Paixão Adolescente - Capítulo 07

Um conto erótico de Lucas Henrique
Categoria: Homossexual
Data: 11/02/2013 02:16:30
Nota 10.00

Desculpem a demora, eu estava (e estou) assistindo o Grammy Awards com o João Paulo e não deu pra escrever, além de eu estar doente, mas meu baixinho está cuidando de mim e eu estou bem. Inclusive ele vai dormir aqui em casa hoje! :D

Capítulo 7 - Concertando atitudesOlá leitores, quem escreve é o Lucas e esse conto será feito por mim dessa vez. Eu havia acabado de resolver que ia levar João até uma das propriedades da minha família na beira de um rio aqui na cidade mesmo, acordei antes dele naquele horrível sofá (eu me lembrei de jogá-lo fora algum tempo depois pra não dormirmos separados nas brigas! :D) eu não havia feito tudo aquilo por mal, eu amo meu baixinho e não havia entendido o motivo daquela briga toda, até acordar de manhã e refletir mais calmo. Desci pra fazer um café da manhã pra ele, meu pai estava sentado no sofá com um jornal.

- Ah, já se levantou? Parabéns por estragar o seu relacionamento, ciumento! – Ele disse, todo mundo naquela casa estava gostando dele e eu estrago tudo, não podia me sentir pior.

- Como eu pude ser tão idiota? – Eu disse arrependido.

- Acredita que eu fiz essa mesma pergunta quando mamãe me contou? – Escutei Luan falando a mesma coisa lá da cozinha. – Já decidiu o que vai fazer pra resolver isso?

- Não, eu não faço ideia... – Eu disse meio desesperado pra solucionar tudo, me levantei e fui arrumar o café, peguei algumas torradas, geleia, um suco de laranja e um monte de outras coisas.

- Eu o levaria pra algum lugar mais tranquilo pra conversar, e quem sabe lhe daria algo especial, mas não espere que o presente vai fazê-lo mudar de ideia, você tem que mostrar que realmente está arrependido, o João não é um garoto que muda de ideia por qualquer coisa. – Disse minha mãe otimista.

- Você está certa mãe, é isso que eu irei fazer! Não vejo a hora de ter meu baixinho de novo! – Eu disse feliz, peguei o carro e sai depressa pra comprar um presente. Achei que duas alianças pra firmar nosso compromisso seria a melhor opção, assim qualquer idiota metido a besta saberia que ele já tem dono, fui a joalheria e escolhi. Cheguei e peguei a bandeja de café levando-a lá pra cima bem na hora que ele tinha acordado.

Convenci ele de ir ao rancho da família aqui na cidade comigo (vou pular detalhes dessa cena que ele já contou), saímos depois do almoço, chegando lá eu abri a casa e o levei até o quarto pegando em suas mãos, sentei-o na cama e comecei.

- Meu baixinho, me desculpa por aquilo tudo ontem, eu não queria ter feito aquilo, eu sei que devia ter confiado mais em você e estou profundamente envergonhado e arrependido da minha atitude. E eu preciso que você me perdoe pra gente dar mais um passo nesse relacionamento. – Eu disse, a minha vontade era de chorar, eu estava dependente daquele garotinho lindo na minha frente.

- Olha gigante. – Ele disse – você precisa pensar mais no que diz, você foi muito rude comigo lá naquela festa, eu me senti mal com aquilo. É claro que não é motivo suficiente pra terminarmos, mas eu espero que você nunca mais repita uma cena daquela sem que eu te dê motivos, eu te amo. – continuou.

- Me desculpa. – Eu disse, agora a lagrima rolava em meu rosto.

- Desculpado! – Ele disse, então eu puxei ele pra um beijo. Ele já estava me agarrando quando eu interrompi.

- Eu tenho algo ainda. – Eu disse despertando o interesse dele pelo assunto. – Eu quero firmar melhor nosso relacionamento, um namoro mais sério. – Eu disse tirando um estojo do bolso, tinha um colar de ouro com um pingente de um coração com a letra L gravada e as nossas alianças. Me ajoelhei. – Aceita namorar comigo de verdade agora. Só ví o rosto dele ficando vermelho e seus olhos preenchendo com lágrimas.

- É claro meu amor, eu sou seu e sempre fui. – Ele diz.

Eu coloquei sua aliança em seu dedo, ele colocou a minha no meu e eu coloquei o cola em seu pescoço, avançando após isso pra um beijo, dessa vez não freei meu amor, ele me agarrou e eu o puxei, virei-o de costa tirei sua roupa e a minha e avançamos pra outro beijo.

