MINHA ESPOSA COM OUTRO HOMEM - PARTE 3 – OUVINDO NO CELULAR MINHA ESPOSA LEVANDO NA BUCETA, NO CUZINHO E TOMANDO MUITO LEITE DE OUTRO MACHO...

Um conto erótico de Sr. Fetiche
Categoria: Heterossexual
Data: 04/08/2013 22:01:15
Nota -

Vou compartilhar com vocês a III Parte do relato que recebi de um amigo da net, o Joca, que se deliciou com o desejo e realização de ver a esposa Zélia sendo fudida por outro. Que isso sirva para muito leitores dos contos que também tem esse desejo, fantasia possam colocar em prática. Boa leitura e muita excitação.

Eis o relato:

Como contei na Parte 1, com o título de “A SELEÇÃO DO MACHO IDEAL”, Zélia, minha esposinha safada, não resistiu aos “encantos”, à cantada e à rola do Klaus – a quem eu dei toda a “ficha” dela e ela conheceu, “sem querer”, através da internet no MSN – e se deixou conquistar, marcando numa 4ª feira de ir para a cama com ele já na sexta seguinte. Como narrei na Parte 2, com o título “OUVINDO NO CELULAR MINHA ESPOSA SE DELICIANDO NA ROLA DE OUTRO MACHO”, na 6ª feira no apartamento dele, mal chegou, ela foi beijada, chupada, acariciada e apertada por Klaus e se deliciou chupando e mamando sua rola até ficar com o maxilar dolorido, além de levar uma “surra de cacete”, primeiro nos seios e depois no grelo e na entradinha da buceta. Eu me deliciei mais ainda, pois, meu amigo me ligou e, sem que ela percebesse, deixou o telefone ligado durante toda a transa. Agora era a hora do que ela tanto gostava, desejava e merecia: dar a buceta, dar a bunda e tomar muito leite! E olhe que a mamadeira do meu amigo não era nada pequena – tinha 23x6cm – e ela tinha mesmo com o que se deliciar...

Ainda na posição em que levou uma “surra de cacete” no grelinho e na entradinha da buceta – frango assado – Klaus encostou sua rola na entradinha da buceta dela e enfiou apenas a cabecinha. Lubrificada do jeito que estava, apesar de enorme, nossa putinha engoliu a cabeça sem grande esforço e ficou alguns segundos, ansiosa, aguardando a invasão da sua bucetona por todo o resto. Mas Klaus era experiente com casadas e sabia mesmo como tratá-las. Ao perceber que ela começava a mover o corpo, como uma serpente, na tentativa de engolir mais e mais a rola do seu macho, mexia os quadril, abria-se ainda mais e procurava aproximar seu corpo do dele na tentativa de engoli-lo por inteiro, meu amigo disse:

“Hoje, minha putinha, você já gozou bastante e vai ter apenas a cabecinha! Mas prometo colocar a cabecinha não apenas na sua buceta gulosa, mas também no seu cuzinho e na sua boquinha! Tenho certeza de que você irá adorar!”

“Ah, seu puto safado! Você sabe que depois da cabecinha, assim como agora, vou querer seu pau todinho, inteiro dentro da minha buceta, da minha bunda e da minha boca! Vai, amor, enfia ele todinho na minha buceta! Vem me come gostoso, me faz sentir minha bucetinha se abrindo pra engolir essa tora e depois ficando toda estufadinha quando estiver com ele inteirinho dentro dela!”

“Isso, assim que eu gosto! Me pede para te comer gostoso! Pede para eu enfiar meu pau todinho na sua buceta e no seu cú! É assim que eu gosto de ver uma casada gulosa e safada como você: querendo dar o cú e a buceta e implorando para levar uma rola inteirinha, até as bolas! Você não é minha puta? Então Pede! Adoro ouvir uma casada implorar, toda chorosa, para eu enfiar toda minha rola em sua buceta!”

Klaus dizia isso e, ao contrário do que o corpo da minha esposa pedia, ele tirava a cabecinha do buraquinho, deixava a cabeça deslizar no meio dos lábios carnudos da sua buceta, a cabecinha resvalando ora no cuzinho, ora no grelinho, ora entrando novamente na buceta, enlouquecendo-a de tesão e tornando-a ainda mais dependente da sua grande e grossa rola, fazendo-a prometer qualquer coisa para tê-la dentro do seu corpo.

