Desejei ver minha mulher transando com outro

Um conto erótico de SOU LIBERAL
Categoria: Grupal
Data: 11/01/2006 01:26:36
Nota 8.95
Assuntos: Grupal

Sou separado de meu primeiro casamento, por vários motivos. Falta de companheirismo, amor e uma vida sexual mais ativa.

Hoje estou com 39 anos e me casei novamente com uma mulher maravilhosa, que tem um tesão danado e está sempre disposta á aprender coisas novas. Elizete tem 28 anos, é morena clara, 1,68 e 57 kg. É uma mulher muito linda, tanto de rosto e corpo também. Ela faz academia e vcs podem imagina-la então.

Estamos casados já a 4 anos e como temos uma atração muito forte um pelo outro, transamos com boa regularidade e sempre inventamos coisas novas, posições diferentes possiveis e as vezes em lugares até arriscados.

De um ano para cá, eu vinha tentando convencer Elizete, a participarmos de uma transa diferente, onde pudéssemos incluir uma outra pessoa. Como eu já havia transado com muitas mulheres, imaginei que minha mulher gostaria de fazer o mesmo com outro homem, já que eu sabia que ela havia feito sexo com apenas um antigo namorado, pela qual foram noivos por alguns anos.

Elizete me chamou de louco e disse se eu teria coragem de ve-la com outro. Eu confirmei, mas deixei claro que eu não tinha nem uma intenção de ter um contato homo, mas sim, pensando que ela teria algum desejo de conhecer mais alguem, poderia fazer com o meu consentimento. Minha esposa disse ter vontade, mas não teria coragem de fazer uma coisa dessas. Expliquei que poderiamos fazer numa boa, sem que ela se sentisse culpada por nada, mas que pudesse ter novas experiências.

Elizete apenas comentou que iria pensar, mas que não era para eu ficar forçando a barra.

Depois desta nossa conversa, sempre que transávamos, falávamos mais abertamente e eu pedia para que ela se imaginasse com outro. Eu é claro, dava corda e dizia umas sacanagens a ela. Elizete começou a ficar cada vez mais assanhada e assumiu que estava adorando as sacanagens que eu lhe dizia no ouvido, assim ela atingia seus orgasmos mais facilmente e mais fortes.

Já haviam se passado mais de 4 meses e as coisas já estavam bem evoluidas. Minha esposa agora já admitia tentar algo diferente, mas pediu que esta pessoa fosse alguem de fora ou um conhecido nosso, mas muito discreto e educado.

Lembrei de um grande amigo meu, onde eu depositava total confiança nele e decidi entrar em contato com ele para sairmos beber algo. Neste encontro que tivemos, conversamos um monte de coisas e após conversarmos sobre vários assuntos, caimos em mulheres e antigas transas. Sabendo da integridade deste meu amigo, que chamarei de Paulo, expliquei minha vontade e que a Elizete estava disposta a tentar algo diferente. Falei ao Paulo que a pessoa mais certa para transar com ela, seria ele. Paulo ficou meio assustado com minha proposta, mas falou que se era para realizar um desejo do amigo e por achar minha esposa muito atraente, aceitava participar, pois do contrário, era bem provavel que eu iria propor a outra pessoa.

O primeiro passo já estava tomado, agora era torcer que minha mulher não mudasse o seu desejo e que o Paulo lhe despertasse interesse.

A dois meses atras, sugeri á minha esposa, convidarmos o Paulo para jantar em nossa casa, no que ela aceitou sem problemas, pois sabia de nossa amizade e ela já o conhecia mais ou menos. Marcamos para uma sexta-feira á noite. Durante a janta e mesmo depois, ficamos rindo bastante e falamos de tudo um pouco, mas para não deixarmos transparecer para a Elizete, que eu já tinha armado o esquema com o Paulo. Neste dia não aconteceu nada, apenas foi um encontro para depois sim, eu iria dar a sugestão do Paulo para minha esposa e ver sua reação.

Dois dias depois, enquanto estávamos deitados e nos preparando para uma transa, cai no assunto da tentativa dela transar com outro e fiz a sugestão do meu amigo Paulo. Elizete ficou um pouco calada e a seguir, disse meio que timidamente, que o achava atraente e gostoso. Ouvindo aquilo que eu mais esperava dela, falei que eu iria tentar falar com ele sobre nossa fantasia.( mal sabia ela que já tínhamos conversado e só dependia dela ).

