Ele me seduziu, não resisti.

Um conto erótico de Nanda
Categoria: Heterossexual
Data: 10/01/2006 16:52:16
Nota -
Assuntos: Heterossexual

Estávamos numa boate, dançando, naquele clima todo de sedução, ele me beijava e tentava passar a mão em mim, mas eu não deixava, falava pra ele que ali não. Então ele me puxou pelo braços e fotos para um cantinho mais sossegado, lá ele não se segurou mais, me beijava como se fosse a ultima vez que tivesse comigo, as mãos dele se multiplicaram, percorriam todo meu corpo. Eu pedi pra ir pra casa, ele na hora me levou pro carro, pensando que eu estava convidando-o para passar a noite lá. Quando chegamos, no carro mesmo eu dise a ele pra não entrar, inventei que tinha uma prima minha ospedada em casa, ele ficou murchinho na hora, mas desceu do carro logo atrás de mim e agarou por trás, eu ficava louquinha de vontade, mas não queria transar com um cara que eu mal conhecia, desde que nos conhecemos que ele vive tentando e eu fugindo, eu não queria que minha primeira vez fosse com um cara que não queria nada sério, o lance dele era só zuar mesmo. Então pensando nisso, eu mandei ele ir embora, e entrei, ele empurrou a porta e entrou junto dizendo: Eu não quero ir embora. Com aquela voz vem baixinha pra minha prima não ouvir, e um olhar de desejo que me deixava nas mãos dele, eu nem conseguia fugir dele direito, ele me pegava por trás e beijava, deixava eu sentir a respiração dele no meu pescoço, eu me arrepiei toda, ele sentiu e aí não parou mais. E eu dizia: Vai embora, por favor, nós não podemos. E corria dele, ele vinha atrás de mim me pegando pela cintura e dizia: spiuuu, fala baixo, vem cá vem. E já sem controle nos braços dele, pedia pra ele me soltar, já estava falando qualquer coisa pra ele me soltar e ir embora, e ele me ignorava por completo, não dizia nada, como se estivesse preocupado com outra coisa, e estava mesmo. E nessa se tentar fugir nós fomos nos beijando e andando pela sala, ele me encostou no sofa e forçava seu pinto duro em mim, na hora eu empurrei ele mas ele foi mais rapido e antes de eu fazer alguma coisa ele foi me deitando na mesa de jantar que estava ao lado afastando as coisas que estavam emcima da mesa, e já entre minha pernas com meu vestido levantado ele me beijava se se deitou em cima de mim. Como ele sabia que eu não queria, eu aproveitei a situação um pouco, pensando que ficariamos só num amosso, deixei ele me beijar, ele tocava meus seios já durinhos de tesão e foi abaixando a alcinha do meu vestido. Eu levantei um pouco e disse: Já está na hora de parar, vamos sair daqui? Ele com uma cara sedenta de prazer olhou pra mim sério e disse: Não dá mais, não tem como parar. E me deitou novamente agora ele estava decidido, quando ele falou isso meu coração disparou, eu tive a certeza que ele não estava mais brincando, ele abaixou as calças e esfregava o pau dele em mim, meu corpo todo estremeceu de medo e te desejo. Eu pensei em fugir mais uma vez, mas ele me pegou de jeito, já tinha me dominado, isso me deu a sensação de estar nas mãos dele, me senti acuada e pedia pra ele parar, mas era inutil, se antes ele não tava me ouvindo, agora então, ele só sussurava no meu ouvindo: Para com isso amor, deixa acontecer. Ele abaixou minhas alcinhas bem devagar e foi beijando aonde a mão dele passava, meu vestido ficou toda só na cintura, ele beijou meus seios e chupava com um desejo tão grande que eu só senti minha xaninha latejando, depois de me deixar totalmente dele só beijando meus seios, ele tirou meu vestido por completo, tirou a camisa dele olhando nos meus olhos e voltou a me beijar, ele colocaou a mão dentro na minha calcinha, e massageando minha xana eu quase fui a loucura, ele que para mim não passava de um estranho parecia que conhecia cada parte do meu corpo. E assim ele me fez implorar pra ele me penetrar, ele se levantou e ficou encaixado nas minhas pernas e com a mão na minha xana me masturbando, ele olhava pra mim com uma carinha de safado e eu já não aguentando mais, pedia pra ele me possuir logo, ele que parecia não me ouvir naquela noite, abaixou e começou a chupar minha xaninha toda enxarcada de tesão, eu fiquei desconcertada, gemia baixinho, apertava o cabelo dele em minhas mãos e ele ficava doido. Eu me encurvava pra cima e ele não parava, alisando minhas pernas ele acabou de tirar a calcinha. Eu apertei a cabeça