“Ai amor, vem me come! Enche minha bucetona com esse pau gostoso! Quero sentir a cabecinha no fundo das minhas entranhas enquanto suas bolas batem na minha bunda a cada enterrada! Vem me come! Por favor, come minha buceta! Vem meu único e verdadeiro macho, me come, eu te imploro, vem!”

“Ah, agora sim! Está pedindo do jeitinho que toda casada deve pedir a rola do seu macho! Vou te dar ela todinha, no cu e na buceta! Vou te fazer gozar muito e te deixar toda dolorida, de tanto levar vara! Vai passar uma semana e, toda vez que você se sentar vai sentir aquela dorzinha gostosa e lembrar que eu arrombei seu cuzinho , mas antes vai ter que me prometer uma coisa...”

“Faz isso amor quero dar para você e passar a semana dolorida, ainda sentindo seu pau preenchendo minha bunda e minha buceta! Prometo fazer o que você quiser, mas vem, me come gostoso!”

Ela dizia isso com uma voz chorosa, quase implorando! Era bom demais ouvir minha esposa, toda comportadinha na família e entre os amigos e agora, no apartamento de outro homem, implorando para dar a buceta, para dar a bunda, implorando pela rola de um outro macho!

“É muito simples minha cachorrinha gulosa, não vai te custar nada: quero que, independentemente das coisas que ainda vou fazer com você esta tarde, do quanto vou comer seu cú, sua buceta e gozar na sua boca, nos seus peitos e na sua bunda, por mais arrombada e dolorida que você esteja e, apesar das duas marcas que vou deixar no seu corpo, esta noite, quando você chegar em casa, quero que você transe também com o seu marido. Aja normalmente. Beije-o na boca, deixa ele te chupar os peitinhos, as suas coxas, sua buceta... Faça um 69 com você por cima dele, para ele enfiar a língua nesse bucetão guloso e sentir o sabor gostoso e diferente que deixei na sua buceta.”.

“E as marcas, Klaus? Ele vai ver as marcas e o que vou dizer?”

“Relaxa minha putona! Vou deixar uma marca de chupada no lado esquerdo do seu corpo, bem junto, na base do seu seio e uma outra, na parte de cima da sua coxa esquerda, perto da virilha e da sua buceta. Se ele notar diz que você bateu o corpo em algum móvel, em algum lugar”.

Minha esposa concordou – àquela altura, ela concordaria com tudo para ter a rola dele preenchendo completamente todos os seus orifícios – e Klaus disse:

“Agora, minha casada safada vou te fazer feliz!”

Disse isso e, lentamente, deixou sua rola deslizar para dentro da buceta da minha esposa. Enfiava bem devagar, cm por cm, como se quisesse fazê-la sentir como era bom, como era gostoso, engolir uma rola como aquela! Minha esposa delirava de prazer:

“Ai amor, que delícia! Que gostoso! Que tesão! Como é bom sentir um cacetão grande e grosso como o seu preenchendo toda minha buceta! Isso, amor! Enfia mais na sua putinha, enfia tudo! Como é bom! Aaaiiiii, que delícia! Que sensação maravilhosa! Minha buceta todinha estufada, desde a entrada até o fundo, se abrindo gostoso para te receber! Ai, meu macho, mexe assim que vou gozar! Isso, faz assim! Mete, enfia tudo, enfia com força, me chama de puta, de cadela, de vadia! Belisca os bicos dos meus seios! Isso, assim, agora morde os biquinhos, assim,. mais forte, enterra até as bolas que estou gozando gostoso! Arranha minhas costas, mexe gostoso seu pau dentro da minha buceta, arranha minhas coxas que estou gozando de novo!”.

“Ah, minha safadinha agora vou fazer o que mais gosto; vou comer sua bundinha e deixar seu cuzinho todo aberto e dolorido pra você passar a semana inteirinha lembrando o quanto foi bom dar a bunda para mim!”.

“Ai, amor! Agora vai doer muito! Uma porque é muito grande e grosso e outra porque agora que gozei muito na buceta, meu cuzinho está contraído e vai doer ainda mais. Mas está bom! Quero ser sua Puta e como tal, vou dar meu cuzinho para você enrabar! Desde que vi aquela sua foto na net que estou ansiosa para sentir seu pau todinho no meu cú”.

Que delicia !!! Que maravilha ouvir a dona de casa, a mãe de família, confessando isso na primeira trepada com seu macho! Ouvi-la dizer que queria ser a puta do meu amigo Klaus era bom demais! Klaus, então, colocou-a de quatro na beirada da cama e mandou que ela empinasse a bunda e abrisse bem as pernas. Como deve ter achado que ela não estava suficientemente aberta ou empinada, Klaus deu um sonoro tapa na bunda da minha esposa. Sua única reação foi um gemido. Vendo que ela não se abria e nem empinava mais a bunda, Klaus deu outro tapa, ainda mais forte, na bunda dela! Ainda assim, como quem estava gostando dos tapas que levava, ela novamente não se mexeu.