Logo depois eu já estava beijando todo deu corpo e chegando naquela bundinha gostosa, onde metia a língua e depois coloquei meu cacete na portinha do seu cuzinho gostoso e apertadinho e comecei a enfiá-lo devagar e escutar meu garotinho gemendo baixinho. Dei um tapa na sua bunda e comecei a bombear mais forte O levantei e coloquei-o de quatro e metia mais forte ando tapas na sua bunda por uns 35 minutos até gozar gostoso e cairmos os dois deitados na cama.

Ficamos uns vinte minutos deitados, levantei e fui até lá fora onde peguei as coisas que tínhamos comprado (estava sem roupas mesmo, gosto de andar nú, tenho mania até hoje) arrumei uma mesa linda de café da tarde e voltei por quarto onde o puxei e ele veio chupando meu pinto que estava teso de vê-lo peladinho ali. Quando eu estava no pique virei-o de ladinho na cama e meti gostoso bem devagar pra que ele sentisse meu pau entrando enquanto eu o punhetava.

- ahhhh meu garotinho, como você é gostoso. – Eu dizia em seu ouvido.

- Isso, me come gostoso gatão. – Ele respondia baixinho entre gemidos.

Ficamos um quarenta minutos, onde gozei duas vezes e o puxei pro banheiro, tomamos um banho gostoso, onde ele me ensaboou e depois eu fiz o mesmo nele, saímos e fomos tomar o café da tarde.

Ficamos na casa até quase anoitecer, depois levei-o até sua casa (intimação de sua mãe) e fui para minha.

Quando cheguei mandei uma mensagem para meu amorzinho ‘Passo ai amanhã pra te levar pro seu emprego, bjooos, te amo muito.’. Eu era o homem mais feliz, do mundo e ainda sou esse homem, cheguei em casa tomei um banho e dormi. Acordei no outro dia de manhã, me higienizei e desci de cueca mesmo, peguei o carro e busquei-o em casa deixando-o em seu emprego, não sai do carro mesmo. Mais tarde passei pra pegá-lo de novo e fomos pra sua casa, lá mesmo almoçamos e mais tarde fomos pra escola.

O dia de escola aparentemente iria ser normal, entrou um aluno novo na nossa sala, um idiota que se chama Tales, se juntou conversando com a Laura perto da gente e falava com meu baixinho toda hora, aquilo me irritava mas eu fiquei quieto, não vou dar outra crise de ciúmes, não tenho motivo pra isso.

- Baixinho – Eu disse chamando ele. – Quando a gente vai pro rancho da minha família no sul de minas? Faz um tempinho já que ficamos de ir. E meu aniversário é nessa semana que entra agora, tem dois feriados no começo, a gente pode faltar os outros dias e ir pra lá, passamos a semana toda.

- Pode ser, eu ia amar Luc! – Ele disse dando um sorrisinho e me puxando pra sala quando o sinal tocou.

O resto da aula passou com Tales e João conversando sobre suas afinidades. Eu fiquei meio de lado desenhando num caderno, apesar disso eu estava feliz, tinha reconquistado a confiança do meu baixinho lindo, íamos passar uns dias juntinhos na fazenda da minha família. No caminho pra casa J. Paulo disse:

- Sabe, eu acho a gente um casal muito solitário, nós não saímos com amigos e nem fazemos nenhum programa de casais em lugares mais públicos com amigos. Acho que é por isso nos desgasta muito.

- Você tem razão, não é nem saudável isso. – Eu concordei, entrando na garagem de casa. Sem sair do carro continuei. – Baixinho, você não acha que o Tales ficou muito, sei lá, interessado em você? Não que eu desconfia que você me traia, estou totalmente confiante em relação a isso, você não faria isso, mas é legal deixar claro pra ele que... – Ele me interrompe com um beijo.

- Calma grandão, eu te amo, amo só você! – Ele disse.

---

Continua com o baixinho! Apesar da gente ter tido vários problemas dessa parte pra frente nós sempre tivemos uma boa relação e soubemos muito bem lidar comos problemas. :D


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
11/02/2013 17:51:28
aprendeu n~e lucas que ciumes não vale apena.otimo 10
11/02/2013 16:22:18
Está demais seu conto!!!
11/02/2013 14:02:17
Perfeiiiiiiitoo*-* Vcs formam um casal mt fofo:-) linduh D
11/02/2013 13:51:02
Mto boom, quee casal mais lindo vcs formaam <3 aguardandoo' a continuaçãão com o baixinho...hehe'
11/02/2013 10:14:31
Muito bom continua logo..
11/02/2013 03:27:23
Perfeito como sempre. Voces dois são excelentes escritores NOTA 10 não demorem para continua pq estou adorando o conto de vcs dois AH eu também estava assistindo o Grammy rsrsrsrs
11/02/2013 03:19:15
Own Lucas tu é fofo! Não é todo mundo que eu chamo de fofo(a), aproveite kkkkk. Estou amando vocês que lindo! Bzocas no coração de vocês e estou esperando a próxima parte!

