Orgia na casa do vizinho

Um conto erótico de Aida
Categoria: Grupal
Data: 08/07/2011 17:00:09
Nota 8.92
Assuntos: Grupal, RELATO, Fantasia

Chegando em casa tarde, outro dia desses, notei meu vizinho com a luz acesa enquanto eu estacionava meu carro na garagem e, instintivamente, olhei pela janela... Nossas casas ficam bem proximas uma da outra mas era raro eu passar por aquele lado porque eu costumava estacionar meu carro na rua. A entrada da minha garagem fica numa viela estreita e pouco iluminada, mas a vizinhanca eh segura. So que, naquele breu, a luz acesa dele me chamou tanta atencao que quando vi ja estava ali, paradinha, bisbilhotando a casa e a vida alheia.

O que vi me deixou vidrada. Era uma noite fria de inverno e a lareira estava a todo vapor. O vizinho, um empresario relativamente bem sucedido, solteiro e na casa dos trinta, estava deitado no chao, no meio da sala, sem camisa e com uma calca branca, meio colada, tipo calca de capoeira. Ele massageava o corpo, parecia que passava um oleo viscoso no peito, e aquilo me deixou curiosa, pensando no que seria aquilo e por que ele se esfregava daquele jeito, com ritmo, de cima pra baixo, da esquerda pra direita, com algo que parecia uma "tecnica". Depois de fazer isso algumas vezes, ele pegou um pote que parecia de calda de chocolate e, abrindo a braguilha, entornou aquilo no pau dele, que estava rigido e eu nem havia notado!

Arregalei os olhos! Fiquei meio sem graca ao ver aquela cena e tambem com medo de ser vista, mas a curiosidade era tanta que nao arredei o pe dali... Com o pau todo coberto de chocolate, eis que apareceu uma mulher e foi em direcao a ele. Ela ia toda nua e engatinhando, com uma venda nos olhos! Os labios dele se moviam, acho que a estava guiando numa especie de jogo. Ao finalmente toca-lo, ela se abaixou sobre a virilha dele e comecou a chupa-lo. Ele gemia alto, dava pra escutar do lado de fora, mas a rua estava deserta e o beco tambem, eu era a unica ali, do lado de fora, naquela noite fria.

A mulher entao, depois de chupa-lo demoradamente, balbuciou alguma coisa e levou um tapa na bunda. Um tapinha nao muito leve, mas so um, e ela nao pareceu reclamar. Pronto, agora eu nao sairia mais dali a nao ser que a Policia viesse me prender!

Ela se afastou dele e engatinhou de volta para o canto da sala. Pelo que eu podia ver, parecia que ela ainda estava no recinto. Ele entao limpou com um pano o pau, duro, liso, enorme, e em seguida passou um liquido vermelho, parecia calda de morango ou de cereja, algo assim. Apos ele dizer alguma coisa veio outra mulher, tambem nua e tambem engatinhando de olhos vendados, e fez a mesma coisa: chupou-o demoradamente, sugando com vontade aquele liquido que parecia delicioso. Ela tambem se ergueu depois de um tempo e disse qualquer coisa, mas essa nao levou tapa na bunda, nao, levou uma dedada na boceta que a fez se deitar sobre as pernas dele e "curtir" a bolinacao. Eu, do lado de fora, pegava fogo por dentro apesar do frio. Meu salto alto e fino ja nem me incomodava mais, minha tanguinha ja estava encharcada e nem era da porra do meu namorado, nao, ja que naquela noite nao haviamos transado. Alias, talvez por isso eu estivesse ainda mais cheia de tesao, pois chegava a sentir minha boceta inchada e pulsando.

Depois que a segunda moca saiu, ele mais uma vez mergulhou aquele pau lindo, teso, em algo que eu nao sabia o que era mas que parecia calda de caramelo, e a primeira mulher veio novamente. Chupou, chupou, disse algo e dessa vez voltou a chupa-lo, cheia de desejo e volupia. Depois de deixar o pau dele limpinho, ela subiu em cima dele e os dois comecaram a transar. A outra mulher, ja sem a venda nos olhos, assistia a tudo e se masturbava. Eu tambem ja estava pensando em me tocar mas a quantidade de roupa era tanta que ainda nao tinha achado um jeito de chegar ate minha xana.

