As Páginas de Uma Nova História - PARTE2

Um conto erótico de Higor
Categoria: Homossexual
Data: 09/11/2012 04:57:36
Última revisão: 09/11/2012 05:33:43
Nota 10.00

AMANDO GENTE AI VAI O SEGUNDO CAPITULO (3° PARTE) NÃO ESQUEÇAM DE COMENTAR DIZENDO SUAS CRITICAS POSITIVAS OU NEGATIVAS BEIJÃO *-*

_Ai caralho, você esta cego. eu disse gritando

_Foi...Foi mal ai! Disse o cara descendo e tirando o capacete.

_Foi mal o caramba foi péssimo eu disse gemendo, com minha perna doendo.

_Deixa eu te ajudar, vamos no hospital. Ele disse oferecendo sua mão a mim

_ No minimo é isso que.... eu disse virando o olhar pra cima.

Caralho que gato é aquele, será que o príncipe do meu livro escapou das paginas e veio me fazer uma visitinha?

_ Nossa esta sangrando me perdoe. Ele disse preocupado.

_ Não... ta tudo bem deixa queto é só um corte. Eu disse olhando pro seu rosto assustado.

_Olha me perdoe mesmo eu não queria e... (foi quando ele enfim olhou pro meu rosto).

_e o que? eu disse ainda apertando do lado do corte.

_ Você é tão...tão...

_Estranho? olha eu já sei não precisa...

_Não é isso sua pele, seu rosto é tão bonito, tão frágil, parece que foi desenhado você parece uma daquelas bonequinhas japonesas. ele disse me interrompendo.

_ hahaha tu ta de de sacanagem comigo né? já me chamaram de doido, de vadia, de marginal, de peste,e tambem, de filhote de demo agora de boneca japonesa é a primeira vez.

_Own me desculpe mesmo, vamos ter que cuidar disso...

_Não se preocupe mesmo eu já estou bem só pesso pra você andar com mais cuidado e também eu sou um desastre vivo me machucando... eu dizia enquanto tentava me levantar. mas não consegui... ai ai ai.

_Olha vai parecer estranho o que eu vou fazer agora. Ele disse com um sorriso safado.

_Não entendi... hey... Me larga.... o que você esta fazendo... me põe no chão... eu gritava enquanto ele me levava no cólo e me levou até a um carro.

_haha nossa você é bem histérica... ele disse rindo.

_você não viu nada... mas que carro é esse, pra onde esta me levando?

_bem esse carro é meu e nós vamos num hospital... ele disse olhando pra frente em quanto dirigia.

_mas... e a moto?

_ é de um amigo eu só fui levar de volta, ontem ele precisou do meu carro pra levar a namorada dele num motel e ela odeia moto então eu emprestei meu carro, e voltei pra casa com a moto dele e agora, eu voltei a pegar meu carro.

_nossa quanto, troca troca ¬¬ eu disse meio confuso e passando a mão na minha perna.

_ nossa ainda esta sangrando muito, espera um pouco. ele disse parando o carro, foi até o banco de traz aonde eu estava, tirou a camisa, rasgou e amarrou na minha perna.

Juro que quase morro, que corpo era aquele pelo amor de Deus? ou esse cara era modelo, rato de academia ou prostituto, por que pra ter um corpo daquele, perfeitinho só sendo um desses.

_pronto acho que vai resolver por enquanto. ele disse abrindo um sorriso e olhando em meus olhos, depois desvio o olhar e voltou ao banco da frente.

_Não precisava fazer isso agora você vai ficar ai sem camisa por minha culpa. eu disse dando uma de vadia atenciosa.

_é o minimo eu quase deixei você sem perna. ele disse prosseguindo e atento a estrada.

...

_chegamos... vem aqui. ele disse abrindo a porta de traz.

_ pera ai você não vai fazer isso de novo né? ai... me solta...

_caralho você é teimoso em... ele disse me levando nos braços.