dele com as pernas e gozei, ele esperou uns segundinhos e me levantou me deixando sentada na mesa, me abraçando apertodo e me beijando gostoso pegou a camisinha que estava na calça dele no chão. Me pegou no colo e me colocou detada no tapete da sala cheio de almofadas, ele tirou a cueca, se deitou do meu lado e me beijando colocou minha mão no pau dele, que estava a ponto de bala, eu não entendi sua intensão mas continuei segurando, ele colocou a camisinha, e sussurava no neu ouvido: Vc quer ele agora gatinha? Eu que já estava normal novamente respondi: Para com isso por favor, nós já... Ele interronpeu com um beijo e falou: Vc não quer parar, agora a pouco me implorou para penetra-la. Eu retruquei dizendo: Mas eu estava... Ele calou minha fala com o dedo na minha boca dizendo: psiuu... E veio por cima de mim e começou tudo de novo, suas mãos deslizavam no meu corpo eu tbm acariciava ele e rolavamos entre as almofadas nos beijando com um desejo enorme um pelo outro. Ele parou em cima de mim encaixou sue pau duro na minha xaninha, e ficou brincando na entradinha dela, estava tão duro que doia só dele esfregar o pau dele em mim. Fiquei tensa na hora, parei de beija-lo, ele percebendo me disse no ouvindo: Relaxa amor, eu não vou machucar vc. Eu confiei nele e me entreguei de vez, falei: Me ama vai. Ele só tentou a penetração depois que eu dei o sinal, até então ele estava só me excitando. Começou a me beijar com tesão, e foi enfiando aos pouquinhos, eu gemia baixinho, e ele foi estocando até entrar quase tudo, quanto mais eu gemia mais ele ficava com tesão e aumentava a pressão, ele sentiu o hímem se romper, ele parou um pouco mas depois continuou fazendo um vai e vem até entrar tudo. Eu gemia de dor, ele cada vez mais aumentava as estocadas, eu segurava forte nas costas dele chegando arranjar, ele gemia tbm e colocava pressão, eu pedi pra ele ir degavar, mas ele não me ouvia mais, ele já tinha esperado demais, e pelos gemidos dele eu sabia que ele não pararia. Ele estava com muito tesão, me segurava forte, suava, mas não parou com o vai e vem até gozar, parecia uma explosão dentro de mim. Ele se deitou do meu lado e respirava ofegante, ficou me fazendo carinho até ele se recuperar. Foi me dando um sentimento de culpa, aquilo que eu queria fazer por amor, acabei fazendo por tesão, ele tinha me deixado fora de mim com seus beijos e amassos. Eu olhei minha xana suja com um pouco de sangue e meus olhos choraram e ele percebendo falou: Amor, me desculpa por não acreditar em vc quando me disse que era virgem, eu pensei que vc só estava fazendo joguinho, mas quando eu senti seu hímem eu fiquei louco de tesão por ser verdade. Nessa hora o pau dele ficou duro de novo, ele me beijou e disse: Tá vendo como vc me deixa louco só de pensar em vc só minha. E me colocou de quatro apioada no sofá, eu não queria mais transar, mas ele foi me beijando e me seduzindo, colocou o dodo na minha xana pra me deixar molhadinha de novo, depois passou o pau dele nela, mas eu não aguentei e pedi pra ele me penetrar, com os dedos ele já estava quase me fazendo gozar, a intensão dele era outra, mas me cmoeu de novo, mas dessa vez tava mais calmo, eu senti mais prazsr e gozei então ele não perdeu tempo, passou seu pau melado no meu cuzinho e forçou a entrada, eu não quis, tentei sair, mas ele me segurou pela cintura e falou: Eu quero vc todinha. Eu resisti, tentava sair daquela posição, mas mais uma vez já estava nas mãos dele, ele me pegou forte pela cintura e colocou a cabecinha, na hora ue gemi alto e ele dizia: Fica calma, não resiste gatinha. E ia colocando cada vez mais, eu chorei baixinho e gemia, ele no vai e vem e já tava louco, continuou até que eu senti um jato no meu cuzinho, ele gozou dentro de mim, dessa vez sem a camisinha. Ele re debruçou em mim e me chamou para tomarmos um banho juntos. Esperamos um tempinho e fomos, tomamos um banho gostoso, ele me deu banho e eu nele, enquanto eu descia lavando-o ele conduziu minha cabeça pro pau dele, eu empurrei mas ele tentou de novo, eu olhei fiquei de pé de novo e disse que não, ele com cara de satisfeito falou: Ok amor, não vou insistir mais. Eu o levei até meu quarto e nós dormimos lá até de manhã.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
23/11/2007 11:39:18
gostei nanda, perdeu a virgindade com um cara muito gostoso e atencioso, foi bom nao foi????
