" A Ninfeta Japa e o Ginecologista adorador de Porra. "

Um conto erótico de Marianne Saito
Categoria: Heterossexual
Data: 15/02/2011 17:13:54
Última revisão: 22/02/2011 20:16:34
Nota 9.92
Assuntos: Heterossexual

Era fim do mês de janeiro, e como sempre, fui ao ginecologista fazer exames de rotina como sou acostumada.

Desde os 14 anos, sempre tive uma médica chamada Vera, muito experiente e com idade um pouco avançada.

Ela havia me dito que iria se aposentar em breve, e que indicaria um bom médico para cuidar de mim como ela.

Sempre confiei bastante na Vera. Tínhamos muita intimidade, e fiquei meio preocupada quanto à responsabilidade do médico novo. E se ele faria o trabalho, da mesma forma que a Vera.

Cheguei ao consultório em uma quinta-feira de manhã, e aguardei até ser chamada.

E como sempre relembrando: Meu nome é Marianne, tenho 19 anos, sou mestiça (Japonesa), moro em Uberlândia – MG, cabelo longo preto e liso, 1,65 de altura, 58 kg, seios médios e firmes, coxas grossas, e um bumbum normal e empinado.

Quando entrei na sala, levei um susto. Ele era totalmente diferente do que eu imaginava.

Chamava-se Paulo, aparentava uns 30 anos, branco, cabelo escuro e ondulado, olhos castanhos meio esverdeados, usava óculos de grau, corpo discretamente malhado, boca desenhada, dentes brancos acompanhado de um sorriso perfeito e sedutor.

Apresentei-me a ele, disse minha idade, e logo ele perguntou se eu estava com algum problema, se meu ciclo estava regulado e etc. Perguntas que os ginecologistas sempre fazem. Minha imaginação fervia ao ver aqueles lábios perfeitos e olhar curioso que ele demonstrava.

Respondi que tudo estava bem, mas queria fazer exames como sempre fazia todo mês.

Ele pediu pra eu tirar a blusa e deitar na maca. Fiz como ele mandou e relaxei.

Ele tocou meus seios levemente, com a ponta dos dedos e a mão espalmada, e cada vez que tocava, fazia o movimento de um pequeno círculo terminando com um leve aperto no biquinho.

A malícia brotava no meu olhar, a sensação que me dava, era de puro tesão. A forma com que ele tocava era totalmente profissional, mas a forma que eu pensava era o desejo carnal.

Quando ele terminou, eu disse : _ Ah! Já acabou ?

E ele respondeu : _ Já. Por que ?

E eu disse: _ Estava tão bom .. Não queria que acabasse.

Ele deu um sorriso sem graça, dizendo: _ Esta tudo bem com os seios. E saiba que eles são muito lindos.

Não acreditei no que ouvi, e logo respondi: _ Obrigada. Pode pegar a hora que quiser, nem me importo. E sorri de maneira safada e indiscreta.

Ele mudou de assunto, e disse que eu poderia colocar a blusa.

Passou-me um exame de sangue e de urina, e disse pra eu voltar na segunda à tarde.

Antes de sair da sala, ele perguntou: _Você toma anticoncepcional?

Eu respondi: _Tomo sim. Desde os 15 anos.

E ele disse: _ E pratica sexo sempre?

E respondi: _ Sempre que vale a pena, ou quando um homem me chama muita atenção!

Ele sorriu novamente, e disse: _ Interessante. Quer anotar seu telefone aqui? Seria legal conversar com você em um lugar mais tranqüilo. O que acha?

No mesmo momento anotei o telefone com todo o prazer, e disse pra ele me ligar mesmo, que eu iria esperar ansiosa.

Sai do consultório com um sorriso radiante, e nem acreditava que aquilo havia acontecido mesmo.

Encontrei uma amiga na saída, e fiquei batendo papo por um tempo.

Quando peguei o caminho da rua para ir embora pra casa, encontrei o Paulo na porta. Ele estava de saída para o almoço.

Ele parou o carro e perguntou: _ Quer que eu te leve pra casa? Estou indo almoçar.