Acho que fiquei ali entretida tentando abrir casaco, saia, enfim, e nao vi quando alguem se aproximou de mim. Era um outro sujeito, que eu nunca havia visto antes, mas que tinha saido da casa do vizinho e me abordou. Levei um susto quando senti aquelas maos firmes na minha cintura e ouvi aquela voz dizendo: "Estah gostando do show, eh? So que nao pode ficar so assitindo, o legal eh participar..." e saiu me puxando. Pensei em correr, mas ja tinha fechado o portao da minha garagem e nao ia conseguir abri-lo em tempo. A porta da frente era longe, ele era muito mais alto do que eu e haveria de correr mais depressa. Quando pedi que ele me soltasse e falei que ia gritar, ele depressinha tapou minha boca e disse: "nao precisa ter medo, voce so vai fazer o que tiver vontade... mas te garanto que voce vai ter vontade de fazer muita coisa...". Aquilo, nao sei explicar como, me deu um tesao enorme. Como eu poderia sentir tesao numa hora daquelas estah alem do meu entendimento, mas o fato eh que fiquei super excitada, tal qual estivera momentos antes, enquanto assistia ao "joguinho sexual" dentro da casa.

Ele entao, entrando comigo, soltou minha boca e me apresentou assim: "essa eh a ..." e o vizinho logo completou dizendo "Aida, minha vizinha". O meu "algoz", entao, continuou: "A Aida, que estava assistindo ao nosso jogo e resolveu participar". Gelei. O vizinho emendou: "Aida, vi que voce estava muito interessada olhando la de fora. Aposto que quer saber o que eu estava espalhando no meu peito, nao quer?". Eu, meio sem graca, fiz "sim" com a cabeca. Ele, entao, disse: "vai ter que por venda nos olhos e vir provar"... Gelei ainda mais. Antes de conseguir dizer que nao ia tirar minha roupa e muito menos ir la chupar o peito dele (embora fosse escultural, diga-se de passagem, e sem um fio de cabelo sequer), o amigo dele me levou pra outra sala e me ofereceu um drink dizendo: "calma, nao falei que voce nao vai fazer nada que nao queira? Agora relaxe e tome seu drink, vamos pra la ficar assistindo. Por enquanto estah 2 a 1 pra Sofia. A Laura so acertou um.". De volta a sala, ja tinha sacado o jogo: quando elas acertavam o que estava no pau dele, ganhavam um "premio". Quando erravam, eram "castigadas". Perguntei a ele se ele nao participava e ele disse que estava descansando pra proxima rodada. Confesso que olhei pra ele com outros olhos: ele tambem era um cara bonito, boa pinta, parecia nao ter nem trinta anos, exibia um corpo sarado por baixo da camisa agarradinha. Eu disse a ele que tinha namorado e que nao participaria da brincadeira, por mais que ela me excitasse.

Ele nao disse nada - so falou pra eu continuar assistindo ao jogo, agora quentinha, do lado de dentro da casa. Eu, ao mesmo tempo em que estava decidida a nao participar daquela orgia, daquela loucura, me pegava tentando me lembrar que lingerie havia colocado naquela manha, antes de sair pro servico. E mais: com alivio, lembrei-me de que estava depiladinha e com um conjuntinho de calcinha e soutien super sexy. Um soutien meia-taca bem cavado e uma tanguinha super pequena e com um coracaozinho discreto no "T" que ela fazia no alto da minha bunda.

Enquanto todos esses pensamentos contraditorios passavam pela minha cabeca, notei que comecei a relaxar e tambem a sentir calor. Tirei, entao, o casaco, e me pareceu que fiquei bem daquele jeito. Bem, por cinco minutos, ne? Pois um calorao subiu de novo, e quando vi estava suando e ja dando risada das piadinhas e insinuacoes que o amigo fazia pra mim. Ele dizia que meu corpo era lindo, que minha bunda empinada nao estava deixando o pau dele "descansar", que nao entendia como eu e meu vizinho nunca haviamos nos relacionado "mais intimamente". So sei que quando me dei conta, ja estava no terceiro ou quarto drink, que ele trazia pra mim e colocava na minha mao sem eu pedir, e ja estava so de calcinha e soutien.