“Está gostando de apanhar na bunda, não é sua cachorra safada?!! Agora, mesmo que você abra mais as pernas e empine ainda mais sua bunda, deixando seu cu, completamente exposto, vou dar mais uns tapas nessa bundona e nessas coxas gostosas que você tem! Aliás só vou parar quando elas estiverem vermelhas e ardendo de tanto apanhar! É assim que você gosta? É assim que você quer, sua putona!, sua cadela! Vai responde: Sou sua putona e já apanhei de pau, agora quero gemer gostoso com uns tapas na bunda e nas coxas, me sentindo ainda mais puta! Vamos, fale!”

“Isso meu macho, meu puto! Sua puta quer levar uns tapas na bunda e nas coxas, até você deixá-las ardendo de prazer e de tesão! Isso, mais, me bate de novo! Isso, assim, com força! Bate nessa cadela! Sou capaz de gozar só com seus tapas na minhas coxas!”

Pelo visto havia chegado a hora da enrabada, pois Klaus, pra eu saber o que estava acontecendo, começou a cantar o lance:

“Vai sua puta, abre mais as pernas! Isso, assim! Agora empina mais esse bundão gostoso! Assim! Te quero de quatro, toda aberta na beirada da cama, como uma vaca, pois, agora, vou encostar a cabecinha da minha rola no anel do seu cuzinho, passar meus braços por debaixo do seu corpo, espremer com eles os seus seios e com minhas mãos nos seus ombros, vou enterrar todo o meu pau no seu cu, de uma única vez! A hora que você sentir ele se abrindo e a cabeça entrando, já estarei com toda minha rola dentro de você!”

Ouvi apenas um grito, que deve ter ecoado por todo o edifício. Sabia que ela, apesar de experiente em anal e de já ter levado outras rolas maiores e mais grossas do que a minha, ainda não havia engolido uma tão grande e tão grossa como a do Klaus. A esta altura, o cuzinho dela devia estar completamente arrombado, desde o anelzinho até o fundo do seu canal do prazer!

Depois de bombar muito sua rola no cu dela, com ela deitada de bruços – com a dor da enterrada ela se jogou na cama e Klaus foi junto, engatado no cu dela – enquanto ela apenas chorava e gemia na rola dele, meu amigo, quase gozando naquele cuzinho apertado e faminto, disse pra ela:

“Vem que agora chegou a hora de você tomar leitinho! Vou ficar de pé e te quero de joelhos na cama, de boquinha bem aberta, bem junto do meu corpo, dizendo para eu te dar leitinho na boca!!! Quero te ver batendo uma punheta para mim, de boquinha aberta, pedindo e esperando meu leite, como uma vaquinha faminta!”

Com o cuzinho todo arrombado e dolorido, minha mulher e seu macho se posicionaram como combinado e eu ouvia o barulho da punheta que ela batia para ele e sua voz pedindo:

“Vai, amor! Me dá esse leitinho quente e gostoso que você tem! Pelo tamanho da sua vara imagino a quantidade de leite que você tem para dar! Vem, goza gostoso, amor! Sua puta quer leitinho na boquinha! Veja como ela esta aberta! Despeja no fundo da minha garganta, enche minha boca com sua porra, vai amor, goza e me lambuza todinha! Quero sentir o gosto da sua porra na minha boca, sentir a quentura do seu leite escorrendo no meu rosto, pingando nos meus seios! Isso, amor !!! Assim! Isso! Goza mais! Nossa, estou sufocando com tanta porra na minha boca e na minha garganta! Goza nos meus peitos! Isso que quentinho gostoso! Que porra grossa e deliciosa que você tem! Sabe que gosto tem, amor? Tem gosto de quero mais!!!”.

