando banho...mas tenho quase certeza que na hora...se for com um macho igual Ricardo...acho que topo tudo...adorei ver ele e mamãe transando...to toda molhada...nunca tinha gozado tão gostoso...foi uma delicia! Mas...vc também adorou seu safadinho...gostou do pintão do Ricardo né?

Sorri e chamei-a para entrarmos em casa...com certeza Ricardo e mamãe já tinham tomado banho e deviam estar bem calminhos.

Entramos e tivemos uma surpresa. Eles não estavam mais na sala de TV mas quando passamos em frente do quarto deles dava pra ouvir que a safadeza continuava. Os gemidos e o barulho de tapas eram ouvidos novamente por mim e por Amanda e ficamos ali por alguns minutos escutando. Como dessa vez não dava pra assistirmos fomos pra sala de TV assistir filmes “normais”. Dava pra sentir o cheiro de sexo que ficara naquele lugar.

Engraçado no outro dia olhar pra mamãe tão séria e quase não reconhecê-la como aquela mulher que na noite anterior se mostrara uma puta completamente tarada.

Como naquele fim de semana ia ter shows na praia com vários cantores e com uma banda super famosa combinamos de irmos juntos assistir. Apesar da certeza que o espaço seria pequeno pra tanta gente, por ser grátis, queríamos assistir, pois não era sempre que tinha esse tipo de show.

No dia do show estava bastante calor e todos fomos bem à vontade. Mamãe e Amanda com vestidos soltos e bem curtinhos, logicamente as calcinhas eram fios-dentais bem pequenas. Ricardo com uma camiseta sem manga e um short branco curto e todo folgado. Eu colocara uma camiseta fininha e um shortinho bem larguinho e nem tinha colocado cueca...o calor estava demais.

O show começou atrasado mas estava ótimo...tinha gente saindo pelo ladrão...logo quase não dava nem pra andar...Ricardo abraçou minha mãe encoxando-a e ela toda safada já rebolava ao som da musica e de vez em quando se beijavam como namoradinhos apaixonados. Também abracei minha irmã por trás mais para protegê-la e logo ela fazia a mesma coisa, se requebrando por causa do som e então brinquei com ela dizendo em seus ouvidos:

-não adianta ficar requebrando desse jeito...aqui não tem o que você quer...meu pintinho é bem pequeno pra tua safadeza...sua biscatinha safada. O que vc tá querendo tá ali esfregando na bunda da mamãe!

Ela sorrindo bem safada disse:

-é...verdade maninho...bem que eu queria...rebolar gostoso naquele pintão enorme...só pra sentir como é...ia ser bom demais...será que mamãe não emprestaria...só um pouquinho?

-minha irmãzinha é muito biscatinha...nossa...ainda bem que mamãe não escuta essas safadezas!

Logicamente que naquele aperto tem sempre quem quer ser aproveitar pra bolinar os outros e logo senti um rapaz se esfregando no meu bumbum e deu pra perceber que o pinto dele ficou duro mas não era muito grande. Todo safado passei a rebolar acompanhando o ritmo de minha irmã na minha frente. Meu pintinho ficou durinho rapidinho. Amanda que de boba não tinha nada se virou e disse em meus ouvidos:

-meu maninho ta taradinho é? To sentindo uma coisinha dura espetando meu bumbum...seu safado.

Sorrindo todo malandro respondi:

-vê se fica quietinha...deixa-me aproveitar um pouquinho...tem um carinha atrás de mim...me encoxando gostoso...com um pinto bem duro...não atrapalha...sua biscatinha.

-que viadinho safado...é meu irmãozinho...vê se não vai gozar e melecar minha bunda...seu tarado!

Logo teve um empurra-empurra e o carinha acabou saindo de trás de mim e então minha mãe chamou minha irmã pra ir ao banheiro com ela, pois estava bem apertada, queria fazer xixi.

As duas saíram e fiquei ao lado do Ricardo que sorrindo disse:

-acho que é melhor vc ficar na minha frente Alex...o povo empurra muito...vou te proteger!

Ele me puxou pelo quadril e logo estava encaixado na minha bunda por completo. Em segundos senti o contorno daquele pauzão bem no rego da minha bunda quase completamente duro. Senti um calafrio percorrer minha espinha de cima até em baixo. A musica era bem dançante e timidamente passei a rebolar e Ricardo então disse bem pertinho no meu ouvido:

-pode rebolar...bastante...e bem gostoso...eu te seguro...bem firme...não vou deixar você cair...mostra pra mim...que vc sabe dançar!