Nesta noite, tivemos uma transa espetacular, fizemos de tudo.

Na segunda-feira, assim que sai para meu trabalho, liguei ao Paulo explicando tudo e que era para ele ir se preparando para a próxima semana, pois era bem provavel que tudo iria acontecer.

Esta semana em questão, foi longa e diferente, pois eu só ficava pensando no assunto e apesar da vontade, eu estava nervoso e até me despertou um ciume diferente, que antes não acontecia.

Só na 5ª feira, contei para minha mulher, que eu havia convidado novamente o Paulo para irmos em algum restaurante na sexta-feira. Ela gostou da ideia e falou que o Paulo era boa companhia.

Na sexta-feira, fomos comer frutos do mar e depois resolvemos ir em uma danceteria. Lá nos divertimos muito e sugeri ao Paulo que fosse dançar com a Elizete.

Pude perceber certo envolvimento entre ambos e para que ficassem mais a vontade, dei uma saida de uns 15 minutos para deixa-los mais a vontade. Quando retornei, eles estavam conversando numa boa e para ver se havia acontecido algo, fui dançar com minha esposa. Perguntei se haviam se comportado bem em quanto dei minha saida, e Elizete me confidenciou meio que nervosa e envergonhada, que eles tinham se beijado um pouco. nesta hora fiquei excitado e ela percebeu. Pedi se ela gostou e a resposta foi positiva. Acabei dando-lhe um forte beijo e pedi se ela gostaria de ficar com o Paulo nesta noite. A resposta foi a seguinte: se você quiser e deixar?

Peguei pela sua mão, fomos até o Paulo e sugerimos irmos para nossa casa, pois inventei que eu estava com um pouco de dor de cabeça.

Como todos aceitaram, fomos para casa. Assim que chegamos, disse que iria tomar um comprimido e pedi para Elizete oferecer uma bebida ao Paulo. Ele estava vendo tv e bebendo e neste meio tempo, asim que retornei para a sala, minha esposa resolveu ir tomar um banho, alegando estar suada e para se refescar um pouco. Aproveitei para confirmar ao Paulo, que só dependeria dele e era para tomar a iniciativa, pois o caminho estava aberto.

Esperamos ouvir o barulho do chuveiro e pedi ao Paulo que me acompanhasse. Levei-o até nosso quarto também e pedi que entrasse no chuveiro com a Elizete. Ele um pouco timido, tirou suas roupas e entrou no banheiro. Minha esposa chegou a se assustar quando o viu, mas acalmei-a dizendo que poderiam ficar a vontade e que era para ela aproveitar. Ambos ficaram meio que sem jeito, mas resolvi sair para deixa-los a vontade. Em pouco tempo, houvi alguns risos e percebi que já estava tudo normal.

Em menos de 5 minutos, sairam do banho, se secaram e foram para nossa cama. Eu tinha ido na cozinha pegar um refrigerante para mim e assim que retornei ao quarto, os ví em plena ação. Estavam se beijando e um passava a mão no sexo do outro. Logo os dois partiram para um 69 e minha esposa já estava bem soltinha e colocava todo o cacete do Paulo na boca. O Paulo não perdia tempo e alem de chupar a buceta, as vezes enfiava um ou dois dedos dentro dela. Eu que a tudo assitia, não imaginava poder ficar numa boa como estava, pois a visão era muito interessante.

Minha esposa as vezes me olhava e agradecia por eu ter deixado ela fazer aquilo. Eu apenas dizia que era para aproveitar.

Como os dois já estavam bem excitados e preparados para a consumação, Paulo deitou minha esposa de barriga para cima, levantou suas pernas, deixando sobre seus ombros e começou a enfiar seu cacete na buceta de minha querida esposa. Elizete gemia mais forte, sempre que o Paulo enfiava até o final, isso demonstrava que batia no fundo da buceta. Ficaram por alguns minutos e mudaram de posição, onde minha mulher resolveu ficar por cima para cavalga-lo. Eu estava tão excitado com tudo o que via, que resolvi participar da brincadeira. Como minha esposa estava por cima e tinha sua bunda toda exposta, peguei o lubrificante no armário, passei bem no meu cacete que estava bem duro e pedi para que ficassem um pouco quietos, para que eu pudesse passar também no ânus da Elizete. O cacete do Paulo estava todo enterrado em sua buceta e assim que passei o lubrificante ao redor e enfiei um dedo dentro do cuzinho da minha mulher, ela respirou fundo e falou que eu queria judiar dela. Apenas disse-lhe que não, mas que tomaria muito cuidado para não machucar e sim deixa-la bem entupida, satisfeita e realizada. Estando tudo pronto, comecei a por devagarinho, até que entrasse tudo. Fiquei um tempo parado esperando ela se acostumar e assim que Elizete começou a rebolar, inciamos as tirados e metidas, eu em sua bunda e o Paulo na buceta. Rapaiz, que coisa fabulosa, era sintir o atrito dos dois cacetes separados por uma pequena membrana e ouvie minha esposa gemendo alto e dizendo alguns palavrões. Eu não aguentei e acabei gozando dentro do cuzinho, como ela gemia muito forte e rebolava demais sobre o cacete do Paulo, logo os dois também atingiram seus gozos, onde o Paulo encheu a buceta dela com seu semem.