No sábado seguinte Klaus me ligou para perguntar se eu tinha gostado da surpresa, se eu tinho ouvido o que ela dizia e se ela havia me beijado na boca, feito 69 comigo e me dado a buceta, como lhe prometera. Eu disse que sim e que foi ainda mais delicioso comer a buceta dela, toda aberta pela rola dele, e que melhor do que isso só mesmo fazer o 69 com ela, sentir aquele gostinho diferente e delicioso da buceta dela, ver o grelo inchado, vermelho e o cuzinho todo aberto, vermelho, todo arrombado, mais parecendo uma rosa do que um cuzinho. Ah, disse para ele que havia adorado as marcas de chupadas que ele havia deixado no corpo dela, o que me faria lembrar, toda vez que as visse, do quanto ele a comeu e do quanto ela delirou na rola do seu novo amante. Disse que estava plenamente de acordo que ela fosse sua puta e que ele poderia comê-la, sempre que quisesse, inclusive em nossa casa, quando eu não estivesse.

Esse foi o relato feito pelo amigo que compartilho com vocês. Espero que tenham gostado. Aguardo contatos. Moro em Natal-RN, tenho 43 anos e será um prazer manter contato com vocês: mulheres (casadas, solteiras, viúvas, ...), casais, para a realização de nossas fantasias.

Meu e-mail/skype: [email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.

Online porn video at mobile phone


Faxineira e chefinho marcos contos eroticossexo casada dormindo de short Doll deixando escapar a bucetameninos irmaos gay gostosos sarados pelados batendo punheta na cam e na escolapornô pornô socando o pau na b***** da dona Zefa cachorro tocando pau na b***** da donacontos eroticos madura gosto de foder com caralhudosvidio porno gostozas rebolando napiro esendo gosada nsbucetacontos eroticos humilhada arrebentada abalnovįnha do sexo anal tuconto erotico gay cunhadosconto erotico rasga minha buceta e esfola meu cufotos de bucetas lusinhas brancas rosadashistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulhercontos adoro cheirar as calsimhas uzadas e melecadas da minha sograconto lavador de carro pauzudosexoalvesxvideo porno filme erotico de traisao esposa infiel traino com melho amigoempurando ate o talo na bucta peludinha xvvideoConto erotico sou madura e consolo lesbicaXvporno com novilhas vigemgarotas.do.colejio.todas.piranhas.chupando.gostoso.piru.ategosaconto erótico filha da madame sentou no meu colo e sentiu meu pau duroimem roludodonovinha virgem chupa pica d fiu dental depois f.rabinho virgecontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgecontos com empregada domésticacontos eiroticos leilapornanal normalista30cm de pau na novinha.gtzConto erotico traçando a tia lucia parte finalcontos eroticos minha namorada medindo o pau do dotadoConto erotico arrombei minhA tia 25cm grosso no acampamentoxvideos novinha com carreirinha de pelos na barrigaconto corno confidentequero ver conto erótico sapeca safado gostoso amor dentro do carro dentro da capoeirajovem melissa e aline....assadas na praia conto eroticocasa dos contos eroticos Alê12homem leva uma mulher a loucura de tanto ecitaladoce nanda parte cinco contos eroticospprno doido no escurunho debaixo do lençolpriminhos na ferias do colejo fazem muita putariamimha sogra também tem um comedor fixo e já comeu a minha esposacontos eroticos de fudendo dentro da barbeariaContos eróticos de mulheres se consolando com um stran - on xvideos a muler norreno de roladaContos eroticos gravida evangelicaentrei na pica de meu sobrinho negro contosconto erotico gay cunhadosminha tia lig pra minha e pede pra mim dormi na sua casa eu comi sua bocetaDalvinhapornocontoseroticosdeu o cu pro vizinho.Wwwx vidios .con tirano cabaso con pene de borachacontos eroticos a crente do grupo de senhorasporno filha tarada69video de sexo gostoso purro sexo mulher com doishttps://zdorovsreda.ru/texto/201601591no quarto podolatria xvídioxota molhada escutando o barulho do tesaoxvideos banhadas porretasvidio mae putona se assusta quanto ve que o filho gosou dentro sem camisinhaprimeiro menage femininoporno conhecendo minha primaqueria ver vídeo do Nx novinha trepando muito com seus cunhadosxvideos novinha dormindo com irmao comessa provocalo ate ser fodidaMulher.firgem.perdemdo.ocapasonovinha de xoeti.hGosto de fasexe com minha cachorra homemContos mendiga pornocontoseroticos/comadre rabudaconto erotico esposa chupando molequequero assistir vídeos pornô com as panteras Irmãos Grimm fazendo sexo no XVídeos brasileiroscontos gay: estupro coletivocontos erotico cheirando xoxota minha tia bebadaseminarista transa colega de quartoquero ver dois pauzudo de 90cm pegando uma casada e fazendo ela gritar e gemervideo levei dois mendigos pra fude minha mullhe ela so quis um roludovideos decopirsa para casa