Eu parecia um brinquedo na mão dele eu com apenas 1.65 de altura ele sei la com quantos talvez até mesmo 1.90 sem duvida ( na verdade ele tinha 1,83 mas eu sou uma vaca exagerada).

Chegamos lá levei uns pontinhos, foi mais o susto mesmo e ele me levou até o hotel, a minha raiva era que eu estava louco para dar uma lição nos idiotas do trote.

_Pera ai você esta hospedado aqui? ele disse surpreso

_ sim, mas por que? eu disse estranhando.

_ Cara eu to morando aqui do lado, quer ir em casa antes?

_ não valeu é melhor eu entrar. eu disse tentando me afastar dele.

_por que você é assim? ele disse meio com receio.

_assim como?

_ você não deixa ninguém se aproximar de você,eu estou tentando ser legal.

_claro tem que tentar foi você que quase me atropelo.

_ já pedi desculpas.

_ ta que seja.

Ele me levou até a porta do meu apartamento, todo prestativo, as vezes eu até delirava com seu perfume, mas o que eu podia fazer? eu não queria gostar de um cara desses ele era perfeito e eu não podia me iludir em uma história que só acontecia em contos de fadas, afinal com a minha sorte o príncipe vira sapo e eu me transformo em uma abobora.

_ Aqui estamos... ele disse suspirando

_ pois é agora da pra me colocar no chão?

_ ata foi mal... é que eu tinha me acostumado.

_ ava você tem ideia do quanto eu peso? se ta de zuh com a minha cara né?

_ kkk enfim, então .... já vou indo

_ esta bem então.

_me perdoe de novo eu sinto muito pela sua perna.

_ esta tudo bem.

Eu estava frustado entrei no quarto e me joguei na cama, pensando comigo mesmo que merda foi que aconteceu... meu primeiro dia de aula e tudo já começa a mudar, e a parte mais legal é que quando chegou a noite e eu tentei dormi eu não consegui por que estava ocupado pensando em um cara que eu não me dei o trabalho nem de perguntar o nome.

Peguei meu notebook e comecei a ler novamente, ler é minha saída pra tudo eu sonho que estou dentro daquelas histórias, sonho que sou eu que estou la feliz vivendo aquilo, eu invejava da vadia da Cinderela até os sete anões...

_Ai que porra Felipe faz isso não, esse cara é mó vagabundo fica com o outro alem de gostoso ele te ama ¬¬. Eu falava sozinho no meu quarto enquanto lia.

Esse é meu ponto "idiota" eu brigo, eu chingo, eu dou conselho eu faço de tudo quando estou lendo... principalmente quando envolve sempre uma morte no final , tudo bem eu amo coisas dramáticas, mas as vezes o povo acha que para o livro ser bom tem que matar um dos personagens principais e isso me irritava.Passei a noite toda discutindo sozinho e pensando naquele príncipe que acho que nunca mais iria trocar uma palavra comigo.

Quando a Demi Lovato novamente começou a tocar no meu celular, avisando que era hora de eu me arrumar, eu quase tive um troço, por que normalmente é assim quando agente fica a noite toda sem sono, quando é pra sair o sono bate ¬¬.

_Cala boca vadia... eu disse atirando meu celular longe.

Levantei nem lembrava da minha perna e foi só dar o primeiro passo que abracei o chão.

_ Realmente acho que você quer ter um caso comigo- eu falava com o piso frio.

Consegui me levanta de novo e pulando em uma perna só ( para de rir eu sei que é ridículo, mas eu estava no meu momento Saci pereré de ser), fui atender a campainha que não parava de tocar.

_ Já vai... eu berrava sem entender nada, afinal eu não conhecia ninguém que soube-se aonde eu morava a não ser...

_ Olá... apareceu aquela coisa linda com um buquê de flores na mão.

_O... o que você esta fazendo aqui? eu disse super curioso e envergonhado.

_Bem eu fiquei pensando duas coisas.

_Quais são elas? eu perguntei me desequilibrando e caindo em cima dele ainda com a porta aberta.

_ Opa hahaha. ele me segurou e dando um sorriso lindo me levou até a cama.