Aquela voz sensual nos meus ouvidos fez meus pelinhos se eriçarem e o tesão tomou conta de meu corpo e passei a me esfregar sem pudor naquele pau grosso e bem duro...que se encaixara por completo entre minhas nádegas...eu estava quase gozando...meu pintinho todo teso. Ele me segurava pelos quadris e logo senti que suas mãos deslizando de leve. Como só tinha luz no palco do show naquele momento ele se aproveitava pra explorar meu corpo e então sussurrou em meus ouvidos:

-assim...rebola bem gostoso...na minha pica...to adorando sentir sua bundinha deliciosa rebolando...tenho certeza que vc deve ser um viadinho bem safado...to louco de vontade de ser teu macho...vc gostaria de dar pra mim...safadinho?

Nem sei como consegui responder, mas todo tesudo disse:

-sim...quero...quero...sim...Ricardo...quero dar...pra vc...quero perder meu cabaço...com vc! Eu...

Ele então disse:

-Então...o meu enteado viadinho ainda é virgem? Nem acredito...vou gostar mais ainda! Vai ser bom demais...rebola viadinho...na minha pica...ahhh!

Meu corpo tremeu por inteiro e gozei sem tocar no meu pintinho...logo em seguida vi mamãe e minha irmã voltando do banheiro. Tinha dado tempo certinho pra aquela safadeza maravilhosa.

Logo que terminou o show fomos pra casa, mas antes passamos em uma lanchonete pra Ricardo pegar algumas latas de cervejas. Até minha irmãzinha resolveu beber uma cerveja. Durante o caminho Ricardo e mamãe iam se beijando com vontade. Certamente o bicho ia pegar aquela noite.

Ricardo e mamãe entraram em casa e foram direto pro quarto deles.

Como não estávamos ainda com sono Amanda e eu resolvemos assistir filmes na TV e foi então que resolvi contar pra ela que nosso “padastro pauzudo” tinha me bolinado durante o show. Ela ouviu toda interessada e até brincou dizendo que tinha ficado com inveja de mim. Também queria sentir aquele pintão de nosso “padrasto pauzudo” deslizando pelo corpo dela. Todo safado brinquei dizendo:

-maninha...vou te falar uma coisa...só tem que tomar cuidado pra mamãe não saber...a gente não sabe a reação dela...mas tenha certeza que o Ricardo é muito tarado...se der moleza...ele come tanto eu quanto você...ele não tá nem ai...se você se esfregar nele...na hora...ele te pega com vontade...e mete a pica...é tarado demais...mas...é muito gostoso!

-Alex...eu tinha quase certeza que ele era bem safado e taradão...depois que assistimos ele comer a mamãe daquele jeito...não tive mais duvidas...eu já tentei “brincar” com ele sentando no colo dele...mas não senti o pintão ficar duro. Será que ele não tem tesão pela filhinha da mamãe? A única coisa que ele faz é quando me levanto do colo dele é dar um tapinha no meu bumbum.

-Talvez ele tenha um pouco de medo...mas tesão ele tem...até demais...mas logo a gente vai saber...do jeito que vc é biscatinha...tenho certeza que vai dar um jeito de fazê-lo ficar com tesão! Vc vive de minissaia e shortinhos curtinhos...do jeito que é linda...duvido que ele não queira te pegar! Adoraria assistir vc levar aquele pauzão na bucetinha...e também apanhar nesse bumbum empinado.

-que mano safado...assistiu a mamãe e agora quer assistir a irmãzinha sendo comida é...seu tarado!

Caímos em gargalhadas cheios de cumplicidades.

Assim que terminou o filme que estávamos assistindo resolvemos ir dormir. Enquanto tomava meu banho me masturbei bem gostoso com o dedinho enfiado no cuzinho e gozei deliciosamente pensando no que meu padrasto Ricardo tinha feito comigo durante o show.

Dormi como um anjo, nu como sempre quando estava calor e até achei que tava sonhando quando acordei, mas logo vi que não era sonho. A língua grossa do meu padrasto safado estava enfiada no meu cuzinho virgem e ele lambia com vontade. Rebolei e gemi sensual e ele disse todo safado:

-o meu viadinho...gostou de acordar assim né...putinho safado...que cuzinho rosado delicioso...até morde a ponta da minha língua...que vontade de dar...esse cuzinho...né...safadinho?

