Swing com o casal chocolate

Um conto erótico de Lorinha Safada
Categoria: Heterossexual
Data: 23/02/2011 20:53:04
Nota 10.00

Oi, meus queridos amigos taradinhos, meu nome é Sofia sou casada com o Sérgio e passo a repartir com vocês, mas um momento de supremo tesão nosso. Resolvemos que teríamos uma experiência de swing, com um casal que realmente se enquadrasse em nossas expectativas. Depois de muito procurar, acabamos encontrando um casal de noivos, na faixa dos 30 anos, moradores de uma cidade próxima a nossa e que, tanto quanto nós, estavam ingressando nesta prática. Trocamos fotos onde pude perceber que o casal realmente tinha um contraste super legal, se chamavam de “casal chocolate” pois o Pedro era um moreno escuro forte, de 1,90m e a Clarissa, era um mingnon de 1,60m, pele bem clarinha. Mostrei as fotos para meu marido e ele aprovou nosso encontro me dizendo que a Clarissa era bem gostosinha e que eu podia marcar nosso encontro. Na realidade, só vim a falar depois pro meu maridão, que o que tinha também sido marcante em conversa com o Pedro era que, ele era doido por um anal e a Clarissa, devido ao seu biótipo, tinha muita dificuldade de agasalhar seu caralho que, segundo ele, era bem avantajado. Como em nosso papo tinha dito que gostava muito de sexo anal e, tendo em mãos nossa foto, ele falou que estava doido para sentir eu rebolando gostoso em cima de sua vara, sentindo minha bundinha gostosa.

Marcamos um encontro num barzinho onde ao chegarmos, reconhecemos de imediato o casal. O Pedro era realmente um “senhor mulato”, gostoso como ele só e sua esposinha, realmente tinha uma aparência de ser bem frágil, parecendo até mesmo, uma adolescente colegial. É claro que, meu marido Sérgio aprovou também o material que estava para ser seu objeto de consumo falando que, iria detonar com aquele corpinho juvenil, como se estivesse comendo uma adolescente. Após um papo gostoso, fugindo da vulgaridade, resolvemos que era hora de irmos realizar nossa fantasia. Seguimos para um dos vários motéis da região e alugamos uma super suíte, daquelas enormes que tem tudo dentro, de piscina a discoteca, para termos uma verdadeira noite de muita sacanagem.

Quando entramos na suíte, já partimos para o ataque ao parceiro do outro. Meu marido, agarrou a Clarissa e já foi acariciando todo o seu corpo, desnudando-a lentamente, como criança abrindo um grande presente. Eu, por meu lado, já estava sentada no colo do Pedro, sentindo a sua rigidez que realmente, parecia ser bem generosa. Ele sugava minha boca e em pouco tempo, desceu sua língua grossa pelo pescoço e liberou meus seios durinhos, caindo de boca a me chupar. Me chupava gostosamente com aquela boca enorme que abocanhava todo o meu seio e, aproveitava para acariciar todo meu corpo, em especial, minhas coxas grossas e que são cobertas com uma leve penugem loira. Lambia e se fartava em meus seios e pelo meu lado, segurava sua tora por cima da calça, sentindo como era realmente grande aquela pica que, não resistindo mais, acabei por liberar de sua prisão e saltou uma cobra grande, com uma cabeça arroxeada e cheia de veias. Não resisti e me ajoelhei e comecei a pagar um belo boquete, sentindo que ele delirava mais e mais, com a minha língua a deslizar sobre seu caralho gostoso. Mamei gostoso aquele mastro de carnes e veias. Ele segurava gentilmente minha cabeça e forçava em direção a sua pica, fazendo ela ir e vir em minha boquinha. Depois de algum tempo me levantou e tirou minha bermuda, desnudando minhas intimidades, elogiando minha bucetinha e caindo com aquela boca enorme, que sorvia minha bucetinha totalmente, como a querer secar meus líquidos mais internos. Em dado momento, fomos despertados de nosso transe erótico, pelos gemidos de sua noivinha, que era estocada firmemente pelo meu marido, que comia com gosto a bucetinha da Clarissa, que agora, de nada parecia ser aquela menininha tímida e gritava gostosamente, sentindo a vara do Sérgio, a lhe possuir num ritmo frenético. Ficamos os dois apreciando aquela cena quando o Pedro me virou, agarrou minha bunda e disse que eu tinha uma bundinha maravilhosa, acariciando cada uma das minhas bandas e, mergulhou de boca em meu cuzinho, me dando um verdadeiro banho de gato. Sentia sua língua úmida e quente, a brincar com meu anelzinho, me fazendo delirar de prazer. Elogiava meu cuzinho, dizendo que meu buraquinho era rosado e lisinho e que, estava louco para enfiar todo o seu pau dentro de mim. Enquanto tinha aquela língua a vibrar em meu cuzinho, assistia a cena de meu marido, agora com a Clarissa de quatro, a lhe penetrar com gosto. A cada nova metida, ouvia os pedidos para enfiar cada vez mais da amante de meu marido e ele, incentivado pelos seus gemidos, enfiava com muito gosto. Sabia bem o que ela devia estar sentindo, levando aquele caralho tão conhecido, dentro daquela bucetinha bem pequena. Enquanto sentia a língua do Pedro em mim, me curva para poder também punhetar aquele objeto de desejo entre suas pernas. Ele me conduziu até o sofá, deitou meu corpo no braço, deixando meu corpo arqueado destacando minha linda bundinha e, começou a brincar com seu pau na entradinha do meu cuzinho. Ele não queria também perder tempo e, colocou aquele mastro enorme, na portinha do meu cuzinho, mostrando claramente a sua intenção. Queria logo começar comendo meu rabo talvez, excitado ou com ciúmes da cena de penetração de sua noiva e queria, dar o troco, enfiando logo aquele colosso em meu rabo. Não fiz nenhuma menção de retirá-lo de lá inclusive, arrebitei mais minha bundinha, que estava completamente exposto a ele, para que ele invadisse e saciasse totalmente sua tara. A sua cabeça arroxeada, começou a forçar meu anelzinho e começou a sumir dentro de mim, sentindo toda a sua potência. Comecei a gritar e gemer, sentindo aquele pedaço de carne a ocupar minhas entranhas, me fazendo sua mulher. Foi enfiando, me fazendo sentir aquele misto de dor e prazer, mas prazer que dor até que, conseguiu enfiar toda sua vara dentro de mim. Me sentia totalmente preenchida e entupida de pica e, encorajado pelos meus gemidos de prazer, começou a aumentar os movimentos em meu rabo, sentindo sua pica entrar e sair, cada vez mais rápido. Quando sua esposa falou que estava gozando, senti ele a maltratar gostosamente meu rabo, enfiando cada vez mais e com mais força, me fazendo também, avisar que estava prestes a gozar o que, não tardou a acontecer e gozamos, quase que juntos.