_Ai agora quem deve pedir desculpa sou eu. disse ficando corado.

_ haha segundo encontro e já estou te levando pra cama, ele disse esboçando um sorriso safado.

_ hahaha idiota, mas então o que você veio fazer aqui?

_Bem como eu havia falado era por dois motivos.

_quais?

_ Um por que eu estava preocupado em como você faria pra ir pra faculdade com essa perna assim.

_ ah eu posso pegar um taxi...

_ E outro é que eu não sei seu nome ...ele disse me interrompendo.

_è Higor, mas me chamam de Vamp, eu disse olhando em seus olhos.

_Vamp, gostei é bem a sua cara...o meu é Bernardo.

_hum... legal.

Eu não queria mostrar nenhum tipo de apego a ele, tanto é que procurava evitar seus olhos azuis ao máximo, ele me levou até a faculdade e me ajudou, me comprou até uma daquelas bengalas que parecem uma muleta...

_ Valeu Bernardo, mas agora tenho que ir.

_mas relaxa eu também sou dessa turma. Ele disse sorrindo.

_ como? eu disse surpreso... mas... eu num ti vi aqui ontem.

_Bem é que eu queria me livrar do trote.

_Jura que um cara desse tamanho estava com medo de um pouquinho de tinta?

_ como você sabe que era tinta? mas enfim o medo não era disso é que odeio ver os caras zuando alguns novatos eles pegam pesado.

_Ué, mas você também não é novato?

_Sim mas meu pai é diretor daqui então ninguém mexe comigo.

_Hum que legal.

_Bê... disse uma voz enjoada atras da gente.

_Oi Clara, ele disse dando um beijo no rosto dela.

_ Tava com saudades de você gatinho.

Aquela vadia me ignorou completamente.Então eu os deixei la e aproveitei que o Levy chegou e sentei do lado dele.

_O que aconteceu com sua perna? Levy questionou preocupado pensando que foi algo envolvido com o trote.

_Não foi nada é que ontem naquela hora que você foi embora, um cara passou por cima dela com a moto.

_Ai que sorte você tem em Higor...

_Vamp! Corrigi

_Como?

_Vamp! meu apelido é Vamp e acho melhor assim.

_Ok, mas iae... ele começou a falar um monte de coisas que eu nem dei ouvido fiquei pensando o quanto eu era idiota por achar que eu poderia viver um romance como o das vadias dos livros que eu leio.

O sinal tocou todo mundo saiu inclusive o Levy, eu fiquei um pouco na sala, queria repassar a matéria no caderno já que o intervalo era de 10 minutos antes de cada aula.

_Vamp eu...

_Bernardo esta tudo bem, relaxa olha a minha perna esta bem melhor, eu não tenho nada a vê com sua vida e outra eu sou do tipo de pessoa que gosta de ficar só no meu canto, você já cumpriu sua obrigação agora larga de piedade e do meu pé.

_ Eu só queria ser seu amigo.

_Eu não tenho amigos! Disse isso fechando o caderno, colocando na mochila, pegando minha bengalinha ou sei la o nome daquilo e sai da sala deixando ele la sozinho.

Fui ao Banheiro voltei, e estava passando pelo corredor quando ouvi algo muito estranho. O Levy estava gritando.

_ Para por favor, para... não me machuque... Ele estava desesperado enquanto 3 caras o seguravam.

_Qual é viadinho eu num tivi no trote ontem, então vai pagar pior hoje. Disse um idiota mais alto.

_Não por favor não me machuque cara, você quer o que dinheiro? eu te dou, agora me solta caraio...

_Hahaha olha galera o viadinho ta chorando. E eles riam.

Eu não me aguentei tinha que fazer alguma coisa, primeiro eu balancei um tambor de lata para fazer barulho e vê se assim eles se assustavam e iam embora, mas nada então eu fiz o básico, eu ativei o alarme de incêndio fazendo os

correr...

_Hey você esta bem? eu falei com o Levy que estava chorando no chão.

_Vamos sair daqui o alarme Vamp temos que ir...