Foi uma transa digna de homenagem. Tomamos uma ducha e devido ao horário ser tarde já, sugerimos que o Paulo dormisse em nossa casa.

Para que nossa primeira experiência fosse marcante, e para dar mais oportunidade aos dois, sugeri que poderiam passar juntos a noite em nossa cama, que eu dormiria no quarto ao lado.

Ficamos conversando por uma meia hora e depois fui deitar no quarto ao lado. Passados uns 15 minutos, comecei a ouvir barulhos e alguns gemidos. Fiquei curioso e como era mais forte os gemidos, acabei indo dar uma espiada. A cena era excitante de mais. Assim que entrei lentamente no quarto, minha esposa estava de 4 e o Paulo estava comendo o ânus da Elizete. Ele estava em pé e assim podia enfiar tudo até o fim dentro do cuzinho dela, fazendo ela soltar aqueles gemidos. Fiquei esperando até que tudo terminasse, e isso não demorou muito, pois o Paulo acabou gozando tudo dentro novamente. Como minha esposa não havia gozado, Paulo foi bem camarada e deitando ela de costas, ficou chupando su buceta até faze-la gozar em sua boca.

Como eu estava excitado novamente, fui até minha esposa e pedi para que me fizesse gozar também. Ela não me dixou na mão e acabei gozando em sua boca e tudo foi engolido por ela.

Depois disso tudo, só queriamos era dormir e acabamos fazendo.

Acordamos era quase 10:00 hrs e ainda minha esposa quis dar mais uma transada com o Paulo. Nesta vez, deixei-os sozinhos para ficarem bem a vontade. De onde eu estava, dava para ouvir a conversa deles e também os suspiros dos dois, mas o mais forte, foi da Elizete, pois ela depois me falou que o Paulo quis comer mais uma vez sua bunda. Apesar de estar um pouco dolorido, ela acabou deixando e fazendo a vontade do Paulo.