marcelo
14/01/2006 00:59:53
Oi Nanda, adorei o seu conto, e até bati uma punheta pra você, e gozei muito, penssando em vc, e gostaria muito qeu gostaria que vc entrasse em contato comigo. anota aí gatinha, omeu imail, pois, gostaria muito de bater um papo com vc. o meu imail ê:
Discreto22cm
12/01/2006 13:15:40
Nanda, não liga para as críticas maldosas. Voce escreve bem, tem uma mente digna de elogiosos e certamente é uma gata linda e gostosa. Sou seu fã e adoraria conhecê-la melhor. Alguma chance?
Nanda
12/01/2006 13:03:37
Valeu Lyla, imaginação eu tenho os montes. Chacal, só não fiz apresentação e tal pq demoraia mais descrever dois personagens.
chacal
11/01/2006 19:00:02
detesto esses contos estilo romance.nesse caso,é melhor seguir o trivial mesmo,com apresentações e tudo mais.parece que você tá começando a ler um livro pela metade.que horrível....
Lyla
11/01/2006 16:28:59
Nanda, o conto é realmente excitante, independente dos erros ortográficos, vc tem um mente brilhante para por em palavras o ato sexual, porém até a metade do conto eu e metade da população brasileira vimos esta cena na novela Belíssima, a outa metade que com certeza veio da sua mente que provém dos seus mais escondidos desejos, foi muito bem escrito, vou torcer para que sua primeira vez também seja tão boa quanto as suas expectativas.
Professor
11/01/2006 02:36:00
Reginaldo, me diz uma coisa: por acaso tu escreves também? Pelo jeito, escreve. Neste caso sabe o que é ser esculachado por outra pessoa. Me diga: por acaso és professor de Língua Portuguesa? Acha que está corrigindo redações de vestibular aqui? Eu também gosto de um conto bem escrito, obviamente, e num português correto, mas se te incomoda tanto ler as histórias aqui publicadas, sugiro procurar outro site, e deixar a imaginação aqui aflorar, acima de qualquer coisa. Não gostou da história, fica frio, ou sugira melhoras, incentive os escritores aqui a fazer uma revisão do seu texto antes de publicá-lo, mas não detone a galera, pois senão, tu mesmo acabas fazendo o papel de ridículo.
Reginaldo Gadelha
10/01/2006 20:12:07
Nanda, que merda de conto esse seu. Onde vc aprendeu a escrever, na zona junto com tua mãe? Ora, vai catar piolho Nanda, melhor vc ficar só dando, pq escrevendo vc ta maus. Analfabeta
Jr.
10/01/2006 18:08:46
QUANDO FOR TOMAR BANHO VOU HOMENGEA-LA COM MINHAS MÃOS PELA SUA HISTORIA SÓ FALTA VOCÊ JUNTO COMIGO!
Nanda
10/01/2006 17:49:17
Ogora eu reli o texto e vi quantos erros de digitação, foi mal pessoal, é que eu tava super excitada escrevendo. Pena que não dá pra editar né, mas tá valendo.
Vitória
10/01/2006 17:13:07
Nanda, li sua estória, interessante... Hummm... Quem me dera encontrar uma aventura dessas... Mais, um aviso!!! Use sempre o preservativo tá?
Kamasutra
10/01/2006 17:09:30
Nossa mto bom seu conto gostei muito.... Parabéns... conte mais sobre sua experiencias ... vc escreve muito bem!
miguel
10/01/2006 17:06:32
Nanda.gozei só imaginando comer voçê entra em contato comigo.