_Relaxa fui eu que ativei...

_Valeu, mas por que ...

_Por que eles são idiotas, agora vem comigo e engole esse choro, odeio ver amigo meu chorando.

_Amigo? ele disse sorrindo e me abraçando

_Não se acostuma não kkk vem...

Eu não estava afim de volta pra assistir a próxima aula então fomos a uma lanchonete próximo dali, bem conversamos a falar de tudo contei sobre meus pais e como eles foram mortos, e descobri que o Levy sofria em casa por não assumir pros pais que ele era gay. Eu realmente nunca havia conhecido alguém como Levy ele era uma criança dentro de um adulto mesmo ele sendo 2 anos mais velho que eu, eu que me sentia mais velho que ele.

_Você não vai comer nada? só vai ficar na aguá com gás? ele me perguntou com preocupação.

_Estou sem fome. eu esbocei.

Na verdade eu sou do tipo de pessoa que consegui ficar vinte dias sem comer, mas depois quando volta come muito, o que me faz vomitar e tomar laxantes, eu sei que isso é errado não queira me dar lições de morais, mais você não tem ideia do que é sofrer por ser gordo, gay e órfão, então eu não liguei pro órfão e estou fazendo de tudo pra deletar o gordo, as vezes é chato porque a tontura chega e é difícil me controlar, mas vale a pena por que no espelho vejo o resultado.

Depois de conversamos bastante...

_Você não é o monstro que eu pensava.. ele falou rindo.

_Hey para... eu só mordo quem merece.

Fomos para nossa próxima aula e pra minha alegria tinha que ficar em pé em bancadas olhando um pra cara do outro pra fazer debates.

_ Higor as bancadas ja estão todas cheias você vai ter que ficar com alguém.

_Vem pra cá. Disse o Bernardo me puxando.

Tudo ótimo, foi assim que ocorreu o debate, eu até me arrisquei a discordar das palavras que a Clara falava, ela era tão arrogante e patricinha e isso me irritava.

_Muito bem Higor, você se mostrou uma pessoa de opinião e é disso que o mercado de trabalho precisa, uma pessoa firme em decisões, você vai ser um excelente profissional.

_Obrigado Professor.

Acho que em qualquer profissão e até mesmo na vida pessoal, temos que defender aquilo que acreditamos, mesmo sendo a coisa mais ridícula, mas se conseguimos segurar a nossa tese e torna-la convincente aquilo que era ridícula deixa de se torna ridículo e se torna concreto.

A aula até que foi divertida se não fosse na hora da saída.

_Xau Levy...

_Xau e parabéns você arrasou cara!

_Valeu!

_Será que eu posso falar com você? Disse Bernardo.

_Olha cara, relaxa já esta tudo bem comigo, vai viver a sua vida ok e também alem disso.... eu ia falar mais coisas, quando minha visão escureceu e a unica coisa que eu conseguir ver foi o Bernardo chamando meu nome enquanto eu caia em seus braços...

_Acorda.... Alguém me ajuda... Ele saiu correndo comigo no cólo.

>>>>>>>>>>>>CONTINUA<<<<<<<<<<<<<


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Hi Lopes a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
10/11/2012 01:58:46
10/11/2012 01:58:43
Ótimo
09/11/2012 16:39:19
Muito massaa :D
09/11/2012 16:32:32
muito legal
09/11/2012 13:55:12
09/11/2012 13:55:09
como e revoltado kkkk adoro rir muito. Amando o conto continua logo adoro seu humor ironico kkk
09/11/2012 12:33:37
Cara adoro seu humor e seu conto ri pakas kkkkkk, queria te conhecer pessoalmente, nota 10.
09/11/2012 12:15:48
mtu bom
09/11/2012 12:05:22
Ai ta muito bom ai continua logo em minha nota e 10
09/11/2012 07:06:07
Tá muuuuuiiiiiito legal adoro humor, ainda mais pela manhã, lição de moral? Anorexia e Bulimia não vão te deixar mais bonito, mesmo que o espelho te engane, no final o que vai contar é a beleza interior, é a única durável, e além de tudo só faz mal principalmente ao coração!!!! Desculpa o sermão não resisti!!!!! 10, continua logo...
09/11/2012 06:35:37
Ta incrivel! Parabens! =)