Eu respondi: _ Precisa não, eu moro pertinho.

Ele insistiu dizendo: _ Vem almoçar comigo então. Vamos bater aquele papo?

Entrei no carro, e aceitei o convite. Eu estava louca por ele, e não tinha a perder, decidi arriscar.

No caminho ele perguntou: _ E então? Onde você quer almoçar?

Eu respondi: _Em um lugar onde esteja somente eu e você.

Ele disse: _ Que lugar seria esse? Posso escolher?

Eu disse: _Claro que sim. Confio em você.

Fiquei imaginando o lugar, mas eu já tinha idéia de onde seria. Eu não estava me agüentando, fomos conversando sobre várias coisas, até que chegamos à porta de um dos melhores motéis de Uberlândia.

Fiquei sem graça, e disse: _ Nossa. Belo lugar para almoçar!

E dei um sorriso disfarçado, tentando fazer papel de mocinha inocente.

Ele disse: _ Se quiser vamos embora. Não quero forçar a barra.

Eu disse: _ Não. Eu queria um lugar onde estivesse eu e você lembra?

Logo pedimos uma suíte e entramos.

Ele já entrou tirando a camisa, e deitou-se na cama. Fiquei admirada com aquele corpo lindo, e tão branquinho. Peito lisinho e barriga sarada.

Tudo parecia imaginação. Faltava-me coragem para agir, fiquei muito tímida e não sabia o que fazer.

Sentei ao lado dele, e comecei a acariciar o peito dele dizendo: _ Vamos comer o que?

E ele me pegou pelo braço, me colocou em cima dele e disse: _Eu quero comer você posso?

Respondi: _Não pode. Deve! E terminei dando um beijo naquela boca tão perfeita que ele tinha.

O clima começou a esquentar, o tesão foi chegando, o momento começou a ficar perfeito.

Ele tirou minha blusa devagar, e nossas bocas não se descolavam.

Eu me esfregava no pau dele, que fazia um grande volume sobre calça, e que já se mostrava duro como ferro.

Os biquinhos dos meus seios estavam durinhos, eu já sentia minha xaninha molhada e pulsando de vontade.

Ele começou a chupar bem delicadamente, lambia os biquinhos e mordiscava acompanhando de beijinhos e apertos de leve.

Ele tirou a calça e usava um cueca Box branca, que dava um formato maravilhoso daquele cacete gostoso e suculento.

Fiquei peladinha pra ele, empinei o bumbum e fiquei de quatro de costas pro espelho, onde ele podia ver minha xaninha perfeitamente, e comecei a chupá-lo.

Cacete grande e grosso, aparentando ter um 20cm, pêlos baixinhos, cabeça rosada e saco lisinho.

Cai de boca naquele pau. Chupava com vontade, engolia até o talo, lambia as bolas dele, e sentia lágrimas nos meus olhos. Eu engasgava de tesão, e ele segurando meus cabelos olhava no meu rosto mordendo os lábios, e dizia: _ Chupa gostosa .. Engole tudo, engole...

Chupei por um bom tempo, aproveitei bastante daquela piroka deliciosa, até que ele disse que queria me chupar também.

Continuei de quatro, ele veio por trás abaixou a cabeça, e começou lambendo minha buceta de cima em baixo, suavemente passando o dedo, e sugando meu grelinho.

Eu gemia e sussurrava de olhos fechados, minha boca se enchia de água, e minha vontade de dar pra ele, era cada vez maior.

Depois de me chupar por um tempo, o Paulo ficou de joelhos na cama e disse: _ Vou meter agora posso?

Tão educado e sensível, falava tão baixinho, que logo pedi pra ele meter tudo.

O movimento de entra e sai começou devagar, afrouxando meu buraquinho a procura de muito prazer.

Pedi pra ele meter com mais força, e ele atendeu meu pedido.

Metia com vontade, segurando da minha cintura e dando tapas fortes da minha bundinha.

O pau dele empurrava machucando, mas era uma dor tão gostosa, que no momento nem me importei. Eu queria muito mais.