Online porn video at mobile phone


o dia que conheci o glory role contobobeou entrou gosouespoza traindo marido c primo delapai dei abucetaivideo gay vésatil contos eiroticos leilapornVoltei arrombada e cheia de porra mostrei para o cornoxisvido sobria tia tiuacoxano na lotacaomulher com aberada da buceta toda esticada pra filha veras novinha de fazendeiro que dá 10 as novinhas fazendo dele para pegar vídeos cabacinhavideos porno filho goza cinta liga acidentalmentebrasileira minha enteada tirou a roupa na minha frente e me estigou muito conto cu colo a onibusseduzida por um estranho contos pornoVocê sabe o número de química assim Vitor você sobe no macetim fazendo vídeo pornográfico pornôcontorcionista dilataçao anal pornosabem alguma fasenda pra cuidacontos erotcos incesto gozeino cu de mamae e maninhapenetrano bem fundo na buceta da sogra na cama..homem fodendo rinoceronte homem fodendo financeiravídeo de homem sendo estuprado no quartel brechando a b*****homem gostoso da rolona hàhàhà gemendovideo porno foi cobra o alugel ea cabou comendo a emquelina no xsvideoqueria ver vídeo do Nx novinha trepando muito com seus cunhadosirma gravida fudendo com irmao1minuto xvideosContos erotico incesto video gratis de sec tio tira cacinho da sobrinha novinhaApaixonado por um Pitboy parte 15maei depilando pau do filho e nao aguenta baicha aboca chupando e setando abuseta ensimacontos erotico curvada frente namoradovídeo Azul pequeno vídeo Azul pequeno só de mulher gostosa da bundona mulher das pernas vídeo pequeno mulher diferente vídeo do Picapauhttps://www.pornodoido.com/video/esposa-traira-e-fodida/marido nem percebeu que sua mulher tava dancando de pijama sem causinha na frente do computador que outros homem tava vendo xvidiiospriminha inocente pegando no pinto do primo na frente de toda família sem eles veremPadrasto de pau grade e grosso fundado a etiadaContos eróticos mãe amamentação gay da o cu debruço da arvorewww.com.xvudeo page mulhe dançano antes de darmulheres casadas safadas se exibindo de sainha curta sem calcinha pro encanador ele ñ resiste fode a putaxxvidio casada do jorroRelatos de novinhas brincando de pique escondefeitio de cabelo xvedeorcontos de incesto mãe pede a filho que depois a Cona e o grelohomem core atrais de menininha secuestra leva estrupa com varios amigos cu e buceta estora vidio pornoconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancoilha do prazer com ruiva gostosa dando a buceta carnuda ando de quatroxvideos minhonsinhohttp://muher bunda grande fiudentau na praia gostosavideo de porno gay fui estrupado pero mel primoConto erotico estou louca pela picona do meu cunhadoTransando com o pai ate esguichar de prazer em putaria brasileira videos curtos de incestowwwpornodoido patroa pega empregada fodendo com marido.comPadrasto de pau grade e grosso fundado a etiadapadrasto com o pauzao jigante e cabecudo botano a enteada pra chuparcontos da cona esporradacontos erotico cuidador d creche d menina chupando buceta d menina d 7axvideo homem erra o buraco e toma empurraorelatoeroticomorenaxvidios filmo escodido analPorno gratis xvideos amador sexo com.vovozonasoxnxx disgracada gozandocasa dos contos gay Romance paiconto gay o meu sonho de consumoMeus amigos me foderam bebada contoscoisinha do pornô bumbum na nucaCONTOS EROTICOS CASAIS PUTA CORNO PALAVRÕES ESCADALOS XVIDEOSminha mulher domestica comida pelo cacetudocontos minha mae aguentou 25'5cm do negaovai nacasa do amigo e ve airma doamigo sex na salanegao grande forte pelado com a bola furacontos heroticos minha bbzinha mi chupoubleizer duas mulata dando pro genro xnxxtrasei com a mae de meu amigo videotransando com o cachorro contolevantei a saia e gosei dentro mar rua xvidioconto erotico mendiga novinhacontos de como meu tio raul comeu minha namorada 2010contos eroticos aventuras no baile funkx video subrinhaolhando o titio roludoGay afeminado virou mulher na mao do coroa negro contos eroticos os melhoresporbodoido padrasto come e. a mae pega no fragagostaria que você mandasse primeira foto do Biel batendo punheta peladoempresario comedor de casadas cssa dos contos eroticosmulher puxa o saco d marido geyanita mulher do corno do maranhaovidios de sexiso mmulher com tocudoouvir contos eróticos da irmã rabuda dando o cuzinho para o irmão bem dotadonovinha safada se mastobado tirado choteconto erótico mamando seios com leite da amigaconto crente bundeiraso cu fudidos de diaristascontos eroticos SEXO COM PÊNIS PEQUENO