Estamos muito satisfeitos e cada vez nos damos melhor eu e minha esposa. O Paulo de vez em quando, passa a noite em nossa casa e aproveitamos para repetir mais transas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
20/03/2016 10:07:03
Excitante demais, visitem nosso blog http://contosparaleradois.wordpress.com/ , um novo conceito em contos para casais.
29/01/2012 08:49:38
Parabéns pela sua fantasia realizada fiquei exitado.Bem gostaria de ver minha espousa com outro ou com outra, estamos conversando mas ela não estar segura.Então estmos esperando o tempo certo para realizamos a nossa fantasia junto com prazer.
11/12/2011 14:39:08
parabens pelo seu conto muito bom tambem sempre fantaziei ver um negao comendo minha mulher fico so imaginando ele colocando tudo em sua buceta
11/12/2011 10:54:01
tenho experiencia com casais que procuram um rapaz viril,discreto,simplis,sigilo. bem tenho 27 anos moreno 179/kg70 tenho muita experiencia com casais onde o casal tem a fantasais de ver a mulher sendo comida de todas as formas por um macho novo e com gozo pronlogado. me liguem só peço discriçao e sigilo alem de tudo com segurança sempre.
11/12/2011 09:04:29
muito bom seu conto tambem queria ver minha esposa
25/10/2011 05:47:50
Sempre nesses casos. todas elas (esposas) sempre se fazem de assustadas, mas depois vão se soltando rapidamente. Pois virar puta é andar de ladeira abaixo. No final das contas nenhuma reclama porque ter um companheiro que abre mão daquilo que seria um pilar para nós homens : A nossa dignidade, a nossa honra e até mesmo a nossa virilidade, para assistir ao prazer da companheira, é tudo o que elas querem. A verdade é que o homem está se postando para um novo quadro de uma nova sociedade. E as mulheres têm se igualado aos homens naquilo que tem de pior. Não sou puritano, mas esse é um caminho sem volta, é uma taça que se trinca e não se conserta mais, é um convite a um vampiro. Em um futuro talvez não muito distante, durante uma briga de casal, você meu caro homem e esposo, poderá ouvir poucas e boas e terá que ficar calado, mais uma vez só assistindo porque simplesmente perdeu a moral pois toda mulher possui uma natureza anatômica para receber qualquer tipo de homem no que diz respeito à relações sexuais, mas possui um instinto de ser protegida de se sentir protegida. Então eu temo que praticar cornitude é correr o risco de criar cobra para se picar. Só gostaria que todos pensassem muito nisso. Pois acredito que nesses casos, quando a cabeça de baixo levanta, a de cima abaixa e um homem precisa ter sempre a sua cabeça de cima mais ereta que a de baixo. E se fosse o contrário ? Se vc pedisse para sua esposa consentimento para transar com ela e mais uma ? Será que aceitação seria tão fácil também ? Pensem nisso. Mas o mais importante é ser feliz de qualquer forma.
22/09/2011 13:37:38
Olá boa tarde adorei este conto e sua mulher estou a dispocisão a hora que vcs quizerem uma nova aventura sou moreno claro 40 anos separado vazequitomizado e tarado por mulheres casadas:
18/09/2011 07:29:35
Sou de Lisboa, Portugal e adorei o que escreves, tenho a fantasia de ver a minha mulher foder com outro, se possivel na minha cama. acho que sou ou quero ser um cockold entrem em contacto interessados em falar e nao so
27/08/2011 11:25:09
tenho experiencia com casais que procuram um rapaz viril,discreto,simplis,sigilo. bem tenho 27 anos moreno 179/kg70 tenho muita experiencia com casais onde o casal tem a fantasais de ver a mulher sendo comida de todas as formas por um macho novo e com gozo pronlogado. me liguem só peço discriçao e sigilo alem de tudo com segurança sempre.
08/06/2011 03:18:41
Ja estive dos dois lados eh maravilhoso realizar a fantasia de alguem mas quando são as nosssas que e realizada eh maravilhoso eh muito gostoso ver outro enfiando o pau na bocetinha e no cusinhu da esposa nao se reprimam experimente
26/02/2011 21:39:56
Confesso que desejo muito ver minha esposa ser penetrada por outro macho e gozar bem gostoso.
21/01/2011 19:09:22
amei o conto, entrem em contato http://jujucarente69.blogspot.com/
19/07/2010 10:10:11
Passo-a-Passo para a Chifrolândia 1. Alugue qualquer um dos filmes da série Clube dos Cornos, da Brasileirinhas . É um dos maiores sucessos de vendas deles, tanto que a essa altura já deve estar no volumeLeve sua mulher para a cama e coloque o DVD para rodar. Coloque-a numa posição em que ela possa ver toda a tela da TVAo longo da transa, começe a conversar com ela sobre o filme, pergunte se ela sente tesão com o que vê. Pergunte se ela imagina outros homens nús na cama com ela. Diga que é normal sentir atração por outros homens, mesmo que ela esteja casada. Vá puxando a língua delaEla vai absorver suas perguntas com certa dúvida. Vai ficar pensando se você quer propor um relacionamento aberto ou ainda se você não anda dando suas puladas de cerca. Deixe-a ruminar um pouco e no meio da trepada, pergunte