Ele pediu pra eu ir por cima, e cavalgar. Obedeci.

Sentei no pau dele, empinei o bumbum e comecei a cavalgar . Meus peitinhos ficaram sobre o rosto dele, enquanto eu cavalgava ele mamava e segurava minha bunda, ajudando no movimento.

Eu cavalgava com vontade, e percebia no olhar dele 100% de satisfação.

Parei de cavalgar um por um momento, e comecei a rebolar com ele todo dentro de mim, beijando-o sem parar. Nossas línguas se entrelaçavam, ele mordia meus lábios, e o gosto da saliva dele me levava a parte mais esperada.

O arrepio forte tomou conta mim, minhas pálpebras pesaram, e comecei a sentir lá no fundinho, a louca vontade de gozar.

Continuei rebolando sem parar, pedi pra ele me abraçar, e deitei no ombro dele, continuando o movimento.

Sussurrei no ouvido dele dizendo que ia gozar. Ele segurou com uma mão minha cintura, e com a outra meu cabelo.

Cheguei ao orgasmo, em um movimento lento e profundo, fazendo com que o tempo fosse maior e bem mais prazeroso.

Gozei tão gostoso, que o deixei encantado com a minha cara de safadinha e satisfeita.

Fomos para a posição papai mamãe, e ele continuou metendo na minha bucetinha gozada. Tão molhadinha e quentinha, que ele acabou não agüentando e me disse que ia gozar também.

Segurei no pescoço dele olhei nos olhos e disse: _Goza tudinho na minha xaninha... Goza gostoso pra mim!

Ele fechou olhos, tremeu-se todo e gemeu alto, soltando o jato de porra quentinha dentro de mim.

Que delícia sentir aquela porra quente escorrendo.

Quando eu menos esperava, veio a parte que mais me surpreendeu e me enlouqueceu.

Ele abriu bastante minhas pernas, e lambeu toda a porra de dentro minha buceta.

Chupou tudo, engoliu até a última gota do próprio gozo que havia dado pra mim.

Logo me deu um beijo na boca, e eu pude sentir o gostinho meio amargo e o cheiro forte do leitinho dele.

Como foi maravilhoso.

Ficamos um tempo conversando logo depois da transa. O cansaço tomou conta de nós dois, e pedimos um Bife a Cavalo para almoçar.

Ainda continuo me consultando com ele mensalmente, e nossa relação continua normal de médico e paciente.

Voltou acontecer várias vezes depois, e ainda acontece quando sobra tempinho pra mim e pra ele.

Uma das minhas melhores experiências até hoje.

Dr. Paulo sempre estará presente na minha imaginação, e nas minhas masturbações freqüentes.

Espero que tenham gostado!

Obgda.

Meu MSN: [email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
02/02/2019 22:18:58
Maravilhinha... Você teve esse prazer por ser uma mulher diferenciada. Esse prazer é só seu e não vai esquecer. Não há explicação, é de algo que você tem dentro de ti.
13/11/2011 13:29:58
Também quero um gineco desses p mimmmmmm hehe ótimo conto
16/02/2011 19:12:02
Delicia de conto Mari, parabens, fiquei de pau duro ao ler!!! nota 10 pra voce!
15/02/2011 19:33:57
muito bom!!!! adorei
15/02/2011 19:33:08
ADOREI LER SEU CONTO...
15/02/2011 18:18:46
Hum adorei...Sou fascinado com orientais... te add no msn bjus
15/02/2011 18:16:51
Adorei o conto!
15/02/2011 17:48:22
Delicia gatinha, adoro orientais! te add no msn! bjos

