O Caseiro do Sítio Me Arrombou

Um conto erótico de Belle
Categoria: Heterossexual
Data: 08/05/2012 14:57:17
Nota 9.25
Assuntos: Heterossexual, Anal, Coroa

Minha família tem um sítio, perto da cidade natal do meu pai, em uma cidadezinha a uns 100 km daqui. Sempre costumávamos ir pra lá, eu meu pai e minha irmã, em feriados prolongados e fins de semana. Mas eu passei uns tempos sem ir pra lá, e ficava em casa com minha irmã que também deixou de ir faz um tempo. Mas meus pais nunca passam um feriado sem visitar o sítio; dia desses eles disseram que passariam mais um feriado e eu disse que também queria ir, respirar um ar diferente. Quem cuida do sítio é um homem chamado Valdir, de mais ou menos uns 60 anos. Para a idade que tem, ele está com uma forma física muito boa, ele é pardo, alto, ombros largos, bem forte; quando meu pai comprou o sítio, há muitos anos, o antigo dono o indicou para ser o caseiro, e desde então ele zela pelo lugar, mas não há muito o que fazer, ele apenas abre o lugar pra arejar e limpa de vez em quando. Ele me conhece desde pequena, e sempre que eu chegava lá comentava: "como você cresceu". Só que dessa última vez quando cheguei ele não disse nada, só ficou me olhando de uma forma diferente; me secando, pra falar a verdade. Nós chegamos no final da manhã, depois fomos almoçar, e eu passei o dia na varanda, lendo um livro, dei uma voltinha rápida e depois fui tomar banho. No sítio tem piscina, mas eu quis deixar para o dia seguinte; continuando, chegou a hora de jantar e nós fomos até um pequeno restaurante no centro da cidadezinha. Quando voltamos, Valdir ainda estava no sítio e perguntou para o meu pai se haveria algum problema dele dormir lá; meu pai disse que não, até porque tinha um quarto só pra ele; apesar de ter uma casa nas proximidades, de vez em quando ele preferia dormir no sítio. O que eu não imaginava era que tipo de coisa ele planejava; fui para o quarto, vesti meu pijaminha(camisetinha e um shortinho) e fiquei mexendo um pouco no notebook antes de dormir. Quando deu sono, o desliguei e me deitei, de bruços, meio de ladinho, como gosto de dormir; como estava fazendo calor, eu não me cobri. Me esqueci de trancar a porta; no meio da madrugada, acordei com um barulho. Estava com o rosto virado para o outro lado e senti a presença de alguém atrás de mim; quando me virei, lá estava ele, Valdir, em pé, totalmente pelado, com o pau duro e se masturbando olhando pra mim. Eu estava dormindo de bundinha pra cima, e como o shortinho era muito curtinho, aparecia a polpinha; a janela estava sem cortinas, e por isso a claridade permitia ver tudo. Ele pensou que eu fosse gritar e, com aquela mão enorme, cobriu minha boca, com força. Fez sinal pra eu ficar caladinha, e quando viu que eu não iria reagir, me soltou. Fiquei parada olhando o pau dele, e dei um sorrisinho bem safado. Ele agarrou meu cabelo e me puxou, me deixando de joelhos no chão; segurei a rola dele, uma delícia morena, bem grossa, com uma cabeçona vermelha. Pela idade e por aparentar ser muito tarado, Valdir já deve ter metido aquela rôla em muitas e muitas mulheres por aí; era tudo o que eu queria, ser fodida por um cacete bem rodado. Meti a boca e chupei devagarinho; engolia ela até a metade e depois tirava lentamente; dava lambidinhas na cabeça, até que ele segurou minha cabeça e empurrou ela até a minha garganta. Quase engasguei, mas aguentei, e pedi