-ahhh...sim...eu...quero...eu...mas...Ricardo...e a mamãe?

-ela já foi pra loja...hj é sábado...tá tranqüilo...vai dar pra gente brincar bem gostoso...desde ontem que vc disse que ainda é virgem...fiquei louco de tesão...quero tirar esse cabacinho...e sei que você quer muito que eu seja o teu macho...não é mesmo...vc quer ser meu viadinho? Vai dar gostoso pro teu macho?

-eu...sim...quero sim...muito...mas...teu pau...é muito grandão Ricardo...será que não vai me machucar?

-calma...viadinho...deixa comigo...vou fazer você viciar na minha pica...adoro cuzinho branquinho como o seu...vc vai gozar gostoso...vc vai ser minha menininha...fica tranqüilo...relaxa...meu viadinho loiro...vc vai adorar sentir a pica do negão inteirinha nesse rabinho virgem...vai sentir ele todo!

Ele então começou a beijar minhas costas e foi subindo até minha nuca e minhas orelhas...logo ele estava de conchinha atrás de mim...aquele pau grosso e cabeçudo deslizava no meu reguinho todo molhado pela saliva e pelo pauzão todo babado. Eu gemia e meu corpo era comandado pelo tesão, pois já rebolava e jogava a bundinha pra trás, principalmente quando sentia a cabeçona do pauzão cutucando meu anelzinho virgem. Ricardo sabia como me deixar com mais tesão ainda, mordendo de leve meu pescoço e as orelhas e todo sensual dizia:

-humm...que viadinho mais gostoso...to louco pra enfiar minha pica nessa bundinha branca...vou fazer vc gozar muito...assim...mostra que vc quer dar...pra mim...rebola...putinho...adoro olhar essa bundinha branca rebolando na minha pica negra...continua...viadinho!

Então senti que aquela cabeça enorme ficou encaixadinha no meu anelzinho virgem e Ricardo começou a cutucar com mais força e em segundos a senti pular dentro de mim...dei um gritinho tímido e ele então virou meu rosto pra trás e enfiou sua língua na minha boca, me beijando com volúpia. Em instantes senti aquele pauzão enorme entrando no meu cuzinho virgem...parecia que estava sendo partido ao meio...mas ele foi enterrando tudo até o fim. Eu sentia muita dor...mas ao mesmo tempo sabia que aquilo era tudo que sonhei em minha mente. Tinha um macho dentro de mim e com certeza iria queria repetir sempre.

Ricardo começou a enfiar e tirar bem devagar dizendo todo tesudo:

-humm...que delicia...que cuzinho delicioso...pronto...agora você virou menina...o pau do teu macho tá todo dentro de vc...rebola...gostoso...dá bem gostoso pra mim...quero sentir essa bundinha rebolando muito!

Nem precisou mandar mais...em instantes eu rebolava como louco...o prazer era intenso...e fantástico!

Ricardo foi me virando de bruços e logo metia em mim com força...aquele pauzão entrava e saia de dentro de mim me levando a loucura. Minha primeira vez estava sendo maravilhosa. Ele todo sensual dizia:

-assim...rebola...menina safada...rebola na pica do teu macho...que delicia te comer...cuzinho delicioso...vou gozar...vou te encher de porra...goza com teu macho...goza!

Quando senti o primeiro jato de porra fervente dentro de mim foi como um choque de 220 volts...gozei como nunca havia feito...saiu praticamente tudo de uma vez de meu pintinho completamente mole...eu tinha gozado pelo cu...que piscava como louco mordendo aquele pauzão que inundava meu cuzinho com muito sêmen quente.

Ricardo ficou deitado em cima de mim até seu pauzão amolecer e escapar de meu cuzinho. Até fez um ruído quando saiu de dentro de mim e então ele se deitou ao meu lado e me acariciando disse:

-fica assim...de bruços...meu viadinho loiro...pra porra penetrar por inteiro...no seu corpo...pra vc saber que agora vc tem dono...nem dá pra acreditar...que era cabaço...mostrou que adora um macho dentro de vc... deu gostoso demais! Vou querer te comer...sempre!

Todo cheio de dengo disse:

-eu...adorei dar pra vc...queria perder virgindade com um homem como vc...assim...que delicia...também quero...fazer de novo com vc!

-é...só precisamos tomar cuidado...pra ninguém saber...principalmente sua mãe...e também sua irmã!

-é...com minha mãe sim...mas minha irmã Amanda não tem problema...eu e ela somos unha e carne...ela é bem safadinha...nem sei como ainda é cabaço também...vive se esfregando nos machos por ai!