As duas mocas estavam num "intervalo" do jogo e vieram conversar comigo. Quer dizer, vieram se apresentar e me mostrar onde eu podia pendurar minha lingerie. Uma ja foi desabotoando meu soutien enquanto a outra puxava a tanguinha, perguntando onde eu a havia comprado! Que loucura! Eu estava ali, nua, totalmente surpresa com os meus atos, mas confesso que sem vontade nenhuma de ir embora!

Logo veio o vizinho e me chamou pra "iniciacao": disse que todas elas, na primeira vez, tem que lamber o peito dele todinho antes de descer pro pau. Disse que havia se besuntado todo no peito so pra mim e eu me surpreendi, sem entender como ele sabia que eu estaria la, enfim, como ele poderia ter me visto ja no instante em que eu me aproximei da janela, ja que quando cheguei la ele ja estava espalhando o tal oleo ou seja la o que fosse.

Ele disse que ja me observava havia muito tempo, que via como meu namorado e eu transavamos loucamente pela minha casa toda, nao poupando nem os jardins, que observava a forma super sexy como eu me vestia, enfim... eu me senti vigiada por um tarado naquele momento! Ele continuou dizendo que reparou que eu havia passado a semana toda esvaziando e arrumando a garagem e concluiu que eu passaria a estacionar o carro la. Aih, foi so ver que eu ainda nao estava em casa e concluir que, quando eu chegasse, notaria a luz acesa e correria os olhos pra ver o que tinha dentro. Ele me viu chegar de carro, estacionar, e ja foi logo besuntando o peito... garoto safado!

So sei que quando me dei conta, ja estava lambendo, chupando aquele peito liso, talhado, e o tal oleo era na verdade mel... uma delicia! Como passei no teste, fui agora lamber o peito do amigo, que pelo visto tinha geleia de morango. As duas mulheres so observavam, elogiando minha "sabedoria". Vieram mais uns quatro ou cinco sabores diferentes. Cada vez que eu acertava, ganhava uma alisada na buceta que me enlouquecia!

Chegou entao a hora de chupar o pau dos dois! Ambos se deitaram, lado a lado, e mandaram as duas me vendarem. Eu estava subindo pelas paredes, cheia de tesao na coisa toda. Bem, elas me guiaram ate eles e quando meti a boca no pau de um deles percebi que nao tinha nada ali, era so o pau, puro, duro, grande, mas com sabor de... pau! Assustei-me e ja ia me levantando quando uma mao segurou minha cabeca. Era a mao de um deles e, enquanto eu continuava com o pau na boca, uma das mulheres me dizia que eles estavam mandando me avisar que a brincadeira agora seria eu tentar adivinhar qual pau eu estava chupando e qual estava me comendo a xana. Logo apos ela ter dito isso, senti uma estocada por tras e fui preenchida por um cacete duro, grosso, longo. Ele comecou a bombar, eu ali de quatro com um pau na boca e outro na boceta, sentindo o vai e vem enquanto um segurava minha cabeca contra o pau e o outro me puxava pelas ancas, metendo com forca. Nenhum dos dois demorou muito pra gozar, tamanha a excitacao deles por terem "carne nova", como disseram algumas vezes durante a transa. Minha boca foi inundada de porra e em seguida minha boceta tambem. Eles entao me deitaram no chao da sala, sobre o tapete, e me mandarm dizer quem era quem. Como eu disse que nao sabia, eles entao disseram que o jogo continuaria: eu agora teria que adivinhar quem estava me chupando. Nossa, explodi de tesao so de imaginar que eles me chupariam a boceta todinha.

Senti entao uma lingua me lambendo delicadamente o clitoris, passando pela entrada da minha vagina, estava maravilhoso! De repente outra boca se atracou no meu seio direito. Que tesao, que delicia!!! De repente, outra boca no meu outro seio e outra na minha coxa: percebi que nao so eles, mas tambem elas me chupavam. Tentei tirar a venda dos olhos, mas uma mao forte me segurou pelo braco e disse " tcs, tcs...". E continuou a me chupar. Claro que gozei muito, e rapido, imaginando que era uma das mulheres que estava chupando minha buceta, afinal, ela estava cheia de porra de um deles! Puxa, eu havia acabado de transar com quatro pessoas, meu primeiro grupal, minha primeira experiencia com uma - nao, duas - mulheres, e nem sabia quem tinha feito o que comigo!