no ouvido dela se ela gostaria de transar com outro. Diga que você sente muito tesão só de imaginar isso e continue comendo ela avidamente. Pós-Sexo Muito do que é dito na cama fica somente lá, já que o quarto é o terreno das fantasias. Após o sexo, quando estiverem naquele momento de recuperar as energias, converse com ela sobre o assunto, mas sem fazer pressão. Ela precisa gostar da idéia de ter um marido corno e se empolgar com a possibilidade de te colocar um chapéu especial – com chifres. Mas lembre-se, uma vez na chifrolândia, não há volta. Sua esposinha vai tomar gosto pela coisa e o nível de vadiagem dela tende a subir exponencialmente. Além do que, você também vai estar na tangente da boiolândia, já que essa fixação por bem-dotados está ligada a um desejo reprimido que você conhece muito bem. Dr. Discreto, consultor amoroso e cachorrão nas horas vagas MSN
22/06/2010 15:06:20
Já vi minha esposa sendo penetrada por outro e posso garantir que é o maior dos tesões que um marido pode sentir... Digo sendo penetrada, porque ela estava quietinha de 4 em cima de um sofá, e o cara também quietinho fodendo num vai e vem bem gostoso, com todo silêncio, achando que eu não estava por perto, mas assistia a tudo.. que tesão amigos, gozei 3 vezes batendo punheta, demais mesmo.. Eu indico, vocês casados vão adorar!!! abraços Mauricio- Campinas
22/06/2010 07:20:17
Muito bom cara! Minha esposa é maravilhosa e digo a ela essas sacanagens também. Vamos realizae esta fantasia que também é minha. No momento certo vai acontecer. Nota 10. Quem quiser nos add
12/06/2010 02:31:55
Cão sarnento vc não passa de um filho da puta vc sim é um corno safado sua mulher trai vc seu corno e você nem fica sabendo se caso você não é casado ainda então não da palpite mas se um dia alguém querer um imundo como você com certeza você vai ser um corno SEU CÃO SARNENTO, eu acho que corno é quem não sabe do acontecido tenho certeza que você não tem ideia daquilo que sua mulher faz na sua ausência você é um corno machista CÃO SARNETO você é um fanfarrão SEU cão sarnento pede pra sair seu CÃO SARNETO
21/02/2010 06:53:24
amei o relato de vcs n,ao se importe com os ipocritas falam prq eles tem as mesmas nessecidades e os mesmos desejos só n,ao tem coragem de realiza-los, o importantes é que vcs são feliz isso é o que mais importa. amei o conto de vcs virei FAN numero de vcs se vcs fiqeui com inveja do Paulo e gostaria muito de um dia estar no lugar onde estive ou seja transando que esta cmaravilha e gostossima da sua esposa se quiserem entrar em contato comigo meu é :
02/12/2009 14:30:22
Não se preocupem demais, Wa & Ma; vocês vão descobrir que existe uma diferença entre o amor e o sexo e que esta cumplicidade que vocês estão construindo vai uni-los ainda mais. Meus relacionamentos sempre foram assim. Sempre gostei de ver as mulheres com quem me relacionava transando com outros e morria de tesão de saber que ela havia voltado para casa toda comida, trepada, fudida, esporrada, melada… usada por outros machos. Eu sentia os cheiros e curtia os sabores… Beijava a boca que havia chupado outra pica… lambia a buceta que havia engolido outro pau… E ela ia falando… contando… A primeira vez demorou para acontecer, exatamente porque estes medos assolam a todos nós. Mas depois que eu descobri que isso só une duas pessoas que se amam de verdade… Meu e-mail é Se quiserem entrar em contato e conversar, fiquem à vontade. Um enorme e meladaço beijãozão. Mar:. Santos e São Paulo - SP - Brasil ___
29/11/2009 00:58:49
Minha mulher quer dar pra outro, sem mim, e comigo junto, Um dia ela me disse que uma de suas fantasias era ligar para mim dizendo que chegaria mais tarde ou não iria p´ra casa. E Quando chegasse de madrugada cansada eu à deixaria dormir, eu disse tudo bem, mas no dia seguinte ela teria de me contar tudo que rolou. Então eu perguntei: Vc não disse que queria ir pra cama com 2(dois)? Ela respondeu ter esse sonho também. O problema é que essa idéia me excita, fico de pau duro sempre que penso numa situação dessa. Mas, não sei... Eu fico excitando ela com essa ideia digo que por mim tudo bem, que faço tudo pelo prazer dela, que faço qualquer coisa pra ela gozar gostoso e tal. Mas tenho um certo medo. Tenho medo do depois. Sera que perderio o interesse por ela? Será que acharei ele uma puta? Será que acharei que ela ira me trair direto? Da ultima vez que falamos sobre isso, ela disse e se eu me apaixonar? Eu meio disse tudo bem, eu quero o melhor pra vc, todo mundo tem o direito de tentar ser feliz. Ela disse vc não existe. Já virão que só depende de mim, mas cadê coragem? Haaaaaaaa, ela diz não aceitar que eu trepe com mulher nenhuma. Por que tem ciumes de mim. E agora, Hj ela comentou que eu aceito que ela faça coisas que ela não aceita que eu faça. Acho melhor ficar só na fantasia não? Só ela o vibrador dela e eu. Sei lá.
29/11/2009 00:55:39
Minha mulher quer dar pra outro