-é...dá pra perceber que ela é bem biscatinha...alias to vendo que nessa família todos são muito tarados. sua mãe sabe satisfazer um macho...mete gostoso demais...você então...melhor cuzinho que já comi na vida...só não sei da Amanda...mas acho que quando começar a dar...vai ser uma tremenda putinha!

Percebi que o safado falava de minha irmãzinha com segundas intenções e então disse:

-humm...tenho certeza que minha irmãzinha vai ser muito puta...só tá precisando perder o cabacinho pra começar...até acho que ela fica de safadeza com você...até já vi sentando no seu colo...com aquelas minissaias curtinhas...tenho certeza que ela faz isso só pra te provocar. Vai me dizer que vc não percebeu?

-bem...claro que sim...mas nunca fiz nada com ela...fiquei com medo dela comentar com tua mãe!

-Tenho certeza que ela não vai falar nada com mamãe...da próxima vez que ela ficar com frescura com você... pega ela de jeito...tenho certeza que vai rolar legal!.

Levantei e fui tomar banho sentindo porra escorrer pelas minhas coxas e então rebolei como uma putinha completamente saciada pelo macho. Ricardo me deu um beijo no rosto e um tapinha carinhoso no bumbum e foi para seu quarto tomar seu banho.

Estava saindo do banho quando minha irmã entrou no meu quarto toda alegre me chamando pra irmos pra praia. Estava fazendo um sol maravilhoso. Concordei rapidinho e logo que estávamos saindo encontramos nosso “padrasto safado” que também saia de carro e apesar da praia que gostávamos de ficar não ser longe pedimos que ele nos deixasse lá. Ele sorrindo mandou que entrássemos no carro e fomos conversando durante o trajeto. Logicamente a conversa foi cheia de insinuações e brincadeirinhas.

-hoje o sol tá ótimo...pra deixar loirinhos bem queimadinhos...tomem cuidado pra não se queimarem demais...senão podem ficar igual a mim...pretinho demais. Mas se eu não precisasse arrumar um problema na parte elétrica do carro ia acompanhar vcs! Com o sol que tá fazendo hoje...vai ser muito gostoso ficar na praia.

Amanda toda fresquinha disse:

-hj quero ficar bem queimadinha...ficar com marquinha bem feita...quase todo dia to indo tomar sol...vai ter uma festa à fantasia na semana que vem...quero ficar linda...e arrasar!

Ricardo então disse todo safado:

-bem...é impossível vc não arrasar Amanda...alias...tanto vc quanto Alex são lindos...mas...quando voltarem da praia...vou querer conferir se as marquinhas ficaram boas...mesmo!

Todo safado sorri dizendo:

-pode deixar...que a marquinha da minha sunguinha vou mostrar...Ricardo...ja que vc quer ver! RSS. Agora se Amanda vai mostrar a dela...eu não sei!

Amanda sorrindo disse:

-claro...pra vc eu mostro...lógico que...a mamãe não pode estar em casa né? Senão ela me mata!

Logo depois que chegamos à praia resolvi contar pra minha irmã que Ricardo tinha tirado meu cabacinho. Ela ficou toda curiosa em saber como tudo tinha acontecido. Contei tudo nos mínimos detalhes. Senti que ela ficou até com um pouquinho de inveja. Mulheres são assim mesmo. RSS. Mas pra não deixá-la triste comentei que Ricardo só não tinha dado uns amassos nela com medo que contasse pra mamãe. Se não ela já tinha dançado no colinho dele...do jeito que vivia se esfregando nele.

Ficamos na praia até depois do meio dia e fomos almoçar em um restaurante que ficava ao lado da loja da mamãe. Ela perguntou do “maridão” e comentamos que ele tinha nos deixado na praia de manha e havia dito que iria consertar o carro. Mamãe sorrindo disse que ele tinha ficado de vir almoçar com ela e não tinha aparecido ainda. Quando estávamos saindo pra ir pra casa vimos Ricardo chegando à loja. Despedimo-nos e fomos embora.

Eu e Amanda chegamos em casa e após passar no chuveiro pra tirar o sal do corpo, resolvemos tirar um cochilo. Ligamos o ar condicionado pois estava muito calor e depois de umas duas horas acordei todo animado. Tomei um banho demorado e me olhando no espelho vi que tinha me bronzeado bastante. A marquinha da minha sunga ficou bem delineada. Ao passar os dedinhos pra lavar meu cuzinho senti que estava ardendo um pouco ainda. O pauzão grosso do Ricardo tinha deixado meu cuzinho bem inchado.