Online porn video at mobile phone


chupeicontoscontos eróticos eu vi minha tia amamentandoWxvidio comedo di ciuhttp://zdorovsreda.ru/texto/200704573rapas da bunda linda dando cu de brusu pro negaoContos mulheres amamentandosmarido se assusta vendo a quantidade de porra que sua esposa derrama no pau do outro caraconto erótico grávida fogosasou evagelica e nao tive em casa e procurei fora contos eroticofei a buceta pro meu primo mais novo contos eroticosconto porno filha vemeas da mãe putona fconto casados fantasiavidio pulheta negaoas novinhas malhando de chotinho coladoassestir vidio porno na festacontos de zoofilia com porcoquero ver história do passado de homem de pau grande e grosso que gostava de comer um cu de homemcontos Julia gordapornobjsssexopornodoido negao pica enorme grossa coroa sesual carentexxvideos varios caras gosano dentro do cuzinhoCavala e umcavali xexoconto gay acordei com a pica do meu irmão atolada no meu cúcagando e socando manteiga no cuporno++o++encanadoraronbarao cu d vadiaadoro usar plug anal enquanto durmo contos contos mamae baby doll vermelho filha sem calcinhacontos eroticos de meninos no orfanatoConto erótico troninho:carolzinha santos baixinha ruiva gostoza fodenoVideo de pai comendo a filha e tira o cabaço cem do no yootubeMeu compadre fudeu minha buceta e cuContos de surra na menininha malcriadacontos eróticos Minha esposa era uma mulher morena cor de jambo de cabelos lisos, tinha peitos grandes naturais, coxas grossas, quadril largo e cintura fina. cachorro pisudo fudendo mulher no matoincesto mamãe cuidado do filho que ta debilitado com buceta molhadaconto porno felipe e guilherme amor em londres meu filho me faz de puta capitulo 8 e 9 relato eroticoconto o comedor manda o corno obedece ea esposa esculachaabaixa vídeo de sexo do escrava comendo a fazendeira no sítiomãe e fode na hora da chupança bota filha de menor para chuparcoroa grisalho boa pinta fudendo hdcontos erótico fui fazer massagem no irmão e assustou com tamanha da rola deleconto erotico o velho negro pauzudo k me arrobavaassestir vidio porno na festairmas safadas relatosVidios Porno tio aproveito que esta sozinho comeu a sobrinha safadatravest luana narro nuaa empregada coroa rabuda ajumentada dando ao negaoelacareca contos eroticos de mullheres carecasde zei pica pal xisvidofudendo esposa e a mae delacontopassando a mao na ninfetinha godtosa sem defesa pornopunindo escrava sadomasoquismoMeu co ralf me comeu contogayxxvidepconto porno chupando pica com consentimeto da minha mãe des do berçogrtandoo casadas escandalosascontos de mulheres porcas que levam no cu e lambem conasisso viadinho filho da puta tem um cacetao bem pra vc tomar no cu gostosocontos eiroticos leilapornCorno humilhado na lua de melperseguindo brasileiras casadas para lhe foder o cu eroticoconto meu marido me chupou cheia de porra do meu amanteXvideobibaxvideos indigestos estrupadasContos um caderante estrupou minha bucetanovinha esgassada casada xvidioquero ver lindas travestis entrando em enormes rolas ate gozarem nelas videos boas fidascomtos eroticos comi mulher na frete da sograkxcontos.blogspot.com.br fotosconto erotico velho taradopadrasto comendo a enteada de perna grossa e bunda grande com os pelinhos Douradoskero ver mulher kevandi maozada na bucetaxvideos cu apertado dando pala primeira vez devagar quando entrou a cabeça ela gemeutrês machos rasgando o c* da n***** pedindo mais v**** dupla 300 e relaxada aberta chupando sem parar na boca v****menina criano cabelo nabusetvideo de sexo negao da rola de cinquenta citimetro com uma jeguaconto mariano super excitadoNovo vidio di reprotuto dicavalorcasadoscontos/encochadas nas crentesxividio ela tem medo de da o cux vidios cumedo anausia virgeContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindo de brucosacolinha da bundonacomo viciar uma cadela em zoofiliadona d casa fica exitada dormindo e fica com a buceta babada xvidioConto erótico troninhoconhada chifera trai u maridobunda pulante mundobichamarido o patrao molsta a esposa dele e fode o cu dela ela chora muitoxviido cabelo novilnhaporno conhecendo minha primameu professor de natacao me comeu gay contoxvideos de idosa ifiando o pinto na buceta da idosa butamente