Vi, quando ele tirou o pau de dentro de mim, a quantidade generosa de porra que a camisinha tinha suportado. Realmente, ele era bem potente e tinha liberado todo o tesão que sentiu por mim, elogiando minha performance, falando que eu era uma deusa loira e que, meu rabinho estava de parabéns, por agasalhar o que muitas, não tinham nem conseguido tentar. Resolvemos cair na piscina os quatro juntos, onde pude sentir novamente a dureza de sua pica a me procurar, mostrando todo o seu desejo. Fomos agora nós dois para a cama, onde recebi aquela pica maravilhosa na minha bucetinha, que engoliu gostosamente, aquele pau todinho me fazendo sentir, o quanto preenchida eu estava por aquela piroca gostosa. Meu marido aproveitava o momento, e comia gostosamente a Clarissa, que sentava gostosamente na pica do Sérgio na beira da piscina, rebolando freneticamente, até explodirmos ambos, em gozos em gritos de puro e máximo tesão. Meu marido é claro, por vingança ou por tesão, ainda meteu gostosamente no rabo da Clarissa que falava que, não é que não gostava de dar o cu, só não agüentava a envergadura da vara de seu noivo e que, todas as vezes que dava o rabinho, ficava dias toda dolorida.

Fizemos sexo à madrugada inteira, fomos comidas de todas as formas e maneiras possíveis inclusive, fiz uma gostosa DP onde recebi mais uma vez, a dureza do Pedrão em meu rabinho, agora objeto maior do desejo de nosso amigo. A Clarissa disse que queria também fazer uma DP, pois nunca tinha sentido duas picas dentro dela e é claro que, meu maridinho foi o incumbido de detonar aquele rabinho enquanto seu noivo, comia sua bucetinha, enchendo-a de prazer pelo gozo fantástico que teve aos berros que, devem ter sido ouvidos por todos no motel. Dormimos todos juntos em pleno raiar do dia e quando acordamos, ainda tivemos que fazer um duplo boquete em ambos, acabando por lavar nós duas, numa onde de gozo que cobriu nossos rostos e seios.

Devo dizer, que foi um momento muito prazeroso e esperamos, poder em breve, estar repetindo todo este prazer, com algum casal que queira também, poder curtir momentos de pleno tesão.