Sai de meu quarto e passei pelo quarto de minha irmã e vi que ela estava acabando de acordar e disse que ia tomar um banho com seus cremes pra deixar a pele bronzeada bem hidratada. Certamente ia demorar!

Peguei um refrigerante na geladeira e fui pra sala de TV e vi que Ricardo estava la assistindo um filme no DVD e a me ver sorriu dizendo:

-pensei que ia dormir o resto da tarde...até pensei em acordar você...igual fiz hoje de manhã!

Todo safado sorri dizendo:

-eu ia adorar...ser acordado de novo daquele jeito...com sua língua no meu cuzinho...isso vou querer sempre...mas...agora quando tomei banho...vi que meu cuzinho tá todo inchado...seu pauzão é muito grosso... acho que vai demorar um pouco pra me acostumar!

Ele continuou sorrindo todo safado dizendo:

-que nada...Alex...vc adorou dar essa bundinha...por ser sua primeira vez...você foi maravilhoso...mais umas duas vezes...vc vai sentar no meu colo...até o talo...e vai rebolar gostoso...como uma putinha...você é igual tua mãe...a primeira vez que deu pra mim...reclamou que a buceta ficou toda ardendo...que ela só tinha dado pra pau pequeno...que eu tinha arregaçado sua buceta...mas...na segunda vez...a safada implorou pra meter sem dó...gozou como uma puta safada...tenho certeza que você vai ser igualzinho ela...um viadinho safado e tarado...agora...abaixa esse short...quero ver a marquinha de sol na bundinha do meu viadinho gostoso!

Todo fresco virei o bumbum pra ele e deixei o short cair aos meus pés. Nem cueca eu havia colocado e então ele disse todo sensual:

-humm...tua bunda ficou mais linda ainda...hoje não vou te comer de novo...pra deixar esse cuzinho guloso desinchar bem...mas amanhã...se tiver chance...vou te enrabar de novo...mas...faz um coisa que eu gosto muito...ajoelha viadinho...e chupa minha pica...quero sentir sua boquinha nele...mamando gostoso!

Em segundos eu estava ajoelhado entre suas coxas. Ricardo já tinha abaixado seu short e aquela pica negra e grossa estava em riste diante de meus olhos. Cai de boca e pela primeira vez chupava o pau de um macho e adorei o sabor daquele monumento negro. Ele metia na minha boca sem dó me fazendo engasgar e dizia todo tarado:

-assim...viadinho...chupa com vontade o pau do teu macho...engole minha vara...viadinho safado! Agora chega...só queria sentir sua boca no meu pau...pra vc ir aprendendo...como eu gosto!

Fiquei contrariado...queria continuar...mas já que ele queria assim...eu não iria reclamar. Coloquei meu shortinho e ele também vestiu o dele e foi então que o safado disse:

-e ai Alex...cadê tua irmãzinha safada...que disse que ia mostrar as marquinhas de sol...queria ver...tua mãe vai demorar pra voltar...tá cheio de turistas a cidade...dá tempo de sobra...pra ela mostrar tudo!

Na hora pensei em uma sacanagem bem legal e então disse:

-Ricardo...antes de descer passei no quarto dela...disse-me que ia tomar banho...acho que deve tá acabando...quer que eu vá até lá falar que você tá aqui esperando por ela pra ver a marquinha do biquíni!

Todo safado ele sorriu e disse:

-eu gostaria...você disse que ela não vai falar nada pra tua mãe...a respeito de safadezas...que ela é confiável!

-Quanto a isso não tem problema...Ricardo...Amanda até me disse...que achava que você não tinha tesão pela “filhinha da mamãe” pois ela nunca sentiu seu pau ficar duro...quanto sentava no seu colo. Também disse que você só dava uns tapinhas bem fraquinhos no bumbum dela.

-Deixa ela...se ela descer...vou pegar ela de jeito! Do jeito que vc tá falando...ja sei como a putinha gosta de ser tratada...também deve ter puxado pra mãe...safada demais!.

-acho...que talvez...mamãe seja uma santa perto dela...mas...vou atrás dela no quarto...se ela descer...vou deixar ela sozinha com você...pra não atrapalhar...espera ai!