mais; chupei muito. Ele me levantou, tirou minha blusinha e logo depois meu shortinho; como já estava sem calcinha e sutiã, logo estava peladinha, pronta pra levar pica. Ele chupou minha buceta e depois me colocou de quatro; e meteu a vara na minha xaninha, que estava louca por um pau daquele. Ele ia bombando forte, dando tapas na minha bundinha, enquanto isso eu gemia com o rosto no travesseiro, pra tentar abafar. Mas eu estava adorando, e rebolava no pau dele pra ele meter cada vez mais forte, e entre gemidos eu dizia para ele: "Ai, que pau gostoso! Delícia! Fode bem minha bucetinha, safado!". Depois de tomar muito na xota, eu ainda queria mais; meu cuzinho não parava de piscar, pedindo rôla; eu então virei a cabeça, olhando na direção do Valdir, e pedi: "Agora soca essa pica gostosa no meu cuzinho. Tô louca pra te dar minha bundinha". Eu fiquei ainda mais louca quando ele disse: "Vai ter que implorar, putinha!". Meu jeitinho de implorar: empinei mais ainda o rabo, de umas reboladinhas e implorei: "Arromba meu rabinho, por favor". Aí que eu deixei ele doido mesmo; ele cuspiu no meu cu, e tentou meter o cacete de uma vez, mas não entrou. Depois de algumas tentativas conseguiu o que eu queria: socou o pauzão todo no meu cuzinho, e foi aumentando a velocidade à medida que ele ia se relaxando mais, me deixando toda arrombadinha. Gozei gostoso com o mastro dele arrombando meu rabinho; e depois ainda pedi e recebi leitinho na cara. Após me fuder ele foi para o quarto dele; eu fiquei por algus minutos ainda sentada na cama passando o dedo na porra que tinha fica no meu rosto e lambendo; ainda estava suspirando por aquele pau delicioso. Depois só passei uma água no rosto e voltei a dormir. No outro dia, a onda de calor continuava; por volta das 10 da manhã meus pais saíram para visitar amigos na cidade vizinha e eu fiquei na piscina. Como não tinha mais ninguém lá, resolvi nadar pelada. Na verdade eu sabia que tinha alguém lá, Valdir. Ele me viu tomando sol nuazinha e quando olhei pra ele com o mesmo sorrisinho provocante, ele veio novamente na minha direção. Ele tirou a roupa, e quando vi a pica dele já dura, fiquei logo de 4, ali mesmo na beira da piscina. Parece que ele sabia que eu queria mais pica no meu cuzinho e foi direto pra ele; dessa vez entrou fácil, já que ele estava abertinho devido a madrugada anterior. Dessa vez não me preoucupei e gemi e gritei o mais alto que pude; aos berros eu pedia pra ele fuder mais forte, e ao final encher meu cuzinho com porra. E foi isso que ele fez; senti aquele cacete gostoso jorrando um jato de porra bem quente no meu rabinho. Fiquei de 4 ainda por alguns momentos só sentindo ela dentro de mim, enquanto ele se vestia e ia embora. À noite, que era a última que passaríamos lá antes de ir embora, me preparei, porque tinha certeza que ele voltaria. Fui pra cama apenas com uma blusinha, e sem mais nada. Me deitei novamente de bruços, com a bundinha de fora, e peguei no sono. Mas quando acordei o dia já estava claro; pensei que ele não tivesse ido lá; mas senti alguma coisa na minha bunda. Quando passei a mão percebi que ela estava coberta de porra. Chupei o dedo pra provar, e realmente ele tinha me deixado um presentinho durante a madrugada. Nesse mesmo dia à tarde viemos embora; na próxima oportunidade quero ir para o sítio de novo, e espero que Valdir esteja com a mesma disposição; estou louca de vontade.