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
04/03/2011 11:37:47
Belo conto, cheio de tesao. Adoraria entupir seu rabo louro de pica.
24/02/2011 16:00:02
Que delicia de conto, não vejo a hora de realizar meu sonho, ser penetrada por dois machos, e uma amiguinha pra ficar mais picante, aaaai gozeiiiiiiiii Nota 10000, que pena só pode 10
24/02/2011 01:03:01
gostei. sejamos sinceros, isso não é swing, é suruba. acho a suruba é muito mais erótica. de uma suruba até o padre gosta. 10.

Online porn video at mobile phone


homen andando de ponba dura mulheres ficam de olhoEMYRYZ-Casa Dos Contos Eróticos| zdorovsreda.comvideos de sexo mulhe sai pra ir pra kademia e vada o cu e chupa rapidibhoA Rezadeira a virgindade da filha novinhagozanu gostozo na bucita da irma dominu xvideshomem escroto excitado gozando gemendo no grelo pra caralhovelha babenta no pau chupando videomagrela ficou encavalada na pica do negsoAna da prassa e nossa mostrano a buceta no vidiocontos de novinhas cearenses em primeira vezeu e minha mãe e minha irmã moramos sozinhos juntos eu tenho 22 anos de idade minha irmã ela tem 18 anos de idade eu sempre eu fodo minha mãe quando eu tou sozinho em casa com ela a noite eu cheguei em casa da faculdade minha mãe disse pra mim filho vem comigo no meu quarto eu entrei com a minha mãe no seu quarto minha irmã tava nua deitada na cama minha mãe disse pra mim filho eu disse pra sua irmã que você me fode sua irmã que perder a virgindade da buceta dela com você conto eróticobundinhameteconto erotico sexo com soldadoxxvedeosmulhergostosacontos eroticos gay filho pegador de mulher vira gaysexo mulheres 80klscasada d saia metendivideos pornô coroa tarada cavalo sorcou o cassete todinhoconto erotico ca sada. com o velhopornodoido mulher sarra no pau dentro da cueca gosando n ponto xmaster lindas n metrocarlos chupando uma buceta com muito prazerMULHERES GOZANDO COM FORTES MODISCADAS NA ROLA DO CARA DE MUITO TESAOConto de encoxando a nora na cozinha escondidodando a bucetinha para o senhorzinho da mercearia contos eroticosconto comi minha eguapapai me chamou para ir lanchar no shoiping.mentira foi desculpas para ir no motel comigo cumer a minha bucetaO Certinho e o Desleixado (Capítulo 3) casa dos contoszoofilia mulher da esguinchada com lmbidas de cachorrocontos eróticos o dedinho da urologistawww gostosas do zaptkcontos eroticos sendo arrombada por dois machos que chupam gostoso minhas tetasbaixando acaucinha lentametiirma bunduda pediu pro irmao tira a virgindade do cuzinho contoscontos eroticos gay me apaxonei pelo traficante 7videos pornodoido enfermeiras se dando prazer depois de uma plataoxvideos brincando de lutina e sem querer a pica entrouacetona gulosa chorando engolindo picaAssistir filme porno pelowhat saapmulheres do peitinho durinho se masturbando Marquinhos gostosaconto erotico curradacoroa emsaboando a rola durave o saco grandenovinha safada ensina imao vigen bater punheta .commeu marido sai cerdo pra trabalhar e meu conhodo me comeusou casada mas sinto vontade de meter com um negao pissudofotodemorenacavalacomendo a mulher mais gostooooosaaa do mundo!!!a xaninha da verinhamassagem na mamae bunduda contosbaixar xxxvideos de 10minotosporrnodoido segurançaMeu.priquoto coça contoscontos eroticos tirei meu cabacinho com um consoloesposa bunduda vergen anal e ovelho cacetudo contos eroticos Xxxvideo pornodoido mulher levantando a saia pra transa encanadorcontos eróticos mulher endividadaquequero tranzarboqueteno intestino roludo comendo a esposa com buceta peluda XNXXpenetracoes cavalarescoroa mordendo oseio egozando na cara damulhercontos eroticos comeram a empregada.domesticazoofilia com cadela no pri mero cioxxvideo mobile de mulher chupando seios de outra em lactacaocasa do conto meu filho me encoxou de baby dollRelatos de marido corno manso e otarioSou mulher casada meu compadre me fodeusexo com coroa ruiva baixinha gostosa peituda de buceta bem peluda fidendo xom bem dotadoassistir Figueirense masturbando e gemendovideos de menina dassando e amstrado acalcinhacontos eroticos sem pudor com coroasDo caralho-macho alfa-contoirma colo contocontos eiroticos leilapornvideo de prono doido com loiiraasxvideo..maninho do caralhaover uma superpica estourando as pregas da travesty virjemXsvideos timida depilando o super dotado