Online porn video at mobile phone


Nei+sei+como+cabeu+aquele+pinto+na+mia+buceta+conto+eroticoflagrei minha filha anal contoConto dei carona e o rabo para o meu genrocacetudomonstrofilmes.pornos.debaixo.dessa.cueca.esconde.um.pirocao.Porno xisnvidio podolatria lesbicas por pescontos eroticos o velinho me comeucontos eroticos meu pai contratou uma empregada domestica teavestis e nao sabiaPapai rasgou minha bucetinha ainda menina contos de incestocarente abraçadinha no sexo pornoconto erotico me viram.no mato e me comerampassei o pau na bunda da minha mae e ela pediu pra eu comer elavídeo de sexo amador brasileiro de Osasco Eloisa oliveira dando o cu para doisporno no android; esposa da o cu pra vários e jprra pela bucetaconto erotico comendo a ovelhacontos eroticos com fotos madrinhas coroas com novinhos roludostravestis peitudas e dotadas rasga cu da mulheres dos peitos gigantesmulequinhos punetandocondo o marido sai potrabalho pornocontos eróticos comi o cu da minha irmã novinha brincando de pique escondecontos de pau preto e grossorelatoeroticomorenaPorno gratis xvideos amador sexo com.vovozonasoXvidiosnovinho penheta nobanheiroomem mesturbano deitado de brusocache:16t390C-nPAJ:zdorovsreda.ru/texto/201603559 mulheres de vestido batendo uma punenta para o seu marido e ele gosando e ele gosando muitowww.xvideo gleicinha foi dormi na casa da irmã eo cunhado. atacouvídeos de pornô com homem com homem o homem chamando shampoo no pinto do outro e lambuzando de xixibotando a garganta da gostosa pra estufarnegao faz sexo forcado com a magrinha que ficou toda assadatitia safada gozando esquirt contos incestoscontos anais + caminhoneiro enrabador da jeba grandecu de mulatas novinhas piscando xvdelconto matuto chipadorcontoerotico eu namorada mae e tioxvideos com fuzilera novinhacontos filha rabuda ninfomaniaca pau grande o rabãoxvideo.comAliviando os funcionarios contos eróticoscontos eroticos coroa casada bancaria viajo a trabalho e traiu pela primeira veznao aguento essa pica grande e grossa no meu cu sexo gaysexp.conto.mae.filho.comconto ero meu tio virou donoxnxx esposa manda corno ficar quetinho olhado o pauzao entrarcoroa+defiu dentauSexo menage aclimação casadaconto erotico ensinando a tia de mototia viu seu sobrinho de mau duro contosmulher da bundona fica de quatro e negao li enfia a pirocapornô anal com mulheres dando rabão gostoso tesouro com perna tá tendo mais daqueles bem quente mesmoconto erottico ela me shantageouconto erotico cadela ciocontos eiroticos leilaporncontos erotico cm irmasex. video amarcaiameninas novinhas fazendo sexo xom coroas de 50 anos que são bem dotadosXVídeos o cano locando deslocando e o cano de novo o cu da magrinhaContos eróticos de incesto mamae gulosa mamando no pauzaos dos seus filhos e de mais cinco negao em um gang bangxvideo gay minino bateno chutinho de cuecazoophilia racas de cachorros e o tamanho de seu penisxvidei de hmen batendofotos voyeur mulheres de bruços de calcinha boxerConto erotico cuzinho de casadinhavidio di hme k toroco disexoa mulher tava a fazer um 69 e meteu um dedo no cu e adorei muito e ela tbm gostou contosComendo a novinha em pe por trais nua ela discuidou colocou no cu ate gritoucurrada pelos negões no carnavalesposa do tio de leg contospara amoleser o coraçao duro do seu namoradojackson viu a irma de shortinho nao resistiuMULHERES GOZANDO COM FORTES MODISCADAS NA ROLA DO CARA DE MUITO TESAOcomeu o cu da filha do patrão novinha de17 pornodoidoloiras gordas da bocetona grande e peitos muchos chorando pra nao da o cuninfeta cismou comigocontos eroticos com nulheres de uberlandia assustando com o tamanho da rolairmão pauzudo fudendo a irmazinha mignon