Online porn video at mobile phone


contos eróticos de cheirando calcinha da amigaWxvidios velha trepando com seu trazeiraoconto meu cachorro meu donotarada nuonibupai do pau cabesudo atlando na buceta da filhamobile zoofilia com cachora femiacontos erotico cm irmamarisa chupando meu paulevei minha mulher ao medico pausudo e ele comeu ela na minha frenteporno de patroa fazedera obrigado o piao a chupalahomenzão da porra xvideo gayConto erotico: o playboy e o malandroContos eróticos- bem novinha é desvirginada e grita de dorxividio vai maxuca meu cuconto erótico Boa noite Cinderelaconto erotico sexo bruto com 2homemEncoxada no riquinhoXvidio brasileiro patroa de caucinha dando para ogarotoconto erotico tirando o cabacinho da entiadinha novinhacontos eróticos de presídiosxvideo.amiga chupa.a buceta da a migalha dormindoXVídeos mulheres das colchão na toda gostosa charmosa mas funcionaXvideo comi minha visinha fis ela gosar so esfregana a cabeca da rola na sua buceta vou contar como foiconto eroticos gay estuprado na festairmaos fodendo enquanto a irma dormi seu irmao n resizte e como a busetinha da irma e a sua irma amando a rola do irmaoXVídeos sobrinho comendo a buceta de mulhe de tio45 anoseu me masturbando pra minhacunhadinha pretinha de onze anos em vxvideo estrupa mae disaiapornodoido filiinho da mamãe sexo anal sem compaixãocontos eroticos feminizaçao do garotinho maeesposa novinha do bundão grandão nua despeitogosada no trem lotadoxvidegostopadrasto puxa cabelo forca chupr emgoli porra apanhandochamou a enfermeira pra cuidar do marido e flagrou trepadaContos erotico fazendeira nova seduzindo o caseiro bem dotadovideo garotinha calvolgandocontos casal pau inchandocontos rapais pra continua casado teve que vira amante da sograalivat xxxvídeoporno loira olhos azuis coxa grossa rabo grande peituda cabelos longos metendo como uma cadela no ciocd_patryziaincesto mae negra aparece na frente do filho de vestidinho pornoboa fodaate quanto centimetros poso colocar no meu cuMeu cão ralf me comeu contoCONTODE INCESTONU CUEu e minha mãe no ônibus de excursão-contos-incesto-filho e mãe-incesto no onibusx videos curraincestovídeo pornô caseiro mulher voltado foi traído e dá o troco e ele transa camisinha se faz para colocar no coloca em quando vê tudo e ela deixa como comer essa p*** para o c**** vem sem camisinhanovinga da favela fazendo menagem depois da aulacontos eroticos Julius e Dinho uma mulher para 2 Parte 4 a descobertaXvidios cornos de nefinhasencoxoada nos onibus so gostosa de mini saia e calcaa agarradinhoNega de causinha mostrando a berada da bucetafudendo com a sogra querida enquanto ela faz faxina porno doido vidio de pornomuleres vistino roupa drento do culrto peladas a calsinha entrano na bucetaValdenice transando novinhas transando com vovó d********* dela tá bommulher d buceta pequena engastada c pau grandecaralhudo rasgando cu da loira cinquentonaaregasando a busetada tiacontos eroticos minha esposinha e o inquilino velhoX vedio amador vizita tia chupando penispca groca cabecuda gozando dentro video pornoporno negao69zoocontos dogsxividio xorA vocrente safada contoscontos eróticos suportando três cacetes com carinho e amorcontos feminização forçadaContosmulherbebadadownload esposa nao deixo por no peidorreiro porno amadorxvideos homens casados amam ser emrabadosvídeo de putaria as baixinha índia gostosa pronto para tocar de ouvido