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
19/05/2012 18:06:42
Tesão gostoso, adorei
09/05/2012 11:36:55
Ótimo conto, adoraria fuder esse seu rabo guloso.
09/05/2012 10:57:32
delicia de conto, me add no msn
09/05/2012 08:34:19
uem
09/05/2012 02:53:36
como eu queria ser seu caseiro para te fudero todos os fim de semanas mim add
08/05/2012 21:21:05
Xenxaxional... muito bom... http://ana20sp.sites.uol.com.br
08/05/2012 17:07:55
Belle diga aonde vc mora, se for por perto quero tbm meter minha rola nesse seu cuzinho que já foi arrombado pelo caseiro de depois meter gostoso na sua boceta e gosar muito dentro dela e na sua boca.Bjusss.
08/05/2012 16:47:14
Nossa, que maravilha. Voce é uma putinha muito safada, como eu gosto. Parabéns.
08/05/2012 16:17:51
É bom ter alguém experiente para nos satisfazer e ensinar.Parabéns, adorei!Só vai ganhar 10 se fizer gostoso comigo.
08/05/2012 16:03:46

Online porn video at mobile phone


Contos mendiga pornoxvideos careca dos braços peludos pirocudo trepando na coroa loira tesudaboafodasanguecasadoscontos casal adora negros comedor de cu c/fotos reaiscoroa grisalho com uma chapeleta muito grande comendo um garoto novinhocontos eroticos enxendo a crentinha de porratitia safada gozando esquirt contosvideoxxx tia dormiu de cochicha com sobrinhocontos eróticos de LED que gostam de consoloconto erotico tive pelada varios cachorrocorno que gosta de ouvir da sua esposa como ela aguenta uma rola de25 cm no cuconto de mulher e filha que foros estrupades efrete do maridoComto erotico nifetinhas.casada cache:gSqqIFTr6BkJ:zdorovsreda.ru/texto/2014111101 xoxotinhas amasiadas na picaestupro esposa contos eroticosContos ertcos me mastubei na sala de aula flagada pelo garoto novinhoxoxota coxuda melada contosvirgemcasadoscontoscu esculachadiporno mae gotosa madura sedente de amor ai pirocaoXVídeos vídeo pornô das panteras pai come a filha drogada muito doida de cocaínaxvide coroa gritando emportugues quando toma rola grossa e cabecuda na xanax gay novinho novinho de menor perdendo o c***** lourinhoconto a detistas evagelicaamigos da morte na casa das águas passa agora pelada fodendoconto gay cagando reformavídeo de morcinha fudemodois negros de 40cm de pau no rabo da intiada e sublinhao pau do meu marido grande23cm e toda hr que fazer sexobucitnhacontos eiroticos leilaporncontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgecache:8t-ncrFAFncJ:zdorovsreda.ru/texto/201108246 Xnxx esposa do concunhadoconto erotico dos mauricinho ricos com gaycu esculachadiconto erótico casada vai escondida na festa de solteira e metexvideos so de olhar a roupa colada da meneni e posivel saber se ela e virgemcomo esconder do meu marido que a minha buceta ta cheia de gala de outro?x vídeos porno eu e minha mãe fomos tomar banho e fiquei esitadoXVídeos novinho Cabocla tocando p******** da mulher segurando ela gosta degorila fêmia dando o cuxv inacreditavel as novinhas baby trasandocontos eiroticos leilapornpornodoido desmantelando o cu da laira na cozinhaxvidios meninos saradao esitado brutamontes caio parte 14 pornox videos mulher lammbendo o cusinho do homemacanpou com entiada efodeudei meu cu e tava bom pornomulher com aberada da buceta toda esticada pra filha verloira esposa enquanto marido dorme ela fica engatada no dog gigante e goza de dor contos eroticosespiei a minha madrasta gostosa e fiz um vídeo caseiro delaxvideo gosando nasfamosas das novelascunhada ajuelha na frente do cunhado e engole rolafilha senta no colo do pai em busão lotado/casadoscontoscontos eiroticos leilaporncontos eroticos peguei meu marido dando pro caseiro. negao adotei elecontos eroticos na escola com inspetortirei a virgindade do meu irmão novinho contovampiro cumedor de bucetaconto erotico namporno gey istorias comi meu priminho de treze anoXvideo so chupetas molhada da prudentinacontos eroticos.eu deixo mas sò a cabecinhadermatologistas safadasConto hotwifefudeno minha quanhada gostoza de beibidor nu sofarcontos eróticos transformação marquinha biquínimeu genro quer comer meu cugostosa infia bolinha explovisa na buceta e vai trepar