Cheguei ao quarto já pensando em quase tudo que deveria fazer e quando entrei Amanda já tinha colocado um vestidinho curtinho e então eu disse:

-e ai maninha...Ricardo...tá la na sala de TV...vc não vai mostrar as marquinhas do teu bumbum pra ele?

-é...verdade...eu falei que ia mostrar se mamãe não estivesse em casa...será que ele vai querer ver?

-claro que vai...mas...sabe que pensei? Vc devia enrolar uma toalha no corpo...ir até lá...e quando ele pedir pra ver...tira a tolha e fica peladinha...ai você aproveita e senta no colo dele...quero ver ele não ficar com aquele pauzão negro duro por vc! Faz assim...tenho certeza que vai ser muito...muito legal! Seja bem safada do jeito que vc sabe ser!

Até pensei que Amanda poderia recusar fazer o que eu tinha sugerido, mas percebi que minha irmãzinha estava com o tesão à flor da pele. Até comentou comigo na praia que já estava ficando com calo nos dedos de tanto bater siririca. Rapidinho se enrolou em uma toalha e descemos e quando chegamos à sala de TV e Ricardo viu Amanda só com uma toalha enrolada no corpo sorriu todo safado e então eu disse que ia buscar cerveja pra eles.

Fui à cozinha e dei um tempinho antes de voltar com as latinhas e quando cheguei à porta da sala vi que a sacanagem já rolava solta. Amanda estava sentada de frente no colo do Ricardo e ambos estavam completamente nus e se beijavam com volúpia. Entrei e me sentei na poltrona que havia no canto e fiquei assistindo tudo. Minha irmã nem percebeu minha presença...estava de costas pra mim...mas Ricardo me viu e deu um sorriso safado e continuou a alisar o corpo dela.

Minha irmãzinha cavalgava no colo dele esfregando sua bucetinha branca e virginal naquele pauzão negro e duro como aço. Os gemidos de tesão ecoavam naquela sala. Percebi que não ia demorar pra minha irmãzinha perder o cabacinho pois Ricardo já segurava o pau com a mão encaixando na entradinha da bucetinha. Amanda tava tão tarada que jogava o corpo de encontro ao dele e foi então que Ricardo puxou seu corpo com força pra baixo e aquele pauzão começou a entrar dentro da bucetinha dela. Ela deu um grito mas ele nem sem importou e enfiou tudo até o fim. Não demorou quase nada pra ela começar a rebolar como uma putinha naquele pauzão grosso. Gemendo como uma vadia gozou rapidinho. Dava pra ver filetes de sangue escorrendo de sua bucetinha que tinha deixado de ser virgem.

Ricardo metia com um garanhão. Logo ele a levantou do colo, colocou-a de quatro e continuou a meter com força. Aquele monstro negro entrava até o talo naquela bucetinha branca fazendo-a gemer alto. Logo ela gozava como uma louca rebolando sem controle. Ele aproveitava pra encher a bunda dela de tapas.

Ele então fez o mesmo que tinha feito com mamãe. Tirou o pau da buceta dela e puxando-a pelos cabelos enfiou o pau na sua boca e em segundos começou a gozar como um cavalo. Ela como uma putinha iniciante mostrava que ia ser uma verdadeira profissional. Engoliu direitinho toda porra do nosso padrasto tarado.

Dali a instantes foram tomar banho e fiquei ali pensando no que tinha acontecido.

Eu tinha perdido o cabacinho do cuzinho de manhã e minha irmãzinha a tardezinha. Tudo estava sendo uma loucura completa. Só queria que tudo continuasse tão gostoso quanto estava sendo.

Mas apesar de algumas vezes mamãe quase pegar a gente fazendo sexo com nosso padrasto tarado já fazem 2 anos que estamos vivendo nessa safadeza intensa.

Nosso padrasto negro é muito tarado e insaciável...ele consegue satisfazer o tesão de nós três.

O sexo continua intenso e muito louco...até quando não sei...mas não quero de isso pare de jeito nenhum!