Online porn video at mobile phone


xisvideo.pragas.do.cu.de.casadasvidio gay saradinho nino forçado pelo tioabaixar video molequinho pivete gozando demais na punhetavídeo pornô ela com shortinho coladinho no corpo quentinhofotos de jeba descomunal duraOLHA AMOR, TÔ CHEINHA DE PORRA DE OUTRO MACHO.bucetagosotosacontos boquete pagamentocuiada gostosa lavando roupa so de calcinha com bucetaogatinha padindo para ser fudidaabobrinha bucetinha contocontos eroticos comi a diarista gordanovinha deu debaixo do edredom porque estava frio me deu de ladinhoporno sogru peganu tu nora a forsaporbodoido papel de paredenovinha magrinha mija na pica grandepornô com duas vinha beijadoo pai dançandomenino enbebada menina pra come ela no colegio xnxxxconto erótico vigilante do bancocontos pornô, o velho tarado da ruaxvideos cumendo a bucetinha apertada e peluda da enteada e ela chora de tao apertada que erporno levei um amigo pra minha casa ele ficava elacontos vi meu pai arrombando o cu da minha maeconto erótico gêmeas lésbicas minutosnissei rabudas vidiorapido doiscontos eróticos no YouTube deixei meu filho me comerxvideos/negros escravo fode sinhaconto gay com meu cunhado juniormulher falando conterot c* de cavaloxvideos disfarssando bundacontos de sexo depilando a sograminha enteada fez sexo comigo doidona de cervejax vidios flagara sem calsinhabrotheragem capitulo 5contos eroticos novinha e o motorista do uberNnnBucetamulhe bebeno porra na tassaxxx 6agora videosxxxquero ve comto erotico de mulher qui foi estrupada bem novinha ainda bebe virgem do beusomeninas bem novas sendo fudidas pelo o padrastoquero vídeo XVídeos as magrinha galeguinha novinha de sainha afogada mostrando os lado da periquitamendiga da o botãozinho por causa de dinheiro XVídeosmae forssando a filha movinha a fuder com o paivideos d sexo tia provocando sobrinho até ele ñ aguentar e meter firme nela até gozar dentro da buceta delax vidio porno pegui a mulhe casada de saia na festa puchei a calsinha comichegando e se masturbando na calcinha usadasafada fode com mefingo q bate na portacontos eróticos parça do maridoporno gratis moça sendo agarrada apód sair do banhomameicontoscontos eroticos d maridos q gostam d veh sua mulher fuder cm pirocudo dentro d ksaxvidios betinhos lindocontos eroticos apostei e minha esposa sofreu no pau enormecontos eroticos - an american talebuceta rruivaabre video porno das novinha loira do peito picino e pontudodois negao cacetudo arroba a porta e amarra o cara e trepa na mulher dele na frentefilme porno fazemdeira dando pro piao dotadoporno engoliu a porra e catinou mamanopapai adora chupar a minha buceta enquanto fode a nossa enpregadavídeo de sexo de Osasco heloisa dando o cu para doislesbicas transam e rebolam na boca da aparceira ate ela chupar o grelo e gozarcontos eróticos gay da cidade de tupã ?contos eroticos gay meu tio de vinte anos me comeu bebado quando eu tinha oito anosvizinha gostaza fodendo muito com o marido me chamarao pra chupar ela na cama delesgaroti gay pauzudp ttansar c homem cacetudo e grisso vidio pirnoeu quero ver um sexo bem feito vibrando o cara bombando a mulher gemendo chorandocontos eiroticos leilapornler contos erodicos fui abuzada antes da sirugianamoro lesbico e pessoa não assumida tem tanta brigas ciúmesesposa louca por umpauzao contosmulheres que sentem desejo sexual por cavalo zoofiliacontos de incesto filho arma um sequestro pra mae rabudagorda bbw chifrandobuceta cheia de muxiba da sogralesbicas se vingando da rivalrelatos.picantes arebentou cabaco da novinha com muito choro pau grandecontos eiroticos leilapornler relatos pornos de estrupos xe vovozinho com netinhasCorno humilhado na lua de melcontos eroticos dei para um vizinho de iptingacontos erotico,meu genro me enrrabou dormindoxvideos. corno linpa a esponinhaconto erotico tive pelada varios cachorro