Quando todos ja tinham se afastado de mim, eles tiraram a minha venda e me disseram que eu teria que adivinhar quem fez o que, caso contrario nao receberia a minha copia do DVD que estava sendo gravado. Isso mesmo, eles tinham tudo gravado, estava tudo documentado! Aquilo me deu um tremelique, uma tremedeira, e o vizinho, percebendo o meu nervosismo, disse que eu tivesse calma porque meu namorado jamais saberia daquilo, que a fita era so pra servir de "estimulo" pra eu voltar outras vezes. Eu disse que nem entendia como tinha aceitado fazer tudo aquilo e ele, com uma risadinha marota, disse que os drinks especiais que eles me prepararam certamente ajudaram. Ate hoje nao entendi muito bem com o que eles me embebedaram... so sei que recebi a fita no dia seguinte e, assitindo a tudo, ao inves de indignacao senti foi tesao tudo de novo! Descobri que foi mesmo uma das mulheres que me chupou a boceta e que, antes disso, quem havia metido em mim era o vizinho enquanto eu engolia a porra do amigo dele. Junto com a fita, havia uma mensagem dizendo que dali a um mes outra "festinha" ia rolar e que eu estava "convidada sem poder me recusar" pra que dessa vez eu pudesse, talvez, sentir o gosto da porra do vizinho e o pau do amigo dele dentro de mim...

A partir daquele dia, passei a ver o vizinho mais vezes, e ele sempre me lanca olhares famintos, afoitos, enquanto me cumprimenta educadamente, sobretudo quando estou com meu namorado. Andei assuntando com meu namorado sobre o que ele acha sobre menage, troca de casais, enfim... e ele, pra minha surpresa, disse que adoraria experimentar algo assim, "radical".

Minha missao, portanto, eh agora dar um jeito de "introduzi-lo" ao jogo do qual ja participei tres ou quatro vezes - sem nem drink beber! - e no qual, confesso, estou ficando viciada! Ja me peguei varias vezes olhando pro calendario, torcendo pro tempo passar logo de forma que cheguem logo os dias marcados para os nossos "joguinhos". Como o meu vizinho e o amigo dele sempre me dizem que se eu me comportar nunca terei problemas e que se for super-hiper comportada vou ate ganhar premios, fico pensando no que eles achariam se eu trouxesse mais um membro pra esse "clube exclusivo" do qual, sem escolha mas tambem sem reclamar, agora faco parte...


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Aida a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
13/04/2014 10:00:37
Parabéns, http://drmenage.wordpress.com/.
15/09/2011 15:51:39
Aida vc me deixou bem excitado, parabéns..
01/08/2011 19:04:41
Aida que gostosa!! Nossa fiquei super excitada com seu conto! Tenho muita vontade de experiemntar sexo grupal!! Achei demais você com dois homens! Essa é uma fantasia que quero realizar... Se você puder me indicar algum homem para fazer isso comigo e com meu namorado, ou se alguma homem se interessar ao ver este comentário...entre em contato: Beijos...você é deliciosa!
26/07/2011 19:22:21
Gostei muito do teu conto! Parabéns, nota 10!
08/07/2011 22:51:44
simplesmenre maravilhoso! Adoro contos bem escritos. Parabens!!! Vou ser obrigado a ler todos os seus contos.
08/07/2011 18:59:29
Aida, Alem de ser um tesao de mulher... vi suas fotos no spun... voce escreve muito bem. Lendo seus contos e como se eu estivessa la, me deliciando com esse seu corpo gostoso. E que rabao!!! Ia adorar sentir ele todinho no meu cacete... Nota dez para o conto, e para o seu corpo nota 100!!! Voce e seu marido querendo alguma coisa no real, seria meu prazer.... heheheh.
08/07/2011 17:47:54
Como te disso por email Aida, mais um conto excelente seu. Impossivel não viajar em cada parte dele. Muito bem escrito, excitante, provocante.Dez!!!
08/07/2011 17:33:37
delicia de conto Aida. nota dez... leia os meus maximus0357
08/07/2011 17:04:56
MUITO BOM, PARABÉNS... ENTRE EM CONTATO: HTTP://ARENAROMANA.BLOGSPOT.COM