SKYPE: nubia.ninfa ===================...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
30/01/2019 21:23:59
So acontece em contos parabens pelo conto gozei ate!!!!
09/07/2018 16:02:54
Nossa q tesão...
09/08/2016 15:33:43
Show.muito bom.
20/03/2016 16:33:25
Safadinhos hein
08/06/2015 11:35:28
Excelente!!!
AFL
27/03/2015 04:18:03
Gostoso
06/10/2014 18:38:15
MARAVILHA DE CONTO.
02/08/2014 09:11:19
Um negão e uma loirinha é um contraste doido, por isso nao perdoei quebrei o cabacinho dela, os amiguinhos que tirei as preguinhas eram morenos e mulatos, e foi tão bom quanto com as garotas.
02/08/2014 09:01:43
Que delicia alargar dois buraquinhos,tenho na minha conta umas preguinhas de cu e alguns cabacinhos todos permitidos
07/07/2014 20:20:25
Muito bom!
03/07/2014 13:01:00
Nossa, puro tesão.Gozei como nunca.
03/07/2014 11:07:46
Eu era corno, agora sou amante dos amantes da minha ex mulher Tenho 48 anos, magrinho, branquinho, gostosinho e safadinho. Moro na capital de são paulo e sempre gostei de ser corno mansinho a assumido entre 4 paredes, minhas ex namoradas e esposas, sempre aprendiam comigo a dar para outros, na minha cama, nos motéis e chácaras dos amigos meus, e tudo mais, sempre ensinei e me colocava como ajudante e corno manso. Minha ultima esposa, Venessa, deu para mais de 50 machos em oito anos Elis, namorada de 8 anos, deu para uns 10 na minha cama Marcia deu para uns 30 machos Leticia, minha ultima ex namorada deu para uns 12 machos e a –do-ra-va me chamar de corno e foi uma grande incentivadora para que eu desse o cuzinho. Sempre que os machos comiam ela, gozavam na minha cara, no meu rosto, ela lambuzava a minha cara com a porra dos machos e rindo me chamava de corno lindo e eu adorava isso, mas também queria provar o mesmo que ela, sentir o sabor da porra de um macho e sentir uma pika dentro de mim. Ela tinha como sonho me ver levando pika grande na bundinha igual ela fazia, adora uma DP, e queria me ver dando para um amante dela também. Mas o namoro acabou depois de 5 meses e passei a sair com o nossos amigos-amantes. Passei a receber o Tadeu de manha em casa para me dar leitinho na boca. Geraldo, de Salvador, sempre vinha a cada 3 meses da Bahia a negócios e comia ela, na falta dela, passou a meter comigo e foi o primeiro a meter um pouco da pika enorme em mim, e gozou na minha cara, mas foi Pedro de Itu que comeu meu cuzinho, o pau dele é pequeno, uns 12 cm, e me pegou num dia muito tesudo e determinado a beber muita porra, liguei para ele e disse: _ to em casa sozinho, quer me comer, to morrendo de vontade e com sede de porra, quero muita porra na boca !!! Ele chegou e me pegou de calcinha preta na cama, meteu a pika na minha boca, e depois de muitos gemidos, gozou gostoso enchendo minha boca de porra, pela primeira vez eu tinha porra na minha boca, na língua, senti aquele gosto gostoso e me senti muito putinha, ai que de li ci a aaaaa!!! Ele não amoleceu a pika e meteu no meu cuzinho. E gozou de novo na minha boca, Ontem, O Joel veio em casa, ( joel comeu, LETICIA, MARCIA E VANESSA, AMIGO ANTIGO E FREQUENTE NA MINHA CAMA ) me trouxe um calcinha vermelha de presente e com sua pikona grossa e grande. De Banho tomado, com muito perfume, esperei o Joel na cama, de bruxo ele veio e bateu na minha bunda, e elogiou a calcinha que me deu de presente, dizendo: Hummmmmmmmmmm vc ficou mais gostosa putinha.... Eu gemi safadinho e me virei e cai de boca no pintao dele, ficamos brincando e me virei de costas, e ele começou a brincar e passou creme no meu cuzinho, me lambuzou e foi enfiando a cabeça do pau , eu não me fiz de rogado(a) e e aceitei, controlei e deixei a pika entrar, e entrou gostoso, rebolei,senti a pika de li ci o sa entrando e pedi para ele: FODE MACHO, FODE MEU CU !!! FODE OCUDA SUA PUTA !! Com a mão na pika dele, eu controlei e aos poucos, e fui liberal meu cuzinho, ele foi arrombando gostooooooso meu cuzinho, , ai que delicia!!! Eu eu gemia e falava : _ ai que delicia !!! _ ai que gostoso !!! _ ai que bom dar o cu !!! Senti uma vontade enorme de ter o cu cheio de porra também, eu fui fundo, dizendo: Macho gostoso, enche meu cu de porra, vai, vc não é macho? _Então mete, e goza, enche o cu da sua puta de porra, vai, mete e goza !!! Joel gozou dentro, senti ainda mais puta, mais viado, que nunca senti na mao o pau dele pulsar e a porra entrar. FOI MUTO BOM !!! O vídeo rolava na tv. O negrao gozando na boca da loira e eu também queria a porra do meu macho, então pedi a ele: _ Joel, fez igual o negao, Goza na mina boca, quero sua porra na minha boca, igual a loira Ele ficou de pe na beirada da cama, e meteu na minha boca, punhetou e gozou, enchendo minha boca, eu como uma bezerra faminta bebi toda a porra do meu macho. Agora como ex corno, porque to solteiro e resolvi cuidar dos amantes das minhas ex. Vão se as mulheres e ficam os machos, kkkk Sou um corno experiente, maduro e um novo viadinho safado, interessados entre mem contato e-mail Alberto/sp
03/07/2014 10:37:53
Teus contos sao fantasticos, gostaria muito de trocar mails com vc. Escreva teu mail por favor, bj

Online porn video at mobile phone


comendo a sogra contosXVídeos irmã fazendo cosquinha no pênis do negão casa de praiao primo do meu marido me fudeu quando viamos do casamentotroncudo na putaria gayconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhoconto erotico afeminado esposa dedos no cuyotube tonzinho.46ver vidio padrasto da pica muito loga comendo a itiada virger o pau entrou de veis ela desmaiouquero ver metendo na mulher essas porcarias transandocasadoscontos/filhinhaporno gay magrelo sentando em duas rolas penetraçao dupla mundo bichagotinha gosrosa virgem pperdendo o cabaco com o namorado na cama dela trsandocontos eróticos esposa chega em casa com papel higiênico na calcinhacontos eróticos com marido bêbado e desconcentração bem dotadogostosa vou catucar sua bobavidio porno kuasi q a novinha nao aguentameu genro quer comer meu cuContos um caderante estrupou minha bucetaContos de marido fazendo esposa cadela confessar traiçãocachorro estorou a bundinha da gostosa de minisaiaVidio porno sondei minha visinha de causinha caseroquero ver um pauzao numa buceta e o negao batendo com uma pinhola p dar o cu gostosopausudis a tocar a punheta a conduzirTio brinquinho trazando com sobrinho,negao xnxxx video contos feminizacaosou marinheira contos eroticoscontos eróticos salvando as aparênciascache:_MajuMqpFnMJ:zdorovsreda.ru/texto/201704934 aninha insaciaveu kid bengala xvideosestupro esposa contos eroticoscontoerotico com mulher casada e negroroçadinha menininha gostosinha japinhaver vidio padrasto da pica muito loga comendo a itiada virger vai terque da pontochupando no cu da gostosa de calcia e comexvidiofilha novinha enbebedano o paicachorro tapete lamber ppkconto enrabei minha neta de novi ano na marraxvideosdificil pra vc lukaver irma bater punyeta no irmao ate gosar na maozuando meti a pica na b***** da égua meladinhaporno caseiro no vestiario da loja de.roupas da loja uma estranha olha muito pra o.meu.paucontos eiroticos leilapornxvideos com rabunzelXsvideos bem dotado masturbando no carrocontos eroticos arombei a minha aluna na sala de aulaxvidios outros purai favoritoscontos eroticos escrava dividaconto erótico mulher sequestradaConto picante com vizinho velhocasa dos contos eroticos autor/bielmexContos mendiga pornoconto de sobrinho sexual escravoengenheiro praia de nudismo relato eroticoa infidelidade da irmã resolve dar a buceta ao irmão mais novovidio gay saradinho nino forçado pelo tionovinhas lindas brincadeira incestoa de ciriricaxvideo qrebado ucabasufudendo francy vestidinhovideos porno para ver agora mae de 25 anos gostosa aproitar q a filha sai e esfrega mo genroConto erotico raspando penteiofilme de sexo da Gretchen filme de sexo da Gretchen mostrando o peito dela a bunda cheirinho na bocamarido goza batendo uma vendo mulher agarrada por outro machoquero ve comto erotico de mulher qui foi estrupada bem novinha ainda bebe virgem do beusoperdi minha virgindade com meu cunhado ele mim fez gozar de tanto tesao desabadavídeo de sexo negão lascando a b***** de magrinha Sonhadasenti um bafo quente na buceta zoofiliaminha mãe irmã vovó conto eróticocoisa bramca bem groso saindo da nuceta sai so quando coloco o dedovideos porno irmao estrupando amiga da seu irma chupando peito deka