Online porn video at mobile phone


xvideo pau grande lascano cuzio da loira picenaconto casada assaltada chora na rola grande e gosavideo porno tres homem cumendo uma mulher a mulher seduz aeh o home começa passa.maõ nela ais os tres come ela a bucea e o cu e bota ela pra mama e os homem cupha ela tdconto erotico lesbico dei o troco no meu marido com sua amantecontos eroticos minha irma novinha peidou quando tirei o cabaco delaencostei no bico do peito edoeucontos/perdi o cabaco muito tardecoque video paraolha xvideomãe vai no curral e ve o filho com pau duro e fica olhaee transacontos de casadinhas sapecas malhadasfilha casadinhaquer picocahttp://mefaz gz gostosobiel sabatini eu nao sou gay completominha vizinha puta contoconto meu sobrinho pedrinho olha minha calcinhaIsac -Hugo |Contos Eroticos zdorovsreda.ruVideos de sexo sogras peitos muchoscontos eróticos os melhores eu e minha esposa recebemos uma visita de um casal de idadecontos eróticos treinador dominador come viado na academiavadiacalcacontos erotico de puta dando da a buceta pro mendigowww.putariabrazilrira de pai espiando filha mai nova no banhocoroas descuidando da calcinha e da bufeta gostosavideos de novinha gozando pelo orificio urinarioquero ver sexo com patroa lesbica seduzimdo sua enpregada e fazendo sabao com ela no aeu quartoxisvedeo mae bebacontos eróticos fiz sexo por acaso com minha tiaXVídeos estragadinho em ônibusvideo porno padrasto enfiando a mão na buceta da sua enteada com sua mãe do lado sem ela percebercontoerotico minha boceta sujaPornor levei minha etiada para casa de Sting para fuder com estranhos Buçetamorenacabine erótica pornordoidoporno sem casaminhascontos eróticos envolvendo policial federealXVídeos novinha com a b******** com cavanhaque de coraçãozinholipesonhador casa dos contos gaysou puto e quero comedor em esteio rsterno super dotado rasgando a irmãassistir videos de mulheres dando o aaáaaaaaaaaMeu marido viu meu cu todo arrombadocasada chantageada contos eroticosconto erótico patroas velhasNao aguntei ver s biceta da minha irman debaixo da saiaconto erotico velho taradopedindo pra fodela bem baixinhohttp://tia gostosa vae com irma visita o subrinho doente as 2 fode com eleestupro esposa contos eroticoscunhada ajuelha na frente do cunhado e engole rolacorno no cinto de castidade e submisso as ordens da mulher puta vídeos pornôsvovô idoso chupando o cuzinho do Netinho o pinto contos eróticosroberta.vadia.do.parana.fudeno.de.bruco.xxx .vindil. das .novehaminha baba tava tao gostosa peada pornodoidoconto erotico velha casada banca negao pirocudo8Contos eróticos fudendo a loirinha magrinhaputinha gostosa de blusinha regatinha e shortinho socado na ruacasada d saia metendiXvideo o XVídeos hom mulher transando mais convite homem na cama homem botando o pau na b***** da mulherem botando a b***** da mulherconto como virei travestiContos eróticos: Rabetao da minha sobrinha sarrando na minha picadei o cu e a buceta pro meu primo e me arrependiconto de genro que seduziu sogra casada e virou amanteentrei no quarto errado e me fudi contos de incestoConto erotico 25cm grosso na colega de escola a forcapulei o muro da fazenda e a dona mim taradavídeo pornô a novinha tomando banho com gosma e sangueconto sexo anal piracaianeguinha tirou a calsibha filsinho e gosouvirgem relatos de zoofiliaYoutube xvideos.comporno nisei tratandoenteada amostrando peitao p o pai na frente da mãeConto.erótico cunhada junteiWESLLEYWEST-CASA DOS CONTOS EROTICOS |zdorovsreda.ruNetinha de 10 aninhos contos eroticosdei o cu e a buceta pro meu primo e me arrependi